Air Force 1 Mid Off-White

Os modelos da Nike com a Off-White são desejados e esgotados desde o projeto “The Ten”, de 2017, que nos brindou com os Air Force 1, Air Jordan 1 e até um Converse (marca que pertence à Nike) muito valorizados. Aconteceram alguns tropeços, como o Waffle Racer, que sobrou nas lojas e foi parar até em alguns outlets. Mas o modelo é bastante lembrado justamente por ser uma exceção.

Agora, nesta quinta (23), um sneaker muito especial, de grande importância histórica, chega às lojas, o Off-White Air Force 1 Mid, nas cores branca e preta. O último tênis projetado por Virgil Abloh para Nike com a chancela da Off-White. Um modelo desconstruído, como o designer gostava de trabalhar com a OW para a marca do swoosh, e com os já conhecidos spikes nas solas, característica presente em vários projetos da empresa de Virgil.

Este é terceiro lançamento póstumo do designer, que morreu no dia 28 de novembro de 2021. O primeiro foi o Blazer Off-White, seguido do Louis Vuitton x Nike AF1, e do AF1 Mid de agora, vendido por R$ 1.300. O sneaker não tem sido unanimidade em termos de design e não valorizou tanto no mercado dos EUA. Mas aqui a coisa deve ser diferente. Eu gostei do estilo dele desde as primeiras fotos antes do lançamento e, agora, vendo os vídeos gringos de on feet (das pessoas com o tênis no pé), eu definitivamente me apaixonei.

Há vários detalhes interessantes, como o tecido do cabedal trabalhado para parecer uma espécie de pátina. O swoosh costurado e translúcido, com a bandeirinha laranja da Off-White, também dá um charme, assim como a palavra AIR escrita na lingueta em forma de grafite. Na colorway branca do tênis há ainda partes feitas com o mesmo tipo de tecido tramado usado pela marca em seus Aj5, só que na cor cinza, dando um bom destaque à peça.

A Off-White continua, a parceria com a Nike também, mas é realmente uma pena que este seja o último modelo a sair da mente brilhante de Virgil Abloh. A cena sneakerhead não será mais a mesma sem ele.

Vem com box

A Converse segue a com a parceria de mais de cinco anos com o rapper Tyler, The Creator para elaborar uma silhueta totalmente nova, a GLF 2.0. O tênis tem uma pegada retrô e construção minimalista, uma forte tendência dos tênis casuais de 2022. A parte superior é feita de lona com aplicação de recortes de camurça, marca da grife Golf le Fleur, do rapper, que está presente em uma etiqueta na lingueta. Com cores ousadas, o que eu sempre gosto, o modelo já está à venda no site da Converse por R$ 550.

Converse GLF 2.0

Só no lace

No próximo sábado (25) tem lançamento do Air Jordan 4 Infrared, modelo muito aguardado e que já chegou a dropar em algumas lojas, em poucas unidades. O preço de R$ 1.500 assusta, mas o tênis é lindo.

A Reebok e a Maharishi, marca de streetwear britânica, se juntaram para lançar uma releitura do Classic Leather Legacy AZ com influências militares. Em especial das jaquetas de voo do tipo MA-1. O cabedal tem sobreposições em tecido ripstop, nylon, couro e camurça. Já o nome Reebok nas laterais foi substituído por “Maharishi” para dar mais ênfase à colab. O modelo custa R$ 750.

Reebok x Maharishi Legacy AZ