Está aberta a temporada de festa junina. E, com ela, a ingestão de alimentos saborosos, mas muito calóricos. Para não se arrepender de ter comido demais e comprometido a dieta em seu “arraiá”, pedimos ao nutricionista Júlio Aquino, membro do American College of Sport Medicine (ACSM) e do Institute of Functional Medicine (IFM), para listar os cinco melhores e piores alimentos típicos desta época do ano.

Ele também dá dicas de como brincar o São João sem enfiar o pé na jaca.

Eu amo festa junina e vocês? Beijos e até a próxima semana!

 

PIORES ALIMENTOS DAS FESTAS JUNINAS
1. Quentão

Além do alto valor calórico devido ao álcool, o quentão é uma bebida que pode prejudicar a saúde. Se consumido em excesso pode deixar uma pessoa embriagada e com sérios problemas no fígado, como uma inflamação tóxica, também por causa do álcool.

2. Cocada
Além de rica em óleo devido aos triglicerídeos existentes no coco, a cocada leva muito açúcar e, por isso, pode gerar problemas como a de compensação da diabetes.

3. Pastel
Vilão já bem conhecido, este quitute tem excesso de gorduras saturadas e uma quantidade muito grande de carboidratos refinados. É uma bomba calórica para quem deseja perder gordura corporal e uma granada para quem tem problema com o excesso de açúcar no sangue.

4. Canjica
Se não levasse tanto açúcar, seja refinado ou mascavo, esta preparação seria ideal, pois tem grande quantidade de proteínas e exerce efeito na diminuição do apetite. Mas, como é adoçada, entra na lista dos alimentos menos recomendados.

5. Arroz doce
Como se não bastasse o refino do arroz, levando-o a ser um alimento que libera grandes quantidades de açúcar no sangue de uma só vez, este é um prato preparado também com açúcar refinado. É determinantemente proibido para quem está no estado de pré-diabetes ou de diabetes.

 

MELHORES ALIMENTOS DAS FESTAS JUNINAS
1. Cuscuz
Feito de milho, esta preparação não precisar ser adoçada. É gostoso por natureza e rico em vitaminas do complexo B. Se vier com ovo, raspa de coco e leite, fica rico em proteína e melhora a velocidade com que a glicose entra no corpo.

2. Batata doce assada
Ideal para os diabéticos. Este alimento tem um baixo índice glicêmico, ou seja, uma baixa velocidade de entrada do açúcar no sangue. Gera uma saciedade prolongada e é o mocinho do dia da festa.

3. Milho Cozido
Rico em fibras. Este alimento tem efeito moderador no apetite e o carboidrato presente no grão tem vitaminas que ajudam a ativar o metabolismo. Tem valor calórico baixo se comparado com grande parte das preparações da festa junina.

4. Curau
Este quitute é derivado do milho e também leva leite, uma fonte de proteína. Combinação ideal para uma pequena refeição. Para quem precisa perder peso e não consegue resistir aos doces, vai bem como uma sobremesa, mas também deve ser consumido com moderação.

5. Bolo de Fubá
É uma excelente preparação. Leva ovo, leite e é rico em fibras. O carboidrato do bolo de fubá, por ser misturado a estes produtos, tem índice glicêmico melhorado. Cuidado com a adição de açúcar e com a quantidade ingerida. Minha sugestão é comer uma ou duas fatias

Dicas para não enfiar o pé na jaca na festa junina:

1. Escolher uma ou duas fontes de carboidratos e comer como se fosse uma refeição. Não sair beliscando todas as preparações e alimentos.

2. Planeje o que você realmente gosta de comer e sempre coma uma proteína, como um churrasquinho, juntamente com a preparação mais doce.

3. Não beba mais que 100 ml no momento em que estiver se alimentando. Beber mais pode acabar com a sua festa devido a uma possível indigestão, com sintomas que vão desde um desconforto no estômago a uma diarreia.

4. Não tempere muito os alimentos, ainda mais quem está com o estômago mais sensível.

5. Coma, preferencialmente, sentado(a) em uma mesa. Assim focará mais a atenção no que come e possivelmente comerá menos.

6. Deixe o doce para o final. Principalmente as mulheres. Deixe o sabor doce ficar na boca por mais tempo. Isso evitará o excesso do açúcar.

7. Não beba álcool demasiadamente.