Esta frase que intitulou este texto parece algo distante e até mesmo impossível para quem tem mais de 60 anos não é verdade? Mas a história de uma senhora de 70 e poucos anos me tocou e me ganhou a atenção para este assunto.

Há cerca de 5 anos, ela ficou cega dos dois olhos. Tinha glaucoma desde os 30 anos, mas o seu caso era bem grave e a doença acabou a deixando cega. O glaucoma é uma doença silenciosa e cruel, pois a pessoa vai perdendo a visão gradativamente e, quando se dá conta, não consegue mais enxergar.

Foi o caso desta senhora. Embora relutante com a cegueira, ela topou aprender o braile, um método que permite que os deficientes visuais possam ler através do tato. É um sistema bastante interessante, mas bem difícil de aprender especialmente para quem enxergava e passou a não ver mais.

A história desta senhora é interessante porque apesar da idade e da dificuldade em se ver em uma nova realidade, aprender algo novo é sempre gratificante. Para a personagem deste história é a volta das leituras diárias, dos livros, das histórias e de “ver” novamente o mundo, só que agora através dos dedos. hands-545394_1280

Aprender coisas novas nos traz felicidade e conhecimento, este último é algo que ninguém nunca nos tira. Está em nós, sempre gosto de pensar que somos aquilo que vivemos e aprendemos. Aprenda coisas novas sempre e viva mais e melhor.