A festa é toda sua

Lorena Tabosa - O Estado de S.Paulo

Ambientação deve priorizar o gosto e a personalidade de cada anfitrião

Cecilia Dale apostou no retorno dos "enfeites da vovó", como minuaturas do Noel, casinhas com telhado nevado e carrosséis

Cecilia Dale apostou no retorno dos "enfeites da vovó", como minuaturas do Noel, casinhas com telhado nevado e carrosséis Foto: Zeca Wittner/Estadão

Sempre presentes na decoração natalina, pinheirinhos, bonecos de neve, bolas coloridas e imagens do Noel se tornaram os representantes oficiais da festa mais tradicional do calendário. Os tons de vermelho, dourado e verde também. Mas ainda que o Natal seja o berço da tradição, é possível deixar a decoração com a cara do morador da casa, mesmo se este for um ‘moderninho’. É nisso que acreditam as decoradoras Cecilia Dale, Conceição Cipolatti e Amelinha Amaro, nomes de peso quando o assunto é Natal.

“As pessoas geralmente preferem seguir as tradições. Mas quem tem uma casa com decoração moderna também consegue apreender o espírito natalino, com opções de árvores e enfeites alternativos, como as bolas craquelê, que parece que estão descascando por dentro”, explica Cecilia, dona da loja de artigos de decoração que leva seu nome. “Sempre digo às pessoas que complementem o que elas já têm. Acho que a grande tendência hoje é essa”, completa Amelinha, proprietária da loja Divino Espaço.

Para este ano, não há uma preferência de cor, o que permite que cada um escolha a que gosta mais. “Cismei com a cor champagne, que é um dourado claro que traz um efeito muito sofisticado. Misturei com um dourado mais vivo e fiz decorações em shoppings no Rio, em Brasília e em São Paulo. A mistura com um tom cobre também dá um efeito bem interessante”, diz Conceição. “Me chamou a atenção as peças feitas de barbante, em todos os tons. O cobre apareceu bastante também, junto com o dourado, nos elementos tradicionais”, comenta Amelinha.

As peças feitas de elementos naturais, como palha, juta e pinha, estão também em lata entre os enfeites natalinos, trazendo leveza à decoração. “O Natal ecológico é uma tendência. Tem uma linha que é totalmente artesanal e natural, toda feita de palha e pedaços de pano. Vamos de pinhas e gravetos até enfeites de pássaros. O boneco de neve, inclusive, foi feito com pinha”, arremata Cecilia. Outros animais, como borboletas e corujas, também estão sendo bastante explorados na montagem das árvores este ano.

Na Divino Espaço, Amelinha Amaro optou pelos tons tradicionais; também aparecem na decoração peças naturais, feitas com palha e galhos

Na Divino Espaço, Amelinha Amaro optou pelos tons tradicionais; também aparecem na decoração peças naturais, feitas com palha e galhos Foto: Divulgação

A saída dos laços de veludo é outro destaque. Foram substituídos pelos feitos em linho, que combinam com o clima tropical brasileiro. A boa notícia para os nostálgicos é que o vermelho e o verde tradicionais continuam em alta, muitas vezes aparecendo em peças xadrez, inclusive nos laços. Objetos que remetem à infância e que lembram a árvore da vovó, como carrosséis, cavalinhos e carros de brinquedo, também prometem conquistar a atenção de muitos. 

Com tantas opções, as três decoradoras concordam que a regra é uma só: combinar os enfeites a seu gosto, para que também combinem com a sua casa. “Podemos decorar um ambiente e trazer o espírito natalino, mas devemos fazer com que tudo fique harmônico”, diz Cecilia. “O Natal é uma festa muito livre para você escolher o que gosta. O que importa é que fique adequado ao seu ambiente”, conclui Amelinha.