Terapia para pais e filhos ajudam crianças com depressão, diz estudo

redação - O Estado de S.Paulo

O processo ajuda os pais a orientar seus filhos diante de emoções difíceis, o que resultou em melhor regulação emocional

Pais que participam da terapia dos filhos depressivos também são beneficiados.

Pais que participam da terapia dos filhos depressivos também são beneficiados. Foto: badski007/Pixabay

A depressão e o estresse infantil podem, às vezes, ser desencadeados por questões familiares, pelo modo como pais lidam com os filhos. Mas os adultos também podem ajudar no tratamento e evitar que o quadro depressivo se prolongue por toda a vida.

Em um estudo publicado nesta quarta-feira, 20, no The American Journal of Psychiatry, os pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington, em Saint Louis, demonstraram que uma terapia envolvendo pais e seus filhos depressivos pode reduzir as taxas de depressão e amenizar os sintomas nas crianças.

"Ao identificar a depressão o mais cedo possível e, assim, ajudar as crianças a tentar mudar a forma como processam suas emoções, nós acreditamos que seja possível alterar a trajetória da depressão e, talvez, reduzir ou prevenir crises mais tarde", disse Joan L. Luby, pesquisadora principal do estudo e diretora do Programa de Desenvolvimento Emocional Precoce da universidade.

A equipe de Luby adaptou um tratamento conhecido como Terapia de Interação Pai-Filho (PCIT, na sigla em inglês) que foi desenvolvido em 1970 para corrigir comportamentos disruptivos em crianças na fase pré-escolar. A adaptação envolveu acrescentar uma série de sessões focadas nas emoções.

O processo ajuda os pais a orientar seus filhos diante de emoções difíceis para que possam gerenciar melhor seus sentimentos. As crianças do estudo, todas com idades entre três e seis anos, receberam esse novo tratamento combinado ou foram colocadas em uma lista de espera.

Quando avaliaram os estilos de enfrentamento com os pais, níveis de estresse e como lidaram com emoções negativas, as crianças com o tratamento melhoraram, tiveram melhor regulação emocional e menor taxa de distúrbios que acompanham a depressão. Os benefícios também foram vistos nos pais.

GALERIA: Veja as causas e consequências do estresse enfantil e como evitar nível tóxico

Pixabay
Ver Galeria 9

9 imagens