Movimente-se para continuar desfrutando da vida

Barton Goldsmith - O Estado de S.Paulo

O sedentarismo retarda sua capacidade de alcançar seus objetivos e participar da sua comunidade

Sedentarismo pode ter consequências em diferentes campos, inclusive, no psicológico

Sedentarismo pode ter consequências em diferentes campos, inclusive, no psicológico Foto: John Keogh/Creative Commons

Se você leva uma vida sedentária e não sai muito, isto vai levá-lo a se sentir deprimido. Talvez você queira evitar contato com as pessoas, de modo que ir a uma academia não é muito atraente, ou simplesmente não tem alguém para compartilhar. Então, o que faz? Entrega-se aos seus problemas emocionais até que é hora de retornar ao trabalho ou alimentar o cachorro. Isto não é viver de verdade.

Você vai deitar muito cedo e não tem muita energia. E isto porque quando a pessoa não se movimenta ela priva o seu corpo da energia que ele necessita para funcionar adequadamente. Você deve saber também que se movimentar é uma das melhores curas para a depressão e o nervosismo, e é de graça.

E não precisa ser um rato de academia para fazer os movimentos necessários. Você pode dançar, caminhar pela sala, selecionar suas roupas ou fazer algum exercício de fato. Limpar a garagem, cuidar do quintal e passear com seu cão o ajudarão a sentir-se melhor. Essas atividades produzem as endorfinas circulando em seu cérebro.

O sedentarismo retarda sua capacidade de alcançar seus objetivos e participar da sua comunidade. Você não pretende ficar de braços cruzados sozinho para sempre, mas sei que pode ser difícil chegar a esta conclusão.

Cuidar mais do seu físico fará com que você se sinta melhor com relação a tudo, e com música tudo fica ainda muito mais agradável.

Se na verdade você não encontra nada para fazer em casa e quer voltar a se movimentar, na verdade é uma boa coisa pois vai forçá-lo a sair de casa. Moro numa região própria para caminhadas e muitas pessoas vão de carro até lá simplesmente para se exercitarem um pouco e contemplar o lago enquanto praticam exercícios. Os dias em que faço caminhadas são sempre melhores do que aqueles em que me sinto com muita preguiça. Além disto, cruzo com muitas pessoas que conheço mais pelos nomes dos seus cães, e não há nada errado nisso.

Uma amiga cujo marido faleceu sentia muita dificuldade para saber o que fazer durante o tempo de vida que lhe restava. Ela sobrevivera a um câncer e a ideia era deixar a vida passar e esperar pela morte.

Mas pelo contrário, ela recebeu um celular e um Yorkshire de presente dos filhos, que acharam que eles seriam mais úteis do que flores, e ela sabia que se não cuidasse do cachorrinho seria uma confusão em casa, então começou a caminhar com ele todos os dias.

Foi então que conheceu algumas pessoas, começou a frequentar o iate clube local algumas vezes na semana, e hoje, aos 90 anos, ainda consegue dançar a noite inteira.

Portanto, manter seu corpo em movimento ajuda enormemente a superar seu estado de espírito, direta e indiretamente. Por favor, acorde e saia, torne sua vida e o mundo em geral um lugar melhor, passando sua energia para aqueles que necessitam e querem.

Agora coloque música e dance como se ninguém estivesse olhando.

Tradução de Terezinha Martino