Um artigo publicado na revista espanhola QMayor Magazine, especializada em envelhecimento e ciência, mostra o surgimento de um movimento muito interessante: uma geração de idosos que reivindica o seu papel na sociedade.

Chamados de MASP (Mais velhos, mais bem preparados – na tradução livre) esses idosos querem provar que ainda são úteis tanto pela experiência quanto pela sabedoria que possuem. O artigo traz como exemplo a ajuda de pessoas mais velhas como mentores de projetos dos jovens empresários.

Esse empoderamento do idoso ganha razão de ser quando a estatística mostra o crescimento desta população. Estima-se que, em 2.050, o número de pessoas com 80 anos ou mais vai aumentar quase quatro vezes e poderá chegar a 395 milhões.hands-545394_1280

Acredita-se que os idosos vão estar de volta às universidades, serão os grandes turistas que viajarão para todas as partes do planeta, já que possuem poder de compra e disponibilidade de tempo e serão os grandes consumidores no comércio, transporte, comunicações, finanças, turismo, hotelaria, lazer, cultura, entretenimento etc.

Este texto nos leva a refletir sobre a importância que as pessoas mais velhas têm e terão em nossa sociedade, tanto economicamente, quanto socialmente.

Por isso devemos fazer de tudo para chegar a esta idade bem, com a saúde em dia e com disposição para trabalhar e ser útil (ainda mais). O autor propõe que cheguemos aos 80

  • Sem dores;
  • Atentos a manter a saúde mental e a memória em dia. Abuse dos jogos e exercícios para a memória;
  • Tire o açúcar e o sal. É hora de experimentar novos alimentos e tornar o prato ainda mais colorido, saboroso e apetitos0;
  • Mexa-se! Nem que seja meia hora de caminhada por dia.

Acho que a grande mensagem é mostrar que o avançar da idade nos torna ainda mais preparados para as tarefas, mesmo que os jovens acreditem que não. Ocupe o espaço que sempre foi e será seu e viva mais e melhor.