A população mundial está envelhecendo. Relatório The World Population Prospects 2019, da Organização das Nações Unidas (ONU) confirma que estamos envelhecendo devido ao aumento da expectativa de vida e à queda dos níveis de fertilidade.

Até 2050, uma em cada seis pessoas no mundo terá mais de 65 anos 

Segundo o documento, até 2050, uma em cada seis pessoas no mundo terá mais de 65 anos (16%), acima de uma em 11 em 2019 (9%). As regiões onde a parcela da população com 65 anos ou mais é projetada para o dobro entre 2019 e 2050 incluem a África do Norte e a Ásia Ocidental, Ásia Central e do Sul, Ásia Oriental e do Sudeste, e América Latina e Caribe. Até 2050, uma em cada quatro pessoas que vivem na Europa e na América do Norte pode ter 65 anos ou mais. Em 2018, pela primeira vez na história, pessoas com 65 anos ou mais superaram em número as crianças menores de cinco anos no mundo. Prevê-se que o número de pessoas com 80 anos ou mais triplicará, de 143 milhões em 2019 para 426 milhões em 2050.

Consequentemente, o número de pessoas em idade produtiva em relação aos idosos com mais de 65 anos está caindo. No Japão esse índice é de 1,8, o menor do mundo. Outros 29 países, a maioria na Europa e no Caribe, já têm índices abaixo de três. Até 2050, espera-se que 48 países, principalmente na Europa, América do Norte, leste e sudeste da Ásia apresentem índices de apoio potenciais abaixo de dois.

A ONU explica que esses valores baixos ressaltam o impacto potencial do envelhecimento da população no mercado de trabalho e no desempenho econômico, bem como as pressões fiscais que muitos países enfrentarão nas próximas décadas, na medida em que buscam construir e manter sistemas públicos de saúde, previdência e proteção social para pessoas idosas.

Diante da realidade desses números devemos pensar não em quando vamos envelhecer mas em COMO vamos envelhecer. Se você segue nosso blog semanalmente sabe bem a receita para a longevidade. E você sabe como viver mais e melhor ?