O que é e para que servem o botox e o preenchimento facial

Sara Abdo - O Estado de S.Paulo

Usados em excesso, os resultados podem ser desastrosos

A atriz Nicole Kidman compareceu a um evento em Las Vegas com um rosto um pouco artificial. Tudo indica que ela aderiu ao botox. 

A atriz Nicole Kidman compareceu a um evento em Las Vegas com um rosto um pouco artificial. Tudo indica que ela aderiu ao botox.  Foto: Steve Marcus/Reuters

Entre os recursos estéticos para quem quer rejuvenescer a pele e diminuir as rugas, ou preencher o rosto e os lábios, estão o botox e o preenchimento facial à base de ácido hialurônico. O botox, como ficou conhecida a toxina botulínica A, age sobre o músculo e algumas glândulas, e impede que impulsos nervosos os alcancem, o que permite relaxamento muscular e redução das contrações e da sudorese. Já o ácido é uma substância natural do corpo mas que perde concentração ao longo do tempo e elimina marcas do rosto causadas por diminuição do colágeno. A aplicação do ácido preenche as marcas de expressão e repõe o volume e contorno perdido da face. 

É preciso cuidado, no entanto. Se aplicadas em excesso ou de forma inapropriada, as susbtâncias podem deixar o rosto com efeito artificial, como aconteceu com Robbie Williams, Nicole Kidman e Carla Bruni. 

O que é e para que serve? Além da função estética, alguns estudos mostram resultados positivos do tratamento por botox em pacientes com paralisia - quem tem os músculos muito rígidos. Uma vez sob efeito da toxina, a camada muscular relaxa, o que facilita o tratamento e reduz as dores decorrentes das contrações excessivas. A toxina também pode ser usada para reduzir o bruxismo - excesso de contração das mandíbulas. Já o ácido é usado para suavizar rugas estáticas ou profundas e repor o volume e contorno em áreas que sofrem com o envelhecimento, como as maçãs do rosto e a mandíbula. Além disso, é comum o preenchimento labial, como o feito por Anitta.   

Reprodução/Instagram
Ver Galeria 16

16 imagens

Botox X preenchimento. Enquanto o botox é a adição de uma substância sintética para relaxar os músculos, o preenchimento facial é a aplicação do ácido hialurônico, natural do corpo, mas que diminui a concentração ao longo do tempo. Ambos os procedimentos têm como finalidade o rejuvenescimento facial por meio de redução de marcas do rosto e rugas.

Botox e preenchimentos para quem?  Segundo a dermatologista Silvia Zimbres, que faz aplicação de botox e ácido hialurônico há 16 anos, o procedimento com o objetivo de corrigir rugas é mais comum a partir dos 35 anos, quando há diminuição do colágeno no organismo, flacidez na pele e maior evidência das contrações dos músculos no rosto. As marcas mais comun são os 'pés de galinha', ao redor dos olhos, o 'código de barra', as linhas verticais acima do lábio superior, as 'rugas parêntesis' e o 'bigode chinês'. No entanto, o preenchimento de olheiras ou de mento (queixo) podem ser feito até em jovens de 20 anos.

O 'bigode chinês', por exemplo, pode aparecer em pessoas mais jovens, como é o caso da atriz Anne Hathaway, que tem o sorriso largo. Nesse caso, a aplicação indicada é a do ácido hialurônico, e deve acontecer um pouco mais tarde, já que a marca não é consequência de um desgaste muscular, mas sim dos traços genéticos. 

Anne Hathaway tem um sorriso admirável que acaba deixando marcas de "bigode chinês" - o traço triangular entre o queixo e o nariz

Anne Hathaway tem um sorriso admirável que acaba deixando marcas de "bigode chinês" - o traço triangular entre o queixo e o nariz Foto: Carlo Allegri/Reuters

Qual a durabilidade da toxina no corpo? Silvia afirma que uma aplicação de botox dura entre quatro e seis meses nas pessoas que não fazem muita atividade física. Já entre praticantes mais assíduos, a durabilidade é menor porque a musculação, como o próprio nome já diz, estimula a força muscular e gasta mais a substância do botox. 

O botox substitui a cirurgia plástica? Em alguns casos, sim. A toxina botulínica A pode remodelar alguns pontos no rosto, mas sem o mesmo efeito do lifting facial - procedimento cirúrgico que envolve retirada de pele para eliminação de rugas e rejuvenescimento facial.

"A tendência das próximas gerações é cortar menos o rosto e se submeter menos a procedimentos mais agressivos", comenta Silvia. Ela fala sobre o MD Codes, um método desenvolvido pelo cirurgião plástico brasileiro Maurício de Maio, que aplica ácido hialurônico, substância de preenchimento, em oito pontos-chave do rosto. 

Muito além do preenchimento. Em prol da boa saúde dos músculos da face, Silvia recomenda a fonaudiologia estética. "Pode ser uma aliada para maior durabilidade da toxina e do preenchimento". Essa proposta de fonaudiologia alonga a musculatura e reeduca as funções de deglutição e fala. Silvia alerta para a diferença entre fonaudiologia estética e ginástica facial - que ao exigir muito dos músculos do rosto, tem efeito contrário ao da fonaudiologia. 

Sudorese. Assim como a toxina botulínica A impede que impulsos nervosos cheguem aos músculos, ela também bloqueia o estímulo de suor temporariamente (entre 4 e 10 meses). O botox pode ser aplicado nas mãos e nas axilas, onde há maior prevalência de sudorese.