Decoração equilibra o gosto pela cor da mulher e a tendência ao neutro do marido

- O Estado de S.Paulo

Projeto de apartamento em São Paulo tem base formada por cinzas e marrons e pontos coloridos em acessórios

O amplo living tem tábuas de cumaru no piso. A arquiteta Anna Paula Moraes optou uma base neutra, com cinzas e marrons para a decoração deste apartamento em São Paulo

O amplo living tem tábuas de cumaru no piso. A arquiteta Anna Paula Moraes optou uma base neutra, com cinzas e marrons para a decoração deste apartamento em São Paulo Foto: Mariana Orsi/Divulgação

Com apenas dois meses para entregar o imóvel onde vivia, a proprietária deste apartamento no Itaim Bibi recorreu à arquiteta Anna Paula Moraes para concluir a reforma e fazer do zero a decoração. O prazo apertado acabou não sendo o maior desafio do projeto, mas, sim, equilibrar o gosto dos moradores. “Ela gosta de tudo colorido e o marido é mais conservador, prefere tons de bege. Mas sempre é possível achar um meio termo”, diz Anna Paula.

O que se vê agora no apartamento de 188 m² é uma base formada por cinzas e marrons, sobretudo de madeira, e pontos de cor em acessórios. “Quando eles cansarem dessas cores, é fácil trocar.” Os únicos móveis que os moradores levaram para a casa nova foi uma recém-comprada poltrona Mole, de Sergio Rodrigues, e a cama do filho. Todos os demais foram escolhidos com a arquiteta ou desenhados por ela, como a mesa de centro da sala de TV. 

Boa parte dos revestimentos do apartamento foi trocada. Na área social a opção foi por tábuas de cumaru de demolição. No espaço gourmet da varanda, os armários de madeira foram pintados de branco e a parede recebeu azulejos estampadas da Pavão Revestimentos.

Siga o Casa no Instagram e use a hashtag #casaestadao

No amplo living, uma das extremidades foi convertida em estúdio de música, hobby do morador. O espaço, com prateleiras para a coleção de CDs e discos de vinil, tem isolamento acústico suficiente para que ele possa ligar os aparelhos sem atrapalhar quem está na sala. Portas de correr com vidro duplo para barrar o som podem deixar o lugar totalmente aberto para a área social, que termina na varanda, onde a poltrona Mole teve lugar garantido.