Hot Wheels x Nike PG 6

A indústria de tênis vive de criar demandas, afinal, precisar mesmo, ninguém precisa de mais de uma cor de um AJ1, um Yeezy 350 ou um Gel Lyte III. É necessário criar campanhas e temas que façam você sentir que necessita daquele sneaker. Esgotadas as opções de cores, em suas mais variadas paletas, é hora de as fabricantes apelarem para o sentimental e para a nostalgia. É aí que entram os tênis divertidos, feitos em parceria com marcas de brinquedos, comidas e franquias de filmes tipo “Sessão da Tarde”.

Um bom exemplo disso surgiu essa semana. Travado nas prateleiras desde as outras gerações, o tênis de assinatura do jogador Paul George há muito não estava em evidência como agora, em que surgiu na silhueta PG 6 em parceria com a Hot Wheels. Colecionador de carros em tamanho normal e em miniatura, nada mais justo que George ter um tênis seu em colab com a mais famosa marca de carrinhos do mundo. O swoosh da Nike em chamas e o quadriculado na lingueta estão matadores. Para mim, que amo carros (fui jornalista automotivo por 20 anos), vai ser difícil não pegar um destes, que chega em agosto por R$ 899.

Nike SB Dunk Low x Ben Jerrys

Aliás, um dos modelos divertidos mais hypados de todos os tempos também é da Nike, o feito em colab com os sorvetes Ben & Jerry’s. O Dunk Low Chunky Dunky tinha duas edições, com uma caixa normal e uma caixa especial, que esgotaram voando quando foram lançadas em junho de 2020. Com valor de retail de R$ 499, o modelo hoje não é achado por menos de R$ 8 mil.

Adidas Rivalry Chewbacca

Adidas e Reebok também se especializaram em fazer tênis mais voltados para o entretenimento. Da marca das três listras uma das mais promissoras é a colab com Star Wars, que deu luz ao Rivalry Hi x Chewbacca, que dropou, redropou, e esgotou nas duas vezes. Custava R$ 700 e hoje vale o dobro. Quase na mesma linha do Dunk Ben & Jerry’s, a Adidas também lançou um Forum Low da M&M’s cheio de acessórios. Primeiro ele chegou todo amarelo (R$ 900), nas cores do saquinho do confeito de chocolate, e depois em outras cw, sempre variando com o branco.

Adidas Forum High x Eric Emanuel x McDonalds

A fabricante também acabou de lançar um Forum High em parceria com a marca novaiorquina Eric Emanuel e o McDonalds. Inspirado nas embalagens de papel dos sanduíches, o tênis vai soltando o couro bege na parte de cima para liberar outras cores e detalhes por baixo. O modelo acabou de chegar no Brasil por R$ 1 mil.

Reebok Alien Stomper

Já a vibe da Reebok parece ser filmes, séries e desenhos. O primeiro modelo temático assim da marca que eu me lembro foi o Alien Stomper, criado para o filme “Aliens, O Resgate” de 1986, e que foi lançado em 2019 em edição especial, que logo sumiu das prateleiras. No ano seguinte, mais dois modelos foram lançados com o tema Alien também, um preto e outro amarelo, que também são muito difíceis de achar até hoje.

Reebok Instapump Fury Zone Marvin

Outra colab especial da Reeebok é com o filme “Caça-Fantasmas”, que derivou vários modelos. Eu tenho um Ghost Smashers, que vem com seu próprio tanque de prótons, igual o das mochilas dos personagens do filme. Ele é tão diferente que eu comprei há dois anos e ainda não tive coragem de usar. A última da marca, no entanto, é a coleção Looney Tunes, com várias silhuetas disponíveis, incluindo um Instapump Fury Zone do Marvin, o Marciano, que ficou muito maneira.

OÜS Phibo 1123 Blanka

Até a marca nacional ÖUS entrou nesta onda de diversão no ano passado com a sua coleção exclusiva do jogo Street Fighter. Foram três os modelos, um Imigrante, que teve 900 pares e apelo mais institucional, com o logo do jogo e desenho mais casual. Um Phibo 5 8 1 3, que teve 300 pares com o desenho do golpe mais famoso da franquia, o Hadoken, e o Phibo 1123, o mais exclusivo de todos, com apenas 83 pares em homenagem ao personagem brasileiro Blanka. O tênis tem couro imitando o que seria a pele do Blanka e até seu cabelo ruivo, em uma construção muito interessante. Esse eu tenho, não vendo e não empresto nem se o Bison controlar minha mente.

 

Vem com box

MSCHF Jimmy Fallon Gobstomper

O estúdio criativo MSCHF, do Brooklyn, se uniu à estrela dos Talk Shows Jimmy Fallon para lançar uma colab inspirada no popular doce Gobstopper, que é uma grande esfera de açúcar que vai se desfazendo até revelar um chiclete no meio. Assim como o conceito do doce, o tênis é feito em quatro camadas de um material que vai se desgastando e mostrado novas de cores.

Só no lace

Asics Nimbus 9 Kiko Kostadinov

A Asics relança no Brasil a linha Nimbus 9, que surgiu em 2007 como um tênis de corrida, voltado para performance, e agora ganha nova vida como um modelo de sportstyle, mas mantendo o seu estilo futurista, algo industrial, e o amortecimento GEL. O modelo está disponível em quatro cores: branca, prata com preto, prata com azul e preta por R$ 1 mil, na verde com azul criada pelo estúdio Kiko Kostadinov, também por R$ 1 mil, e na edição especial Monozukuri por R$ 1.100.

A coleção de basquete da Nike em colab com a Nocta, marca do rapper Drake, começa a ser vendida no Brasil dia 27. Os itens globais da estreia são uma regata, camisas de tecido tecnológico, shorts, calça e casaco de moletom e calça de compressão de uma perna. Há acessórios também como meias, manguitos, faixas de cabeça e um boné. E uma bola de basquete que é coisa mais linda. No Brasil estarão disponíveis as camisas, shorts, a calça de compressão, as meias, o boné e as calças e casacos de moletom. O items mais caro é o casaco por R$ 750.

Quer continuar falando sobre tênis? Te espero no Instagram!