Toxina botulínica funciona como aliada contra o suor

Jéssica Ferreira - O Estado de S.Paulo

Ela pode ser injetada em diversas partes do corpo para impedir a sudorese e ajuda no período de verão

Nada mais desconfortável que fazer exercício físico preocupado com o suor marcando as roupas. No verão, essa aflição vai além das academias: algumas profissões exigem camisas formais, que contribuem para a formação de manchas embaixo do braço. Outras pessoas ainda sofrem com transpiração nas mãos e nos pés, que também causam incômodo.

Toxina botulínica pode ser injetada em diversas partes do corpo para impedir a sudorese e ajuda no período de verão

Toxina botulínica pode ser injetada em diversas partes do corpo para impedir a sudorese e ajuda no período de verão Foto:

É aí que entra a toxina botulínica, mais popular por suavizar linhas de expressão no rosto. Ela pode ser injetada nas axilas, palmas das mãos e plantas dos pés para reduzir a sudorese. De acordo com a cirurgiã plástica Alessandra Haddad, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a aplicação leva no máximo pouco mais de uma hora e só precisa ser repetida aproximadamente oito meses depois. “Melhora muito a qualidade de vida durante o verão”, ressalta. Ela revela que a técnica é mais popular entre os homens, pela variedade menor de roupas que eles contam nos períodos quentes.

Independente da área do corpo, o paciente recebe uma anestesia antes do procedimento. Para a axila, uma pomada anestésica age durante meia hora antes das injeções, feitas a cada dois centímetros de distância. Alessandra explica que para a mão e o pé, a pomada não é suficiente - por serem regiões mais sensíveis, é preciso fazer o bloqueio do nervo, semelhante ao realizado no dentista.

Segundo a dermatologista Ada Trindade de Almeida, o procedimento costuma ser realizado ainda no couro cabeludo, na nuca e na inframamária. Para outras partes do corpo, como as costas, é preciso que a aplicação seja em uma área muito pontual, não em toda extensão. O procedimento custa em média R$ 2,4 mil e o intervalo entre as aplicações deve ser reforçado com desodorantes potentes, para quem o realiza na axila.

Não há época do ano específica recomendada para injetar a toxina botulínica, que é contraindicada para grávidas, mulheres que estejam amamentando e pessoas com infecção ou irritação na área a ser tratada. Apesar de não haver idade certa para realizar o procedimento, ele é aconselhável para quem tem mais de 16 anos.