Conheça mitos e verdades sobre a queda de cabelo

Redação - O Estado de S.Paulo

Embora seja mais comum entre homens, as mulheres também sofrem com alopecia, que se desenvolve ainda na adolescência

Queda de cabelo pode ser provocada por fatores genéticos, emocionais e ambientais.

Queda de cabelo pode ser provocada por fatores genéticos, emocionais e ambientais. Foto: StockSnap/Pixabay

A queda de cabelo é uma das principais queixas dos pacientes nos consultórios de dermatologia. Embora seja relativamente frequente na população brasileira, tendo início ainda na adolescência, há algumas questões sobre o problema que geram dúvida.

Chamada de alopecia androgenética, também conhecida como calvície, a queda excessiva dos fios é mais comum em homens. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, estima-se que 80% dos homens com mais de 80 anos sofram do problema. Porém, as mulheres também correm esse risco.

A alopecia se desenvolve na adolescência quando o estímulo hormonal faz com que, a cada ciclo do cabelo, os fios fiquem progressivamente mais finos. Esse é o primeiro sintoma. Depois, os cabelos ficam ralos e, aos poucos, o couro cabeludo fica mais exposto.

Mas será que algumas atitudes podem antecipar a queda de cabelo? O uso de apliques e de secador de cabelo diariamente podem comprometer ainda mais a perda dos fios? Chapéus e bonés podem fazer com que o cabelo caia?

Confira na galeria abaixo alguns mitos e verdades sobre a queda de cabelo, segundo o dermatologista Rafael Tomaz, gerente médico da farmacêutica Lupin.

Mitos e verdades sobre a queda de cabelo

StockSnap/Pixabay
Ver Galeria 8

8 imagens