Estúdio de design exalta sua essência nordestina em móveis cheios de humor

- O Estado de S.Paulo

Com nome inspirado em música de Luiz Gonzaga, Mula Preta mostra seu trabalho em São Paulo

Criado em Natal (RN), o estúdio de design Mula Preta participou da semana de design paulistana com peças como o mancebo Cacto, que faz referência à letra da música: "Mandacaru quando fulora na seca..."

Criado em Natal (RN), o estúdio de design Mula Preta participou da semana de design paulistana com peças como o mancebo Cacto, que faz referência à letra da música: "Mandacaru quando fulora na seca..." Foto: Divulgação

Foi de uma música conhecida na voz do Rei do Baião que os designers André Gurgel e Felipe Bezerra tiraram o nome de seu estúdio, o Mula Preta. E de um verso de outra, Xote das Meninas, nasceu a ideia de que criar um mancebo: “Mandacaru quando fulora na seca...”. “Somos fãs de Luiz Gonzaga, temos essa essência nordestina”, conta Gurgel.

Cacto é só uma das peças da dupla que fazem referência ao Nordeste. A poltrona Duna – que marca a estreia da parceira – e a mesa Falésia, inspirada na geografia da Praia da Pipa, no Rio Grande do Norte, Estado de origem de Gurgel e Bezerra, são outras. Em todas se percebe o bom humor dos designers, que recentemente ganharam mostra em São Paulo, na Marché Art de Vie. “Nossas peças têm forte aspecto conceitual, mas são todas funcionais”, afirma Gurgel. Mesmo o mancebo Cacto, que, diz ele, lembra um cartum.

Curta a página do Casa no Facebook

Um dos primeiros móveis do estúdio, a poltrona Basquete, estará na loja que a NBA está para abrir no Rio, dando mais visibilidade à peça, que já rendeu prêmios à dupla. “Nossa marca é a irreverência, o que fica claro em nossos últimos lançamentos, como o banco Kichute.” O móvel, que remete ao solado do antigo calçado, foi feito especialmente para a semana de design paulistana, em agosto, mas foi tão bem recebido que entrou para o catálogo do estúdio.