Neste fim de semana fui a um evento familiar muito peculiar, mas não tão raro hoje em dia: um aniversário de 80 anos.

A festa bastante animada e temática contou a história da aniversariante em fotos, decoração, música e convidados. Cantores contratados pela família mostraram a trajetória de uma vida com canções de hoje e de ontem, o que emocionou familiares e presentes.

É muito abençoado – e para poucos – chegar aos 80 anos. Mas temos que pensar de que forma chegaremos lá?

Devemos celebrar a vida e seguir a tríade da longevidade

Vamos pegar os tópicos da festa e transformá-los em dicas.

1 – Relembrar o passado. É importante e até saudável ter as lembranças boas do passado. De coisas bonitas que se viveu e passou. Mas auto lá! Memórias são para compartilhar, se alegrar e não para se amargurar ou se ressentir. Viver do passado é deixar de viver, pois o passado não volta mais.  E o futuro não temos controle.

2 – Compartilhar e celebrar. Temos que fazer isso o tempo todo. Manter uma vida social ativa faz parte da nossa tríade saudável que sempre falamos aqui no blog, lembra? Compartilhe suas alegrias, suas tristezas e até temores com seus amigos e familiares. E não deixe de celebrar sempre a vida. Ela deve ser vivida com abundância.

3 – Comes e bebes. Comida e bebida são estrelas principais de toda celebração. Mas lembre-se sempre: em dia de festa comer um docinho a mais, beber um vinhozinho e até abusar um pouco daquele petisco que estava maravilhoso é mais que permitido. No entanto, no dia a dia, cuidar da alimentação é uma forma de viver mais e melhor. Deixe os “pecadinhos da gula” para as festas.

4 – Música. Festa sem música não é festa. Cante, dance e celebre a vida. A música serve para nos alegrar, nos conectar com memórias felizes e momentos que nosso cérebro consegue reviver, mesmo que aquele momento já passou há anos. Por isso não deixe de escutar as músicas que gosta.

5 – Danças. Música sem dança é como macarrão sem queijo. A dança é um exercício físico muito prazeroso. Nos faz sentir alegres, revigorados e, como toda atividade física, dá prazer. Dance, mesmo sozinho em casa. Se você tiver alguma dificuldade para se movimentar, não deixe de aproveitar a música. Quem tem alegria de viver também celebra a vida.

6– Presentes. Em todos os aniversários o presente oferecido pelo convidado ao aniversariante é quase que um ingresso, não é mesmo? Mas o maior presente que você pode dar a alguém é doar um pouco do seu tempo, da sua história e até da sua ajuda para aqueles que já chegaram na melhor idade. O bem material às vezes é muito bom de receber. Mas carinho, amor e atenção são presentes com valores incalculáveis.

Vamos seguir o que o rei Roberto Carlos nos disse na canção? “É preciso saber viver, saber viver”. Celebre a vida sempre. Aos 50, 60, 70, 80 e até se passar dos 100. Viva mais e melhor.