Tem tanto assunto (shows, saraus, discos e livros) que as seções ‘Pelos jornais’ e ‘Minhas andanças pelos saraus’ vão entrar logo de cara, em versão redux, aqui na abertura:

Eu estive no Presidenta e me deleitei com uma noite de rock e performance assistindo ao ótimo show do trio Anhangabahy (que lançou campanha para finalizar cd) acrescidos de baixo e bateria, com interpretação teatral e muita poesia. A banda de Rui, Hévelin e Wady apresentou canções variadas, divertiu, fez dançar e ainda colocou questões políticas importantes (como a indignação diante da impunidade dos assassinos de Marielle). Por tudo isso, foram muito aplaudidos.

Vi também o show da banda Macaco Fantasma (o vocalista Flavio Hernandes mandou superbem umas pérolas do Itamar, além de belas autorais) e do Electric Hendrix Tribute (com ‘Jimi’ Eder esmerilhando na guitar). Já no Bar Brahma (lotado) o duo Duas Casas, formado por Bezão e Nô Stopa (ele, Folk na Kombi, ela, ex-Teatro Mágico), fez um lindo show com banda (Fontanetti na guitarra) e vários convidados (como Tiê e Felipe Camara). No repertório, as canções do álbum que deu nome ao projeto, Duas Casas, com levadas gostosas e vocais harmoniosos inspirados na música folk dos anos 60 e 70.

Sobre as leituras de jornais, cito o escritor José Eduardo Agualusa, que finaliza seu artigo no Globo com ‘Chorem racistas, vocês perderam‘, após falar da seleção francesa e listar vários músicos, escritores e esportistas descendentes de africanos que atualmente fazem sucesso em vários países europeus. É preciso também repercutir a frase de Malala, a Nobel que esteve no Rio, em campanha para aumentar a escolaridade feminina no mundo: ‘1,5 milhões de meninas brasileiras estão longe das salas de aula‘. Já os aplausos dos empresários da CNI às ‘ideias’ de Bolsonaro apontam para um confronto direto em que os trabalhadores vão sempre sair perdendo (artigo ‘Caindo a máscara’, de Vladimir Safatle, na Folha). Esses trabalhadores são os pais das meninas brasileiras (e também dos meninos, sob intervenção militar, no Rio) que continuarão na mira da violência e das balas perdidas e bem distantes dos livros e da cultura. Da exposição sobre a vida e obra de Antonio Candido, no Itaú Cultural, pinço a frase: “É uma brutalidade social fazer com que uma pessoa cresça e viva sem ter capacidade de ler e compreender Machado de Assis ou Dostoievski. O direito à literatura deságua na justiça social“.

 

… … …

AS DESPEJADAS
LANÇAM CD

… … …

DOMINGO – 22 de julho – 19h … As Despejadas fazem show de lançamento de seu primeiro cd ‘SouFrida Luta”, no Teatro Adamastor, à av. Monteiro Lobato, 734, em Guarulhos. Na abertura, participação das crianças e adolescentes do Associação Elizabeth.

“Toda opressão gera uma canção: estamos aqui para reafirmar as lutas e dizer que a voz da mulher negra continua a gritar por liberdade e igualdade”. Esse foi o caminho escolhido pela banda guarulhense ‘As Despejadas‘, formada por Ariadne Matos (percussão), Bruna Duarte (contrabaixo), Bruna Black (voz e bateria), Lidia Martiniano (voz e cordas), Nataly Ferreira (voz e cordas) e Vitória Silva (voz), nascidas na periferia de Guarulhos e Diadema. Apresentam composições próprias, que retratam, de forma crítica, situações de risco da população pobre e trabalhadora, centradas no feminismo e na exclusão social da juventude periférica.
Para elas, ‘Despejadas’ vai além do significado literal de ser despejado ou desocupado de uma moradia; é despejar os gritos abafados mais profundos na música, na poesia, na performance. E fazer do palco sua morada.

“SouFrida sou,
SouFrida Luta
Para uns revolucionária
Para outros puta!

Só enquanto você ouvia essa música
Pelo menos uma mulher foi estuprada
E outras vinte espancadas no Brasil
Muito mais que uma canção
Mais que a minha história
Essa é a história de toda mulher brasileira”

Esse é um trecho da canção que dá nome ao primeiro cd da banda. Nas palavras delas, “o disco ‘SouFrida Luta‘ é a resistência de toda mulher contra o machismo e as opressões diárias, é a nossa voz sufocada que quebra o silêncio, que grita, que denuncia, e canta um mundo possível onde mulheres possam ser o que desejam ser”.
A música ‘SouFrida Luta’ é gravada por um coral de mais de 30 mulheres, mães, professoras, irmãs, artistas, que deram ainda mais força e significado à canção; a capa do disco é criação da artista guarulhense @miojistica e a fotografia é da @mammaflor. Nesta quinta, às 20h, a banda participa de uma live transmitida pela Mural – Agência de Jornalismo das Periferias, via Facebook.

Há dois anos, As Despejadas gravaram o vídeo acima. Fala de uma tragédia que, infelizmente, se repete com frequência. Numa postagem recente da música na página delas, há a transcrição do último diálogo de uma mãe que vai perder seu filho baleado por engano por um soldado, no Rio de Janeiro sob intervenção militar:

“Ele não viu que eu estava com roupa de escola, mãe?” perguntou o menino, antes de morrer ao lado da mãe.
“Quando eu cheguei à UPA (Unidade de Pronto Atendimento da Maré, para onde a vítima foi levada assim que baleada), meu filho estava vivo e falou ‘mãe, eu sei quem atirou em mim, eu vi quem atirou”. Eu perguntei quem tinha atirado e ele: ‘foi um blindado, mãe, que não viu minha roupa de escola’.
“Eu fiquei com meu filho esperando a ambulância por uma hora. Uma senhora da limpeza é que me contou que a polícia não tinha deixado a ambulância entrar (na favela). Depois houve uma ordem superior e a ambulância entrou, mas ele já estava roxo, estava morrendo na minha frente”

A banda busca ‘através da arte, denunciar as injustiças que presencia no meio onde vive’. Surgiu de uma atividade escolar e se tornou ferramenta de protesto, marcando presença em saraus, festas e encontros culturais e educacionais por toda São Paulo. ‘Cantamos as dores do povo que é oprimido, que é despejado da sociedade, sem voz nem vez, e que é visto como ‘resto’: uma realidade que nós, mulheres, negras, da periferia, entendemos bem’. Após conhecer As Despejadas (e a uma turma muito boa de jovens artistas de Guarulhos) escrevi:

Elas são jovens, nada alienadas nem desideologizadas. Talentosas e antenadas, não se calam falam cantam gritam denunciam injustiças privilégios tretas cricas e quetais. Não estão nem aí pra famas artificiais não dão ibope ao The Voice ao ópio dos ufanismos globais ou à euforia consumista dos merchands comerciais. Nem surfam na onda pasteurizada das rádios e tevês com seus jabás. Com elas não tem oba-oba micagens papéis estereotipados nem repeteco de clichês ou blablablás chicletizados. Seus olhos sinceros lançam versos espertos. Espetam: são setas de endereço certo. Seus verbos são de se decorar de corar a cara de cair o queixo e de arrepiar qualquer sujeito. Elas quebram o côco pra ver qual é de vera a vibe do desejo. Vêm da zona periférica entre o primeiro levante do sexo a química dos sentidos a saliva fresca do beijo proibido e da luta por um lugar maneiro, livre, sem preconceito, pra semear amor-próprio e respeito ao próximo. De um jeito meio louco meio sem jeito meio assim do seu jeito. A fórmula inédita indescoberta está sendo desenvolvida enquanto se caminha. São jovens comprometidas com a minha e a tua vida. Você já deveria saber ou reaprender a sentir a poesia que elas têm a dizer sobre o novo o que veem sobre um trem que já vem que já vem que já vem… Nas vozes nas asas nos corpos em brasa na luz que extravasa e já grassa por aqui. Ouça essas moças: que força que raça que fúria e que graça de ouvir.

 

… … …

SARAU DA PAULISTA
NA CASA DAS ROSAS

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 19h … Sarau da Paulista … Será na Casa das Rosas e num sábado, esta edição especial do sarau mensal que acontece há mais de dois anos na esquina da Peixoto Gomide com a Paulista livre de carros, aos domingos. Com organização e apresentação dos poetas Rubens Jardim, Claudio Laureatti e Cesar Augusto de Carvalho, o sarau já tem vários artistas confirmados: Celso de Alencar, Beth Brait Alvim, Paulo César de Carvalho, Paula Valéria Andrade, Hamilton Faria, Lenita Estrela de Sá, Luiza Silva Oliveira, Sandra Regina e Daniel Perroni Ratto, entre outros (clique no cartaz). Eu agradeço o convite e estarei lá também, com muito prazer, para participar e ouvir esses poetas incríveis. Na av. Paulista, 37. Entrada franca.

Recentemente, o grupo de artistas promoveu uma Passeata Poética, de que falei aqui. Do Rubão, incansável articulador de muitas empreitadas poéticas, deixo esse belo poema:

PARA O POETA RUSSO SERGUEI IESSÊNIN
(Rubens Jardim)

Talvez eu tenha ingerido mais vodka do que você,
camarada Iessênin.
Mas isso só foi possível porque eu desisti
de me matar.
Nem sei como isso aconteceu:
mas desisti
e continuei a viver.
É claro que carregando
mais doses
e mais dores.
E me encantando
com a bunda da mulher
que passa
e com a flor sozinha
na montanha.
Tudo dissolvido em água,
lágrima,
espanto.
Às vezes em punheta.
Sinto que a vida,
a minha,
e de tantos amigos
que perdi
e outros que insistem
em estar aqui
está perto de uma tragédia
instantânea.
É certo: os deuses morreram
e eu mesmo
não estou passando muito bem.
Estou perplexo
diante de tantas mudanças,
tão rápidas
tão rasteiras.
Minha vida já não tem nenhum sentido,
nenhuma importância.
Por isso, agora,
aperto o gatilho
da palavra
Vou-me embora.

 

… … …

PARABÉNS AO ‘SOM A PINO’
E À ROBERTA MARTINELLI

… … …

Não posso deixar de falar dela de novo (já falei duas vezes, aqui e aqui). Nesta semana, completou dois anos no ar o programa Som a Pino, apresentado por Roberta Martinelli na Rádio Eldorado (de segunda à sexta, ao meio-dia). À Roberta este blog parabeniza (e agradece) pelos dois anos de grandes canções, informações e gostosos bate-papos com talentos da nossa música de todas as épocas. Além do carisma da apresentadora, esse é o charme do programa: misturar os sons contemporâneos à tradição é situar artistas e ouvintes no espaço flutuante e atemporal da arte, o cometa amor, que atravessa as gerações, para além dos modismos e preconceitos. No dia 18 de agosto, na Casa de Francisca, o Som a Pino promove um almoço comemorativo ao som das canções de Mariana Aydar. Roberta merece muitos abraços e felicitações.

Deixo aqui o vídeo dessa linda canção do Mauricio Pereira, ‘Trovoa’ (uma das minhas preferidas de todos os tempos – e a primeira que tocou na estreia do programa), com ele e Juçara Marçal. E fecho com um trecho do que já escrevi sobre Roberta e o Som a Pino:

Som a Pino mistura arte, coração, mídias e tecnologias. Traz o rádio pra dentro do celular, traz o usuário de tudo que é plataforma digital pra dentro de um programa de música e leva música e cultura com diversidade pra dentro do dia-a-dia da cidade. Roberta aproxima as pessoas com seu carisma, simpatia e bom-humor. Faz até um coração peludo como o meu se arrepiar e desejar mandar coraçõezinhos virtuais pelo facebook. Não mandei (me contive). Mas dei um ‘like’ emocionado. Eu não tenho dúvida (alguém aí pode ter?) de que essa menina vai loooonge. Nesse momento, em meio a tantos revezes sociais e culturais, e ao ódio descarado, impune e explícito na net (e nas ruas), a presença luminosa de Roberta Martinelli é uma vitória do time dos amorosos, dos solidários, dos que sonham com respeito e oportunidade para todos. Diversidade é a palavra-chave. Defendê-la é a questão central da modernidade. Praticá-la com naturalidade (como Roberta faz) é um modo profundo e sutil de revolucionar. 

 

… … …

CARDO PEIXOTO
FAZ 3 SHOWS EM SP

… … …

Cardo Peixoto é um cantor e compositor gaúcho que está em turnê pelo Brasil participando do ‘Projeto Dandô – Circuito de Música Dércio Marques‘. Já lançou quatro álbuns: Rota da estrela (2002), Canções de armar e desarmar (2007), As Estações (2015) e Menino Brasileiro (2017). Através de sua atuação em redes sociais, mantém parcerias com letristas de várias regiões, o que confere à sua música ‘um selo de brasilidade’. O artista faz vários shows em éssepê nesta semana. Confira só:

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 21hCardo Peixoto apresenta as canções de seu mais recente trabalho ‘Menino Brasileiro’ no Brazileria, à rua Clélia, 285. Na Lapa. Entrada R$20.

SÁBADO – 21 de julho – 21hCardo interpreta as composições de seus cds no Bar do Frango, tradicional point de resistência cultural na ZL. À av. São Lucas, 479. Entrada franca.

DOMINGO – 24 de julho – 18h … Dentro do Projeto Dandô – Circuito de Música Dércio Marques, Cardo se apresenta com a cantora Luma Aiub no teatro da Unibes Cultural, à rua Oscar Freire, 2500 (ao lado do metrô Sumaré). Colaboração R$20. O Dandô reúne cantadores e músicos de várias gerações, estilos e culturas de diferentes lugares do Brasil. O circuito, idealizado pela cantora Kátya Teixeira, é realizado em SP pelo coletivo do Instituto Juca de Cultura, do poeta Paulo Nunes, em parceria com a Unibes.

 

… … …

ENCONTRO DE UTOPIAS

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 17h30 … Sarau Encontro de Utopias – 110ª edição … Coletivo que atua desde 2009 realizando encontros poéticos e musicais e ações de incentivo à leitura promove sarau com palco aberto (capriche na interpretação, pois o evento é filmado e postado na net) e convidados. Presenças do compositor e violeiro Betto Ponciano, do músico Sebah de Assis (coordenador do projeto ‘O Som do Bando‘) e do grupo 4 no Samba (que homenageia Elton Medeiros). Com apresentação da cantora e poeta Regina Tieko. No CCSP, à rua Vergueiro, 1000. 

 

… … …

UM POETA, UM POEMA:

… … …

Esta seção abre espaço aos muitos ótimos poetas que ouço por aí, pelos bares e saraus do movimento cultural. Ou os que conheço da net ou dos vários livros comprados, doados, roubados, recebidos, aparecidos (livro é um bicho vivo!). Nas redes sociais, amigos estão publicando selfies com o poema que mais gostaram do novo livro de Vlado Lima, o Sabe de Nada, Inocente! (que custa R$35 e você pode comprar clicando aqui ou direto com o autor pelo e-mail vladolima@gmail.com). Além da foto com o meu poema preferido (‘A Culpa de Mim Sou Eu‘ – clique na imagem para ler melhor), segue um outro textaço do livro:

TORPOR
(Vlado Lima)

já vi guernicas demais
munchs demais
moro num bunker de pregos 
e meu abraço tem gosto de arame farpado

tem sempre um pedaço de cérebro de motoqueiro fritando na Marginal Tietê
matam agora por um pedaço de iPhone
Datena pinta minhas tardes de vermelho
e meu beijo tem sabor de caco de vidro

(…) os carrascos de Kigali (…)
(…) o museu das caveiras sem nome do Khmer Rouge (…)
(…) o horror do Coronel Kurtz (…)
tudo é distante agora
e minha fábrica de lágrimas está fechada pra balanço

outro dia uma velha louca na Amaral Gurgel
me deu um girassol de plástico
e disse que meus olhos tinham a cor da infância
guardei a flor numa sacola de mercado
e fui embora com um obrigado congelado entre os dentes

nem lembro mais como se soletra a palavra 
g-e-n-t-i-l-e-s-a

 

… … …

FOCUS CIA DE DANÇA
EM MARÍLIA

… … …

SEXTA-FEIRA E SÁBADO – 20 e 21 de julho – 20hFocus dança ‘3 Pontos…’ … Com trilha sonora que vai de Bach a Nirvana, a peça reúne três coreografias distintas. Na primeira, as combinações possíveis do encontro entre dois corpos, ao som de violoncelo e piano. Na segunda, o contraste entre o estar aglomerado e o desejo de ocupar o mesmo espaço. Na terceira, clássicos do Nirvana ressaltam as informações rápidas e imediatas que nos cercam. Direção e coreografia de Alex Neoral. No Sesi Marília, à av. João Ramalho, 1306. Entrada franca. No sábado, dia 21, às 10 horas da manhã, oficina com a Focus Cia de Dança.

 

… … …

COLOQUE NA AGENDA: DIA 29,
SARAU DA MARIA NO CASARÃO

… … …

DOMINGO – 29 de julho – 16h … Agende-se já: edição especial do Sarau da Maria na Casa de Cultura Vila Guilherme, o popular Casarão, na Praça Oscar da Silva, 110, com muitos artistas já confirmados: Som da Estrada (pocket-show de encerramento, às 20h), VOPO (Vozes Poéticas), Artistas de Santos (Luiz Cláudio, Paulo César Luz e Célia Demézio), poetas Paulo César de Carvalho (com o músico Bruno), Oswhaldo Rosa, Silvia Ribeiro e Vasqs, Coral Oficina Arte Cultura, músicos Marcio Policastro, Kátia, Cirilo e Basseti (da banda CiriloAmém), Zé Paulo, Cordeirovich e Vladinski, Zé Carlos Guerreiro, Grupo Vocal Amabilidade e mais o pessoal ‘da casa’: Kita, Helen, Deise, João Emílio e um tal de Arnaldo Afonso, entre outros. Entrada franca. Veeeenhaaa!

 

… … …

3 BANDAS LEGAIS EM CAMPANHA
DE FINANCIAMENTO COLETIVO

… … …

CARCAJU >>> Banda formada por Rodrigo Passos (guitarra), Claudia Dantas (voz e composições), Felipe Rezende  (bateria),  Pedro Canales (baixo) e Ivan Liberato(violão e composições), foge da mesmice e mistura as harmonias ricas do violão de mpb a um som viajandão de guitarra de rock progressivo, com letras adultas e poéticas, ritmos variados (som delicado se alternando com pauleira) e um espírito permanentemente conectado à inovação. Apoie o projeto de financiamento do primeiro cd deles, no Catarse (saiba mais aqui)

MEIA DÚZIA DE 3 OU 4 >>> Banda paulistana banda é formada por Luisa Toller (voz, teclado, sanfona), Marcos Mesquita (baixo e voz), Mike Reuben (flauta, sax e voz), Pedro Prado (bateria), Sergio Wontroba (clarinete, sax e voz) e Thiago Melo (violão, cavaco e voz). O álbum já está disponível para download em www.meiaduziade3ou4.com e em todas as plataformas streaming. Clique aqui e saiba mais sobre a campanha de financiamento para o lançamento do cd físico.

ANHANGABAHY >>> O trio formado por Rui Condeixa Xavier, Hévelin Gonçalves e Wady Issa Fernandes gravou seu primeiro cd ‘Sonhar é a Solução – Ao Vivo‘ e abriu campanha de crowdfunding (com comissão livre e metas múltiplas) para arrecadar fundos e mixar, editar e masterizar o material. Para colaborar e saber mais, entre aqui.

 

… … …

QUEM MATOU MARIELLE?

… … …

MAIS UMA SEMANA SE PASSOU >>> Vocês acreditam que a polícia (num Rio de Janeiro sob intervenção militar) ainda não descobriu quem são os assassinos de Marielle Franco? Pois é. Ainda não. Já são 4 meses de impunidade. No dia 14 de março a vereadora, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e voltava de um evento com jovens negras quando foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Protestos e manifestações contra o bárbaro crime se repetem diariamente em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos. As balas que a mataram também atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Queremos a resposta: quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

LANÇAMENTO >>> Na semana que vem falarei mais sobre o lançamento (dia 27, na Flip) da coletânea “Um girassol nos teus cabelos – poemas para Marielle Franco“, que reúne versos de 50 escritoras impactadas com a tragédia de seu cruel assassinato. Por ora, deixo o link de um outro belo livro (virtual) ‘Marielle, presente!’. A antologia tem edição de João Gomes e comissão editorial de Lubi Prates e Taciana Oliveira.

 

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Eis aqui a superagenda dos saraus para o seu findi, com fotos e vídeos (clique nas palavras azuladas para acessar links e nos cartazes para ampliar a imagem e ler detalhes). Acompanhe também as muitas opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

QUINTA-FEIRA A DOMINGO – 19 a 22 de julho … A vida em vermelho – Brecht e Piaf … Escrita por Aimar Labaki, a peça musical imagina um encontro entre a cantora francesa Edith Piaf e o poeta e dramaturgo alemão Bertolt Brecht, interpretados por Letícia Sabatella e Fernando Alves Pinto. Acompanhados por três músicos, eles executam suas composições e outras músicas da época como se estivessem em uma competição. No Itaú Cultural, à av. Paulista,149. De quinta a sábado, às 20h. Domingo, às 19h. Entrada franca.

… … …

QUINTA-FEIRA A DOMINGO – 19 a 22 de julho … “Festa Literária 2018” – em São Sebastião … Clique no cartaz e fique por dentro da programação que traz lançamentos de livros, oficinas, contação de histórias e bate-papos com escritores como Rudá Ventura, Penélope Martins, Janaína de Figueiredo, Ilan Brenman, Telma Guimarães e Marco Haurélio, entre outros.

… … …

QUINTA-FEIRA A DOMINGO – 19 a 22 de julhoFestival Interfoto 2018 … Festival de fotografia com palestras, oficinas, caminhadas fotográficas. duas convocatórias e livros de fotografia. Todas atividades são gratuitas. Na Paula Souza, 492, centro de Itu.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Sexta edição do Quintas Elétricas e Delirantes do Refresco Lisérgico Autoral, que acontece toda segunda quinta-feira do mês no Menino Muquito Bar. Nesta edição, com a banda Marcão & Os Bolachões Voadores. Com feira de vinis da Charada Discos e discotecagem de Ju Juliete, Eduardo Osmedio e Marco Antonio Gonçalves. Entrada franca. Na avenida Vila Ema, 5090.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Slam DIversos … Segunda edição do sarau, tem lançamento do livro “Pirataria” do poeta Cauê Tavano e
pocket-show de Trinca de Áries. Na competição, 3 formatos distintos de slams: poesias curtinhas (de até 10 segundos), poesias de amor (de até 3 minutos) e temas livres (sem cronômetro). No Boutique Vintage Brechó e Bar, à rua Padre Adelino, 949, perto do Sesc Belenzinho.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 19h30 … Projeto Quinta dos Infernos: Noite de Comédia com o melhor do stand-up de SP (clique no cartaz). Na rua Coronel José Eusébio, 109, Consolação. Entrada R$15.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 20h … Projeto Poema Canção … O músico Galego (autor de 3 discos e integrante da banda Coletivo Rua) e o escritor e poeta Paulo Cesar de Carvalho (autor de quatro livros e inúmeras contribuições para os diversos setores da literatura) sobem ao palco para cantar e falar sobre sua parceria musical. No Sesc Paulista, à av. Paulista, 119. Entrada franca.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 21h … Shows da cantora Lara Aufranc e do quarteto Parcialmente Nublado (formado por Sandyalê, Marcelo Sanches, Bianca “Bibeats” Predieri e Monstro). Entrada R$20. Na Casa do Mancha, à rua Felipe de Alcaçova.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 21h … BossaNova60 … Show do Sexteto Serau e da cantora Hilda Maria abordando o movimento que modernizou nossa música e apresentou ao mundo nomes como Tom, Vinícius e João Gilberto. Também nos dias 26 de julho e 2 e 9 de agosto. Ingressos R$20 e R$10. No Teatro Arthur Azevedo, à avenida Paes de Barros, 955, na Moóca.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 21h30 … Eduardo Gudin e Renato Braz … Uma das principais referências do samba paulista, o grande Eduardo Gudin se une ao cantor paulistano Renato Braz, uma das grandes vozes da canção nacional contemporânea, para um showzaço imperdível. Na Casa de Francisca, à rua Quintino Bocaiúva, 22.

… … …

QUINTA-FEIRA – 19 de julho – 22h … Coco de Oyá + Feminine Hi-Fi … O trio de mulheres Coco de Oyá (com baianás, coco rural, ciranda e coco de roda) encontra o coletivo de mulheres Feminine Hi-Fi (com reggae, dub e cultura sound system). No Jai Club, à rua Vergueiro, 2676, na Vila Mariana. Até meia-noite, entrada franca. Depois, R$20.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 16h … Poetas Ambulantes na M’Boi MirimColetivo Poetas Ambulantes realiza intervenções poéticas com saraus e distribuição de poemas em ônibus, trens e metrô. Saída do Largo da Piraporinha, à avenida Inácio Dias.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 19h … Pedro Blanco lança livro de poemas, ‘Inmocodo‘, com declamações e biritas. Na Casa do Teatro Documentário, à rua Maria José, 140.

… … …

SEXTA E SÁBADO – 20 e 21 de julho – 20h … Três Irmãs … Peça de Tchekov com o grupo Alucinógeno Dramático. Na Aldeia Satélite – Espaço Cultural, na ZL. Dia 28 tem sarau (clique no cartaz).

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 19h … Dandara no Sesc 24 de maio … Cantora Dandara (de quem já falei aqui) apresenta o show ‘Estrangeira‘ acompanhada por Paulo Monarco e Jota Erre. ‘Estrangeira’ é um álbum-pesquisa sobre o corpo feminino em trânsito, sobre migração. O show é abertura do processo de pesquisa para o álbum (produzido por Monarco) que será lançado ainda neste ano. Na rua 24 de maio, 109. Entrada franca.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 19h30 … Pocket-show com Maria Thereza, cantora que desenvolve um trabalho intimista voltado para a mpb, o blues e o jazz. Couvert R$10. No Republica Bar e Gastronomia, à rua Visconde de Itaboraí, 233.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 20h … Samba no Centro Lírico & Literário IX de Novembro – Banda “Do Butiquim a Montreaux” com clássicos do samba e da gafieira. Na rua Coronel José Eusébio, 109. Entrada R$15.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 20h … Show acústico – Douglas Mam & Os Famigerados … Show de folk rock psicodélico com participação especial de Caio Bars. No Brazileria, à rua Clélia, 285, em Perdizes. Ingressos a R$20.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 20h … Mojito Experience … Banda apresenta o show “Vivo em Sampa“. Suas influências vão do tropicalismo dos Mutantes e do baião de Gonzaga ao metal do Sepultura e Zeppelin. No local, instalações, exposições e grafitis. Entrada R$5. Na Casamarela, à rua Alberto da Silva, 386, em São Bernardo do Campo.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 20h … Leo Gorgatti … Show de pop rock acústico com sucessos de Neil Young, Tears For Fears, Peter Franpton e Legião Urbana, entre outros. No Carauari Bar e Mercearia, na praça Carauari, 8, na Vila Maria.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 20h30 … Branca Lescher – Cantora apresenta repertório de bossanova acompanhada do violonista Sergio Bello. Couvert R$15. No Quinto Pecado Café Bistrô, à rua Coronel Artur de Godoi, 12, na Vila Mariana.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 20h30 … Deslimites: na beira do caos … Peça apresenta a narrativa de Faustine Taga, uma artista transgênera, em uma autobiografia inventada. Com música, amor e poesia, ela responde aos limites sociais impostos e ocupa um espaço que é seu: sua cidade, seu corpo. Com Julia Montezano Palhares, Guilherme Reche, Lino Bento Jr., Gui Guerriero e Isabela Quebradas. Na av. João Pinheiro, 40, em Poços de Caldas. Entrada franca.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 21h … Let There Be Rock – AC/DC Tribute … Supershow ao som das músicas do ACDC. Entrada franca. No Komb Bar ZL, à praça Miguel Ramos de Moura, 175, no Jardim IV Centenário.

.. … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – 23h … SPIO Orquestra e convidados – XXxperience in Conduction … Banda improvisa e apresenta sua música instrumental, experimental e contemporânea. Os convidados são Daniel Minchoni (poesia), Adriana Nunes (performance), Fabíola Camargo, Thiago Salas (eletrônicos, lutherias) e Daniel Carrera. No Estúdio Lâmina, à avenida São João, 108.

… … …

SEXTA-FEIRA – 20 de julho – das 23h às 5h … Arraiá da Tu Vens … A festa ‘Tu Vens Tu Vens‘ toca ‘brasilidades transantes de todos os tempos’. Com Jotappe e Quarteto São Jorge interpretando os grandes clássicos de Alceu a Gil, de Benjor a Tim Maia, da Timbalada aos Novos Baianos, da Banda Eva a Caetano, Daniela Mercury e Baiana System. E ainda: dj Andi Vanelli, correio elegante, comidas típicas e muito forró e quadrilha com o Trio Concreto. Ingressos de R$15 a R$30. No Jai Club, à rua Vergueiro, 2676, na Vila Mariana.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 13h … Feijuca e o melhor da mpb com Marcel Acauam & Juninho Oliveira. No Carauari Bar e Mercearia, à praça Carauari, 8, na Vila Maria.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 16h … Blablablá Literatura – Especial Inês Santos … Roda de debate convida a poeta Inês Santos para falar sobre ‘Mergulhos‘, seu primeiro livro. Mediação de Socorro Nunes e participação de Pedro Américo de Farias com a performance Desaboio Poético. Produção de Akira Yamasaki, Sueli Kimura, Luka Magalhães e Rosinha Morais, com coordenação de Escobar Franelas. Na Casa Amarela, à rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 17h … 55° Sarau Lapada Poética … Sarau organizado pelo Coletivo Tantas Letras comemora 5 anos e, além do palco aberto, convida Fernanda Senna (lançamento do livro-jogo “8”) e Mônica Rodrigues (perfomance poética). No Ferradura Bar, à rua Professor Gieg, 15, no centro de São Bernardo do Campo.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 18h30 … Roda de Coco com o Grupo de Coco Semente Crioula, na programação da 11ª Feira Cultural da Casa de Cultura do Itaim Paulista, à rua Monte Camberela, 490.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 19h … Show de Guilherme Lamas – voz, violão de 7, samba e choro. Na Osteria Salvatore, à rua Francisco Antonio Pinto, 154, em Campinas.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 19h30 … Festa Julina com Forró – Banho de Cuia, formado por Dedé Alves, Rafa Alface e Junior Diday, faz a festa no República Bar e Gastronomia, à rua Visconde de Itaboraí, 233, na ZL. Couvert R$10.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 20h … Mou Vidinha se apresenta rocks e pops no Manjericanto, à av. Voluntários da Pátria, 3558, em Santana.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 20h … Cabaré JT … Espetáculo teatral e musical no Centro Cultural Butantã. Até 25 de agosto (só aos sábados).

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 20h30 … Show ‘Brasileiras – com Lilian Jardim … Cantora toca violão, gaita, percussão e interpreta canções de Cássia Eller, Adriana Calcanhoto, Marisa Monte, Zélia Duncan, Nana Caymmi, Elis Regina e Rita Lee, entre outras, além de composições de seus três cds. Entrada R$50 e R$25. Na Unibes Cultural, à rua Oscar Freire, 2500 (ao lado do metrô Sumaré).

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 20h30 … Jazzy – com Olivia Gênesi … Cantora se apresenta ao piano interpretando jazz, blues, bossas e baladas. No Gusta Café Bar Y Gastronomia, à rua Desembargador do Vale, 1090.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 21h … Violonista Paulo Miranda apresenta show instrumental Bossa 60, em homenagem a Tom Jobim. Participação da percussionista Beatriz Carvalho. No Bossa Zen, à rua José Antonio Coelho, 583, na Vila Mariana. Couvert R$20.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 21h … Acústico L&P – no novo Bar do Anão … Dupla formada por Luiz Garcia e Padilha toca rock nacional dos anos 80 (Capital, Paralamas, Barão, Ultraje, Lobão e muitos outros). No novo endereço do Bar do Anão, à rua Antonio Fonseca, 426.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 21h … Banda da Portaria … Banda formada por Arthur Lobo, Binho Siqueira, Henrique Stella e Vitor Miranda apresenta sua performance musical e poética no Teatro da Rotina, à rua Augusta, 912, dentro do projeto Bandas de Julho. Ingressos a R$40 e R$20.

… … …

SÁBADO e DOMINGO – 21 e 22 de julho … Teatro – Caixa de memórias – Um jovem casal apaixonado dá início a uma nova família, junto aos pais e aos dois filhos. O simples pedido feito por uma neta (que, em viagem ao exterior, precisa da documentação de seus familiares) traz à tona uma longa trajetória de amor, promessas, desilusões e conquistas. Encenação de Marcio Aurelio e texto de José Eduardo Vendramini. No elenco: Walter Breda, Denise Del Vecchio, Paulo Marcello, Samanta Precioso, Gonzaga Pedrosa, Laís Marques e Carolina Fabri. Na Sala Jardel Filho, do CCSP, à rua Vergueiro, 1000. Sextas e sábados (21h) e domingos (20h), até 29 de julho.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 22h30 … Hillbilly Rawhide … Banda curitibana tem como proposta tocar country misturado com rock primitivo, priorizando repertório autoral. Na Casa Amarela Pub, à rua Doutor Mariano Jatahy Marcondes Ferraz, 96, em Osasco.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 23h … Samba da Chinela Voadora faz a festa na Sagrada (antiga Casa Matahari). Entrada R$10. Discotecagem de Tiago Costa e niver do Mike. Na rua Silva Bueno, 493.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 23h … Samuca e a Selva + DJ Flores, na festa de sétimo aniversário do CityLights (em sua nova casa, o Kingston Club). Na rua Alvaro Anes, 97, em Pinheiros. Entrada R$30 e R$20.

… … …

SÁBADO – 21 de julho – 23h … Tocaia – Festa Funk … Com hip-hop, reggaeton, funk carioca, dancehall e derivados, além de ritmos populares quebradeira, como pagodão baiano, brega funk pernambucano, tecnobrega, arrocha e muitas brasilidades. No Presidenta, à rua Augusta, 335.

… … …

DOMINGO – 22 de julho – das 14h às 20h … Domingo na Laje … Festa com JPDJ e seu setlist recheado de afrobeat, hiphop, brazucagens e grooves em geral. Entrada franca. Na Laje, à rua João Ramalho, 1494.

… … …

DOMINGO – 22 de julho – 15h … Tum Pá! – Barbatuques no Sesc Parque Dom Pedro II … Primeiro espetáculo do grupo Barbatuques totalmente dedicado ao público infantil, com jogos rítmicos, assobios e cantos, imitação de instrumentos musicais e adivinhas.

… … …

DOMINGO – 22 de julho – 15h … Lançamento em Guarujá – Uma menina detetive … História interativa, em que o leitor pode ser também parte ativa na resolução de mistérios e crimes! Essa é a proposta do livro “Uma menina detetive e a máfia italiana”, de Tatá Bloom. No Ferry Boat’s Plaza Shopping.

… … …

DOMINGO – 22 de julho – 16h … Dharma Samu, quarteto de música instrumental experimental paulista, liderado pelo músico, compositor e produtor Dharma Samu apresenta as faixas do seu novo ep. Com Dharma Samu (sax tenor e barítono), Rogério Antonio (bateria), Bruno Rocha (baixo) e Pedro Rocha (sax tenor). Na abertura, show da banda Santo Veneno. No Centro Cultural Ocupa Ouvidor 63, na rua do Ouvidor, 63, no centrão.

… … …

DOMINGO – 22 de julho – 17h … Jota.pê no “Sons do Brasil no Lab MP” … Programa do produtor cultural Serginho Sagitta realiza uma série de 10 shows com novos artistas e repertório autoral. O primeiro é o cantor e compositor Jota.pê, cujo som transita entre mpb, samba e pop. No Lab Mundo Pensante, à rua Treze de Maio, 733.

… … …

DOMINGO – 22 de julho – 20h30 … A cantora Jane Mara interpreta clássicos da música mineira (Clube da Esquina e outros) acompanhada por Daniel Oliva (guitarra), Carlos Ribeiro Jr ((baixo) e Max Sallum (bateria). No Raiz Bar, à rua Alves Guimarães, 153.

… … …

TERÇA-FEIRA A DOMINGO – 24 a 29 de julho – 16h … Spike Lee e o Novo Cinema Negro … Mostra apresenta os filmes que marcaram o estilo inovador do diretor, além de exibir uma nova leva de diretores e diretoras negras que se destacam em Hollywood e nos festivais estrangeiros. Ingressos a R$2. No Centro Cultural São Paulo, à rua Vergueiro, 1000.

Nesta terça, ‘Eu não sou seu negro‘ (às 15h, na sala Lima Barreto) e ‘Faça a coisa certa‘ (17h) e ‘Ela quer tudo‘ (19h30), ambos na sala Paulo Emilio. Na quarta, ‘Febre da selva‘ (às 15h, na sala Lima Barreto) e ‘Corra!‘ (17h30) e ‘Moonlight: sob a luz do luar‘ (920h), ambos na sala Paulo Emilio. Veja aqui a programação completa da mostra que vai até domingo.

… … …

TERÇA-FEIRA – 24 de julho – 19h … Gravação do dvd ‘No Paraíso Perdido‘, do cantor e compositor Ricardo Nash, no Tupi or not Tupi, à rua Fidalga, 360. Com participações especiais das cantoras Ná Ozzetti e Mariana de Moraes, e dos músicos Chicão (piano) e Jorge Peña (percussão), entre outros. Entrada franca (mande msg inbox).

… … …

TERÇA-FEIRA – 24 de julho – 19h30 … Show de Nina Oliveira … Cantora e compositora se apresenta com banda. Participação da cantora e instrumentista JosyAra, da poeta Thata Alves e discotecagem assinada pela Sêla. Ingressos a R$30 e R$35. No Bona, à rua Álvaro Anes, 43.

… … …

TERÇA-FEIRA e QUARTA-FEIRA – 24 e 25 de julho – 21h … A criança – Lado A e Lado B … Peça de Lucas Mayor se divide em Lado A (às terças) e Lado B (às quartas). Clique no cartaz para saber mais. No Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384. 

… … …

TERÇA-FEIRA e QUARTA-FEIRA – 23 e 24 de julho – 21h30Otis Trio … Grupo de jazz autoral formado no ABC apresenta show de lançamento de ‘fita cassete #3‘, com registros do trio ainda não gravados (e um lado B, de improvisação). Com João Ciriaco (contrabaixo), Luiz Galvão (guitarra) e Flavio Lazzarin (bateria). No Sesc Avenida Paulista (número 119). Ingressos de R$6 a R$20.

… … …

TERÇA-FEIRA – 23 de julho – 23h … Terça Open: Abacaxepa no Mundo Pensante … Com pegada teatral e traços tropicalistas na performance e na sonoridade, a banda valoriza a cultura brasileira e tem em seu discurso, a desconstrução da normatividade no comportamento e na estética. É formada por Bruna Alimonda (vocal), Carol Cavesso (vocal), Rodrigo Mancusi (vocal), Fernando Sheila (baixo), Juliano Veríssimo (bateria), Ivan Santarém (guitarra) e Vinícius Furquim (teclado e vocal). Até a meia-noite, entrada franca (depois, R$15). No Mundo Pensante, à rua Treze de Maio, 830.

… … …

QUARTA-FEIRA A DOMINGO … 25 a 29 de julho … 16ª Festa Literária Internacional de Paraty … A 16ª Festa Literária Internacional de Paraty tem Hilda Hilst como autora homenageada e ocupa o entorno da Praça da Matriz. No Auditório acontecerão as 18 mesas literárias do Programa Principal, com um elenco de 33 autores e autoras que atuam em campos diversos. As mesas literárias serão exibidas no telão da Praça, com 700 lugares cobertos e gratuitos. Mais informações no site do evento. 

… … …

QUARTA-FEIRA A DOMINGO … 25 a 29 de julho … Casa do desejo – Literaturas que desejamos … Casa reúne pequenas editoras, coletivos e autores e autoras independentes para a realização de eventos durante a programação paralela na Flip – 2018, promovendo oficinas, mesas de conversa, feira de livros, saraus, recitais e a publicação de uma antologia com 100 poetas e tiragem de mil exemplares. Para saber mais e apoiar esse projeto alternativo, clique aqui.

… … …

QUARTA-FEIRA A DOMINGO … 25 a 29 de julho … Casa Philos … Parceria entre Revista Philos e Estante Virtual na Flip – 2018, a Casa abre suas portas para mesas e debates sobre o tema “Escrevendo nas margens: visibilidades e visualidades”, além de levar discussões sobre literatura negra contemporânea, literatura LGBTQ+, artes visuais, diversidade, memória, mercado editorial e outros assuntos. Na Academia do Samba, à rua Dona Geralda, 65, no Centro Histórico de Paraty. Clique aqui e veja a programação.

… … …

QUARTA-FEIRA – 25 de julho – 19h … Slam Alfinete se transforma em Sarau Alfinete, com mais tempo para microfone aberto. Com lançamento do livro “Antes de Evanescer”, de Escobar Franelas, e pocket-show de Marcos Robson. Na KAS Tattoo, à avenida Papa Pio XII, 432, em Guarulhos.

… … …

QUARTA-FEIRA – 25 de julho – 17h … Marcha das Mulheres Negras de SP … Pelo terceiro ano consecutivo, mulheres negras se encontram na Praça Roosevelt, em São Paulo, num exercício de escuta, irmandade e discussão de suas pautas políticas. A Marcha “é um espaço multipartidário e multi-religioso que exige o fim do genocídio negro e o fim do feminicídio”. Vai ter creche para as crianças. Para colaborar com a organização do movimento, acesse o site da campanha de arrecadação de fundos.

… … …

QUARTA-FEIRA … 25 de julho – 21h30 … Dona Ivone Lara – Em Cada Canto Uma Esperança … Idealizado por Lucas Nobile e Juliano Gentile, show comemora os 40 anos de lançamento do primeiro disco da grande dama do samba. Com Juçara Marçal (voz e percussão) e grandes artistas (clique no cartaz). Na Casa de Francisca, à rua Quintino Bocaiúva, 22.

… … …

ATÉ 21 DE JULHO … Arte em Movimento … Seis artistas de diferentes vertentes das artes visuais propõem um encontro de obras, com tema e formato livres, onde o principal intuito é a reunião, o compartilhamento e a troca de experiências (clique no cartaz). Na Boutique Vintage, à rua Padre Adelino , 949, no Belenzinho. Entrada R$10.

… … …

ATÉ 31 DE JULHO … Exposição ‘Vá Tomar Banho’, do artista plástico Fabiano Carriero na Alma Coliving, à rua Capitao Francisco de Paula, 264, em Campinas. Nessa expo, o artista traz obras em acrílico, óleo e papel em tela, relacionadas à temática do título, no sentido de cuidar-se, banhar-se.

… … …

SEGUNDAS, TERÇAS E QUARTAS – 20h – ATÉ 1 DE AGOSTO … Teatro – Barragem de Santa Luzia… Com direção de Rudifran e co-direção de Tiche Vianna, peça narra o drama da jovem Maria Flor, obrigada a sair de sua terra em função do rompimento de uma barragem para a construção de uma usina hidrelétrica na região. “A motivação do texto é a fábula da resistência. Resistência em todos os sentidos, da terra, da mulher. O espetáculo fala sobre essa mulher que, para não perder o pouco que tem, precisa resistir ao possível desaparecimento de sua história”. Com os atores Nataly Cavalcantti, Clayton Nascimento e a voz em off de Sérgio Mamberti. Música de Pedro Felício. Na Oficina Cultural Oswald de Andrade, à rua Três Rios, 363, no Bom Retiro. Entrada franca.

… … …

ATÉ 7 DE AGOSTO … Exposição Coaraci – Esculturas em Madeira ... O grande artista Euflavio Gois, também conhecido por Madeirart (que lançou recentemente o livro de poemas e contos ‘Cobra no Bico‘) expõe seus trabalhos em madeira na passagem literária da Consolação (na travessia subterrânea da esquina com avenida Paulista).

… … …

ATÉ 12 DE AGOSTO … Ocupação Antonio Candido … No ano do centenário de nascimento, o crítico literário e professor Antonio Candido é tema de exposição que traz originais de textos manuscritos e datilografados, cadernos, fotos, livros, documentos, entrevistas em vídeo e conta com um site. De terça a sexta-feira, das 9h às 20h. Aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h. No Itaú Cultural, à avenida Paulista, 149. Entrada franca.

… … …

ATÉ 1 DE DEZEMBRO … Exposição: O mundo das maravilhas de Monteiro Lobato … Nos 70 anos da morte do escritor exposição homenageia sua contribuição para a literatura e cultura nacional. Na Biblioteca Monteiro Lobato, à rua General Jardim, 485. De segunda a sexta, das 8h às 18h. Sábados das 10h às 17h e domingo das 10h às 14h. Entrada franca.

… … …

LANÇAMENTO DO CD PULSAÇÃO >>> A cantora Beth Avelar lançou o disco que já está disponível tanto no formato físico (pela Tratore, nas principais lojas e direto com a artista pelo e-mail bavelar@uol.com.br) quanto no digital (nas plataformas Spotify, Deezer, Apple e Itunes). Acima, o videoclipe da música Simplesmente (do grande Paulinho Nogueira).

… … …

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS – Plano, seco e pontiagudo >>> Fotografias, cujo tamanho varia de 2 a 7 metros, expostas em cinco fachadas dos edifícios das ocupações da Frente de Luta por Moradia (FLM). As fotos fazem parte do fotolivro chamado Plano, seco e pontiagudo” (co-edição/Editora Ipsis e Editora Madalena, 80 páginas), de Monica Zarattini. Nos seguintes endereços do centro de SP:
rua Álvaro de Carvalho, 427
rua José Bonifácio, números 137 e 237
rua Quintino Bocaiúva, 242
av. Rio Branco, números 47 e 53

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. E toda quinta-feira tem um post novo. 

… … …