Um vídeo publicado no Estadão este mês, produzido pelo The New York Times, traz depoimentos de idosos sobre a receita de cada um deles para ter uma vida longa.
As receitas são bem diferentes e, algumas, até têm embasamento médico-científico como comer um tablete de chocolate meio amargo por dia e tomar bastante água. Outras são simplesmente descontraídas e divertidas e, vão desde não reclamar da vida até tomar um sorvete por dia. Há as velhas conhecidas como fazer exercícios físicos, ter uma alimentação equilibrada, manter sempre amigos e familiares por perto, fazer trabalho voluntário, movimentar a mente etc.
Independentemente de qual seja, o importante é que atitudes, pensamentos e hábitos estejam em equilíbrio. Se você mantém uma alimentação saudável, pratica uma atividade física e mantém bons relacionamentos com amigos e familiares dificilmente não terá uma vida feliz e proveitosa. O espírito deste vídeo é exatamente esse. É fazer com que as pessoas encontrem a sua própria receita.
Se gosta de jogar baralho, jogue. Gosta de tomar um sorvete, mas tem restrições médicas? Tome apenas algumas colheradas no dia. Faça ioga, brinque e dedique parte do seu tempo a pessoas necessitadas, se assim você quiser. Não há regras. Encontre o próprio caminho e dedique-se a fazer o que se comprometeu a fazer. Mesmo que este comprometimento seja com você mesmo.
George Green, um dos velhinhos entrevistados, encerra o vídeo com uma mensagem e tanto: “não ceder e nem desistir”. Faça como ele, não desista, siga em frente. Viva mais e melhor.