No apartamento de família apaixonada por gatos, a decoração também foi pensada para eles

- O Estado de S.Paulo

Na sala, no quarto e no escritório, estruturas de madeira distraem e incluem os bichos de estimação em todas as atividades dos moradores

O escritório deste apartamento em Higienópolis, com projeto da arquiteta Thaisa Camargo, é o território definitivo dos gatos da família: além dos degraus e caminhos perto do teto, é ali que estão os comedouros dos bichos de estimação da família

O escritório deste apartamento em Higienópolis, com projeto da arquiteta Thaisa Camargo, é o território definitivo dos gatos da família: além dos degraus e caminhos perto do teto, é ali que estão os comedouros dos bichos de estimação da família Foto: Sidney Doll/Divulgação

Os gatos fazem parte da vida da família moradora deste apartamento em Higienópolis de tal forma que até influenciaram a decoração do espaço. Quando a arquiteta Thaisa Camargo assumiu o projeto de atualização do imóvel já sabia que teria de recorrer a estratégias que incluíssem os bichos de estimação no convívio dos moradores. 

Siga o Casa no Instagram e use a hashtag #casaestadao

Assim, prateleiras de madeira com feltro na parte de cima foram instaladas em vários pontos da casa, até mesmo na sala de TV. Pelos degraus que começam próximo do chão, os gatos sobem até o nível mais alto, às vezes bem perto do teto, e ficam por ali brincando ou apenas observando a família. O quarto da filha também conta com essa estrutura, mas é no escritório que eles conquistaram território definitivo: até seus comedouros estão ali, ao lado da tela do computador e da impressora. 

Curta a página do Casa no Facebook

No amplo living, resultado da retirada das paredes que compartimentavam o espaço, não há estrutura específica para os gatos, mas eles podem circular livremente. Thaisa optou por desenhar um grande sofá em ‘L’ e instalou uma lareira sobre a bancada, protegida por tijolo refratário, material bastante resistente ao calor. Cenário perfeito para as reuniões em família.