Envelhecer é um processo natural. Mas infelizmente não estamos preparados para ele. Nem para envelhecer e nem para acompanhar o envelhecimento das pessoas que amamos. Várias transformações ocorrem no organismo e nem sempre estamos atentos a elas.  Algumas dessas mudanças são visíveis e outras nem tanto.

Aprenda, se informe para poder auxiliar um idoso

Vejamos algumas:

  • Hidratação da pele;
  • Mobilidade;
  • Mudanças nos sentidos: Audição, Olfato, Paladar e Tato;
  • Aumento de peso;
  • Alteração de cognição;
  • Mudanças no trato gastrointestinal;
  • Flexibilidade;
  • Sensibilidade;
  • Redução da imunidade etc.

Mas se não estamos preparados, podemos mudar essa realidade. Várias instituições têm realizado programas para “orientar” pessoas que serão ou são naturais protetores de idosos, como filhos, netos, irmãos e até mesmo cuidadores profissionais. O Hospital 9 de Julho tem uma iniciativa neste sentido com o Programa Bem-Estar do Idoso, com dicas de cuidados a quem convive com pessoas mais velhas. É uma forma de aprender a lidar com as situações quando precisar auxiliar um idoso.

Entender o comportamento e o que ocorre com o organismo quando envelhecemos são os primeiros passos nessa jornada. Minha dica tanto para quem convive com pessoas mais velhas quanto para quem já está na terceira idade é essa: se atualize, se informe e aprenda. Viva de maneira mais autônoma e independente. Viva mais e melhor.