Mutirão da enxaqueca alerta sobre doença na Linha 4-Amarela do metrô

Redação - O Estado de S.Paulo

Evento dará informações sobre dor recorrente que afeta 30 milhões de brasileiros

Enxaqueca afeta 30 milhões de brasileiros.

Enxaqueca afeta 30 milhões de brasileiros. Foto: Anh Nguyen/Unsplash

Você sente dores de cabeça com certa frequência? Sabe a diferença entre elas e uma enxaqueca? Costuma sempre tomar um remédio para aliviar? Algumas dúvidas e práticas poderão ser discutidas no mutirão da enxaqueca que ocorre neste sábado, 30, em três estações da Linha 4-Amarela do metrô: Luz, Paulista e Butantã.

O evento, realizado pela Santa Casa de Misericórdia em parceria com a farmacêutica Novartis, ficará nos locais entre 8h30 e 16h30. As ações de saúde sobre a enxaqueca vão falar dos riscos da automedicação e do impacto da doença na qualidade de vida dos pacientes. Só no Brasil, 30 milhões de pessoas convivem com o problema, que é mais do que uma simples dor de cabeça.

"O mutirão é importante porque muitos pacientes subestimam a doença", diz Renan Domingues, professor de neurologia e coordenador do setor de cefaleias da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Segundo ele, a enxaqueca tem impacto direto na produtividade no trabalho além de afetar a vida pessoal e familiar de quem sofre com a condição.

Durante a ação, profissionais da saúde vão esclarecer dúvidas e aconselhar sobre tratamentos disponíveis no Brasil, bem como distribuir materiais educativos. Além disso, será feita uma pesquisa sobre a prevalência das dores, escalas de impacto, entre outros aspectos.

A enxaqueca é um dos tipos de cefaleia (dor de cabeça) primária, que não tem causa conhecida e não pode ser explicada por meio de exames clínicos ou laboratoriais. Ela envolve ataques de dor de cabeça recorrentes com intensidade de moderada a severa. De característica pulsante, é acompanhada por outros sintomas como náuseas, vômitos e sensibilidade à luz e ao som.

"A causa da enxaqueca é desconhecida, mas o que se sabe é que fatores ambientais e genéticos podem desencadear as crises e um dos problemas recorrentes de quem sofre com a doença é a automedicação, e a busca por um neurologista acaba postergada para quando os sintomas se tornam graves. O diagnóstico costuma ser complexo, pois os sintomas podem sugerir outras doenças", afirma Domingues.

Serviço

Mutirão de Enxaqueca da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo

Data: 30/03 

Horário: das 8h30 às 16h30

Locais: Estações Luz, Paulista e Butantã (Linha 4-Amarela do metrô)