Muitas pessoas sonham em viajar no tempo para consertar erros do passado ou simplesmente para se dar bem.  Já faz algum tempo entrou em cartaz o filme “Questão de tempo” em que o protagonista utiliza o dom familiar de voltar no tempo para arrumar uma namorada e consertar pequenos atropelos durante a conquista amorosa.

Entre idas e vindas do presente e do passado, o personagem enfrenta alguns problemas em decorrência desta viagem no tempo que podem prejudicar o presente e o futuro. Lá pelas tantas descobre que o presente é mais valioso que qualquer passado, mesmo quando consegue rever entes queridos que já partiram.

É óbvio que voltar no tempo não é possível. Quiçá no futuro, mas aí será outra conversa. Se pudéssemos, talvez chegaríamos à conclusão, assim como o personagem, que a vida nos dá mais do que uma viagem de volta ao passado.

Para ele, a descoberta da vida feliz no presente, em situações cotidianas e banais, valeu muito mais que as viagens no tempo. Ele conseguiu aprender o que todos nós cansamos de ouvir, mas temos muita dificuldade em assimilar: viva um dia de cada vez como se fosse único. É um exercício, é difícil, mas é possível. Essa realmente é a chave para uma vida feliz e plena. Não se preocupar tanto com o futuro e nem viver situações do passado, pois elas simplesmente não voltam mais.

Faça do seu dia o melhor de todos hoje, amanhã e depois de amanhã. Garanto que seu futuro será muito mais feliz e, seu passado, também. Viva mais e melhor.