Frio e maus hábitos atrapalham a saúde dos homens no inverno

- O Estado de S.Paulo

Neste Dia do Homem, 15 de julho, veja como se previnir

Jovem caminha na Vila Olimpía na manhã desta sexta-feira, quando termômetros marcavam 9°C

Jovem caminha na Vila Olimpía na manhã desta sexta-feira, quando termômetros marcavam 9°C Foto: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Pessoas que fumam e bebem muito, e se agasalham menos, costumam sofrer mais com o tempo seco e com as temperaturas baixas - condições climáticas típicas do inverno. Por isso, neste Dia do Homem, 15 de julho, a clínica geral Lígia Brito, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, ressalta que prevenção é o melhor remédio.

"No inverno, os homens adultos ficam mais expostos às temperaturas baixas e não se agasalham adequadamente. Não bastasse isso, também fumam e cultivam maus hábitos alimentares, que contribuirão para o aparecimento de diversas enfermidades", afirma a médica, que elege esses hábitos pouco prudentes como os vilões dos homens nos meses frios do ano.

Em primeiro lugar, Lígia recomenda o consumo de água, chás e sopas para melhorar a alimentação. "Também é importante que procurem um consultório médico para a realização de consultas periódicas e exames preventivos", afirma a médica.

A especialista ainda adverte para aumento no número de casos de infarto no inverno, por conta da constrição dos vasos sanguíneos. "Quando o paciente tem altas taxas de colesterol, formam-se placas de gordura nas artérias que diminuem a passagem do sangue, facilitando a ocorrência de infarto. O mesmo se aplica para os casos de acidente vascular cerebral (AVC)", salienta.