Asics x Guadalupe Tropicália

Basta uma olhada rápida nas lojas especializadas para achar colabs internacionais de tênis que desembarcam por aqui muito desejadas, com o gabarito de serem modelos especiais, temáticos e com materiais premium. Pois, desta vez, o caminho inverso será feito de forma pioneira. A Asics se juntou à loja Guadalupe de São Paulo para lançar o modelo Tropicália Gel Lyte III, que chega com a chancela de ser a primeira parceria feita no Brasil com selo global.

O modelo será vendido em mais de 30 lojas pelo mundo, incluindo as conceituadas Kith, Concepts, Bodega e Undefeated. Quem conhece minimamente o mercado de tênis sabe o que estes nomes significam e o tamanho do passo que este tênis irá percorrer na gringa. E o tema Tropicália é mais um golaço da colab, por fugir do lugar comum “verde, amarelo, azul e branco”, e por ter um grande potencial internacional. Assim como a Bossa Nova, a Tropicália ganhou os ouvidos do mundo e tem uma importância histórica e política enorme.

As cores do tênis foram baseadas na capa do disco “Acabou Chorare” dos Novos Baianos, que completa 50 anos agora em 2022. A imagem mostra a mesa de refeições do sítio hippie que a banda morava em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. E deixa clara a noção quase ritualística de comunhão em que eles viviam. Algo que falta gritantemente no momento polarizado atual da sociedade brasileira. Até a costura na parte de dentro do tênis, com a inscrição “Panem et Circenses” (que significa pão e circo) é uma referência crítica a este momento atual. Um easter egg brilhante, por sinal.

Capa do disco Acabou Chorare

O resto do desenho do tênis elaborado por Pedro Andrade, diretor criativo da Guadalupe, traz elementos psicodélicos marcados na belíssima camurça premium do sneaker. Que contrasta com o forro em couro vermelho brilhante da parte de dentro do modelo. Já na lingueta bipartida (presente em todos os Gel Lyte III) do pé esquerdo segue o G da logo da Guadalupe e, na do direito, as coordenadas de localização da loja do Bom Retiro. Marca registrada das colabs da GDLP. Por falar em GDLP, a sigla vai na lateral do tênis, bordada em amarelo no vivo azul que vai até o calcanhar.

Na palmilha, os dois pés levam os mesmos desenhos psicodélicos do cabedal, mas no pé esquerdo vem escrito Tropicália e, no direito, GDLP. O tênis também traz um lace extra amarelo com cinza que é até bonito, mas que não verá o meu par, pelo menos, que seguirá com o cadarço original.

As vendas do sneaker começam no próximo sábado, dia 16, exclusivamente nas duas lojas da Guadalupe, por R$ 799. No dia 21 é a vez da Asics na Oscar Freire e das mais de 30 lojas espalhadas pelo mundo que vão receber o tênis. Para quem quiser ver o review em vídeo da colab, ele está aqui!

Vem com box

Além do Tropicália, a Asics também dropou nesta semana o novo Gel-Sonoma 15-50. O modelo foi criado para passeios em todo tipo de terreno, mas sem tirar o conforto dos pés, segunda marca. Para isso, tem a tecnologia Aharplus para dar estabilidade no calcanhar, e o Gel para amortecimento. Já o cabedal tem um mesh especial mais respirável. Tem preço de R$ 650.

Asics Gel-Sonoma 15-50

Só no lace

O Nike Dunk SB Orange Lobster está confirmado. O modelo chega ainda em 2022 e deve ser um dos tênis mais disputados do ano, com valorização esperada na revenda de mais 1.200%

A Adidas começa a vender no Brasil sua colab com o designer Hebru Brantley. Os personagens de Brantley, Frogboy e Rocket, são os temas usados nas silhuetas Forum High e Low. Com cores vibrantes e com os personagens nas linguetas, os tênis são vendidos por R$ 1.000 na versão Frogboy High e R$ 900 na Rocket Low.

Adidas x Hebru Brantley Frogboy High

Quer continuar falando sobre tênis? Te espero no Instagram!