Uma jovem senhora está convencida de que sua vida – agora que chegou perto dos 50 anos – está onde deveria. Sua carreira está consolidada. A aposentadoria é uma possibilidade cada vez mais real. Família formada. Netos em andamento. Casa própria quitada e, a cada 2 ou 3 anos, uma viagem ao exterior é programada.

Sua visão mudou completamente quando se deparou com uma realidade impressionante: sua mãe acaba de assumir um novo cargo diretivo aos 75 anos.

Independente da reação desta filha, há aqui uma mensagem importante: ainda temos tempo. Para viajar, para concluir novo curso, para mudar de profissão, para estudar, para mudar nossa vida.

Na última sexta-feira foi publicado aqui mesmo neste jornal um belo exemplo de como ainda temos tempo. Um aposentado de 90 anos realiza o sonho de fazer uma faculdade.

Como médico, digo para você que está com 40, 50 ou 60 anos ainda dá tempo de seguir a nossa tríade de recomendações: alimentação saudável, exercícios físicos e vida social ativa. Ainda dá tempo para ter uma vida melhor e, se possível mais longa.

 

O tempo rende muito quando é bem aproveitado” – Johann Goethe. Viva mais e melhor.