Futebol é responsável por mais da metade das lesões no joelho

Redação - O Estado de S.Paulo

Estudo foi feito pelo Instituto do Joelho do HCor e contou com 600 pacientes

Cristiano Ronaldo é um dos jogadores de futebol que já tiveram problemas no joelho

Cristiano Ronaldo é um dos jogadores de futebol que já tiveram problemas no joelho Foto: José Patrício / Estadão

Um levantamento realizado pelo Instituto do Joelho do Hospital do Coração (HCor), indica que cerca de 55% das lesões ligamentares no joelho ocorrem pela prática do futebol. Em sequência, vêm outras modalidades como artes marciais (16%), basquete (12%), exercícios de academia (8%), tênis (5%), surf (4%), skate (4%), esqui (4%) e motocross (4%). 

O estudo foi feito pela equipe do Prof. Dr. Rene Abdalla, que explicou a origem dos números: "No futebol, por ser um esporte de contato e muito vigor físico, os joelhos recebem cargas excessivas e, se não estiverem reforçados pela musculatura, podem sofrer lesões severas".

"A alta incidência é proporcional ao número de praticantes", ressalta Rene, atentando para o fato de ser o esporte mais popular no País. De acordo com o IBGE, 15,3 milhões de brasileiros são praticantes de futebol.

O estudo foi realizado entre janeiro e abril de 2017, e teve a participação de 600 pacientes.