Nike Lebron 20

A temporada 22/23 da NBA vai começar no dia 18 de outubro e os novos tênis de assinatura dos jogadores que vão estrear nas quadras já começam a sair a toca. A começar pelo tão falado Lebron 20. Papai Lebrão anda todo serelepe, na forma invejável de sempre, treinando com um modelo low, rosa, com o swoosh da Nike destacável, que tem sido tratado como a vigésima versão do sneaker do jogador.

Por mais que haja indícios, como o XX (vinte em algarismo romano) na lingueta do tênis, eu continuo achando que o modelo não é o Lebron 20. A silhueta é totalmente diferente da característica dos últimos modelos do jogador e seria uma ruptura muito grande de estilo. Na indústria, manter compradores sai mais barato que conquistar compradores novos, por isso uma mudança radical não faria sentido. Posso estar enganado, lógico, é só um palpite, mas eu acredito que o modelo é uma linha especial para celebrar os 20 anos de quadra de Lebron. Para agradar os órfãos amantes do Kobe Proto. E não o tão aguardado 20 (e nem um novo Ambassador).

Nike Kyrie 9

Outro sneaker que começa a dar as caras é o Kyrie 9. Depois de o jogador reclamar abertamente com a Nike sobre a qualidade e desenho do tênis atual, parece que a fabricante correu para lançar um novo modelo para a temporada que vem por aí. Pelas fotos de flagras, o tênis aparenta ter uma qualidade bem maior e ser mais tecnológico. Mas ficou com um desenho bastante genérico. Porém, o Kyrie não está merecendo muito mais que isso também não.

Nike Zoom Freak 4 Safari

Novas colorways do Zoom Freak 4, de Giannis Antetokounmpo, e do Air Jordan 37 também estão no caminho. Depois da Barely Volt, agora o modelo do grego aparece na cw Safari, ambas sem ainda me convencer muito. Após o Freak 1, a linha do astro foi ladeira abaixo. Já o 37 tem sido mostrado em várias formas, com destaque para a edição de Jayson Tatum, que não tem uma linha própria e sempre usa o Jordan numerado da vez feito só para ele.

Nike Zion 2 Vodoo

Mas o grande acerto da Nike na temporada sem dúvida é o Zion 2. Depois de uma estreia decepcionante, a nova geração do tênis de Zion Williamson ficou sensacional. Moderna, confortável, ajustada ao pé, e imperdível nas cw Vodoo, que celebra a religião africana famosa em Nova Orleans, cidade do Pelicans, time do jogador, e a na Court Purple.

Puma LaMello MB.01

Já os jogadores LaMelo Ball e Luka Doncic seguirão com seus tênis da temporada anterior, mas com cws bem ousadas, do tipo que eu gosto de ver. O Puma MB.01 de LaMello apareceu nos pés do jogador com as cores de todas as suas versões lançadas até agora, numa vibe meio “What The”. Doncic resolveu homenagear seu passado no time de basquete do Real Madrid e lançou um AJ 36 El Matador de fazer chorar os fanáticos por touradas.

Adidas Trae Young 2 camuflado

O jovem astro Trae Young, no entanto, seguiu outro caminho, e vem fazendo mistério para o o segundo tênis de assinatura com a Adidas. Não há nenhuma informação a respeito da chegada do tênis ainda, mas se ele não apareceu na Drew League agora, acho que só vamos ver o sneaker mais perto do início da temporada mesmo.

Vem com box

Adidas Crazy 97 EQT

A Adidas começou a vender no Brasil o Crazy 97 EQT, tênis que Kobe Bryant usou quando venceu o Slam Dunk Contest de 1997 – o tênis ainda se chamava Elevation na época. O sneaker tem o mesmo desenho geral, mas sem 8 do jogador na lateral e na lingueta, já que a Adidas não pode fazer referência a Kobe, cuja família tem contrato assinado com a Nike. Fora isso, o tênis é lindo como original e está sendo vendido por R$ 1.200.

Só no lace

Havaianas x Market

A Havaianas lança uma colab global com a Market, conceituada marca de streetwear de Los Angeles. A grande novidade dos chinelos Top e Tradi Zori, que compõem a parceria, é que eles possuem tecnologia termocrômica que deixa a sola vermelha no formato dos pés quando no sol ou com o calor do corpo. Para pensar na colab, o diretor criativo da Market, Mike Cherman, veio ao Brasil, ficou impressionado com o calor da praias do País, e logo entendeu que termogenia seria o tema de sua obra. Os chinelos serão vendidos por R$ 150 na versão Top Market, do 35 ao 46, e por R$ 550 na Tradi Zori Market, também do 35 ao 46. Para quem quer aumentar as chances de comprar, a Havaianas está com um pré-cadastro.

A converse dropou do nada no Brasil um de seus modelos mais hypados no mundo, o Comme des Garçons Chuck 70. O modelo está disponível na cor preta e branca por R$ 900. As vendas são só online na aba de Edição Limitada do site.

Quer continuar falando sobre tênis? Te espero no Instagram!