Apartamento mescla traços do nordeste com as características do sul

Luciana Carvalho - Especial para o Estado - O Estado de S.Paulo

Configurações originais da planta são alteradas para atender melhor aos hábitos dos moradores

A vista do 14º andar pode ser apreciada da sala de estar, graças à integração da varanda. A parede do home office na sala tem frases desenhadas, criadas pelo casal

A vista do 14º andar pode ser apreciada da sala de estar, graças à integração da varanda. A parede do home office na sala tem frases desenhadas, criadas pelo casal Foto: Mariana Orsi

 

 A casa de Paulinha e Rubens é o ponto de encontro da família e dos amigos. Como trabalham na área de gastronomia, as reuniões, claro, só poderiam acontecer mesmo na cozinha. Atenta a essa dinâmica, a arquiteta Sara Rollemberg, da Inside Arquitetura, investiu pesado no ambiente, abrindo espaço para que todos pudessem se acomodar no local. Tudo sem atrapalhar os chefs que, em casa, cozinham por lazer.

Confira as fotos do projeto:

 

Mariana Orsi
Ver Galeria 6

6 imagens

Na planta original do imóvel de 59 m² a área de serviço ficava entre a cozinha e a varanda, mas o casal gostaria que esses dois ambientes tivessem comunicação direta. Foi então que surgiu a ideia de juntar os dois espaços. “Chegamos juntos à conclusão de que se mudássemos a distribuição da planta, os ambientes da área social ficariam melhor integrados e com luminosidade direta”, diz Sara.

A parte desta integração, a compacta área de serviço – com apenas uma máquina, que lava e seca, e um tanque –, fica isolada por um móvel de ferro, como os usados em vestiários e por uma parede de elemento vazado de cimento. Com isso, sobrou espaço para que a arquiteta pudesse, por meio de uma divisória de drywall, criar um home office. “Abrimos um recorte na parede, para permitir que a luz chegasse até o local. Já o desenho da janela foi feito por meio de um ‘trompe l’oeil’ – técnica de pintura que cria a sensação de perspectiva em superfícies planas”, conta.

Como a moradora veio do nordeste e o marido do sul, a mistura deu um bom caldo no que se refere ao projeto de decoração, que mescla peças do acervo pessoal dos dois, como um cocar de índio e um bar vintage. “Isso tudo, junto e misturado, acabou dando tempero ao projeto. O restante da decoração, fomos escolhendo aos poucos, garimpando peça por peça”, explica a arquiteta. 

O casal pretende ter filhos. Por isso, Sara sabe que em breve será convocada para cuidar de um quarto do corredor, que, até o momento, permanece fechado. A sete chaves.