Há alguns dias, tive uma enorme satisfação ao ler um texto de Milton Hatoum aqui no site do Estadão e é sobre esse texto que quero falar hoje. Em como ele usou a literatura para ajudá-lo a parar de fumar.

A história de Milton me fez lembrar a de uma paciente espanhola. Ela me contou que ao ler a Montanha Mágica de Thomas Mann, começou a sentir tosse, e achou que estivesse com tuberculose como a personagem do livro… Incrível como podemos mergulhar e sentir o universo da literatura e é isso que o autor do texto nos conta, em como seu universo literário o estimulou a mudar e a tomar uma atitude que fez toda a diferença.

Caro Milton e leitores, neste ano que se inicia inspirem-se: seja na literatura, na música, nas artes, acompanhado ou não por uma dose MODERADA de vinho tinto, uma taça por dia e descubram a força de uma atitude e, claro, contem também com a ajuda de um médico para parar de fumar!   

Boa leitura.  http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,confissoes-de-um-ex-fumante-imp-,1614525