14 de novembro é o Dia Mundial de Combate ao Diabetes. Uma doença crônica que, se não tratada, pode levar a consequências sérias, como outras doenças, entre elas a cegueira, o  Acidente Vascular Cerebral (AVC), mais conhecido como derrame, Infartos e outros problemas de coração, doença renal etc.

Além de crônica, ou seja, não ter cura, a diabetes tem um outro agravante: é uma doença silenciosa e, durante anos, a pessoa pode não sentir nada. Sem sintomas, a pessoa fica sem tratamento e pode sofrer de problemas mais sérios.

Faça exames periódicos e visite seu médico regularmente

Quando falamos em diabetes na terceira idade os cuidados precisam ser ainda mais dobrados, visto que mais de um terço dos diabéticos têm mais de 65 anos.  Isso porque, com os anos, há alterações no metabolismo da glicose

A tríade da longevidade que temos falado sempre aqui no blog: Atividade física, Alimentação saudável e Vida Social Ativa cai como uma luva no controle da diabetes e, também na prevenção, visto o tipo 2 (mais comum) é em grande parte ocasionado pelos maus hábitos.

 

 

Algumas recomendações

A prática de atividades aeróbicas, como caminhada, bicicleta e corrida ajudam e muito no controle da doença. Exercícios de resistência, ou anaeróbicos, como a musculação e o pilates também devem ser incorporados ao cotidiano.

Outra preocupação é com a qualidade da alimentação. Incluir no cardápio diário mais fibras, verduras e proteínas magras e menos carboidratos é importante para manter o equilíbrio de insulina no corpo.

Visita periódica ao médico e realização de exames para checar o bom funcionamento dos olhos, rins e coração também são dicas importantes.

Os índices glicêmicos devem sempre ser monitorados, para que não haja hipoglicemia.

Fique atento aos sinais de alerta: escurecimento da visão, suor excessivo, fome, arritmia e tremores.

Coma bem, durma bem, vá ao médico periodicamente e se mantenha saudável. Só assim conseguirá viver mais e melhor.