A música eletrônica é um negócio extremamente lucrativo. Tomorrowland, Ultra Music Festival e Electric Daisy Carnival, alguns dos maiores festivais do mundo, movimentam dezenas de milhões de dólares todos os anos. Mas não são apenas os empresários e as gravadoras que faturam – não haveria festa sem os DJs, as estrelas máximas deste universo. E alguns deles faturam alto, com cachês que deixam para trás muitos astros do rock e pop. Quer ver as cifras? A revista Forbes levantou quem são 10 DJs mais bem pagos do mundo. Confira:

1. Calvin Harris 

calvin

Aos 31 anos, Adam Richard Wiles é uma verdadeira máquina de fazer hits – Feel So Close, We Found Love, Summer, Blame… A lista vai longe. Um dos maiores nomes do EDM (Electronic Dance Music, atualmente a vertente mais comercial do universo eletrônico), ele é presença certa nos maiores festivais do mundo e possui residência mensal em Las Vegas. Seu faturamento anual gira em torno de US$ 66 milhões.

2. David Guetta
É praticamente impossível frequentar um clube nos dias de hoje e não ouvir uma produção de Guetta nas pistas, seja de seus discos solos ou alguma parceria com artistas pop. Com residência em Ibiza e muitas turnês pelo mundo, o francês Pierre David Guetta faturou nada menos que US$ 30 milhões no último ano.

3. Avicii

avicciblog
O sueco de apenas 25 anos estourou logo na estreia, graças a seus hits Levels e Wake Me Up. Rapidamente, tornou-se um dos nomes mais requisitados da eletrônica – seja para tocar em clubes e festivais ou produzir novos sucessos. Ele faturou US$ 28 milhões no último ano.

4. Tiësto
O veterano DJ holandês é um dos grandes ídolos da eletrônica – foi um dos primeiros a lotar estádios e já ganhou diversas premiações importantes, como o Grammy. Atualmente, sua agenda se divide entre residências em Las Vegas e Ibiza, com faturamento anual de cerca de US$ 28 milhões – quase empatando com Avicii.

5. Steve Aoki

steve2
O norte-americano Steve Hiroyuki Aoki, de 37 anos, é bastante imprevisível e costuma surpreender seu público. É comum ele atirar bolos na plateia ou até mesmo pular em cima de seus fãs. Disposição não lhe falta: chega a fazer até três apresentações em um dia. Faturou US$ 23 milhões no último ano.

6. Afrojack
Nick van de Wall, de 27 anos, nasceu na Holanda e lançou seu primeiro single, Drop Down (Do My Dance), em 2008. Caiu rapidamente no gosto dos fãs de música eletrônica: seu faturamento anual está na marca de US$ 22 milhões.

7. Zedd
Outro prodígio do gênero, o produtor alemão Anton Zaslavsk tem apenas 25 anos e já acumula um currículo invejável de hits e apresentações marcadas por uma técnica extremamente apurada. É músico de formação clássica e foi apadrinhado por Skrillex. Faturou US$ 21 milhões no último ano.

8. Kaskade
O norte-americano Ryan Raddon, pai de três filhos, começou sua carreira em 2001 e fez história no house music e progressive house. Lançou dezenas de singles, faturou Grammys e trabalhou com diversos artistas pop, como Lady Gaga, Britney Spears e Justin Timberlake. Fatura anualmente cerca de US$ 17 milhões.

9. Skrillex
Sonny John Moore, de 27 anos, nasceu em Los Angeles e começou a tocar cedo, em 2002. É um dos maiores nomes da vertente dubstep e já ganhou nada menos que seis prêmios Grammy. Faturou US$ 16,5 milhões no último ano.

10. Deadmau5

dead
O produtor canadense Joel Thomas Zimmerman fez história no progressive house. Figurinha fácil nos line-ups dos festivais mundo afora, é conhecido por tocar com suas fantasias de rato. Seu faturamento está em torno de US$ 16 milhões por ano.