Dor nos dedos? Você deve estar teclando demais

- O Estado de S.Paulo

Passar o dia inteiro teclando em aparelhinhos como os smartphones e tablets pode causar lesões nos tendões das mãos

Dor nos dedos? Você deve estar teclando demais...

Dor nos dedos? Você deve estar teclando demais... Foto: Reprodução

A tecnologia facilita nossas vidas em muitos aspectos. É comum passarmos o dia conectados, utilizando o celular para enviar mensagens e e-mails, navegar na internet ou realizar tarefas do cotidiano que antes exigiam o uso do computador. Mas passar o dia inteiro teclando em aparelhinhos como os smartphones e tablets pode causar lesões nos tendões (estruturas que ligam o osso ao músculo) das mãos pelo movimento repetitivo que se faz com os dedos, principalmente com o polegar. 

Como este é um dedo bem versátil, acaba sendo utilizado não apenas para digitar, mas também para segurar o aparelho. Isso faz com que o esforço nos movimentos de extensão seja maior do que o normal, o que pode provocar microlesões do tendão e inflamá-lo, causando dor e sensibilidade na região. 

Segundo Nilton Salles, reumatologista do Hospital 9 de Julho, para amenizar o problema e prevenir a tendinite, é bom evitar longos períodos de digitação em telas muito pequenas. Ele também recomenda relaxar e descansar as mãos, caso o uso contínuo desses aparelhos seja inevitável, e fazer alongamentos nos dedos e punho periodicamente. “Ao segurar o telefone, é preferível não utilizar a mesma mão para digitar. Outras boas dicas são fazer um revezamento dos dedos de digitação, além de apoiar o aparelho em uma mesa, reduzindo a sobrecarga do tendão”, explica.

O médico alerta que, caso os sintomas da tendinite já estejam presentes, o ideal é procurar um especialista. “Repouso e imobilização dos tendões afetados costumam ser indicados e ajudam na recuperação. Em alguns casos, é necessário o uso de anti-inflamatórios para reduzir a dor e a inflamação, e fisioterapia, para agilizar a cura e evitar lesões futuras, fortalecendo os tecidos”, finaliza.  

Consultoria: Hospital Nove de Julho