Seguindo uma tendência mundial de grandes grupos financeiros comprando marcas de moda – veja LVMH com Louis Vuitton, Marc Jacobs,  Celine e PPR com Gucci, Balenciaga, Stella McCartney, só para citar alguns – o Brasil também entra nessa onda com InBrands que, acaba de aumentar seus domínios ao adquirir VR Menswear (foto) e parte da Mandi – marcas que se juntam a um time formado por Ellus, Richards, Salinas, Isabela Capeto, Alexandre Hechcovitch, SPFW e Fashion Rio. A nova aquisição do grupo deve aumentar seu faturamento de R$ 530 milhões, em 2010, para R$ 800 milhões esse ano.

Assim como toda grande mudança, receios são esperados: a favor da InBrands está a profissionalização do mercado, injeção massiva de capital fundamental para internacionalização das marcas. Além disso, não é novidade que muitos criadores não têm a mesma aptidão com croquis e agulhas para as finanças. Já os críticos, alegam que grupos financeiros destroem a identidade das marcas transformando suas criações em meras reproduções comerciais.

As apostas foram feitas, agora é esperar os resultados!