Hoje meu convidado é o Dr. Marcos Soares Tavares, pneumologista do Hospital 9 de Julho.

Calma, não vou sugerir que faça nada absurdo. Mas o que tenho a dizer vai te deixar sem fôlego, ou melhor, com mais fôlego. Sim, vou falar sobre cigarro. Hoje o fumo é considerado a principal causa de morte evitável no mundo. A cessação do tabagismo está associada a benefícios de saúde substanciais para todas as faixas etárias e, claro, quanto mais cedo se para, obviamente melhor.

Os benefícios fazem parte de uma infindável cascata de eventos positivos no organismo. Diminui consideravelmente a propensão de desenvolver doenças como infarto agudo do miocárdio, câncer de pulmão e doença pulmonar obstrutiva crônica – a DPOC – comumente conhecido por enfisema.

Fumar é um fator de risco para outros tipos de câncer além do de pulmão: bexiga, cabeça e pescoço e rim, por exemplo. Logo, ao parar de fumar o risco dessas doenças cai como um efeito dominó. Como ocorre uma melhora na oxigenação dos tecidos, parar de fumar também melhora a aparência e reduz as chances de problemas sexuais, como impotênciacigarette-666937_1280

Parar de fumar não é fácil. Algumas pessoas irão conseguir através de terapia comportamental outras irão precisar de tratamento com medicamentos. Existem aquelas que um dia acordam e decidem não pegar mais no cigarro e assim o fazem, outras, tem recaídas.

Há vários caminhos, porém, manter acompanhamento médico é fundamental, mesmo que não seja necessário o uso de medicamento para parar o tabagismo. Lembre-se: parar de fumar melhora a sua saúde, não importa sua idade e o tempo que você fumou. Viva mais e melhor.