Feira de design Made amplia número de participantes, mas se mantém fiel ao autoral

Marcelo Lima - O Estado de S.Paulo

De 9 a 14 de agosto, evento no Jockey Club de São Paulo reúne, além de novos talentos, marcas de móveis, galerias de arte e mostras internacionais

O bar Ziggy, de Leo di Caprio

O bar Ziggy, de Leo di Caprio Foto: Divulgação

A atmosfera é de uma grande quermesse. Mas o conteúdo é de galeria. Pela quarta vez consecutiva, a Made – Mercado.Arte.Design abre suas portas no Jockey Club de São Paulo, na próxima terça-feira, determinada a se firmar como a principal feira nacional de design high end. Uma designação ampla, mas que no vocabulário da mostra pode ser traduzida por desenho assinado e em intensa conexão com a arte.

Siga o Casa no Instagram e use a hashtag #casasaestadao

“Pretendemos prosseguir, fundamentalmente, como um evento fomentador de conteúdo, ainda que nosso formato tenha se ampliado para acolher uma gama maior de participantes”, afirma o idealizador da mostra, Waldick Jatobá, que, além dos novos talentos do design, este ano resolveu reunir sob um mesmo espaço marcas de móveis, galerias de arte e mostras internacionais. Sem falar de exposições interativas e de uma intensa agenda de palestras com grandes nomes do Brasil e do exterior.

Curta a página do Casa no Facebook

Fiel a seu compromisso de apresentar ao menos uma novidade a cada nova edição, este ano a feira traz um novo conceito, batizado de Paper Made: um espaço exclusivo onde o papel se torna suporte criativo para a intervenção de designers convidados. Por fim, com vistas a ampliar o reconhecimento do design autoral, a mostra marca o advento do Prêmio Made de Inovação: iniciativa que vai premiar os três melhores produtos em exposição de 2016, com um troféu especialmente desenvolvido pelo designer paulistano Marcelo Rosenbaum. A feira pode ser visitada até o dia 14.

Divulgação
Ver Galeria 6

6 imagens