Patinação é alternativa para quem quer iniciar um novo esporte

- O Estado de S.Paulo

'O praticante trabalha o corpo todo, principalmente os membros inferiores. Estamos sempre mexendo as pernas, o que fortalece os músculos da região e melhora o condicionamento', diz especialista

A atividade, muito popular na década de 1980, vem ganhando novos adeptos, principalmente por ser um ótimo método para entrar em forma

A atividade, muito popular na década de 1980, vem ganhando novos adeptos, principalmente por ser um ótimo método para entrar em forma Foto: Mark Nockleby/ Creative Commons

Para quem está interessado em iniciar um novo esporte, uma boa alternativa pode ser a patinação. A atividade, muito popular na década de 1980, vem ganhando novos adeptos, principalmente por ser um ótimo método para entrar em forma. Além da modalidade in-line (mais comum), a patinação artística e até o hóquei se tornam cada vez mais populares no País.

Em entrevista ao programa Rota Saudável, da Rádio Estadão, Alexandre Capelli, dirigente de hóquei in-line da Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação, afirma que o esporte traz diversos benefícios para o organismo. “O praticante trabalha o corpo todo, principalmente os membros inferiores. Estamos sempre mexendo as pernas, o que fortalece os músculos da região e melhora o condicionamento”, explica.

Dentre os benefícios, o especialista indica que o praticante pode perder peso se mantiver uma prática constante do esporte. “Depois de uns 45 minutos de atividade, quando a intensidade for boa, o organismo começa a queimar bastante gordura. Além disso, permite que você ganhe postura e equilíbrio”, observa Capelli.

Para ingressar no esporte, o custo inicial não é alto. “Com cerca de R$350 você consegue comprar um bom par de patins e começar a praticar. No entanto, o dirigente também alerta para a compra de equipamentos de segurança. “É indispensável o uso de capacete, joelheiras e cotoveleiras, que podem ser encontrados em qualquer mercado. Também é importante observar se o rolamento dos patins está funcionando corretamente”, verifica.

Quanto ao tempo necessário para se adquirir prática com o equipamento, o dirigente informa que cada pessoa reage de maneira diferente à atividade. “Tem gente que possui uma aptidão natural; crianças, por exemplo, aprendem muito facilmente. Eu diria que o tempo médio é de dois meses”, avalia.