Semana de design movimenta São Paulo com 250 atrações

Marcelo Lima - O Estado de S.Paulo

Em sua 5.ª edição, DW! passa a ter feira âncora, além de novos endereços

Causa impacto o trabalho da artista têxtil argentina Alexandra Kehayouglou, exposto na Estar Móveis (Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.080)

Causa impacto o trabalho da artista têxtil argentina Alexandra Kehayouglou, exposto na Estar Móveis (Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.080) Foto: Divulgação

A partir de terça-feira, na sua próxima passagem pelo hall do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, não se sinta incomodado em invadir o quarto de um casal recém-casado que acaba de decorar sua primeira casa com peças da loja Meu Móvel de Madeira.

Tampouco se surpreenda se, ao se aproximar de um antigo orelhão, você se deparar, de fato, com uma imensa caixa acústica, capaz de reproduzir, em alto e bom som, uma trilha sonora criada por um badalado DJ, especialmente para o designer José Marton.

Até o próximo domingo São Paulo vai vivenciar e respirar design. Ou ao menos assim esperam os participantes e promotores do DW! 2016, o principal festival de design do País, que chega à sua 5.ª edição contabilizando mais de 250 atrações espalhadas por 10 circuitos: Gabriel Monteiro da Silva, Jardins, Vila Madalena, Paulista, Jockey Club, D&D, Higienópolis, Vila Mariana, Cidade Jardim e São Paulo Expo.

Siga o Casa no Instagram e use a hashtag #casaestadao

“Queremos pulverizar ao máximo as ações pela cidade. A cada ano novos distritos passam a integrar nosso roteiro. Todos só têm a ganhar com isso”, diz o empresário Lauro Andrade, idealizador e promotor do DW!, que este ano passa a acolher a High Design – Home & Office, a mais nova feira nacional voltada para o segmento de alto design. 

Herdeira direta da Casa Brasil, mostra realizada até 2013 na cidade de Bento Gonçalves (RS), a High Design nasce, segundo Andrade, do desejo de fazer convergir o frescor do design jovem com a experiência de profissionais inovadores do setor. E, de certa forma, de criar um evento âncora para o DW!, à semelhança do que ocorre em Milão com o Salão do Móvel.

Com mais de 80 marcas reunidas e uma extensa pauta de ações paralelas, o evento (voltado apenas para profissionais da área), desde já um dos mais aguardados da temporada, acontece de terça a quinta-feira e vai ocupar uma área de 13 mil m² no São Paulo Expo, na Rodovia do Imigrantes. Atributos mais do que suficientes para alavancá-lo à posição de um dos pontos de referência do festival, tal qual acontece com o complexo do Jockey.

Curta a página do Casa no Facebook

“Nossa ideia foi oferecer uma visão global do design. É como se disséssemos: sim, podemos olhar para a industrializada Itália, mas por que não olhar também para o nosso Cariri?”, afirma o jornalista Pedro Ariel Santana, curador da mostra Brasil, Itália e Cariri, parte do projeto Casa Cor 3X Design, que partilha com a já tradicional Made as dependências do hipódromo paulistano.

“A mostra vai motivar o visitante a confrontar aspectos de três regiões culturalmente fortes e radicalmente distintas”, comenta Santana, que divide a curadoria do evento com Jader Almeida, designer responsável pelo segmento Brasil, Ricardo Bello Dias, arquiteto que vive em Milão e se ocupou do pavilhão Itália, e Ana Virginia Furlani, curadora do setor Cariri.

Cariri, Brasil, Itália. Mas também Holanda, Santa Catarina e muito mais. Cosmopolita como a cidade que a hospeda, o DW! parece não conhecer fronteiras. Nesta, e nas próximas páginas, confira nossas apostas. 

Divulgação
Ver Galeria 12

12 imagens