Comidinhas e manias alimentares para você largar em 2017 e não olhar pra trás

Sara Abdo - O Estado de S.Paulo

Abandone os congelados e liberte seu corpo do excesso de sódio; foque na qualidade nutricional

Evite aquela visita desnecessária mas tentadora à padaria. Lá você encontra vários alimentos do time do carboidrato refinado, que inclui pão branco, pão francês, miolo de pão e bisnaguinha. São alimentos que  provocam aumento expressivo da insulina no corpo, o que desequilibra o funcionamento ideal do organismo. Esse excesso da insulina estimula o sistema nervoso simpático autônomo e favorece a reabsorção de sódio, que pode culminar em hipertensão - uma das 3 doenças mais comuns no País, inclusive. 

Evite aquela visita desnecessária mas tentadora à padaria. Lá você encontra vários alimentos do time do carboidrato refinado, que inclui pão branco, pão francês, miolo de pão e bisnaguinha. São alimentos que  provocam aumento expressivo da insulina no corpo, o que desequilibra o funcionamento ideal do organismo. Esse excesso da insulina estimula o sistema nervoso simpático autônomo e favorece a reabsorção de sódio, que pode culminar em hipertensão - uma das 3 doenças mais comuns no País, inclusive.  Foto:

Enquanto estiver pulando as sete ondas ou comendo as sete uvas, mentalize as mudanças do hábito alimentar em 2018. Pra viver melhor ou para emagrecer, experimente comer menos comidas congeladas e menos sucos de fruta sem fibras. Preocupe-se mais com os nutrientes e menos com a quantidade de calorias.

O E+ conversou com Durval Ribas, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia, e com a nutricionista Ligiana Corona, professora de Nutrição na Unicamp. Selecionamos dicas do que mudar em 2018. Ribas salienta: "não seja radical, comece a mudar aos poucos". Confira mais sugestões.

Pixabay
Ver Galeria 6

6 imagens