Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tem o tesão da poesia visceral de Djami Sezostre, o Sarau da Maria sobre o 8 de março, as Mulheres de Luta & Arte e as leituras e canjas do Sarau Elétrico

Por Arnaldo Afonso

Neste sábado, dia 27 de março, às 20h, acontece a primeira edição online do Sarau da Maria. O evento, em celebração ao 8 de março, Dia Internacional da Mulher, terá apenas convidadxs mulherxs. Participam as poetas Chris Herrmann, Adriane Garcia, Ingrid Morandian, Bianca Velloso e Leila Guenther, e as cantoras Ana Lee, Simone Barbour (com Sheilinha Leite), Regina Tieko, Uma Luiza e Moon’s Mallow (Gioia, Leila e Luís, diretamente da Itália). O sarau trará ainda informes sobre atividades de coletivos do movimento feminista e curiosidades sobre o Dia Internacional da Mulher, além de perfis de artistas ativistas. Como aperitivo, deixo canções de Uma Luiza e Ana Lee (acompanhada por Zeca Baleiro) entre poemas de Leila Guenther e Bianca Velloso:

jonas & jó
(Leila Guenther)

Ouvi o som de seus cabelos arrancados,
ouvi seus gritos mudos dentro da água em que se afundava,
ouvi como perdia os membros, um a um,
decepados rente à base de um corpo quase morto.

Prendo o fôlego para partilhar o ar que respiro
com quem naufraga pela terceira vez
no mesmo ponto do mar, longe da praia,
e já não tem braços para se agarrar
às mãos que lhe são estendidas.

Jó era uma mulher mastigada
na barriga de uma baleia,
que um dia
— em meio à espera e ao ruído de ossos quebrados —
há de ressuscitar.

estandarte
(Bianca Velloso)

era um amor tão imenso
que fazia no peito um estrago
um estranho estrondo

e era um barulho tão sólido
que chegava a ser silêncio

 

 

… … …

COMO FOI >>> ‘LIVES CAETANAS – Volume 1′ >>> O cantor, compositor, blogueiro e sarauzeiro Arnaldo Afonso (eu mesmo!) realizou, no dia 22 de março, a primeira de suas ‘Lives Caetanas‘, com participação da cantora e atriz Rosa Freitas. No projeto serão apresentadas 60 músicas em 3 lives: as duas primeiras com canções autorais de Caetano Veloso (20 em cada live) e uma terceira com sucessos de outros compositores que Caê gravou (mais 20 músicas). Teve Proibido proibir, com o discurso do festival, teve minha versão em português para London, London (modéstia às favas, ficou muito bom!), teve Terra, Sampa, Odara, Tigresa e outras pérolas. Tudo recheado de historinhas deliciosas e comentários apaixonados (eu te amo, Caetanooo!). Esta ‘Lives Caetanas – Volume 1‘, com transmissão pelo Facebook, teve mais de 1.500 visualizações, mais de 700 comments e cerca de 150 compartilhamentos. Puxa, pessoal! Fiquei feliz da vida e, apesar das dificuldades encontradas, postei no dia seguinte este agradecimento comovido:
.
.
MINHA ‘LIVE CAETANA’ >>> Ainda ecoam na minha cabeça as canções e as palavras ditas ontem na primeira das minhas ‘Lives Caetanas’. As emoções de adentrar o universo poético de Caetano Veloso, ao lado de tantos amigos queridos, me injetou alta dose de adrenalina e me tirou a plenitude do sono. Sabe quando o sonho entra na vida real e a gente não sabe mais se está vivendo ou imaginando? Foi esse prazer quase alucinógeno que a presença de vocês me permitiu sentir. Agradeço a cada um que passou por lá pra me dar essa força. Aos que curtiram, comentaram, compartilharam ou só ficaram ouvindo, quietinhos, todas as histórias e canções. Ontem, planejei transmitir a live na horizontal, pra que aparecesse mais o cenário. Na hora H, vimos que o Facebook não permitia. Ontem, a conexão falhou direto (deu muito eco e delay, dizem). Ontem, a corda ré do violão quebrou na segunda música (pela primeira vez eu não tinha um violão de reserva). Ontem, tudo indicava que não ia rolar… Mesmo assim, resolvi seguir em frente. Porque levar um pouco da poesia sensível e das ideias corajosas de Caetano aos interessados me pareceu mais importante que a qualidade técnica que o evento pudesse ter (ainda mais nesse momento trágico da vida nacional, sob pandemia e fascismo, em que nos encontramos tão desamparados). Vou entrar lá na live pra rever e responder a todos que deixaram comentários. De antemão, deixo este MUITO OBRIGADO a cada um. E, claro, à querida amiga (e grande artista) Rosa Freitas, que topou dividir comigo mais essa empreitada cultural. Aos que queriam colaborar e disseram que eu esqueci de divulgar a chave do pix, agradeço muitíssimo (uma graninha sempre vem bem). Mas não foi esquecimento, não. A gente só fez essa live porque gosta de Caetano, de música, de poesia, de atuar e de estar com os amigos. “Não me amarra dinheiro, não, mas a cultura. Dinheiro, não. Beleza pura!”. Essa canção estará na próxima live (provavelmente na última segunda-feira de abril). Aguardem!

Quem quiser conferir como foi, é só clicar aqui

 

 

… … …
O TESÃO DA POESIA
DE DJAMI SEZOSTRE
.. … …

O Pássaro Zero é o novo livro do poeta performático Djami Sezostre, lançado pela Editora Urutau (saiba mais aqui) com prefácio de Ademir Demarchi e posfácio de Loretta Emiri (recomendo a leitura dos dois, brilhantes na tentativa de elucidar o intraduzível e preparar o leitor para o fluxo contínuo do jorro poético que há de vir). Nascido em Minas, Djami estreou em 1986 com o poema/livro Lágrimas & Orgasmos (leia essa entrevista dele). Depois, publicou Anu, Arranjos de pássaros e flores, Estilhaços no lago de púrpura, Onze mil virgens, Yguarani, Zut e O Pênis do Espírito Santo‘, entre vários livros. Sou muito fã deste genial escritor e de sua originalidade gráfica e verbal. Seus fonemas voam, seus experimentos são audíveis, seus poemas não cabem no papel (daí a criar a ‘Poesia Biossonora’ e a ‘Ecoperformance’). Seus escritos estão interligados e compõem uma prazerosa sinfonia, uma energia una que atravessa a memória e a percepção natural das coisas. Há que se lê-lo todo. Mal consigo escolher algum texto. Por dever de ofício, pincei algumas pérolas do novo livro (e entre elas espalhei frases e fotos de uma de suas performancesEcoperformance em Rio Paranaíba – além de um vídeo do ator Antônio Cunha com texto dele):

 

‘Eu sou uma espécie de arco-íris’
‘Eu quero o que não existe’

Cai o bich
Oalado no a
Bismo enQuantoeu
Acho asu
Acarcaça
Aqui nomeio
Oumbigoe
Todoosangue

Djami Sezostre deu absinto para um cachorro
O amor apodreceu entre areia nas sementes da romã

A noite escura era uma escuridão de brilhantes

Escrever como não escrever assim eu escrevia
O pássaro zero pediu uma folha de néctar para dormir
O meu pai lia o tempo como um papiro de astronauta
Voltar para o horizonte é o mesmo que partir do útero
O vestido da mãe era uma veste de bichos na brenha
O poeta rasgou o peito em cena para mostrar o coração

O enxame ziziou onomatopeias na enxurrada

Carece de fantasia pra trepar com o pau Brasil

O interior do menino é cheio de pássaros sem nome

Eu abri o corpo e mostrei, então, o corpo,
O meu corpo e o seu coração, o corpo,
O meu corpo e o seu interior, o corpo,
O meu corpo e o menino que falava

A língua de um fauno de Rio Paranaíba.

COM A PALAVRA, OS CRI-CRÍTICOS >>> Das orelhas do livro, escolhi alguns dos muitos e merecidos comentários elogiosos que a crítica especializada teceu sobre a obra de Djami Sezostre. Eu assino embaixo de qualquer dessas frases. O poeta é mui digno de todas elas:

Em Djami Sezostre o panteísmo é celebrado através de uma intensa e colossal orgia (Claudio Willer)
Um dos poetas mais relevantes da atualidade por suas experiências lexicais e formais (Daniel Osiecki)
O poeta Djami Sezostre é uma surpresa neste cenário de homens duplicados (Fabrício Carpinejar)
Djami Sezostre age como um deus do vocábulo (Fernando Aguiar)
E tudo é música em Djami Sezostre (Francesco Napoli)
Toda a poética de Djami Sezostre é uma experiência de limite (Jorge Melícias)
O poeta torna-se o animal que esbraveja incalculados outros para uma plateia (Leonardo de Magalhaens)
Poeta xamã aparentado do jaguar, tendo por tio o índio Iauaretê (Marco Aurélio de Souza)
Poesia em alta voltagem (Micheliny Verunschk)
Nada enjaula Djami Sezostre! (Tarso de Melo)
O sujeito lírico em Djami Sezostre se expande como animal, como água, como planta, como eu no outro (Viviana Bosi)
Ao propor uma nova grafia, Djami Sezostre sugere um novo sistema de ler, sugere um novo mundo (Edgard Pereira)
Djami Sezostre conseguiu escavar o cansaço da língua, vencer a exaustão da insuficiência de expressão de uma época (Salomão Sousa)

PRA ZERAR O VOO >>> Pode-se ler Sezostre de repente. Trepada de galo. Pode-se deliciar demoradamente. Pegada de mamute. Pode-se brincar de desvendar os sentidos. Cabeça na labuta. Pode-se deixar fluir e acordar molhado. Sexo com-sentido. Pode-se sentipensar todo o tesão que a poesia dá. Palavras inventadas pra se usar em si pra se coçar até puir. É coisa de ligar de alucinar de. Pode-se até, mas não é só pra ler. É pra se aninhar lá dentro. E furunfunfar. Fruta de abrir e provar de se cobrir e se encharcar de melecar o pau do pensamento. Gostosura de curtir. É um banho de literatura visceral. Seus olhos hão de ler e luzir e gozar e grunhir. Ahhh… vão sim.

Adoro quando um autor me desperta a vontade de leitura e a escritura. Não se faz arte (boa ou ruim) sem paixão. Eu sei que ainda vou voltar a esse livro em breve, mas após minhas primeiras lidas e vindas sobrevoando O Pássaro Zero, escrevi:

são palavras reiteradas na carne da terra suja lavrada
são versos inversos antiorações na rotação do universo som
são setas insetos passeando pássaros por estrelas e versos sóis
são outros de nós em nós amarrados em nós sós de nós libertos voo
são voltas revoltas são horas sem tempo sentidos sentimento sem com
são insanos cromossomos o que somos sem vestes são vastos sezostres tez
são hostes de letras de atônitos hontens são homens de asas e saltos imersos veredas de si
são verdes candentes são água e movimento são dentro são sonho vermelho de gozo viagem vão vim
são porra são língua delírio linguagem são bicho são brilho origem selvagem de mim são sim
são grades abertas são grandes diversas rês erês versas universas são sexas insetas
são seres alhures olhares afora luzes e asas afloram insertas e voam e vazam em om e on e nunca som libertação ou
ção

 

… … …

Sábado – 27 de março – 18h … Mulheres de Luta & Arte. Quarta edição do sarau organizado pela multiartista Ligia Regina Lima tem bate-papo, música e poesia com as convidadas Cissa Lourenço, Fátima Castro, Mahzinhah Santana, Marília Kubota e Modli Gurgel. Transmissão pelo Facebook (na página ArteLirismo Literatura)

 

… … …

ÀS TERÇAS – 21h … Sarau Elétrico. Leituras de textos por Luís Augusto Fischer, Diego Grando e Katia Suman, com um convidado escritor e outro músico. Pelo www.rádioeletrica.com ou na página de Katia no YouTube. No vídeo, o programa da semana passada, no texto, um pouco da história do sarau:

SARAU ELÉTRICO >>> Encontro literário ocorre todas as terças-feiras, desde 1999, no bar Ocidente, em Porto Alegre, reunindo um público fiel e disposto a ouvir leituras dos mais diversos autores nacionais e estrangeiros, sobre os mais variados temas.
A equipe fixa é formada pela radialista Katia Suman e pelos professores Luís Augusto Fischer e Diego Grando. Já passaram pelo Sarau Elétrico convidados como Luís Fernando Veríssimo, Fabrício Carpinejar, Fausto Wolff, Affonso Romano de Sant’Anna, Jorge Furtado, Olívio Dutra, Martha Medeiros, Eduardo Bueno, Chacal, Elisa Lucinda, Tarso Genro, Valter Hugo Mãe e muitos outros autores. O sarau, cujo objetivo é incentivar o hábito de ler, une bate-papo, humor e informação, mostrando que a literatura também pode ‘ser pop e desfrutada coletivamente’.
O evento sempre termina com uma canja musical, da qual já participaram artistas como Los Hermanos, Vitor Ramil, Humberto Gessinger, Nenhum de Nós, Cachorro Grande, Vanguart, Nei Lisboa e Bebeto Alves, entre outros

 

Quinta – 25 de março – 19h30 … Paulo D’Auria faz lançamento de seu novo livro, ‘Cuáheu, ontem-amanhã‘. Acompanhe pelos canais da Desconcertos Editora (Facebook e Youtube). O romance é uma releitura da nossa história, mas ao invés de os europeus chegarem às Américas, são os povos nativos americanos que invadem a Europa. O ano é 1486 e as nações Mura, Aparai e Tupinambá, navegadores formidáveis e guerreiros temidos, chegam à costa espanhola e saqueiam a cidade de Cádiz.

Paulo D’Auria é membro do coletivo Poetas do Tietê desde 2008. Lá, promove saraus de rua, saraus em bibliotecas e escolas periféricas, nas Fundações CASA e em penitenciárias adultas. Formado em História pela FFLCH-USP, é autor de 10 livros, entre eles ‘As Novas Aventuras de Guaracy‘, um dos 10 semifinalistas da categoria juvenil do Prêmio Jabuti em 2019

 

… .. …

Segunda – 29 de março – 19h … Canal do Poetariado, ao vivo no YouTube. Programa criado e apresentado por Hamilton Faria e Cesar Augusto de Carvalho recebe escritores para conversas sobre poesia e literatura, focando no processo de criação da obra. Participação editorial de Elcio Fonseca e Abel Coelho. Para assistir ao programa, acesse o link. Nesta oitava edição, com a poeta gaúcha Angela Melim. A escritora argentina Teresa Arijón também participa do evento

 

… … …

Sábado – 27 de março – 21h … Cantora e compositora Consuelo de Paula apresenta o show #Maryakoré, baseado em seu mais recente álbum solo (clique no cartaz). Temporada online, em seu canal no Youtube, segue com mais quatro exibições: em 3, 10, 14 e 18 de abril (aos domingos, às 19h; sábados e quarta-feira, às 21h). Cantora e compositora mineira, com vários cds gravados, teve sua música ‘Sete Trovas‘ interpretada por Maria Bethânia no álbum ‘Encanteria’

 

… … …

FLIPEI 2021 – ATÉ DOMINGO >>> Festa Literária Pirata das Editoras Independentes – 2021 tem política, literatura e música na programação: serão 16 shows e 20 rodas de conversa e palestras, além da feira de livros online com mais de cem editoras. Nos cartazes, uma das programações de sexta, de sábado e de domingo (saiba mais). Transmissão pelo canal da Flipei no YouTube

 

… … …

Sexta – 26 de março – 19h … Aprisionamento em Massa e seus Desdobramentos. Palestra com Preta Ferreira. Transmissão pelo Facebook e Instagram (saiba mais). Como parte da pesquisa que resultará em novo espetáculo,  a Companhia de Teatro Heliópolis realiza rodas de conversa online com mediação de Maria Fernanda Vomero

SINTONIZAÍ >>> Sábados, às 17h, tem a Agenda Cultural da Periferia, na Rádio Heliópolis FM, parceria com a Ação Educativa. Tem dica de sarau, slam, lançamento de livros e discos, bate-papo, cursos, apresentações de teatro, dança, música e live. Apresentação de Ruivo Lopes

 

… … …

REVISTARIA >>> Nesta quinta-feira, 25 de março, às 19h, acontece mais uma edição do ‘Revistaria’, evento organizado pelos poetas Fabiano Calixto e Pedro Spigolon, com apoio do Sesc Ipiranga. Até 8 de abril, serão vários encontros com 21 editores de revistas literárias brasileiras com transmissão pelo canal do Sesc Ipiranga, noYouTube

 

… … …

Quinta – 25 de março – 20h … Cantora Karine Telles faz mais uma live da série Mulheres no Samba. Após Clementina de Jesus (no vídeo acima), a homenageada da semana é Elizeth Cardoso. Com Gabriel Deodato e Luis Passos. No YouTube

 

… … …

O IDIOTA >>> Apresentação online do espetáculo de dança com Marcos Abranches (ingressos grátis podem ser reservados pelo Sympla). Direção de Sandro Borelli. Até 1º de abril, sempre às 20h30. Às terças e quintas, transmissão do espetáculo seguida de video de Gal Oppido feito a partir da obra. Às quartas, transmissão da apresentação ao vivo e depois, debate entre o bailarino, o diretor e um convidado

 

… … …

Terça – 30 de março – 21h … ‘Nossas Esquinas’. Espetáculo online baseado no álbum em que a cantora Graziela Medori  e o pianista Alexandre Vianna regravaram as inesquecíveis canções dos mineiros do Clube da Esquina. Transmissão pelo Canal Oficial da Kuarup Produtora. Também no dia 6 de abril, às 21h

 

 

… … …

BRASIL 300.000:
QUANTAS MAIS?

… … …

Quantas mortes mais assistiremos? Até quando permitiremos? Cientistas e pesquisadores dizem que os números reais já podem passar das 400.000 mil mortos. Aqui, alguns textos indignados com a terrível situação de descaso em que nos encontramos.

GENOCIDA >>> Pessoa que ordena ou é responsável pelo extermínio de muitas pessoas em pouco tempo.
E o que fez o (des)presidente Bolsonaro nesta pandemia? Desdenhou das recomendações dos cientistas, descartou a importância das vacinas, semeou o descrédito com relação às medidas de proteção (não usou máscara e incentivou aglomerações), promoveu o uso de drogas ineficazes (cloroquina), paralisou a coordenação da autoridade federal de Saúde, riu das mortes, perguntou ‘e daí?’ e disse aos brasileiros para parar ‘de frescura e mimimi’, além de ameaçar quem o questionou. Essas foram as atitudes do principal mandatário do nosso país: zombar, atrapalhar e assistir com indiferença aos recordes diários de mortes por covid. Agora, após 300.000 brasileiros terem perdido a vida, ele aparece com o discursinho covarde de que não falou nada disso. Fraquejando, capitão? Não adianta fugir da responsabilidade…

GADO >>> Na semana passada postei um texto em que admiti ter perdido a paciência com defensores e seguidores de Bolsonaro. E cada vez mais, percebo, que não sou só eu. E cada vez mais percebo que não adianta. O que fazer com essa ‘jente’? Sinceramente, não sei. Não se trata de divergir politicamente. Eles são totalmente descerebrados. E ignoram solenemente a vastidão da própria ignorância. Lamentavelmente, são burraldos irrecuperáveis…

O VELHO ANTICOMUNISMO >>> Que preço altíssimo estamos pagando pelo antipetismo (e pelo doentio anticomunismo de sempre). E a gente não esquece que alguns ‘políticos sérios’ (só que não), ‘empresários de visão’ (só que não), ‘celebridades conscientes’ (só que não) e ‘jornalistas isentões’ (só que não) contribuíram bastante pra eleger o incompetente e fascista Bolsonaro. Até chegarmos nisso. E eles ainda nem fizeram mea culpa. Canalhas.

CARTA ABERTA À HUMANIDADE >>> No dia 6 de março foi divulgado o manifesto ‘Vida Acima de Tudo‘, assinado por Chico Buarque, Leonardo Boff, Adolfo Pérez Esquivel, Miguel Nicolelis e D. Marcos Morelli, entre outros ‘brasileiros indignados com a política genocida do presidente Jair Bolsonaro’. Ao contrário do que ouvi por aí, a carta pede às instituições nacionais e internacionais nada mais que apoio político, uma condenação explícita do (des)governo fascista de Jair Bolsonaro. Em nenhum momento pede ‘intervenção’. O documento, suprapartidário, amplo e plural, é encabeçado por líderes políticos e religiosos, associações e entidades diversas, intelectuais, jornalistas, artistas, esportistas e influenciadores de várias áreas (este blogueiro já assinou). Clique aqui para ler a íntegra do texto e assinar também

JORNAIS >>> Os jornalões gostam de posar de ‘isentões’ mas bem sabemos que não é bem assim que as coisas funcionam. No entanto, é inegável seu papel na defesa da democracia (principalmente quando as coisas degringolam de vez). Desde garoto, sob ditadura, aprendi a lê-los nas entrelinhas e hoje até me irrito menos com seus vícios e tendências. Na internet, mesmo antes de adentrar aos textos, na confusão da profusão de títulos jogados ao acaso na tela do computador, tenho por hábito poético brincar de emendar raciocínios e procurar extrair um sentido do caos informativo. Três manchetes da Folha me chamaram a atenção: numa, a atriz Fernanda Torres, diz que o ‘país se transformou numa panela de pressão social, política, econômica e sanitária’. Noutra, ‘empresários querem terceira via para vencer Bolsonaro ou Lula em 2022’. Por fim, o articulista Jânio de Freitas escreve que ‘a pandemia não matou a doença do golpismo’. Uma parece emendar na outra e concluir que ainda estamos longe de nos livrar do fascismo vigente. A questão parece não se resumir só a Bolsonaro e seus acéfalos seguidores. O velho anticomunismo (seja lá o que isso for) na cabeça das classes dominantes brasileiras é uma doença crônica.

 

… … …

PRA VER, OUVIR E SABER MAIS

… … …

LIVE DO BHEZÃO >>> O cantor e compositor Bhezão Folkeando fez ótimas apresentações ao lado dos parceiros de suas ex-bandas Rossa Nova, Folk Na Kombi e Duas Casas (artistas e organizadores respeitaram os protocolos de segurança e fizeram testes para a Covid). Visite o canal do músico no YouTube

REFLORESTA >>> Sebastião Salgado telefonou a Gilberto Gil lhe pedindo que fizesse uma canção sobre reflorestamento. Assim nasceu ‘Refloresta‘, um hino de amor à natureza. O fotógrafo, que há anos se dedica a um megaprojeto de reflorestamento, conta com o apoio do músico na campanha do Instituto Terra para plantar um milhão de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica

CAUSOS DE MEDO >>> Cineasta piauiense Bruno Paes lança série sobre contos de terror nordestinos. A primeira temporada traz três episódios (de 3 a 5 minutos) com narrativas baseadas em fatos reais, que estão disponíveis no YouTube

EU ME IMPORTO >>> Assisti ao filme ‘Eu me importo‘, na Netflix, com a ótima atriz Rosamund Pike. Recomendo… No filme, como cá, em nosso prosaico dia a dia, o esquema tá todo armado pela sorridente e bem-sucedida ‘jente de bem’ que está no poder: ‘eles’ (des)cuidam de nós, nos dão o que não precisamos, nos tiram nossos sonhos, nos escravizam, nos maltratam e a gente paga a eles pra isso. Eternamente. É o nosso papel. Obrigado por nada. A exploração cada vez mais legalizada e legitimada. Estamos fo&%dos

STORIES – O FILME >>> Curta-metragem (35 min) escrito por Camilla Rollemberg, com direção de Liviah Prestes e Thiago Sacramento, ‘Stories’ retrata a vida de Joana (Stephanie Lourenço), presa em sua casa pela pandemia, expondo a fragmentação da vida após o advento da internet, com sua carga de afazeres, expectativas de resultado e excesso de cobranças, principalmente com relação às mulheres (casar, engravidar, manter-se jovem e bela, zelar pela família e amigos, ser bem-sucedida profissionalmente). Disponível no YouTube para acesso gratuito ou mediante contribuição voluntária

A VOZ SUPREMA DO BLUES >>> Assisti e recomendo o filme (no original, ‘Ma Rainey’s Black Bottom‘), disponível na Netflix. Baseado em peça de teatro do dramaturgo August Wilson (Prêmio Pulitzer, em 1982), tem texto vigoroso e uma performance extraordinária de Viola Davis (além da ótima atuação do ator Chadwick Boseman, falecido recentemente)

AUGUSTO DE CAMPOS, 90 >>> Dia 14 de fevereiro o poeta concretista aniversariou. No link, Caetano Veloso faz algumas considerações sobre sua poesia e declama ‘A João Cabral Agrestes‘, poema que Augusto de Campos criou em retribuição ao ‘Augusto de Campos‘, que abre o livro ‘Agrestes‘, de João Cabral de Melo Neto. Deleite-se com essa saborosa reunião de grandes poetas

O FILME DO EMICIDA >>> Finalmente assisti ao maravilhoso documentário ‘AmarElo – É tudo para ontem‘, do rapper Emicida (disponível na Netflix). Em três ou quatro momentos, as lágrimas me encheram os olhos, porque o racismo no Brasil é tão evidente, abominável e ridículo que me envergonha ao ponto de chorar copiosamente (só fascistas idiotas como Bolsonaro e a tchurma de debilóides que está no poder para negar ou fingir que aqui não existe racismo). E que bom constatar que um artista da nova geração de nossa música, como Emicida, já tenha tamanha consciência e capacidade para realizar esse tão necessário instrumento de alta qualidade estética e de contundente crítica social

MORTE E VIDA SEVERINA EM DESENHO ANIMADO >>> Saga de um retirante nordestino que, como tantos brasileiros, viaja do sertão ao litoral em busca de melhores condições de vida. A história de Severino, contada por meio de versos na obra-prima de João Cabral de Melo Neto, foi adaptada para os quadrinhos pelo cartunista Miguel Falcão e é retratada nesta animação 3D. Com duração de 52 minutos, o desenho animado, que mantém o texto original do livro, tem narração de Gero Camilo e trilha sonora de Lucas Santanna

 

 

… … …

OUTROS DESTAQUES

… … …

IMERSÃO >>> Poema de Flavio Alves Costa musicado por Adolar Marin aborda o descaso do (des)governo Bolsonaro diante da pandemia. O poeta, que se encontra hospitalizado, escreveu a letra antes de contrair o vírus. Estamos na torcida por você, Flavio, querido. Adolar e amigos fizeram uma gravação inicial da canção que é um ‘abraço fraterno, de amor e amizade, força, coragem e luz pra todos que perderam pessoas e muitos que estão lutando pela vida nos hospitais abarrotados’. Ouça aqui

Sexta – 26 de março – 17h … Sarau das Águas, apresentado por Zemarcio Kaipira, convida Rejane Pereira (educadora, contadora de histórias e integranye do Sarau da Pessoa) e Casulo (poeta, artista plástico e organizador do Sarau Clamarte). Transmissão pelo YouTube

Sexta – 26 de março – 29h … Projeto Bike de Histórias promove o lançamento do livro ‘Violeta’, escrito a quatro mãos por Cilla Amaral (a palhaça Scarlett) e Nice Lopes. Transmissão pelo Facebook

GABRIEL DE ALMEIDA PRADO >>> Cantor e compositor abre a campanha de financiamento para a produção de seu segundo álbum, ‘Não Aceito Ser Um Só’, que tem participações de Siba, Proveta (clarinete), Quarteto Saxofonando, Pascoal da Conceição (Dr. Abobrinha), Rubi, Osvaldinho da Cuíca e Duodelá, além das ilustrações de Guilherme Kramer. Clique no link e saiba mais.

O jovem artista, que já lançou o cd ‘A Língua e a Alma‘, foi citado por Zuza Homem de Mello como um dos talentos da nova geração. Além de seu belo trabalho solo, escrevendo letras poéticas e criando melodias inspiradas, Gabriel é pródigo em parcerias bem sucedidas: tem canções com Kleber Albuquerque, Marcio Policastro, Adolar Marin, Léo e Kana Nogueira, entre outros craques que frequentam o Clube Caiubi de Compositores. Conheça as recompensas e colabore com o projeto

CHRIS HERRMANN >>> Nesta quinta (dia 25 de março, às 19h30) e no sábado (27 de março, às 19h) a escritora participa de lives em homenagem a duas grandes mulheres: à escritora Conceição Evaristo e à desembargadora (e ex-ministra dos Direitos Humanos) Luislinda Vallois. Além de ler poemas, Chris apresenta ao piano suas composições instrumentais. No Canal do Coletivo Mulheres Artistas no YouTube

3 E-BOOKS >>> Editora Serra Azul publica versões e-book de ‘Canções de Frágil Alvenaria‘, de Edson Tobinaga, ‘Crônicas de Segunda‘, de Cacá Mendes e ‘Trilogia São Paulo‘ de Carlos Ildefonso (o Cá Berto), disponíveis no site

CURSO >>> A poeta e professora de literatura Diana Junkes ministra curso ‘Plasticidades: Diálogos entre poesia e artes visuais’ (dias 29 e 30 de março; 5 e 6 de abril, sempre às 19h). Inscrições Abertas. No Espaço Cult (saiba mais)

Quinta – 25 de março – 20h … Cantora e compositora peruana Martha Galdos faz live com participação do cantor português Luis Represas. Transmissão pelo YouTube

ANTIPHERRUGEM >>> Projeto é parceria dos cantores e compositores William Martins dos Santos e Fábio Abrão. Os artistas, que ensaiaram e gravaram durante a pandemia, com restrições e interrupções, finalmente concluíram o trabalho que já está disponível nas plataformas de streaming e também no YouTube. Embaladas por rocks, pops e ritmos nacionais mais tradicionais, a maioria das letras (surgidas inicialmente como poemas) abordam temas sociais

Sexta – 26 de março – 18h … Sarau das Minas. Primeira edição online do sarau tem bate-papos, performances e audiovisual. Transmissão pelo Facebook

MITOS E LENDAS – O amor no folclore brasileiro >>> Combinando a beleza dos poemas de Adriana Aneli com a das ilustrações de Cristina Arruda, livro leva à viagem pelos quatro cantos do país. Saiba mais

PEDRO & FILÓ NO ‘BEMBLOGADO’ >>> Espaço digital criado pelo jornalista Washington Araújo destacou três vídeos do duo formado pelo violonista e compositor Pedro Milanesi Lopes e pela cantora Filó Silva. As músicas foram lançadas no cd ‘Aragem’. Saiba mais

ENCONTROS & ENCANTOS >>> Álbum/livro/cd, com 14 músicas, um projeto lítero-musical, realizado pela A Cigarra Edições, com poemas de Jurema Barreto de Souza e Zhô Bertholini (editores da Revista A Cigarra), musicados por Edu Guerra e Rui Ferreira. Participaram Adolar Marin, André Bedurê, Bebê Góes, Denise Coelho, Fernando Cavallieri, Giselle Maria, Kleber Albuquerque, Marcos Mamuth e Tata Alves, entre outros. O lançamento foi virtual e algumas músicas, em 4 episódios, se encontram no Canal SESC Santo André para apreciação. Aqui o link para vendas em parceria com a Alpharrabio

ACALANTOS >>> Espetáculo tem textos e canções voltados para a importância dos acalantos no imaginário coletivo. Com a cantora Kátya Teixeira e o músico André Venegas. Participação da contadora de histórias Nani Braun. No YouTube. Kátya tem 6 cds gravados e lançou 3 singles. Assina diversos projetos culturais, entre os quais se destaca o ‘Dandô – Circuito de Música Dércio Marques’. Para abril, prepara o projeto ‘Canções pra Despertar’

Quinta – 25 de março – 21h … Sarau das Imbuias. Com a poeta Karine Adriene, pocket-show do coletivo Almas Negras e microfone aberto. No Facebook

PATATIVA DO ASSARÉ >>> Publicação do MST celebra data de nascimento do poeta popular Antônio Gonçalves da Silva, mais conhecido como Patativa do Assaré, cuja obra conta as dores e lutas do povo sertanejo. São dele os versos comoventes de ‘Triste Partida’, poema musicado por Luiz Gonzaga em 1964

MAIS TERRA >>> Ainda sobre o tema, leio que o Instituto Stop Hunger Brasil, em outubro passado, criou o projeto de uma horta comunitária em Paraisópolis, segunda maior comunidade de SP e, até dezembro, o cultivo já havia rendido cerca de 300kg de hortaliças que foram integralmente doadas aos moradores e ao projeto Mãos de Maria – responsável por produzir quentinhas para seus habitantes. Saiba mais

LOJA DO MST >>> Inaugurada a loja de e-commerce com produtos orgânicos dos trabalhadores ligados ao MST (armazemdocampo.shop). Saiba mais 

COVID >>> Em meio à pandemia do Coronavirus, coletivo de artistas procura sensibilizar a sociedade no sentido de celebrar a identidade e a vida das vítimas, iluminando suas histórias’. ‘Espero que nomes consigam tocar!‘ foi criada a partir da canção ‘Inumeráveis’ (de Bráulio Bessa & Chico César) como uma homenagem às vítimas da covid-19

O CANTO DA MULHER >>> Marcia Cherubin realizou a quarta de uma série de 6 lives do projeto (veja acima). Cantora e compositora já lançou quatro cds autorais: Pobre Chão, Mundos, Canto Forte e Vai em Casa. Indicada duas vezes ao Prêmio da Música Brasileira, coleciona diversas premiações nos festivais de música independente de que participa pelo Brasil afora. Nesta segunda-feira, dia 29, às 20h, tem mais. Acompanhe sua página no YouTube

EDU KRIEGER >>> Artista, que lançou o cd autoral Correnteza, postou na net mais uma de suas divertidas e necessárias paródias comentando a tragédia nacional que é a inação do (des)governo Bolsonaro diante da pandemia: Genocida, o que é? Visite seu canal no YouTube e ouça também ‘Carnaval do fim do mundo

LISA ALVES >>> Poeta integra a antologia ‘Teus olhos rímel com poesia‘, da Revista Mirada. Saiba mais aqui

ENTREVERBO >>> Revista fez live de lançamento de sua nova edição, a #37. Entreverbo é um coletivo de artes integradas que além de publicar a revista, realiza saraus e participa de diversos eventos literários e culturais

Terça – 30 de março – 21h … Verônica Ferriani faz a sexta live da série ‘12 Anos em 6 Violões’, acompanhada pelo violonista Manoel Fernandes. Transmissão em suas páginas no Facebook e YouTube. Projeto, que apresenta 6 shows online da cantora e compositora junto a seus principais parceiros, já contou com os violonistas Gian Correa, Betão Aguiar, Chico Saraiva, Marcelo Cabral e Swami Jr

NEBULOSA >>> Livro de André Cáceres está disponível para pré-venda na loja da Editora Patuá. Em ‘Nebulosa’, assim como no Brasil de 2021, a ciência é uma seita marginalizada, perseguida e em risco de extinção. Escritor, crítico e jornalista, André é autor do romance distópico Cela 108 (Multifoco, 2015) e coautor do livro-reportagem Corações de Asfalto (Patuá, 2018)

POESIA NA NET >>> O poeta e ator Milton Luna divulga diariamente em grupos do zap o trabalho de poetas de todas as regiões brasileiras. Lá conheci os textos de ótimos escritores que vou publicar aqui também

Quinta – 25 de março – 20h … Picanha de Chernobill faz a segunda live da uma série de 6 shows que acontecerão às quintas-feiras no @estudioeletricopadilha. Transmissão pelo YouTube

TOM KBÉLO >>> Além de dar início a nova série de shows (a banda BDB e o cantador Mauri de Noronha já se apresentaram no Palco Virtual Tom Kbélo), o produtor cultural apresenta a segunda temporada de seu programa de entrevistas. Fique ligado na página da Tom-K Produções

ÀS QUARTAS – 17h30 … Canções Incontidas é a live semanal do cantor e compositor Kleber Albuquerque. Transmissão pelo Face e Instagram do artista. Veja o videoclipe Rabiolas Enfeitam Parabólicas, parceira dele com Flavio Alves Costa

NA MINHA CASA >>> Série de entrevistas do músico Adolar Marin na net agora virou programa de rádio (na Radiola Livre).  Toda terça-feira, às 19h30 (com reprises na quinta-feira, às 17h, e no sábado, às 10h). Depois, por volta das 19h45, tem o quadro  Dica sem Jabá

A REBELIÃO DO AMOR >>> Livro de poemas do cantador e compositor Mauri de Noronha, pela Lavra Editora, com ilustração de capa feito pelo artista plástico Rodrigo Martins. À venda por R$30 (adquira aqui)

GRUPO MACAIA SHOW >>>Violas, Encantos e Pontos‘ é o vídeo completo da apresentação do grupo liderado pelo cantor, compositor e produtor cultural Marcio Balthazar, o ZeMarcio Kaipira Urbano, organizador entre outros eventos, do Sarau das Águas

PROJETO RODA LER LIVROS >>>  Sob a curadoria da multiartista Paula Valéria Andrade,  o coletivo Feminino Infinito prossegue com as atividades de celebração e luta pelo Dia Internacional da Mulher. Durante todo o mês de março acontece a campanha de valorização da leitura de livros de autoria feminina, feita por poetas, escritoras e outras artistas (as artes são de Angelita Cardoso). Visite a página delas no Instagram

ANDRI CARVÃO >>> Já está disponível para venda o sexto livro do escritor, ‘Dança do fogo dança da chuva‘, publicado pela editora Penalux (R$45, com frete)

>>> MAIS ANDRI >>> Projeto idealizado pelos poetas Andri Carvão, Noélia Ribeiro e José Danilo Rangel apresenta vídeos curtos com recitação de poemas-minuto e versos soltos ou frases ditas por duplas de poetas. A ideia é divulgar o trabalho dos poetas e dar visibilidade e espaço para autores independentes. Veja também os encontros promovidos por Andri e Thiago Medeiros na série de lives Simpósio de Poetas Bêbadxs

… … …

NALDO’S NEWS

… … … 

MEU CANAL NO YOUTUBE >>> Após postar no YouTube minhas canções Além da Lenda (em parceira com Conrado Pera), Chama de Amor e Tom Jobim no Telhado, me dei conta de que estou com dois canais lá (canal um e canal dois), além das várias postagens espalhadas pelas páginas dos saraus de que participei (é só pesquisar pelo meu nome que elas vêm – ouça ‘Barbárie Moderna‘, ‘Eu e a minha solidão‘, ‘Lágrima no Asfalto‘, ‘Coração Jazz‘, Paraísos Cotidianos (Paraisópolis) e ‘A Música e Eu‘). Um dia eu ainda organizo essa zona e junto tudo num endereço só

CCN NOTÍCIAS >>> O Coletivo de Comunicação Norte Notícias (acesse o site), voltado principalmente para a Zona Norte, é o site de notícias de que participo como colaborador. Nele, dou prosseguimento ao meu trabalho no blog, informando sobre as atividades culturais dos artistas alternativos. Divulgue também mais essa iniciativa em prol de um jornalismo progressista, antifascista e em defesa da democracia

AS 4 LIVES DE ARNALDO AFONSO >>> Este blogueiro, poeta e cantor, informa aos interessados que tem quatro espetáculos prontinhos da Silva para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs após a pandemia (se isso vier a acontecer algum dia) e que foram adaptados para o formato de lives (que já ando realizando pelo Face, Insta e Youtube – contatos por inbox). São eles:

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> No show, que tem participação da atriz e cantora Rosa Freitas (eventualmente de outros artistas), canto cerca de 20 canções do grande compositor e conto várias histórias e algumas curiosidades sobre sua vida e obra (aqui uma das lives). Além das Casas de Cultura, o espetáculo foi apresentado recentemente no Festival Satyrianas. O texto do show foi extraído da minha peça ‘Mestre Cartola: Vida e Obra em Verde e Rosa‘, disponível em minha página no Facebook

2 – A Importância da Música (Os Grandes Compositores da MPB e suas Histórias) >>> Esquetes teatrais levemente cômicos, com formatos variáveis (15 minutos, meia hora e uma hora), onde a atriz Rosa Freitasinterpreta a ‘austera’ professora Margarida, que, durante o desenrolar da peça, vai se revelando uma ótima cantora (veja uma das lives). Ela dá ‘aulas de história da MPB’ a seus alunos e Arnaldo Afonso é o músico e jornalista ‘especializado’ convidado por ela a cantar algumas canções e comentar sobre a vida e a obra de compositores como Noel, Tom, Gonzagão, Cartola, Adoniran, Caymmi, Chico, Caetano, Gil e Roberto, além dos mais atuais Djavan, Paulinho da Viola, Raul, Belchior e Cazuza, entre outros

>>> MAIS ‘PROFESSORA’ >>> A live da professora Margarida tem variações com perfis educativos: Dona Margarida e A Primavera e Dona Margarida e o Verão, onde a mestra/cantora aborda a chegada de cada estação e suas relações com a preservação do meio ambiente, o aquecimento global, sustentabilidade e cuidados com a Covid, de modo bem humorado e em meio a clássicos de nossa música e poemas pertinentes aos temas. Datas como Natal, Dia da Mulher, Carnaval e Aniversário de São Paulo também renderam espetáculos

3 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia – com Arnaldo Afonso >>> Canto repertório autoral, falo de meus parceiros, dos poetas que musiquei e leio textos que escrevi para os artistas que me influenciaram (veja uma das lives). Versão online dos meus shows presenciais realizados no palco dos Parlapatões, no Bar do Frango, no Eclipse e no Centro Cultural Charada. Conto histórias dos saraus, do meu blog e falo do aprendizado que é participar do movimento cultural da ZN, desde os anos 80

4 – Embebedai-vos! >>> Live de bate-papo e confraternização, entre goles de caipirinha, onde leio as mensagens dos internautas e canto clássicos do cancioneiro nacional (da mpb ao brega), contando curiosidades sobre as canções e apresentando textos postados neste blog em homenagem a artistas como João Gilberto, Chico Buarque, Luiz Melodia e Paulo César Pinheiro, entre outros, sem esquecer os artivistas dos saraus e os companheiros da Vila Maria e do Sarau da Maria, obviously.

ATENÇÃO!!! >>> Essa live é recomendável apenas para os ‘fortes’: a  primeira da série durou quase 4 horas, com mais de 40 canções bebidas e duas jarras de caipirinha interpretadas (ou coisa parecida – veja como foi). Você güeeeenta?

 

… … …

AGENDÃO

… … …

VANESSA BUMAGNY >>> Cantora e compositora lançou single e videoclipe de sua nova parceria com Chico César, ‘Fome de Tudo‘. Ouça só que arranjão gostoso com guitarras estilhaçando o ar ao estilo tropicalista enquanto Vanessa canta/declama arrancando gritos de fúria do fundo da alma

O EP DO ANHANGABAHY >>> No final do ano a  formada por Hévelin Gonçalves, Wady Issa Fernandes e Rui Condeixa Xavier apresentou seu novo álbum, o ep experimental ‘Doismilevinte‘, que não será lançado em nenhuma plataforma, mas será enviado individualmente aos interessados. Cadastre-se e receba as músicas por e-mail ou whatsapp, gratuitamente

OS POEMAS DO VLADO LIMA >>> O poeta e agitador cultural Vlado Lima tem postado no Facebook alguns textos que farão parte de seu próximo livro, em elaboração (veja aqui). Ele já publicou ‘Sabe de Nada, Inocente!‘, ‘Como Suportar Jabs no Baço e Encarar Nocautes‘ e ‘Pop Para-Choque‘. Além de criar e apresentar o Sarau Sopa de Letrinhas, há mais de 18 anos. Vlado, também cantor e compositor, é um dos fundadores do famoso Clube Caiubi

ÀS QUARTAS – 18h >>> Acompanhe a variada programação da rádio CasIlêOca (emissora e espaço cultural administrados por Liberto Solano Trindade). Um dos programas mais legais é o ‘A Palavra É‘, que conta a história dos bairros de São Paulo. A programação tem reprises às quintas, às 7h e às 22h, aos domingos, às 15h e às segundas, às 11h .

>>> MAIS CASILÊOCA >>> Na terça, às 20h, no programa CasArte Marginal, o poeta Alexandre Paulino e a cantora Aline Lopes entrevistam artistas do cenário alternativo. Com reprise às sextas, às 13h e aos domingos, às 17h
FEIRA DE ARTES ATÉ 30 DE ABRIL >>> A tradicional Feira de Artes e Antiguidades de Paranapiacaba tem edição online com 43 expositores, exposições de arte, saraus e apresentações de música, teatro e circo num total de 130 eventos e mais de 220 artistas envolvidos. Entre os destaques da feira estão o sarau ‘Paranapiacaba: afetos e memórias‘ (com Rosana Banharoli e Denise Coelho veja aqui) que conta histórias da vila ferroviária de Santo André, o Sarau da Floresta, sobre a cultura  indígena e a preservação da Mata Atlântica, e shows de Ellen Oléria, Adolar Marin, Kleber Albuquerque, Marco Vilane, O Bardo e o Banjo, Fanta Konatê e Trupe Djembedon, Cia. Corpo Mágico e Irmãos Becker, entre outros. Transmissão pelo site, Facee no canal da feira no YouTube
CONRADO PERA >>> O cantor e compositor, revelação da nova geração da mpb, acaba de disponibilizar nas plataformas digitais seu novo trabalho, o ep ‘TodoZoom‘, com a participação muito especial deChico César na faixa Corte e Costura. Além de vários clipes e singles, o artista já havia lançado o elogiado cd Enlaçador de Mundos. Se inscreva em seu canal no Youtube

>>> MAIS CONRADO >>> A deliciosa canção ‘Buena Onda’, do cantor e compositor Conrado Pera, virou videoclipe com participação dos fãs que enviaram vídeos. Fique ligado em seu canal no Youtube que sempre tem novidades. Recentemente o artista botou letra numa melodia de seu pai, Paulo Barroso, comentando o sufoco do atual momento em que vivemos. Chama-se Lockdown

O AMANHÃ FOI UM DIA SEM PRECEDENTES >>> O movimento fez o pensamento virar texto, o texto virar peça, a peça virar livro, o livro virar pensamento, o pensamento virar movimento. Arte e reflexão, amor e revolução, infinitamente. Esse é o mote que percebo no trabalho desses dois artistas. Durante 100 dias consecutivos os atores e dramaturgos Wander B e Elenice Zerneri alternaram escrita e performance postando no Youtube 100 vídeos (50 textos de cada um, para 50 performances do outro). Saiba mais e adquira o livro aqui

BONDELÊ >>> Canal no Facebook e no YouTube sugere livros e entrevista escritoras brasileiras contemporâneas. No vídeo, a apresentadora Mariana Mendes conversa com Adriane Garcia sobre seu livro Eva-proto-poeta

>>> EVA-PROTO-POETA >>> Conheci a escritora mineira Adriane Garcia através de Akira Yamasaki,  num Sarau da Casa Amarela, em São Miguel. Desde então, acompanho seus ótimos poemas pelo Facebook e Instagram (entre também em seu site). “Eu vim do mundo dos excluídos – por classe social e gênero – e sou uma mulher que abomina a exclusão”, afirmou ela numa entrevista a João Gomes, na revista Mirada. Ela acaba de lançar ‘Eva-proto-poeta‘, livro de poemas que celebra a voz das mulheres sob o ponto de vista bíblico (para adquiri-lo, clique aqui)

COMMÚSICA >>> Site recebe inscrições para mapear o cenário de bandas e artistas independentes, promovendo a divulgação de seus trabalhos, suas redes sociais e fortalecendo as conexões entre eles. O mapa virtual da Expedição CoMMúsica tem geolocalização e representação por fotos de satélite (a rádio web Samba e Companhia, do interior de São Paulo, apoia o projeto e colocando a Expedição de hora em hora no ar). Em seu manifesto, assinado por Dênio Patrik, Grívan Narvìg e Elizabeth Del Nero, os criadores afirmam que, ‘num mercado fonográfico dominado pelos temas repetitivos da música comercial, a plataforma CoMMúsica elabora seu principal objetivo: ser um canal de interação entre artistas periféricos e independentes, democratizando o acesso à música e buscando novos recursos digitais que aproximem a arte do público, garantindo a sobrevivência dos artistas’. Saiba mais

CHARADA VÍDEO NA NET >>> Quem tem saudade de passear pelos corredores de uma locadora e escolher alguns filmes para ver em casa agora pode fazer isso pela internet. Basta acessar charadavideo.com e conhecer o serviço de locação de filmes online e se maravilhar com o fabuloso acervo de dvds, vhs e blu-ray. É só alugar e receber em casa

>>> ÀS SEXTAS – 20h … Charada – Sala Privada Convida. Espaço cultural promove shows e bate-papos todas as sextas-feiras direto da ‘sala privê’ da locadora, via Facebook

….

DHARMA SAMU >>> ‘Cidade Fábrica‘, sétimo disco da banda Dharma Samu, já está disponível nas principais redes de streaming. Conceitual, o trabalho ‘exprime a relação da cidade e suas estruturas com o ser humano coletivo, sendo a trilha sonora do baile do absurdo’. Com Dharma Samu (sax tenor, barítono, synth, piano, orgão), Pedro Rocha (sax tenor, flauta), Bruno Rocha (baixo) e Fábio Batista (bateria).

MAIS DHARMA >>> Ouça duas parcerias dele com Rafael Cirilo: ‘‘Não’(deles dois, mais Tom Kbélo) e ‘5090’ (só dos dois)

MENEIO >>> Grupo faz temporada online do show ‘Sonhos Movediços’ (seis apresentações, sempre às quintas-feiras, até 29 de abril). Banda é formada por Jovem Palerosi (guitarra), Eduardo Rodrigues (sintetizador), Adeniran Balthazar (baixo) e Zé Guilherme Aquiles (bateria). Participam dos shows Dani Nega, mc Sombra, Nathalia Leal e Danislau. A próxima será no dia 1 de abril (no vídeo, o show da semana passada)

REVISTA SER MULHERARTE >>> Feita por um coletivo feminista, revista tem por objetivo valorizar e dar maior visibilidade à produção artística de mulheres. Além da publicação de poemas, entrevistas e podcasts, o coletivo lançou a antologia ‘Porque somos mulheres’. Conheça a seção onde a editora Chris Herrmann faz entrevistas de áudio com escritoras e ativistas feministas, como Divanize Carbonieri, Rosângela Vieira Rocha e Ingrid Morandian

>>> MAIS CHRIS >>> Nos links seguintes, saiba um pouco mais sobre as várias atividades da escritora: além do site da revista, visite o podcast, o livro ‘Entre Amoras e Amores (em que apresenta 50 minicontos com toques de humor) e o Mulherio das Letras na Lua

FESTIVAL PINK UMBRELLAS >>> Festival online de arte contemporânea e experimental acontece até 5 de abril de 2021. A ideia é criar duplas de artistas que nunca tenham trabalhado juntos para criarem obras em vídeo. Criado por Mirella Brandi e Muep Etmo, que fazem a curadoria e a direção artística, festival tem podcast, invasão crítica, entrevista com os artistas e até uma versão paralela, a Fringe. Nesta semana tem:
Pink Umbrellas.SP:
25 a 28 de março – Igor Souza + Camila Santos
1º a 4 de abril – Claudia Piassi e Edu Guimarães + Monoclub + Luci Savassa

Pink Fringe:
26 e 27 de março – Estela Lapponi + Meire D´Origem
2 e 3 de abril – Mauricio de Oliveira + Kátia Rozato + Alessandra Duarte

.,.

MANDALÁ >>> Grupo Mandalá canta as Pérolas do Samba em temporada de shows online, de 26 a 28 de março. Na sexta, às 21h, Adriana Moreira canta Clementina de Jesus. No sábado, às 21h, Graça Braga canta Dona Ivone Lara. No domingo, às 16h, Bernadete canta Jovelina Pérola Negra. No YouTube

ÀS QUINTAS-FEIRAS, às 19h >>> Série de oito lives em que o cantor Dani Mã apresenta oito canções inéditas, com transmissão pelo YouTube.  A terceira, nesta quinta, 25 de março

Sábado – 2 7 de março – 18h … Cantor e compositor Zulu de Arrebatá faz a live Cena de Cinema. Na página da Casa de Cultura São Miguel

MUSICANDO >>> Canal do produtor cultural Duda Jardim, no YouTube, conversou com o músico e compositor Ronaldo Ferro, artista de São Miguel Paulista, oriundo do Movimento Popular de Arte, que revelou grandes nomes nos anos 80. Ouça o álbum ‘Instrumental‘, que ele gravou em 2013, e confira o talento desse grande guitarrista

Sábado – 27 de março – das 17h às 23h … Festival Dramaturgias com 4 peças. Entre elas, Uma Ponte para o Impossível, de Paula Autran. No Espaço Satyros Digital, pelo Sympla-Zoom (clique no cartaz)

Sexta – 26 de março – 20h … Durante seis sextas-feiras seguidas Conrado Pouza faz lives apresentando as canções do cd ‘Eu vou fazer qualquer negócio pra sair do ócio’. Participação de Bruno De La Rosa, que assina a produção. Transmissão nas páginas da BR Cultural no YouTube

ATÉ 11 DE ABRIL >>> Apresentações online do espetáculo musical ‘Cordel Viajante’. Essa viagem musical pela cultura popular brasileira une forró, poesia de cordel e xilogravura. O projeto é do Núcleo Artístico Forró do Candeeiro, com texto do poeta e escritor baiano Marco Haurélio e direção de João Paulo Lorenzon. Aos domingos, nos dias 28 de março e 4 e 11 de abril, às 16h. Transmissão pelo YouTube

ESSENCIAL >>> Editora do escritor Carlos Mattos lançou no mercado mais dois livros para crianças e jovens, ambos com ilustrações da aquarelista Yanna Lilian: ‘Casa de Vó Tem Cheiro Doce – Uma carta para minha vó’, de Nilza Santos, e ‘O Diário do Gato Tom‘, do próprio Carlos Mattos (da série ‘Bichinhos Literários’)

>>> ANTOLOGIA CLAREIRAS DE LUZ >>> Estão abertas as inscrições (gratuitas) para a coletânea fotopoética da Editora Essencial, em que um poeta participa com um fotógrafo (ou publica sua própria foto). Leia o regulamento e inscreva-se aqui

CARLOS GALDINO >>> Poeta e radialista criou ‘Um Passeio no Mundo Livro’, projeto de incentivo à leitura, que publica na internet uma série de videopoesias, com autores lendo seus poemas visando ‘aproximar leitores de escritores’. A cada semana, um poeta diferente. Inscreva-se no canalAlém de apresentar o programa Megafone, no Facebook da Rádio Comunitária Cantareira FM, o artista também produziu a série documental ‘Galdino Depois da Hora – Memórias’ que traz depoimentos sobre artistas e coletivos do movimento cultural alternativo

CANAL CLÓE >>> O fanzine publicado de maneira independente durante dez anos agora está na net (se inscreva aqui). Projeto dos poetas Carlos André e Marcelo Torres apresenta um panorama da poesia brasileira contemporânea através de recortes íntimos dos entrevistados que se autofilmam em suas próprias residências. Veja os vídeos produzidos neste ano: com Paulo Dantas, Mariana Ianelli e Daniela Pace Devisate

MASTIGANDO LIVROS >>> Em seu canal no YouTube, a poeta Daniela Pace Devisate comenta os livros lançados no mercado, como os de Fernanda de Paula, Lidia Codo e Fátima Pinheiro. No link, ela comenta os livros de Adriane Garcia, Pilar Bu, Giselle Ribeiro e Ângela Castelo Branco 

CLUBE DAS ESCRITORAS DE RONDÔNIA >>> O Clube das Escritor@s de Rondônia, projeto para dar visibilidade às mulherxs que escrevem literatura na região, lançou sua primeira coletânea. Após um ano de atividades do coletivo, nasce ‘Primeira Fagulha’, e-book gratuito com mais de 30 obras de escritoras rondonienses. Tem 99 páginas e aborda temas como questões de gênero e raça. Saiba mais sobre o coletivo e baixe o livro aqui

DESVARIO >>> Editada pela poeta Thainá Carvalho, a revista online Desvario é especialmente voltada para a publicação de literatura produzida por mulheres (e os textos sempre são acompanhados por desenhos de ilustradoras). O site (que replica seu posts no Facebook) também apresenta poemas, contos, entrevistas e resenhas (em março foi lançado o podcast)

O PARTISANO >>> Com curadoria de William Dunne, escritores publicam regularmente seus textos no site: Deborah Dornellas (sexta), Sergio Rocha (sábado), Mell  Renault (domingo), Felipe Mendonça (segunda), Andri Carvão (terça), Fernanda Noal (quarta) e Helena Arruda (quinta). Colabore com a campanha para manter esse imprescindível espaço de defesa das ideias progressistas (saiba mais aqui)

ANA LEE >>> A ótima cantora Ana Lee lançou seu novo (e já muito elogiado) trabalho ‘Labirinto Azul‘ nas plataformas digitais. O disco tem participação de Zeca Baleiro, Mario Manga e Swami Júnior, letras de Etel Frota e Maria Rita Kehl, versos de Emily Dickinson e regravações de pérolas de Chico Buarque/Dominguinhos e Beto Guedes/Ronaldo Bastos. Ozias Stafuzza, artista ligado ao Sarau Toca do Autor e ao pessoal do Clube Caiubi de Compositores, comparece com quatro canções e toca violão, ao lado de Bráu Mendonça e Lula Gama.  No link, a canção Toada, com participação de Zeca Baleiro (parceria dele com Cassio Gava)

COMO FAZER UMA EXPOSIÇÃO >>> O objetivo do curso é mostrar o caminho para a realização de uma exposição, desde a contextualização, planejamento e execução. Com a artista plástica Lu Valença. Aulas semanais, das 18h às 19h, online e ao vivo

>>> COLETIVO CONTEMPORÂNEOS >>> A partir de 2017, a artista plástica e curadora Lu Valença organizou e realizou exposições coletivas mensais em vários espaços culturais do Rio e Niterói. Esses encontros deram origem ao Coletivo Contemporâneos, grupo de mais 16 artistas que agora se reúne em lives. Veja a homenagem às mulheres, através da obra de Clarice Lispector (até 31 de março). Clique e siga o coletivo no site e no Instagram

>>> NARRATIVAS INDIVIDUAIS >>> Projeto publica depoimentos de artistas, a cada 15 dias, na página principal do site da Contemporâneos Galeria de Arte. Nesta edição, com Luciana Alves, artista sensível às questões sociais, que utiliza a poesia contemporânea como inspiração

PAULA AUTRAN – lives diárias – 11h … A jornalista e escritora Paula Autran, em seu perfil no Instagram, realiza entrevistas diárias com artistas, pensadores e produtores culturais. Veja também a série ‘Simplificando a escrita com Paula Autran’, em seu canal no YouTube

VANESSA ALVES >>> Escritora, poeta e atriz, Vanessa Alves é autora, desde 2017, do projeto erótico ‘Sem Tarja‘, onde disponibiliza fotos, vídeos e contos eróticos pelo Instagram. Lançou em 2019 o seu primeiro livro de prosas poéticas, ‘Peguei meu coração e comi‘, pela editora Patuá. Atualmente trabalha no segundo, de contos e crônicas eróticas. Recentemente, participou de bate-papo no programa diário que Paula Autran apresenta na net (veja aqui) e teve perfil publicado na revista Mallarmargens

CLANDESTINAS>>> Nenhuma a menos é o videoclipe da banda Clandestinas, formada por Alline Lola (guitarra & voz), Camila Godoi (contrabaixo & voz) e Natalia Benite (bateria & voz). Além da porrada que a música dá, o clipe apresenta textos e performances emocionantes. Participação de Aline Maria e Vive Almeida, entre outras convidadas

FEMININADA >>> Editora Essencial acaba de lançar o livro de contos de Divina de Jesus Scarpim. Nele a escritora aborda o universo feminino, com foco em personagens que sofrem abusos e buscam soluções em suas relações violentas. Acesse saiba mais

RUBENS JARDIM E ‘AS MULHERES POETAS’ >>> Os três volumes de ‘As Mulheres Poetas na Literatura Brasileira’ (com mais de 440 escritoras), brilhante trabalho de pesquisa e resgate da poesia feminina nacional realizado durante seis anos por Rubens Jardim, estão disponíveis na net (acesse aqui) e também viraram livros impressos (mande msg pro Rubão)

POETAS PELA DEMOCRACIA >>> O poeta Elcio Fonseca, criador e organizador do projeto, define: “é um coletivo dos mais expressivos talentos da rede, numa rede de proteção à democracia”. Todos os dias, ao meio-dia, um poeta apresenta um poema com temática política, na perspectiva de que ‘não podemos nos calar diante do retrocesso por que passa o país. Inscreva-se e confira tudo na página deles no Instagram

‘AS 29 POETAS HOJE’ >>> Livro virtual, organizado por Heloisa Buarque de Hollanda, revisita a antologia publicada por ela na década de 1970, ’26 poetas hoje’ (que foi relançado). Neste link, da rádio da Companhia das Letras, a autora comenta os lançamentos

‘MILÁGRIMAS’ EM QUADRINHOS >>> A ilustradora e cartunista Luli Penna adaptou para a linguagem dos quadrinhos o poema escrito por Alice Ruiz e transformado em música por Itamar Assumpção em 1990 (canção também gravada por Zélia Duncan, Ná Ozzetti, Anelis Assumpção e Alzira Espíndola). Vejam que lindo esse trabalho (feito para a editora Caixote) e leiam trechos da ótima entrevista que ela concedeu ao Ramon Vitral, do blog Vitralizado.

MAIS LULI >>> Em seu primeiro livro de quadrinhos, ‘Sem Dó‘, pela Editora Todavia (veja aqui), a ilustradora usa a São Paulo dos anos 1920 para criar uma bela e trágica história de amor

CINEMA EM CASA >>> Acesse e assista tudo gratuitamente: sescsp.org.br/cinemaemcasa. Tem documentários, filmes nacionais e estrangeiros. A cada semana, novos títulos são disponibilizados. Os filmes têm permanência temporária; verifique as datas e programe-se

LUIZA SILVA OLIVEIRA >>> Premiado no programa ‘Eu faço cultura’, ‘Meu canto de amor é um gemido de blues‘, novo livro da poeta Luiza Silva Oliveira, ‘desbrava as instâncias poéticas do feminino’. A obra, editada em formato bilíngue pela Editora Unilivreira, foi apresentada na Feira Internacional do Livro de Havana, em 2020. Luiza, participante ativa dos saraus e diversos eventos literários da cidade, é também atriz, bailarina e socióloga. Escreveu ‘Afetos Transgressores‘ (em 2011) e ‘Da menina que matou seus bichos’ (em 2017)

ÀS TERÇAS >>> Toda Hora Tem História, podcast com Penélope Martins e André Martins. A cada terça-feira, um novo episódio está disponível nas plataformas digitais. O projeto tem play-lists variadas ‘para ouvir com crianças de 0 a 137 anos’
>>> MAIS PENÉLOPE >>> Há tempos acompanho os trabalhos e posts da escritora, contadora de histórias e blogueira Penélope Martins (confira também sua página Mulheres que Leem Mulheres
ELIZANDRA SOUZA >>>Eu sou a minha própria embarcação‘ é o sexto episódio da série ‘Peixe fora d’água com banzo‘, da escritora Elizandra Souza (com ilustração de Carolina Teixeira), publicada no Folhetim Sesc Pompeia. Autora de ‘Filha do fogo: 12 contos de amor e cura’, Elizandra é referência em literatura negra produzida nas periferias de éssepê. Ativista cultural há 19 anos, é fundadora do Sarau das Pretas e editora do Coletivo Mjiba (saiba mais)

UMA LOUÇA QUEBRADA E NENHUMA ROUPA LAVADA – Apresentação do vídeo da peça da Meraki Cia Teatral na página da Casa de Cultura Vila Guilherme, o Casarão, no YouTube. O texto é baseado em pesquisas e depoimentos de mulheres que sofreram algum tipo de violência de gênero. No elenco, Cleo Moraes e Rosa Freitas (direção de Eduardo Osório). Após a transmissão, rolou um bate-papo com as atrizes (veja o vídeo)

MÁRCIA BARBIERI >>> Os três romances da ‘Trilogia do Corpo’, lançados pela premiada escritora Márcia Barbieri, estão em oferta na Reformatório: A Puta (175 páginas), ‘O Enterro do Lobo Branco’ (192 páginas – finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2018) e ‘A Casa das Aranhas’ (216 páginas – semifinalista do Prêmio Oceanos 2020). Acesse saiba mais

CHICO CÉSAR >>> Na Marchinha do Pico, o cantor e compositor Chico César também tirou sarro dos inconsequentes bolsonaristas que são contra a vacina (como o des-presidente irresponsável que recomendou ao povo brasileiro o uso da cloroquina para enfrentar a Covid). Chico tem se posicionado politicamente através de suas canções (e ações), como em Reis do Agronegócio e Demarcação Já! (parcerias com Carlos Rennó). Visite seu canal no YouTube

FICHA TÉCNICA >>> Blog do músico Edmar Silva divulga o trabalho de artistas independentes desde os anos 2000. Lá estão perfis de artistas como Os Mortos, Daniel Tobaja, Ala Mil, Os Haxixins, Guerras, Jacinto, Robsongs e George Christian, entre outros. Clique e saiba mais

GIULIANO DEL SOLE >>> Artista ligado ao coletivo que promove atividades na VideoClube Charada, na ZL, músico acaba de lançar Topadas, sua canção em parceria com Jefferson Garrido. Participam, além de Giuliano (voz, violão e guitarra), Paulinho Lima (bateria), Bruno Rocha (baixo), Katia Aqkino (coro) e Sergio Basseti (teclado e produção)

CULTURA ALTERNATIVA >>> Programa ‘Cultura Alternativa Diálogos‘, apresentado pelo jornalista, músico e escritor Anand Rao, convida músicos, poetas, ativistas, jornalistas e produtores culturais para bate-papos sobre as relações entre arte, mídia e comportamento (com curadoria de Tati Reis). Transmissões pelo YouTube. Visite também o site Cultura Alternativa

MOSTRA CINE VÍDEO DE POESIA FALADA >>> Acompanhe na página Studio Fulinaíma Produção Audiovisual, a interpretação de textos de Oswald de Andrade, Hilda Hilst, Fernanda Montenegro, Ademir Assunção, Artur Gomes, Chacal, Noélia Ribeiro, Rolando Boldrin e Wilson Alves Bezerra, entre outros. Saiba mais aqui

Domingo – 28 de março – 20h … 1991 ou A imperfeição do amor. Texto de Ivam Cabral e Rodolfo García Vazquez. História da mãe de Ivan, Eunice, cuja vida foi atravessada pela obra de Virgínia Wolf de forma inesperada. Ingressos gratuitos no Espaço Satyros Digital, na Sympla (saiba mais)

O SECRETO SILÊNCIO DO AMOR >>> Escrito em conjunto por Álvaro Alves de Faria e Denise Emmer, ‘O Secreto Silêncio do Amor’ é o quinto livro que ele publica em parceria com poeta mulher, projeto em que procura mostrar a diferença da linguagem poética masculina e feminina. Os outros quatro foram com Thereza Christina Rocque da Motta, Montserrat Villar Gonzalez, Leocádia Regalo e Stefania Di Leo. O livro pode ser adquirido na Editora Penalux pelo e-mail penalux@editorapenalux.com.br

ZÉ SARMENTO >>> Décimo segundo livro do escritor, ‘Os Miseráveis da Seca’ tem como tema ‘a fome, a seca, a virulência, a migração do sertanejo para os grandes centros, por todo século 20’. Lançamento, pela Editora FiloCzar, completa a tetralogia do autor sobre bairros ocupados e desenvolvidos por nordestinos em São Paulo, como Bixiga, Paraisópolis e Jardim Ângela. Adquira direto com o autor (pelo correio, a R$60 reais, com frete já incluso) ou no site da editora

GRIÔS DO SAMBA >>> Grupo criado pela historiadora e escritora Rita Alves para valorizar e resgatar artistas e histórias do samba. Participação de membros da Velha Guarda da Mangueira, da neta de Cartola e Dona Zica, da filha do Zé Keti, do presidente da Ala dos Compositores da Mangueira e com apoios significativos, como o do Museu do Samba. Visitem o site e a página no Facebook ou no Instagram.

EXPO ORALIDADES PRETAS >>> Exposição Oralidades Pretas – Interculturalismo e Ancestralidade em Matriz Africana. Acesse o link da página da exposição que vai até 20 de março

SETE E-BOOKS >>> A Editora da Universidade Federal Fluminense (EdUFF) acaba de disponibilizar gratuitamente sete e-books que examinam a trajetória e o contexto histórico de oito importantes personagens negros da história brasileira no pós-abolição. São eles: Monteiro Lopes, Eduardo das Neves, Luciana Lealdina de Araújo, Maria Helena Vargas da Silveira, Juliano Moreira, Paulo Silva, Maria de Lourdes Vale Nascimento e João Cândido. Clique aqui para baixar

 ZOOM ZOOM ZOOM… É POESIA! >>> Programa do multiartista Claudio Laureatti, que acontece desde agosto de 2020, é uma vitrine de poetas e suas tendências, convidando também artistas de circo, contadores de histórias, músicos e atores. Na primeira edição do ano, participação do poeta Rubens Jardim. Na segunda, Laisa Kaos

ÀS SEXTAS – 18h … Outros Sons é o programa apresentado pelo músico João Antonio Galba na rádio web Paracatu. A cada semana, um músico é convidado a tocar e contar sua história. Durante a semana, a rádio apresenta diariamente em sua programação três drops extraídos do programa (às 9h, 15h e 20h)

MAIS GALBA >>> Todo sábado, às 20h30, músico faz live em sua página, no Facebook

A CRIPTA DE POE >>> Vejam como foi bem adaptada a versão para o online do espetáculo da Cia Nova de Teatro, baseado na obra de Edgar Allan Poe. A ótima performance dos atores e a projeção dos efeitos visuais (que já haviam na montagem presencial) ganharam densidade e mais beleza na telinha. Direção, dramaturgia e iluminação de Lenerson Polonini. No elenco, Afonso Henrique Soares, Carina Casuscelli, Rosa Freitas, Rafael Schmitt e Claudia Wer. Participações em vídeo de Paulo César Peréio e Guil Silveira. No canal do YouTube da Biblioteca Mário de Andrade

>>> BARULHO D’ÁGUA >>> Outro espetáculo da Cia Nova de Teatro fez parte do projeto #EmCasaComSesc e foi tema de dois pequenos docs postados nas páginas do Sesc. No primeiro, depoimentos dos atores e produtores; no segundo, um resumo da peça, que aborda o drama dos milhares de refugiados que morrem atravessando o mar Mediterrâneo, critica políticos e governos que tratam a questão da imigração como mercadoria. Texto de Marco Martinelli, com direção e tradução de Carina Casuscelli. Atuam Alexandre Rodrigues (o fotógrafo Buscapé, do filme ‘Cidade de Deus’), Vençam Guigui, Fábio Mráz e Rosa Freitas

CARLOS ANDRÉ >>> Poeta lançou Mínima Lâmina, pela Editora Córrego. Compre com o autor, por inbox, ou no site da editora, a R$30, com frete incluso
MÁQUINA DE CONTOS >>> Já divulguei aqui que a ‘Máquina de Contos‘ oferece mensalmente um texto na forma de e-book aos clientes de empresas de telefonia (como a Algar e a Claro). Agora a plataforma anuncia o ‘1º Prêmio Literário Máquina de Contos‘, visando selecionar três contos de autores inéditos que terão seus textos publicados e receberão premiação em dinheiro no valor de R$2.000. As inscrições vão até 10 de abril. Saiba mais no site

AMARAL SEMPREBEM >>> Após décadas afastado da cena musical, o compositor paulista de 70 anos voltou a estudar violão (na Charada, com o músico Edu Osmédio, da banda Haxixins) e retomou suas atividades artísticas no projeto ‘Desengavetando Músicas’, onde apresenta canções em que mistura influências de diversos gêneros dos anos 60 e 70, época em que participava de festivais estudantis. Visite sua página e ouça ‘Você é Demais, Morena‘ e ‘Costumeiro Beijo

BRÁULIO TAVARES >>> A Bandeirola, da editora Sandra Abrano (autora de ‘Vestígios: Mortes Nem Um Pouco Naturais‘), relançou as coletâneas ‘A Espinha Dorsal da Memória‘ (ficção científica) e ‘Mundo Fantasmo‘, de Bráulio Tavares. As novas edições contam com uma hq, um cordel e poemas postais de Bráulio, que além de escritor, é poeta, compositor e dramaturgo premiado (no link, à época da campanha de financiamento, ele fala dos livros)

>>> ESTANTE DISTÓPICA >>> Clube de leitura escolheu o livro ‘A Espinha Dorsal da Memória‘, de Braulio Tavares, para tema de curso, em março. Rafael Otatti e Mario Marcio Felix farão a mediação. A leitura e os estudos vão durar todo o mês. Inscreva-se e participe gratuitamente

DANIEL ALEXANDRINO >>> Batalhador do teatro, da poesia e um dos fundadores do ‘Sarau do Grajaú’, o produtor cultural Daniel Alexandrino foi acometido por um glaucoma e não está nada bem da visão. Amigos das artes criaram uma Vaquinha Virtual no Abacashi para ajudar o artista. Saiba mais e colabore

VIOLEIRO CHICO LOBO >>> Artista, que já havia lançado o cd ‘Alma e Coração’ nas plataformas digitais, anuncia agora a edição física do trabalho (que será enviada às pessoas que participaram na campanha da Vakinha colaborativa). Clique para assistir ao clipe de ‘Própria História

GILIANE & GUSMÃO >>> Dupla de cantores e compositores disponibilizou algumas canções nas plataformas digitais: ‘Nas cabeceiras do rio‘, ‘Na poeira da estrada‘, ‘Virada do Alto‘ e ‘Terreiros da Madrugada‘. Além das citadas, é só digitar ‘Som da Estrada Duo’ para acessar outras músicas. Entra lá e se inscreva (ouça a nova canção ‘Vagalume Estelar‘)

PODCAST DA MARIA >>> O cantor e compositor Rica Soares dá a ideia de uma série de programas de 30 minutos com histórias e canções dos músicos do cenário independente da Vila Maria. É ele mesmo quem diz: “num dos pós-ensaios do show que eu fiz na Vila Maria em 2019 (na casa de Selma Bizon, do Sarau da Maria), a gente apertou o rec e o querido e saudoso João Emílio contou umas poucas e boas histórias e cantou umas poucas e grandes canções da turma da Praça Maldita. Aqui eu acho que existe altíssimo valor numa coisa ridiculamente simples como uma conversa gravada. (…) Ouvir isso hoje me reconforta e reafirma meu amor a essa música, a essa turma, a essa história e a todos os lugares onde isso se repete”. Que lindo seu texto, Rica… E que registro importante da história do pessoal da praça (ouça aqui). No começo do Sarau da Maria chegamos a realizar esse tipo de entrevista, com alguns artistas que participaram dos nossos shows (Susie Mathias, Tavito, Renata Pizi & Sonekka e Deise & João), mas não conseguimos dar sequência. Vai que é tua, Ricaaaaa!

RITMOMELODIA >>> Antonio Carlos da Fonseca Barbosa é o criador e editor responsável pela revista digital RitmoMelodia (acesse), que existe desde 2001. Jornalista, músico e poeta, Antonio Carlos propaga a diversidade musical brasileira através de entrevistas e artigos (após lançar um livro de poesia em 1998, seus textos ganharam melodias e gravações de diversos músicos, originando a trilogia ‘Reggaebelde’). Nesses 19 anos a revista já entrevistou e mantém disponível no site depoimentos de mais de 650 artistas e produtores culturais, num impressionante e imprescindível painel da arte nacional. Entre eles estão Edvaldo Santana, Élio Camalle, Kleber Albuquerque, Conrado Pera, Sabah Moraes, Bocato, Zé Geraldo, Nô Stopa, André Abujamra, Socorro Lira, Hélio Braz, Jean Garfunkel, Etel Frota, Jarbas Mariz, Nelson Sargento, Costa Senna, Geraldo Vandré, Paulinho da Viola e até Gilberto Gil. Saiba mais e participe da campanha para apoiar e manter esse importante trabalho
>>> PARABÉNS >>> Artistas estão postando vídeos parabenizando a RitmoMelodia pelos 20 anos de existência e resistência. O cantor e compositor Aldy Carvalho foi um deles

ÉLIO CAMALLE >>> Seu projeto ‘Isola 1/4 de Música – Diálogos‘ foi contemplado pela lei Aldir Blanc e o músico já deu início às atividades com os artistas convidados. A ideia é uma discussão sobre a relação entre pandemia, isolamento, racismo, processo de criação e periferia. Todo o processo estético é inspirado na coletânea de canções compostas por ele durante os primeiros meses de isolamento. O projeto tem participação de convidados, captados em audiovisual, em suas respectivas regiões em SP; José Carlos dos Santos Kerubyn, no Capão Redondo (ZS); Edson Luna, Adriana Freires Aragão e Elisabeth Belisario, na Brasilândia (ZN); Lucas Santos, Coruja, Daniel Alexandrino, no Sarau do Grajaú e Jaqueline Santos Santos, no Jardim Planalto (ZL)

>>> SOBRE ÉLIO >>> Atualmente divide seu tempo entre Brasil e França, onde apresenta o espetáculo ‘Samba D’Accord’. Engajado, seus poemas e canções são inspirados nos movimentos contestatórios e ilustram a situação atual do país. Veja o videoclipe de Zé da Bronca e acompanhe o canal desse grande artista no YouTube

JOHN MUELLER >>> Cantor e compositor lança videoclipe da música ‘A Gente Precisa Desse Carnaval‘, dele e Serginho de Almeida, disponível nas plataformas digitais. Ouça mais canções de John em seu canal no YouTube

ALLAN PITER >>> Artista lançou nas redes sociais o clipe da música ‘Ela Mexe Comigo‘. Se inscreva em sua página

LIGIA REGINA & EDER LIMA >>> Dupla lançou videoclipe de ‘Enigma do Ser‘, parceria de Eder Lima e João Caetano do Nascimento, já gravada no cd Pisagens. No clipe, participação das crianças Beatriz Lima, Geovanna L. Moreira e Julie Domingos. No ano passado os artistas haviam lançado ‘Paixão Marginal‘, clipe da canção de Eder Lima com Edvaldo Santana. Se inscreva no canal do Youtube e compartilhe os vídeos

BALADA LITERÁRIA >>> O tradicional evento criado pelo escritor Marcelino Freire ganha novo formato em sua 16° edição, que acontecerá em novembro. Até lá, estão programados conteúdos mensais online, como aulas especiais, shows inéditos, conversas ao vivo e oficinas literárias. Em fevereiro, haverá uma celebração dos 90 anos de Augusto de Campos

NOVO LIVRO DE ZÉ DE RIBA >>> Zé de Riba é um contador de histórias, nos livros e na música. Compositor, cantor, ator e escritor, este maranhense radicado em São Paulo está lançando ‘A História de Biliu e Mademoiselle Mort‘, livro em que questiona a morte e a paixão com muito humor. Reserve o seu exemplar no site

ZÉ 2 >>> O cantor e compositor tem postado seus contos no canal Rabiluca: três da minissérie ‘A Cerca’ e alguns abordando o isolamento social na pandemia, entre outros temas. Entre lá e confira. Zé de Riba lançou também vídeo de sua música em parceria com Wolney de Assis, sobre a vida e obra do pintor Marc Chagall. O multiartista produziu e atuou no curta ‘Caixa de Retratos‘, de Herculano de Almeida

ZÉ 3 >>>> Chegaram às plataformas digitais o single e o clipe da música ‘Navio‘, parceria de Zé de Riba com Walmir Pinto. Ambos são criadores da série de shows ‘Samba para os Bambas‘, em que se apresentam ao lado dos músicos Beto Bianchi, Junior Batera e Herculano Oliveira

AULAS DE CANTO >>> A cantora Jordanna ministra curso online. A primeira aula é gratuita. Os interessados devem mandar mensagem a ela pelo inbox do Face

>>> MAIS JORDANNA >>> Clique e ouça: nesse vídeo, extraído da Mostra Mangue Cultural, do ano passado, a cantora interpreta E por mais, sem mais. Ouça também ‘Tom de dó‘, de João Ricardo (Secos & Molhados) e ‘Perdidos e achados‘, poema de Ademir Assunção musicado por ela

CORDEIROVICH >>>Memórias do Agora Mesmo‘ é o novo livro do escritor J. Cordeirovich. O cantor e compositor da dupla com Vladinsky (ouça, ‘VozeViolãoAoVivo‘) tem vários cds e livros publicados, além de ter sido um dos pioneiros no lançamento de discos independentes, com o elepê ‘Brincadeira Manhã‘ (ao lado de Lé Dantas), ainda na década de 1980

O SALTO >>> Videoclipe contemplado pelo edital Respirarte une composição de Ceumar a poema de Caco Pontes. A diretora do clipe, Manoela Rabinovitch, sugeriu a cada um dos artistas captar imagens nos lugares em que estavam reclusos durante a pandemia. Caco declama, Ceumar canta e toca. A produção de áudio é de Tiê Coelho Todão

PAPO DE VAGALUME >>> Incluída no cd ‘Rosal’, de Cássio Figueiredo, a canção (parceria dele com Loni Seiva) virou videoclipe produzido por Dan Santos e Ana Cá. Conheça mais do trabalho de Cássio no YouTube

LUMA AIUB >>> Cantora lança single da canção ‘Boa Nova‘, parceria dela com Ligia Araújo, com bela animação de Lucas Tannuri e produção musical de Guilherme Barbosa

LITERATURA, TDAH E BBB >>> Eduardo Ferrari usa a literatura para combater os preconceitos que cercam o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Portador do transtorno, tardiamente diagnosticado, viu a história se repetir com seu filho caçula. Sobre o tema, escreveu ‘Elétrico‘, ‘Distraído‘ e ‘Falante’ (a ser publicado), que encerra a divertida e elogiada trilogia. A Amazon incluiu as versões e-books dos dois livros já lançados, sem custo adicional, na assinatura do pacote Amazon Kindle. Confira: Elétrico e Distraído

GUSTAVO GALO >>> Cantor e compositor (que faz parte da Trupe Chá de Boldo) lança seu quarto álbum solo, o ep ‘Quarto‘, gravado só com voz e violão no quarto de sua casa em uma noite da pandemia

VIDEOCANÇÕES (LYRIC VIDEOS) >>>Vai e Vem‘, ‘Limite‘ e ‘Revisitada‘ são lançamentos que fazem parte da série apresentada por Beto Bianchi e Marcia David, em playlist, premiada pela Lei Aldir Blanc. Ouça também ‘My Song‘, parceria de Beto com o premiado poeta indiano HS Shiva Prakash. Interpretação de Flavia Maria 

TUCA VIEIRA >>> Fotógrafo acaba de lançar os livros Atlas Fotográfico, publicado pelo Museu da Cidade de São Paulo, e ‘Salto no Escuro‘, pela Editora Hedra e N-1 Edições. Conheça seus trabalhos no site e saiba mais sobre ele nessa ótima matéria de Mariana Payno para a Gama. Aproveite: ‘Salto no Escuro’ está com 20% de desconto

DIÁLOGOS >>> O dramaturgo Lenerson Polonini e a Cia Nova de Teatro promoveram durante os primeiros meses da pandemia uma série de encontros com personagens da cena cultural brasileira (passaram por lá dramaturgos, produtores, políticos, religiosos, atores e cantores – acesse @cianovadeteatro no Instagram para ver as ótimas entrevistas já realizadas). Assisti a várias delas e parabenizo ao coletivo pelo trabalho

QUARENTENA DA KIKI >>> A atriz e escritora Janaina Sant´Ana produziu uma série de vídeos divertidos abordando nossa rotina na quarentena. Ela escreveu e interpreta Kiki, personagem que faz rir desnudando seus preconceitos, dúvidas e sua pouca informação sem deixar de comentar, a seu modo confuso, as questões polêmicas do momento. Inscreva-se no canal do Youtube e acompanhe os episódios

>>> MAIS JANAINA >>> A atriz foi premiada recentemente por sua brilhante montagem ‘Juliana, do rancor‘, baseada na personagem de ‘O Primo Basílio’, livro de Eça de Queiros

BRANCO OU TINTO >>> Trio de rock é formado por Jimi Moraes (vocal e guitarra), Brunno Negrão (bateria) e Welton Chigeta (baixo). Em 2013, após se apresentar nas principais casas de música independente de SP, e em festivais como Virada Cultural e Virada Inclusiva, a banda lançou ’50 Segundos’, seu primeiro disco. Agora, surge com ‘Passageiro Aprendiz’, álbum com oito músicas (a faixa-título tem videoclipe assinado por Igor Almeida). Se inscreva na página da banda no YouTube

ROBERTA CARVALHO >>> Idealizadora do Festival Amazônia Mapping, que une arte e tecnologia em espaços públicos no norte do país, a artista criou ‘Symbiosis‘, trabalho em que projeta rostos em espaços públicos e nas árvores da Floresta Amazônica, mesclando intervenção urbana, fotografia, vídeo digital e instalação. Segundo ela, o projeto propõe agregar ‘imagem e natureza, sendo a natureza hospedeira da arte, criando com ela um novo ser, um uno. E desta relação uma coisa outra é gerada: escultura de luz, uma árvore observadora’

SONET ILUSTRA >>> Foi lançado o terceiro título dos sete que serão publicados até 2022 (já estão disponíveis SonetATO e SonetIMAGEM). Projeto se dedica ao resgate cultural dos sonetos na literatura brasileira. O livro tem 50 poemas de Eduardo Maciel e ilustrações de Robson Sark

INSTITUTO ESTAÇÃO DAS LETRAS >>> Teve início a programação de Cursos de Verão do IEL, online e ao vivo, pelo Zoom, com oficina de escrita (Valesca de Assis), sobre gêneros literários (Suzana Vargas), crônicas (Arthur Dapieve), composição musical (Pedro Luís), conto (Bráulio Tavares) e estilos de escrita (Ruy Castro), entre outros. Saiba mais e reserve sua vaga

ZOOBREVIVER >>> O poeta Eugênio Ramos Gianetti, após 20 anos morando pelas ruas, vive num abrigo para idosos, no centro de SP. Seu primeiro livro, ‘Zoobreviver‘, foi publicado em 2018, pela Patuá (que reverteu todos os lucros para o escritor). Um segundo volume está previsto para sair ainda no primeiro semestre deste ano. O título será ‘Atoleiro (Tempos de Rua) – Poemas & Anomalias

POCKET POE >>> A atriz Rosa Freitas foi merecidamente contemplada no edital Respirarte, da Funarte, por sua brilhante performance interpretando uma colagem de 5 minutos com fragmentos de contos de Edgar Allan Poe (veja o vídeo – realização da Fundação Nacional de Artes, da Secretaria Especial da Cultura e do Ministério do Turismo, projeto contemplado pelo Prêmio Funarte ‘Respirarte’). Rosa Freitas, também cantora, é parceira de Arnaldo Afonso (este blogueiro) nos espetáculos musicais ‘Lives Caetanas‘, ‘Cartola‘ e ‘Dona Margarida‘ (leia matéria com a sinopse desses dois espetáculos). Saiba mais sobre ela e inscreva-se em seu canal no YouTube

COSTA SENNA >>> Passeie por todas as quebradas da cidade ouvindo Viagem por São Paulo, canção do cordelista, cantor e compositor Costa Senna, um dos organizadores do Sarau Bodega do Brasil, entre outros eventos e coletivos de que participa

REVISTA ACROBATA >>> Editada por Demetrios Galvão e Aristides Oliveira, com apoio dos colaboradores Floriano Martins (editor de outra revista de cultura, a Agulha), Dante Galvão, Monyse DamascenoAnna Apolinário e Paola Marugan, entre outros, a revista oferece poemas, artigos, contos e entrevistas com cineastas, escritores e músicos

>>> TORQUATO NETO >>> Estreou no canal Curta! o documentário ‘Torquato Imagem da Incompletude‘, dirigido por Guga Carvalho e Danilo Carvalho, e feito no Piauí com uma nova geração de artistas e pesquisadores que renovam a cena local. A equipe da revista Acrobata assistiu ao filme e entrevistou Guga, que contou detalhes dos bastidores da produção e falou sobre sua relação com a obra de Torquato (veja aqui). O filme tem depoimentos de Cacá Diegues, Tadeu Jungle, Carlos Vergara, Anna Bella Geiger e Nevile D’Almeida

WALMIR PINTO >>> ‘Tá Faltando Poesia‘ é a coletânea de interpretações feitas por Walmir Pinto durante os meses da quarentena, unindo sua história com o teatro à experiência acumulada no audiovisual (8 novelas e 4 filmes), além do gosto inerente por poesia. “Gostaria de ver mais artistas fazendo isso e se juntando a mim e ao canal”, diz ele, se dispondo a conversas inbox

RICARDO KELMER >>> O escritor e multiartista cearense lançou ‘Viajando na Maionese Astral‘ (saiba mais aqui): ‘em suas exóticas memórias, um escritor reflete sobre a relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista, a psicologia junguiana e a militância antifascista’. No rkelmer@gmail.com, as recompensas e promoções de seus outros livros

‘FLECHA QUE CANTA’ >>> Cantora e compositora Raquel Martins lançou, em seu canal do Youtube, o videoclipe da canção ‘Flecha Que Canta‘ (com a colaboração de Selma Giorgio). Se inscreva em seu canal e conheça o trabalho autoral dessa grande artista

O CD #gozi >>> A partir da dupla Gozi, formada por Ozi e Gisele Garófalo, surgiu a banda, que, após três anos de batalha, disponibiliza seu cd denominado ‘#gozi‘ nas plataformas digitais. Confira a play-list e acesse aqui para ver as fotos, cifras e agradecimentos ou mandar mensagem inbox para adquir o cd físico. Confira o canal da Gozi no YouTube e ouça, entre outras, Ode ao álcool e Eu Quero Mais

ITAQUERA – HISTÓRIAS E MEMÓRIAS – Os movimentos sociais da zona leste e seus protagonistas. Série de dez entrevistas mediadas por Escobar Franelas, com ativistas da região. Acompanhe na página do evento, no Facebook (aqui os bate-papos com Leandro Martins, da escola de samba Leandro de Itaquera, e com o historiador Zé Carlos Batalhafam). Escobar Franelas anunciou também a nova edição da Revista Ramo que destaca a produção poética de São Miguel Paulista, prestando tributo a Severino do Ramo, escritor da região (mensagens inbox)

ZÉ TERRA >>> Artista lançou o clipe ‘Menino Rei‘, do repertório do ep ‘Natal Caipira‘, também disponível nas plataformas digitais. Com o Duo Canta Viola (Laura Campanér e Zé Terra), o videoclipe tem direção de Rene de França. Zé Terra, músico da banda ‘Freud à Deriva‘, também apresenta o programa de entrevistas Viola de Papo, no YouTube, onde conversa com grandes violeiros e artistas da música sertaneja (confira aqui)

GINCO >>> Primeira edição da série ‘Coletivos Teatrais Paulistas’. Juliana Calligaris entrevista o poeta e ator Antonio Ginco, fundador da Cia Trilhas da Arte (em seu canal no YouTube, acompanhe os vídeos da série Clownstico. Aqui um deles)

A TOCA >>> Na sede do Instituto Sarath, além das atividades artísticas, está funcionando também um espaço alternativo que visa incentivar a qualidade de vida para todos, com venda de produtos orgânicos e naturais, brechó e consumo consciente, agricultura urbana, exposição e venda de artes. Na rua Humberto I, 146, perto do Sesc Vila Mariana

 

… … …

SINGLES & OUTROS SONS

… … …

RHAISSA BITTAR >>> Cantora e compositora participou da série ‘Ô de Casas’, com Mônica Salmaso, interpretando a canção ‘Pra Acordar‘, de Suely Mesquita e Paulo Monarco, que faz parte de seu álbum ‘João‘. Além da carreira solo, Rhaissa é também a organizadora do Sarau As Minas Tudo, onde abre espaço para cantoras e compositoras

DANI MATTOS >>> Cantora, regente e produtora cultural postou na net o primeiro episódio da série de vídeos #CronistasDaCidade, readequada ao confinamento imposto pela pandemia. Além dela, o grupo Toque de Bambas é formado Tito Longo, Edu Batata, Koka Pereira e Marcelinho Monserrat (visite o canal no YouTube)

PAULO BARROSO >>> Em 15 de dezembro, o elepê ‘Vozes da Cidade’ completou 40 anos de seu lançamento. Para comemorar, está sendo relançado nas plataformas digitais (veja também a matéria do jornalista Washington Araúlo, na seção Sarau Delivery, dentro do site Bem Blogado). Ouçam e compartilhem este link do Spotify

>>> BARROSO 2 >>> Cantor e compositor da Vila Maria, disponibiliza nas redes sociais sua participação no evento ‘Isso é o que move 4‘, promovido pelo multiartista Cordeirovich, em 2018. No repertório do show, músicas do então recém-lançado álbum duplo ‘As Marés’, segundo disco do artista (que já havia lançado ‘Vozes da Cidade’, nos anos 80). Filmagem e edição de Gustavo Pera

VAMOS TOCAR TAMBOR >>> Lando Suarez apresenta nova parceria com Zulu de Arrebatá e Santiago Dias. Aproveite para curtir o canal, no YouTube, desse talentoso cantor e compositor

ZÉ MANOEL >>> Cantor, compositor e instrumentista talentoso, Zé Manoel lança ‘Do meu coração nu‘, novo álbum de inéditas após ‘Canção e Silêncio‘, de 2015. Dele, ouça também ‘Delírio de um Romance a Céu Aberto

RADIALIVRES >>> Produtores musicais combatem a mesmice executada pelas rádios jabalizadas e divulga artistas que não têm espaço na grande mídia através de uma playlist intitulada ‘radia_lista‘ (que também foge aos padrões impostos pelas plataformas digitais). Ouça uma das listas

TRILHAS >>> O produtor musical Felipe Zangrandi vem postando na net uma série de programas denominada Trilhas. É ele  mesmo quem comenta: “Meus trabalhos são de pesquisa e organização de material. O que era para ser um canal com o intuito de apresentar histórias curiosas de alguns discos, selos e cenas, acabou por virar um resgate de verdadeiros heróis da nossa música”

O BOM & VELHO >>> A excelente cantora Ana Deriggi e o renomado músico e produtor musical Mario Manga apresentam esse programa de rock superlegal, todos os sábados, às 16h. Entra lá pra ver os programas anteriores e curta o canal

TV ARTMULTCULTURAL >>> O projeto encabeçado pelo produtor cultural Nicanor Jacinto, admirada figura do movimento dos saraus, comemorou dez anos de atividades. Nesse período, foram mais de 2 mil vídeos publicados com bandas, poetas, compositores, cantores, manifestações sociais nas praças públicas, bares, avenidas, metrô, praias, barzinhos, sescs e muitos saraus. Confira os quatro vídeos do sarau virtual de aniversário (um , dois, três e quatro). Visite o site www.tvartmultcultural.com.br

RICARDO VIGNINI >>> Eita sonzêra da boa… Que baita prazer que foi assistir à live de aniversário do grande violeiro Ricardo Vignini (com seus convidados Alzira E, Zé Geraldo, Adriana Farias, Ana Deriggi, Socorro Lira, Emmanuele Baldini, Matuto Moderno, Levi Ramiro e Carlinhos Ferreira). São músicas, artistas e arranjos incríveis! Confira como foi

OS 4 VÍDEOS DO ‘SOPA’ >>> Comemorando os 18 anos do Sopa de Letrinhas Sarau e do Clube Caiubi de Compositores, o poeta Vlado Lima comunicou: “os vídeos mandados pelos muitos participantes foram divididos em quatro postagens e estão disponíveis no Youtube”. O farto material foi editado e montado pelo poeta Filipe Luiz. Confira cada um deles: no vídeo 2 (com O Zi e Vitor Miranda) tem Arnaldo Afonso (este blogueiro) interpretando a sua nova canção ‘Talvez‘ (a partir de 21min e 40seg). Os outros estão nos links: vídeo 1vídeo 3 e vídeo 4

UNDERGROUND & ETC E TAL >>> ‘Sinister Salad Musikal‘, site do multiartista e ativista cultural Marco Antonio Gonçalves, agora virou canal no YouTube (se inscreva)

 

 

… … …

LIVROS & LETRAS AFINS

… … …

MANOGON >>> Escritor fez lançamento virtual de seu livro ‘Dentes moles não mastigam pedras’, pela Lavra Editora. No vídeo, a dramatização de um dos poemas. O livro custa R$ 35 (compre aqui)

SONG BOOK SACHA 70 >>> Livro traz letras e harmonias cifradas das músicas de Sacha Arcanjo, um dos grandes artistas que conheci em minhas andanças pela ZL (ouça seu cd ‘Feito Bicho‘). O songbook custa R$35 (mais frete de R$10) e pode ser adquirido no inbox das Edições Archangelus ou com Luka Magalhães (9.9861-9450). Eu já estou com o meu… Tô louco pra sair tocando Sacha por aí. ‘Chão Americano‘ vai ser a primeirona, claro!

CANDINHO >>> O livro ‘O Poeta Militante’ resgata a história do militante comunista e poeta de cordel Cândido Antonio dos Santos, o popular Candinho, da ZN. Escrito pelo jornalista João Teixeira, inclui a tese de doutorado de Gilvan Matias (que conheceu e entrevistou Candinho), depoimentos, ilustrações, fotos e bela produção gráfica de Genivaldo Matias. Os interessados em adquiri-lo devem entrar em contato pelo email geni.matias2@gmail.com ou por inbox, no Facebook

MAHLUNGO >>> Cantor, compositor e poeta, Carlos Mahlungo lançou ‘Meu Pensar’, pela Desconcertos Editora

WILSON ALVES BEZERRA >>> Visite, no Youtube, o canal do poeta paulistano autor de ‘Vertigens’ (Iluminuras, 2015 – vencedor do Prêmio Jabuti) e de ‘O Pau do Brasil’ (Urutau, 2016). Lá tem vídeos e poemas de vários livros, além de bate-papos e palestras

KLEYSE L’AMOUR >>> Cantora lançou nas plataformas digitais seu ep autoral ‘Poesia em Mim’. Saiba mais

MEL DUARTE >>> Poeta e slammer lançou livro comemorando seus mais de dez anos de trabalhos dedicados às artes. Colmeia apresenta poemas escritos de 2012 a 2020. Saiba mais aqui

SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA >>> Conheça a revista (que já existe há 40 anos!), com 72 páginas de muita prosa, poesia, informação literária e cultural. O número 155 traz matérias sobre Agualusa e Cruz e Sousa, entre outros

UM POEMA PARA…’ >>> Olga Ribeiro de Favari apresenta, na companhia de André Castro, um programa de leitura de poesias onde, além de ler os textos, comenta sobre a história dos artistas e divulga o lançamento de seus livros e outros eventos literários. Inscreva-se gratuitamentee ouça os vários podcasts postados no Spotify

 

… … …

TRÊS ANOS DE VERGONHOSA IMPUNIDADE

… … ...

MARIELLE VIVE – 1 >>> E os mandantes do assassinato de Marielle e Anderson continuam impunes. Pega mal pro Brasil, né? É uma vergonha… Mas o que poderia se esperar de um presidente que defende ditadura, tortura, pena de morte e porte de armas? Assassinatos impunes, obviously: milícia carioca envolvida e blindada, intervenção na PF do RJ (estado onde a família Bolsonaro fez ‘carreira política’, digamos assim…), indicação de ministro ‘amigo da família’, proteção aos filhos do presidente acusados de envolvimento com as milícias, sumiço do porteiro do prédio onde o presidente mora, sumiço dos celulares de um envolvido que foi morto na Bahia, entre outros ‘mistérios’… Uma representante do povo foi assassinada (seu motorista também) e os mandantes do crime continuam impunes. E ninguém entrevistou nem ouviu uma única palavra dos dois assassinos confessos. Só mesmo numa ditadura ou sob um governo fascista isso poderia acontecer. E é isso que o golpe de 2016 (encaminhado pelo juiz de araque e seus procuradores paus-mandados, com apoio do Congresso e ‘com o Supremo, com tudo’) nos deu: o impeachment de Dilma, a prisão de Lula e o massacre diário para desmoralizar o PT, na mídia, provocaram a eleição de um fascista idiota e genocida, cercado por anacrônicos e perigosos anticomunistas debilóides. Empresários ‘de visão’ (só que não!), celebridades ‘patriotas’ (só que não!), políticos ‘honestos’ (só que não!), jogadores de futebol e artistas ‘que pensam no povo’ (só que não!) e jornalistas ‘isentos’ (só que não!) apoiaram essa farsa (que começa a ser desmascarada até mesmo na esfera ‘legal’). Todos abraçaram o fascismo vestindo o ‘manto verde-e-amarelo’ da seleção. Seus nomes estão sujos na história e não serão esquecidos. Que ao menos façam mea culpa, seus canalhas irresponsáveis! O Brasil precisa afastar de vez o fantasma do fascismo e reencontrar o caminho democrático.

MARIELLE VIVE – 2 >>> Eu já sabia, né? Tava na cara. Eu repito esse texto há três anos e vou continuar repetindo enquanto este blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos ou pela omissão das autoridades. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos do crime) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Três anos depois, Marielle continua sendo baleada, morrendo todas as noites e renascendo a cada manhã. Porque pessoas íntegras como ela não morrem jamais. Se eternizam e viram exemplo de luta. Nós, brasileiros democratas, estamos aqui, de braços dados com Marielle, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. E podem ameaçar os democratas (como fizeram com Freixo, Marcia Tiburi, Jean Wyllis…) ou mirar e atirar em nossas altivas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente durante sua campanha, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. Marielle presente.

MARIELLE VIVE – 3 >>> No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Três anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?
… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo, diariamente, as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda quinta-feira tem post novo. Até lá!

…  … …