Além de aromatizantes: óleos essenciais e vegetais podem ajudar na saúde

Sara Abdo - O Estado de S.Paulo

Mais que cheiros estimulantes ou calmantes, são medicamentos naturais ao corpo e ajudam na prevenção de doenças

Conheça algumas propriedades dos óleos essenciais e vegetais mais comuns no Brasil.

Conheça algumas propriedades dos óleos essenciais e vegetais mais comuns no Brasil. Foto: Pixabay

Óleos essenciais e vegetais estão entre os meios mais naturais para se manter a saúde e o bem-estar sem expor o corpo ao efeito colateral de múltiplos medicamentos e cosméticos. Mais conhecidos pelas funções aromatizantes, os óleos têm funções analgésicas, antissépticas, estimulantes ou calmantes, fungicidas, bactericidas e podem atuar até no sistema nervoso, como é o caso do óleo de lavanda. 

Os dois tipos são extraídos diretamente da natureza, e os nomes diferentes são consequência do processo de produção. Os óleos essenciais são expostos a vapor e pressão da casca, folha e frutos, enquanto os vegetais são sementes de plantas oleaginosas prensadas à frio. 

Como usar. Pequeníssimas quantidades rendem muito, e os óleos podem ser dissolvidos entre si, como ocorre na combinação entre o de maleleuca e o de semente de uva.  Os óleos podem ser aplicados na pele, ter o cheiro inalado e, em alguns casos, ingeridos com água, sempre em pequenas quantidades. É recomendado se informar com um médico se o uso é adequado.

Custo. As embalagens mais comuns têm 5ml, e são vendidas a preço médio de R$ 30.

O E+ pesquisou os principais óleos vendidos no Brasil, e descreve aqui suas propriedades, funções e em que podem ser usados. Veja:

Helvio Romero/Estadão
Ver Galeria 7

7 imagens