Aposta no preto

Yara Guerchenzon - O Estado de S.Paulo

Símbolo de elegância, a cor aparece em propostas que vão do retrô ao contemporâneo na Santosarquidecor

Inaugurada na terça-feira passada, a Santosarquidecor - Casa Natal 2007, mostra de arquitetura e decoração de Santos, vai apresentar, até meados de outubro, 53 espaços residenciais. Em sua 13ª edição, a maioria dos ambientes evoca o preto, seja em revestimentos seja em detalhes. No quarto do casal, por exemplo, a arquiteta Fernanda Lins Coelho e Mello empregou vidro laminado de efeito adamascado velluto nero, da Cinex (chapa de 2,60 m x 1,20 m por R$ 1.766, na SCA Praia Grande), em painéis e frente de gavetas, destacando o mobiliário de laminado de Rovere, madeira que se alterna com lâminas prata em faixas na cabeceira. Na cozinha gourmet, de Carina Fontes Alves, o preto impera na área de 30 m². A arquiteta se inspirou no teclado de um piano para o piso de porcelanato (da Portinari, a placa de 60 cm x 60 cm custa R$ 98,70, na Spaço Cerâmico). Para a ilha central, escolheu MDF branco e tampo de Corian, material também presente na bancada ladeada por armários pretos e portas de vidro na mesma cor. No caso do banheiro do rapaz, criação dos arquitetos Leda e Leonar-do Nardella, a proposta de conforto aliado à tecnologia faz uso da banheira de hidromassagem equipada com porta-gelo e TV de LCD com DVD (na Heaven Spas, por R$ 21.790). O home office, de Zoe D''''Albuquerque, tem mobiliário da Mobilarte, com armários de carvalho na área de trabalho e black ebony na minicopa. O estilo retrô se faz notar nas formas geométricas da mesa de centro de imbuia e tampo de vidro; na divisória com elemento vazado que acompanha o desenho do pé da escrivaninha; e na estampa do adesivo na parede do fundo. A varanda, dos arquitetos Celito Gonzalez e Vicente Parmigiani, resgata ícones, como poltronas de jacarandá de Joaquim Tenreiro (no Mercado Moderno, preço sob consulta), banco de estação de trem dos anos 30 e barco kanoe de 7 m, de 1910, suspenso no teto. Para os revestimentos, a dupla apostou em paredes laterais com ardósia vinho (quase negro) e piso com mármore travertino velvet (na Forma Final, por R$ 280 o m²). Na área externa, o jardim de Roberto de Sá tem como cenário palmeiras-garrafa e forração de pedras portuguesas. Santosarquidecor: Av. Joaquim Montenegro, 117, Santos, tel.: (13) 3284-0284. Até 14 de outubro, de terça a domingo, das 15 h às 22 h.