HOJE, a partir das 20h,  estarei tocando meus pops e rocks no sarau Encontro de Expressões, organizado pelo músico Cale Narman (obrigado, Cale!), no Espaço Manjericanto, na ZN. Veeeenhaaa! Se não vier aqui, tem muitos outros eventos legais pra você conferir. Curte aí:

.. … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 20h … Encontro de Expressões é um sarau criado em 2013 no ECLA, onde ficou até 2015. Desde o final de 2016 está no Manjericanto reunindo amigos e artistas da ZN. Nesta edição, clássicos da viola com Sergio Penna e Fabíola Mirella e pocket-show com Arnaldo Afonso, do Sarau da Maria. Na rua Voluntários da Pátria, 3558

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 19h … Lançamento do livro ‘Curto-circuito’, de César Augusto de Carvalho, na Patuscada, à rua Luís Murat, 40. Sociólogo e historiador, o poeta (um dos organizadores do Sarau da Paulista) publicou recentemente ‘Proesia’ (2014) e ‘Lavras ao Vento, pá’ (em 2017). De 2010 a 2014 roteirizou e dirigiu o programa de rádio Estação Raul, dedicado à vida e obra de Raul Seixas (no prelo, a novela ‘Raul e Eu’ narra a história de um homem que se acredita Raul Seixas).

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Lançamento da coletânea Sarau Encontro de Utopias … Sarau organizado pela cantora e produtora cultural Regina Tieko chega à 122ª edição e lança coletânea. Evento com palco aberto. Na Patuscada, à rua Luiz Murat, 40

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 20h … InCorpóreo …  Espetáculo reúne dança, música e poesia. Com a poeta Deolinda Nunes, a bailarina Elis Pessoti, a atriz Rosa Freitas e os músicos Jaime Matos e Aline Lopes, entre outros artistas. No Manjericanto, à rua Voluntários da Pátria, 3558

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 10h … Música na rua em Guarulhos. Ana Morena faz oficina às 10h e depois os músicos se apresentam: Camarones, Carbonica e Victor Cali. Na rua Capitão Gabriel, 23

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 20h … “Abre alas que eu vou passar”. Show das cantoras Rosangela Alves e Karina França, acompanhadas pelo Cabedal Quarteto. No repertório, músicas de Chiquinha Gonzaga, Joaquim Calado, Zé da Zilda, Lupicínio, Ataulfo, Candeia e Dona Ivone Lara, pesquisadas pelo jornalista Assis Ângelo, que contará algumas histórias. No Espaço Cachuera, à rua Monte Alegre, 1094

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 20h30 … Festival de Inverno na Aldeia Satélite Espaço Cultural. Na programação dos próximos quatro sábados (clique no cartaz), lançamento de livros, peças de teatro, shows e saraus de poesia e música. Na rua Tenente Luis Fernando Lobo, 118, em São Miguel.

ROSINHA NA ALDEIA >>> A Aldeia Satélite é uma casa cultural que apresenta peças teatrais, saraus, música ao vivo, lojinha com livros, obras de arte, placas decorativas, filmes e objetos (e ainda tem um barzinho pro pessoal ficar de boas). É administrada por Mariana Santana, Vanessa Sousa, Ivan Neris e Claudemir Santos, que respondem pelos grupos teatrais Alucinógeno Dramático, Ansur, Ato Real Fora do Tempo e Cia. Para Fora do Livro. Neste sábado, eles recebem a poesia de Rosinha Morais (leia entrevista com ela aqui), a música de Karolzinha e o teatro do Grupo Ansur. Eu recomendo porque já estive lá pra assistir e pra tocar. É bem legal!

… … …

QUINTA A DOMINGO – 18 a 21 de julho … Sesc Pompeia apresenta: Territórios … Com artesãos, produtores e seis shows de artistas do Morro do Querosene: Orquestra de Berimbaus, Tião Carvalho, Ana Maria Carvalho, Grupo Cupuaçu de Danças Brasileiras , Guilherme Kafé e Ana Flor. No vídeo, um pouco da história do Morro e das origens desse movimento cultural. Vale a pena assistir.

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 20h … Os Cabeça’sss no Santa Sede Rock Bar, à av. Dumont Villares, 2104. Trio é formado por Daniela Neris (vocal, gaita e percussão) , Ivan Cabeça (violão) e Luis Dias na guitarra solo. No repertório, Janis, Creedence, Animals, Lennon, Joe Cocker, Raul Seixas, Zé Ramalho e Belchior, entre outros. Ivan e Dani comemoram niver (parabéns!). Sobre a primeira vez que ouvi a banda tocando e voz de Daniela reverberando pela praça, escrevi:

íamos (ou vínhamos?) eu e Marici, sempre atrasados (ou adiantados?) ignorando relógios e calendários, out-siders a nosso modo, descendo a rua que desemboca na boca da praça no mar de abraços do bar da Carauari. foi ali, lá da esquina sibilina, que ouvimos ou (intuí?) pressenti ouvir, desde longe e lindamente o tonitruar reluzente daquela voz colorida dela, voz de aquarela lisérgica, de viagem psicodélica, voz de Daniela Neris. voz quente que acende relâmpago que faz roda de fogo e chama xamã pra dançar. voz de ímã megapower-atraente que junta gente em torno da chama. era Janis Pink Floyd era Elis era Yes. era foda de ouvir aquela voz. era Bowie e era Stones era Amy e era Joss. era a voz de quem amamos tanto, nossa história passando veloz. era a nossa era, era quase minha parceria a prazeria da voz dela. era Secos & Molhados, era Rita era Raul, era antiditadura. era paz e era amor, era John e era Paul, era sim, contracultura. era Jimi era Jim eram os Doors. éramos nós um nó elétrico-poético-energizado. drogados de sons e desejos bons, éramos arte e ilusão. comunhão. ou seria miragem, momentânea sensação? estávamos lá naquele antro naquele altar. mas não estávamos somente ali naquele exato e pacato lugar da Carauari. não éramos estranhos. éramos brous irmãos hermanos encantarolando em bandos vindos de algures e antanho. de filmes festivais e passeatas. de Londres de Woodstock da Jamaica. de outros carnavais canaviais de além-mar. da Bahia da África do Rio. do sertão da paixão dos confins do coração do Brasil. enquanto o canto de Daniela nos levava por estradas encantadas, a fumaça vazava da guitarra da caixa da cabeça dos Cabeças Enfumaçadas. como um ‘boxeur’ a mercê, preso às cordas, no solo, na lona da vida punk cotidiana, a pensar: somos só nós mas não estamos sós. a ecoar reverberar e repensar: somos só nós mas não estamos sós. e Dani canta como num mantra: somos só nós mas não estamos sós… há no som e em sua voz uma felicidade voraz, uma vibe de união, uma feroz identificação. a voz de uma geração semipolitizada mas indignada, que só se sente representada pela canção. poderia ser alienação, não fosse um urro um murro um uuuuh. uma resposta-revolta-do-fundo-do-coração. um sonoro ‘não!’. nossa pequena (porém intensa) revolução.

… … …

A ESCOTILHA >>> A artista plástica Aline Fonseca, os músicos Will e Vini (da banda de rock Carbônica) e o cantor e produtor cultural Victor Cali (Peixe Barrigudo) alugaram uma casa no Bixiga e começaram a promover atividades culturais, como o Sarau Submerso, a Noite Inflamável, exposições e shows de diversos artistas novos. Pra saber mais sobre o projeto, leia a matéria de João Perreka (clicando na foto acima) ou pergunte em @escotilha.sp   

… … …

CIRCUITO DANDÔ >>> O poeta Paulo Nunes e o violeiro Victor Mendes estão realizando uma série de shows levando a várias cidades do interior de Minas a poesia de Juca da Angélica, cuja vasta obra deu origem ao livro ‘Meu canto é saudade’ (e foi o mote que batizou o Instituto Juca de Cultura, administrado pelo Paulo). A turnê vai até domingo (clique no cartaz)

… … …

ORQUESTRA & MELODIA

… … …

Noite dessas assisti na tevê a um showzaço do grande Luiz Melodia acompanhado pela Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Essa apresentação, gravada no Grande Teatro do Palácio das Artes, fez parte do projeto Sinfônica Pop, que mostra o repertório de artistas da mpb em arranjos orquestrais. E ainda teve a participação do violonista Renato Piau numa linda canção de Sergio Sampaio. Curte no vídeo aí em cima (de quebra tem meu texto relembrando o grande Melodia)

PÉROLA NEGRA, TE AMAMOS, TE AMAMOS >>> Pouco tempo morei sozinho na casinha da rua Samurais. Talvez um 3 ou 4 meses. Estava sofrido de (des) amor. Virava noites uivando ouvindo discos na vitrolinha doada pela minha amada irmã Tata. Mas eu era um lobo solitário muito bem acompanhado: atravessava madrugadas alternando Beto Guedes e Luiz Melodia, sem parar. Ah, Melô: “tente passar pelo que estou passando”. Tantas lindas canções, tantos versos belos, tantas maravilhas contemporâneas ouvi, curti de tua voz. Tanto você influenciou a mim e meu amigo João, com quem aprendi os primeiros acordes de violão (e a tocar a sua/minha “Salve Linda Canção sem Esperança”). Tanto nossa geração te adorou. Ah, Melô, Pérola Negra, Negro Gato, Negra Melodia.

Ainda adolescente, vi você chegando para um show em minha escola, caminhando pelo páteo do Paulo Egydio, onde tanto cantei tuas canções com meus amigos. Era uma tarde de sol que nunca mais vai se por. Lembro de você cantando com voz grave e olhar espetado: “esses livros que eu leio causam sensações”. Lembro de você, no Sesc Pompéia, puxando minha mulher para o palco e dançando com ela o reggae “tava naquela de dar dó, olhando a lua andar só”. Quando ouvi a notícia de sua morte nem quis contar a ela na hora. Como se fosse possível ela não descobrir e, assim, não ser verdade o fato incontornável de que você morreu. Fiquei tão triste que perdi a voz. Porque é um pouco da nossa história que você leva consigo. A felicidade que compartilhamos também morre um pouquinho. Nós te amamos, poeta querido, figura ímpar, cantor inesquecível. E lembraremos de ti com saudade. E muito carinho. “Eu vou fazer, amor, um ninho, com amor muito carinho, pra você se abrigar…”
E abrigar todas as magrelinhas desse nosso triste Brasil sem Melodia.

… … …

MINHAS ANDANÇAS POR AÍ

… … …

Vou ter que fazer registros breves porque a semana passada foi bem agitada, cheia de eventos legais pra se curtir. E eu fui lá conferir. Viver, apreender, refletir. Na sexta-feira saltei feito um macaco de galho em galho por vários teatros: Sesc Pinheiros, Bruta Flor e Al Janiah. No sábado, fui ao sarau Bodega do Brasil. Domingo, à Casa Amarela. Na terça ouvi Gabriel de Almeida Prado cantar no Espaço Travessia. Tá tudo resumido aqui:

RECITAL >>> Brasil e África: Ressonâncias femininas >>> Fui ao Sesc Pinheiros e acompanhei prazerosamente as músicas e poemas do espetáculo dirigido por Fernanda de Almeida Prado (com o filho Gabriel na direção musical). As poetas Luz Ribeiro e Natasha Felix se revezavam na leitura de textos de autoras negras, enquanto as cantoras Neide Nell e Paulla Zeferino interpretavam pérolas do cancioneiro de resistência. Ainda teve performance da bailarina Terená Kanouté. O público, em sua maioria composto por jovens negros, assistia atento. Temas áridos e doídos como machismo, racismo e opressão podem ser tratados com beleza e leveza, sem que deixem de cumprir seu papel crítico. Assim foi.

VERTIN >>> No Teatro Bruta Flor me encantei com a performance do cantor e compositor pernambucano Vertin Moura (aqui, seu cd Passaro Só). Quem não conhece, precisa saber mais desse figura. As canções são meio psicodélicas, de poesia setentista (e isso é um baita elogio!). Seu domínio de palco vem também, suponho, de seu trabalho como ator (já participou de vários filmes, como Big Jato – veja o trailer). Suas interpretações são plenas de paixão: a voz que ora grita, ora suspira, viaja eletrificada na voltagem da emoção. As cordas surradas pela mão indignada ora estremecem, ora quase emudecem num leve acariciar de dedos solidários e, às vezes, desesperançados (ser brasileiro é doido e doído, meus amigos…). Tem vida real em cada emissão do seu som. E na pausa que faz pensar, seu silêncio grita. Vertin está pronto, mas em movimento constante (como seus conterrâneos Almério, Juliano Holanda e Isabela Morais). O show teve participações bem legais de Rafaela Romam, Amanda Ferraresi, Luiza Caspary e Natália Ferlin. Poderia falar mais & mais & algo mais sobre o que rolou ali naquela noite bela. Mas você precisa ir lá ver. Sentir essa vibe na própria carne. Intuir. Entender. Sabe?

BUARQUE-SE >>> No Al Janiah >>> Que delícia ser brasileiro e falar a mesma língua de Chico Buarque. Falar português e poder entender sua imensa poesia, lírica e de cunho social. O mesmo idioma que lhe priva de ter um Prêmio Nobel de Literatura (como Dylan mereceu ganhar) nos permite usufruir de suas imagens e canções únicas. Ouvir o inigualável cancioneiro do grande Chico, assim, em sequência de 15 ou 20 músicas… meu… é muita emoção! Meus olhos marejaram várias vezes (como em ‘Meu Guri‘). Aos primeiros acordes, o público aplaudia profundamente comovido só por identificar a canção (nosso país precisa que se toque mais a sua obra, nas rádios e tevês). Ao final de cada música, um fã louco e apaixonado gritava: “Chicooo.. eu te amooo”. Eu também, Chico, eu também. Você, pra mim, é o maior brasileiro vivo. Obrigado por nos ofertar tanta beleza!

Faltou falar da competência de Rogério Silva (voz e violão), do Roberto Biela (voz e percussão) e do curador Netto Duarte, que levou esse show pra lá (queria conhecê-lo, mas na alegria do momento, esqueci de procurá-lo. Fica pra próxima vez). Clica nos links pra saber mais: na quarta-feira, dia 24 de julho e no sábado, dia 27 de julho a dupla canta Chico de novo. Vai lá, meu filho, vai lá…

BODEGA >>> 122º Sarau Bodega do Brasil >>> No sábado participei, pela primeira vez, do tradicional sarau organizado pelo cordelista Costa Senna, com apoio de Júbilo Jacobino e Cacá Lopes. Mas dei azar, pois cada um deles estava atuando em outros eventos (o que é bom sinal, nesse momento de crise). Mas fui muito bem recebido pelo cantor e compositor Vieira Pato (comigo, na foto) e pelo apresentador do evento, Carlos Buono, ambos organizadores do Sarau da Vergueiro, cuja 27º edição acontece na próxima sexta-feira (ver no agendão). Li meu texto sobre João Gilberto e cantei Corcovado, acompanhado pela superbanda formada na hora por Ayrton Mugnaíni, Milton Bulhões, Dudu e Buono, que subiam ao palco e faziam arranjos instantâneos para todos os cantores que lá se apresentaram. E quer saber de uma coisa? Eita improvisozinho talentoso… Foi bão demais!

CASA AMARELA >>> No domingo, fui com meus amigos, o frasista Vasqs e a poeta Silvia Maria Ribeiro, participar da 76º edição do Sarau da Casa Amarela, tradicional point de resistência cultural em São Miguel, remanescente do Movimento Popular de Arte, dos anos 1970. O sarau organizado pelo poeta Akira Yamasaki e apresentado por ele e por Luka Magalhães é um dos melhores da cidade. É sempre uma alegria imensa assisti-lo, participar dele e abraçar os amigos. Esta edição teve performance do Grupo Ansur (que estará no próximo Sarau da Maria, dia 3 de agosto) e lançamento dos livros de Ivan Ferretti Machado e Escobar Franelas, além da expo dos incríveis desenhos de Will SideralMan. Claro que, além dos convidados, apareceram muitos músicos e poetas talentosos como Naldo do Acordeon, Paulo Miranda, Pérola Negra (que cantou comigo minha canção ‘Volta’) e o grande Edvaldo Santana (que fechou a noite em clima de festa).

O jornalista e escritor Manoel da Costa Pinto (na foto acima), esteve no sarau e anunciou série de eventos que celebrarão (com lançamento de coleção de livros) os 70 anos da visita de Albert Camus ao Brasil (em agosto, a Casa Amarela receberá um deles). A poeta Rosinha Morais leu um texto do escritor e filósofo argelino, autor do clássico ‘O Estrangeiro’ e prêmio Nobel de Literatura em 1957. Aguarde que eu vou postando as novidades aqui.

Douglas Mam – Fahrenheit 451 (Vídeo Oficial) >>>Por falar em literatura, foi lançado um videoclipe superlegal cheio de referências literárias, cuja música mistura Cervantes, Zaratustra, Castañeda, Bukowsky, Macunaíma e Macabéa, culminando no refrão ‘eu queria ser livro’. O cantor e compositor Douglas Mam apresentou ‘Fahrenheit 451‘, sua parceria com Thomas Incao. O link não permite visualização aqui no post, mas você pode clicar e entrar no Youtube pra ver. Curte aí.

TRAVESSIA MUSICAL >>> Na terça-feira fui ao espaço cultural administrado pelo multiartista Ca Cau, o Atelier Travessia, à rua Minas Gerais, 201. Suas obras, espalhadas pela casa, criam um ambiente propício à imersão e reflexão sobre o fazer cultural. Foi nesse clima instigante que conversei com ele, ganhei um cd (valeu, Ca Cau!), assisti sua apresentação (sua performance ao violão tem uns emocionantes toques ibéricos) e a do talentoso compositor e cantor Gabriel de Almeida Prado, que prepara o lançamento de seu segundo cd. Infelizmente não pude ficar até o fim para acompanhar as canções de Matheus Audan. O Travessia Musical é um encontro mensal que reúne artistas para shows intimistas. A casa promove exposições, saraus, degustações e eventos de lançamentos de clipes, cds e livros. Na programação para o dia 20, tem atividade infantil (às 14h) e um Roteiro Multissensorial (a partir das 19h30). No dia 27 tem show de Cláudia Amorim e Renato Piau. Já vi que vou voltar lá muitas vezes…

… … …

NA NET, O CD ‘AS MARÉS’,
DE PAULO BARROSO

… … …

E eu continuo mostrando as canções do belo álbum duplo As Marés, do cantor e compositor Paulo Barroso, agora disponível nas plataformas digitais. Então, clica aí: você pode ouvi-lo no Spotify, Deezer, Google Play, ITuneseYoutube (acesse também o primeiro disco de Barroso, Vozes da Cidade, inteiro). Hoje destaco um samba, cantado por Barroso e José Carlos Cordeiro, que até gerou videoclipe:

… … …

MARIELLE PRESENTE!

… … …

No dia 14 de março de 2018 a vereadora, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e voltava de um evento com jovens negras quando foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem diariamente em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar assim? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

Faz mais de um ano que eu repito esse texto. E vou continuar repetindo enquanto este blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos ou pela omissão das autoridades. Há um ano repito o texto que eu já sabia que ia repetir. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Um ano depois, Marielle continua sendo baleada, morrendo todas as noites e renascendo a cada manhã. Porque pessoas íntegras como Marielle não morrem jamais. Se eternizam e viram exemplo de luta. Nós, brasileiros democratas, estamos aqui, de braços dados com ela, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. Que podem ameaçar Marcia Tiburi e Jean Wyllis. E podem mirar nas nossas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. Marielle presente.

… … …

AGENDÃO

… … …

Aqui as sugestões de programação para esta semana. Acompanhe também as opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!   

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – das 10h às 12h … Programa Toque Clovis Ribeiro. Todas as quintas na Rádio Cidadã FM 87,5 (www.cidadafm.com.br). Música, informação e arte. Nesta edição, entrevista com Elói Soul e Mc Batoré

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 11h … Entrevista com o Cineasta Jorge Santos. Na TVArtMult Cultural, ao vivo, pelo Youtube

… … …

QUINTA-FEIRA A DOMINGO – 18 a 21 de julho – 19h (domingo às 18h)… As canções que você dançou pra mim – Cia Focus de Dança … Inspirado na obra de Roberto Carlos, o premiado espetáculo assistido por mais de 150 mil pessoas comemora 300 apresentações (está há mais de seis anos em cartaz). A companhia é patrocinada pela Petrobras e conta com os bailarinos Carolina de Sá, Cosme Gregory, José Villaça, Marcio Jahú, Marina Teixeira, Monise Marques, Rafael Luz e Roberta Bussoni. Direção e coreografia de Alex Neoral. No Teatro Firjan, à av. Graça Aranha, no Sesi Centro, Rio de Janeiro

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 19h … Os Devonts, Lafetah e o dj Amy se apresentam na Quinta dos Infernos, à rua Coronel José Eusebio, 109

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 19h … Dança da Alma com Alessandra Dörr. Na Casa da Consciência Itanhangá, Na rua Professora Vera Suassuna, 90, Rio de Janeiro

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 19h30 … Lançamento do livro de contos “Redemoinho em dia quente”, de Jarid Arraes. Os primeiro 50 compradores ganham brindes e cordéis inéditos da autora. No evento, bate-papo com ela e o escritor Marcelino Freire, além de exposição fotográfica. No Cultural São Paulo

… … …

ATÉ 28 DE JULHO – QUINTA A DOMINGO – 21h (dom, às 19h) … “Kavernistas do Terceiro Milênio” … Musical inspirado no disco anárquico “Sociedade da Grã-Ordem Kavernista apresenta Sessão das Dez”, de Raul Seixas, Sérgio Sampaio, Miriam Batucada e Edy Star, lançado em 1971. Idealização e direção de Luís Mármora, textos de André Sant’Anna. Com Almir Rosa, Cris Rocha, Ernani Sanchez, Luís Mármora, Luiz Gayotto, Rafael Castro, Paula Klein, Carlos Zimbher, Renato Medeiros e Pedro Felício. No TUSP, à rua Rua Maria Antonia, 294

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 21h … QuintalExperimental SP … Juba lança single ‘Mulher de Ethos!’. Participação de Junio Barreto e Junú. No Secretinho, à rua Inácio Pereira da Rocha, 25

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 21h30 … Jonathan Silva convida Vocal Ilu Obá para um show com poesia, vozes e tambores. Na Casa de Francisca

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 22h … Jonnata Doll e os Garotos Solventes com participação de Dado Villa Lobos (com músicas da Legião) e da dj Fabiana Caso. Na Fauhaus, à rua Faustolo, 983

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 22h … Cantoras Bruna Lucchesi e Bruna Prado se apresentam no Picles, à rua Cardeal Arcoverde, 1838

.. … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 22h … Chico Maranhão e banda no Al Janiah … Artista apresenta as músicas de seu mais novo cd, Contradições. Na rua Rui Barbosa, 269

… … …

QUINTA-FEIRA – 18 de julho – 22h30 … Eventos na Casa Matahari: todas as quintas tem Jazz na Faixa (nesta edição com Renato Alves, Pedro Cavalcante e Xande de Lima); na sexta tem King Combo (festa 100% vinil com o dj David Parise) e no sábado Tatá Brasilina e a Malandragem Patuá (música autoral). Na rua Silva Bueno, 729

.. … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 17h … Samba Negras em Marcha no happy hour do Aruanda Bar, na rua João Guimarães Rosa, 241 (praça Roosevelt)

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 18h … Ziriguidum + Os Beneditos fazem tributo a Jorge Benjor com as músicas do disco “A Tábua de Esmeralda”. Na Associação Cultural Cecília, à rua Vitorino Carmilo, 449

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 18h … Sapatokê: Karaokê com banda ao vivo no Bitú, à rua Bartolomeu Zunega, 113

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 18h30 … ‘Meu Nome É Francisco’, projeto do músico Daniel Galvão, se apresenta na Mostra Colaqui, no Sesc Vila Mariana

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Zulu de Arrebatá -Show de pré-lançamento do ep “Cena de Cinema’. No República Bar e Gastronomia, à rua Visconde de Itaboraí, 233

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Festa Literária Erótica. No Eclipse Espaço Cultural, Bar e Café, à rua Astorga, 621, na ZL

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Festa Marafffo convida: Acachapa + Tiago Frugoli Ensemble. Na FFFront, à rua Purpurina, 199

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … 27ª Edição do Sarau da Vergueiro, organizado por Vieira Pato e Carlos Buono, entre outros artistas e amigos. Na rua Vergueiro, 803, na Liberdade

.. … …

SEXTA-FEIRA E SÁBADO – 19 e 20 de julho – 19h … Encontros da Nova MPB no Centro Cultural dos Correios, na rua Visconde do Itaboraí, 20, no centro do Rio de Janeiro (clique no cartaz). Também nos dias 26 e 27.

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 19h … Alice Antunes lança o single “Batucada Na Favela” e faz releituras de jazz e mpb acompanhada por Liw Ferreira (violão) e Bia Pacheco (sax). No Beco das Garrafas, à rua Duvivier, 37, no Rio de Janeiro

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 20h … Sergio Gnecco toca mpb, reggae, pop e rock no Point do Charuto, à praça Comandante Eduardo de Oliveira, 254

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 20h … Carol Naine na Audio Rebel, à rua Visconde de Silva, 55, em Botafogo, Rio de Janeiro. Revelação da música brasileira, com dois discos lançados e indicações a prêmios da música, a artista faz show performático com participação da banda “Chico e o Mar”

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 20h30 … Flash Back pop e rock com JC Zeppelin no Loukus

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 20h30 … Hard Desert no Santa Sede, perto do metrô Parada Inglesa

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 21h … Jardim das Delícias … Festa com os djs Fred Lima + Drumagick + Dj Pikachu. Na Casa Híbrida, à avenida Doutor Arnaldo, 1620, no Sumaré

… … …

SEXTA A DOMINGO – 19 a 21 de julho – 21h (domingo às 19h) … AI-5, Uma Reconstituição Cênica. Peça aborda a reunião que deu início à fase mais sangrenta do regime ditatorial civil-militar brasileiro. No Teatro Arthur Azevedo, à avenida Paes de Barros, 955, na Moóca

… … …

SEXTA E SÁBADO – 20 e 21 de junho – 21h … Fuck You, Baby … Peça tem texto e direção de Mário Bortolotto, que também atua (veja o elenco, clicando no cartaz). No Teatro Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 22h … Meu Preto da Capadócia (Tributo Jorge Benjor) + DJ Birão Ramin. No Espaço Bento Rosa, à rua Mourato Coelho, 1094

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 23h … Baião Lascado faz forró na Gruta, à rua Major Quedinho, 112

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 23h … Bando de Régia, formado pela cantora e compositora Kelly Marques e pelos músicos Vitor Coimbra (zabumba), Lucas Coimbra (sanfona) e Lello Araújo (triângulo) se apresenta no Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269

… … …

SEXTA-FEIRA – 19 de julho – 23h59 … Carlos de Lucca Trio no Atelier Ju Corte Real, à av. Adolfo Pinheiro, 2420. No repertório, rock, jazz e blues

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 10h … Nor-Destinos: 1º percurso “O homem que virou suco”. A diáspora nordestina em SP num debate ilustrado por uma cena do filme de João Batista de Andrade, logo depois será realizado um percurso em torno do Sesc, seguida de roteiro a pé aos marcos simbólicos da produção artística do nordeste. No Sesc 24 de Maio

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 10h … Osasco Anime Fest – 2019. Evento de cultura geek, pop e nerd com temática em animação, cartoon, mangás, cinema, literatura, hqs e videogames. No Centro de Eventos Pedro Bortolosso, em Osasco

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 12h … Espetáculo “O Que Ali Se Viu” no Sesc Pompeia. Nesta produção do Coletivo Teatro Dodecafônico, o público assume o lugar da Alice de Lewis Carroll. As rainhas e lagartas estarão em diálogo com a arquitetura da Lina Bo Bardi. Com Ana Flávia Chrispiniano, Beatriz Cruz, Cláudia Tordatto, Gabriela Cordaro, Katia Lazarini, Lígia Borges, Paulina Caon, Pedro Felício, Priscila Carbone e Samir Signeu. Entrada franca, para todas as idades. Também nos dias 27 de julho e 3 de agosto

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 14h … Dobradinha Sam Hart. Na 9° Arte Galeria e na Ugra, ambas na rua Augusta, 1371

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 14h … 77ª edição do sarau Poesia é da hora no Centro de Acolhida Aparecida, no Alto da Mooca. Participação do coletivo Poetas do Tietê e microfone aberto pra quem chegar. Organização de Henrique Ramos, Marah Mends e Nicanor Jacinto

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 14h … Laboratório criativo para escritoras com o Ocupa Beauvoir, movimento cultural que explora a literatura, o design, a realidade aumentada e a ocupação urbana contra a desigualdade de gênero no mercado editorial e das artes. No Sesc Avenida Paulista

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 15h … Choque-Rosa no Sesc Vila Mariana. Peça infantil com as palhaças Kelly Lima, Lilyan Teles, Tatá Oliveira e Verônica Mello. Também nos dias 27 de julho e 3 de agosto

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 16h … Trupe DuNavô apresenta É mesmo uma Palhaçada no Sesc São Caetano

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 18h … Lançamento do videoclipe “Homem Negro”, do cd “De Tempos em Tempos a Terra Treme”, da banda Nicolas não tem banda. Na mesma noite, shows de Carl Satan e Os Videntes Profanos. No Vídeoclube Charada, à rua José Antonio Fontes, 62

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 18h … Sófálá: Slam de Poesia. Com o mc Emerson Alcalde, discotecagem de Daisy Coelho, lançamento do livro “Fé, Sánba, Avúa”, de Daniel Lobo e feira com as publicações da Edições do Tietê. No Red Bull Station, à praça da Bandeira, 137

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 18h … CAPSArtes: Roda Cantante sob o tema Música Brasileira nos anos 70. No Centro de Arte e Promoção Social, à rua Jequirituba, 325

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 19h … Show – Trilha de Gita (ritmos brasileiros, funk jazz e rock progressivo). Na Concha Acústica, em Santos

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 19h … Samba no Bogotá … Para manter viva a memória do samba na região, seus batuqueiros e compositores, além de apresentar ao público novas composições. Na rua Presidente Getúlio Vargas, 36, em Suzano

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 19h … Rocki’n’Trio no Rock and Blues Bar, na av. Marari, 466

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 19h30 … Experimento – Roteiro Multissensorial, com poesia, arte, vinho, bate-papo e pocket-show do músico e artista plástico Ca Cau. No Atelier Travessia, à rua Minas Gerais, 201. Ingresso antecipado R$60 (Inclui o roteiro, com 5 ambientes e 5 rótulos de vinho, café de encerramento e patês).

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 20h … Shows de Uma Banda e Tal & Vieira Pato no Olaria Bar e Grill, à rua Apeninos, 637, no Paraíso

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 20h … Amigos, Pizza & Rock N’ Roll … Banda Urbanus apresenta rock nacional e internacional. No Clube Vila Maria

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 20h … Sebah de Assis & Sandro Prêmmero no Carauari Bar e Mercearia, à praça Carauari, 8, na Vila Maria. No repertório, músicas autorais e clássicos de Rolando Boldrin, Almir Sater, Xangai, João Bá, Sá & Guarabira e Raul Seixas, entre outros

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 21h … Pink And The Brain. Tributo ao Pink Floyd. No The Wall Café

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 21h30 … EntreLatinos no Bar Exquisito, à rua Bela Cintra, 532. Com os músicos Ana Maria Stinghen, Francisco Prandi, German Rojas e Pepe Salazar

… … …

SÁBADO – 20 de julho – 23h … Sarau de Férias Julinas na Gam Yoga. Conduzido pelo anfitrião Palhaço Charles (Alessandro Azevedo). Na rua Fradique Coutinho, 1004

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 14h … Marcha Agrotóxico Mata – no Masp … Encontro suprapartidário, conclama partidos políticos, ongs, coletivos ambientais e artísticos para ato contra as medidas tomadas pelo atual (des)governo, como a liberação de mais de 200 agrotóxicos

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 15h … Sarau da Praça (MAP) – edição de julho. Na praça do Forró (Padre Aleixo Monteiro Mafra)

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 15h … Lançamento do livro ‘Gabyanna Negra & Gorda’ na Livraria Africanidades, à rua Paulo Ravelli, 153. Na programação, roda de conversa e autógrafo com a autora Gabriela Rocha, discotecagem com DjAline Vargas e exposição da grife de roupas de NeneSurreal

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 15h30 … Zeca Baleiro em ‘Zoró Zureta’. Espetáculo infantil com canções do artista. No Sesc Itaquera

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 16h … Slam das Minas na Galeria Olido

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 17h … Circuito Dandô em Sampa. Com o convidado Valdir Verona e o anfitrião Thadeu Romano. Na Unibes Cultural

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 17h … InCorpóreo no Gambalaia. Com Deolinda Nunes (poemas), Elis Pessotti (dança) e Aline Lopes (música)

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 19h … Descarte ... Apresentação única de espetáculo solo com Adriana Azenha. No Teatro Garagem, à rua Silveira Rodrigues, 331, na Pompeia

… … …

DOMINGO – 21 de julho – 20h … Medusa de Rayban … Remontagem da peça (elogiada em 1997 por inovadoras referências às hqs e ao rock) narra os conflitos de quatro assassinos de aluguel, abordando a violência sem descartar o humor. Texto e direção de Mário Bortolotto (clique no cartaz). No Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384. Ingressos a R$40 e R$20

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 22 de julho – 19h … Fios de Choro no Instrumental Sesc Brasil. No Sesc Consolação

… … …

SEGUNDA A SEXTA-FEIRA- 22 a 26 de julho – 19h … Semana Artista 360°… Série de palestras e debates para ensinar o artista a monetizar seus projetos. Gratuito. Na rua Lopes de Oliveira, 610, próximo ao Metrô Marechal Deodoro

… … …

TERÇA A DOMINGO – 23 a 25 de julho, 19h (26 a 28 de julho, 20h)… Sonhos em Travessia: do fluxo ao abandono – Ocupação Clariô … Espetáculo segue o caminho de Carolina Maria de Jesus, a partir de seu livro, Quarto de Despejo, para conhecer a cidade que ela ocupou. Com a Via Coletiva de Teatro. No Espaço Clariô, à rua Santa Luzia, 96, em Taboão da Serra. Oficina nos dias 23 e 24, das 19h às 21h. No dia 26, debate após a apresentação.

… … …

ÀS TERÇAS-FEIRAS DE JULHO– das 19h às 21h … Visões do surrealismo – curso com Claudio Willer … A cada sessão projeção de imagens por datashow e distribuição das sinopses. Investimento R$30,00 por data ou R$120 pelo pacote. No Corvo – Burger & Beer, à rua Fortunato, 119

… … …

TERÇA-FEIRA – 23 de julho – 20h … Zé Manoel e Filipe Massumi no show ‘Hiato’. No Centro da Terra

… … …

TERÇA-FEIRA – 23 de julho – 20h … Grupo Macaia apresenta ‘Um Terreiro no Templo de Urizen’. No Centro Cultural de Santo Amaro

… … …

TERÇA-FEIRA – 23 de julho– 21h … Terça em Cena … Quatro peças curtas são montadas por artistas da Cia La Plongèe e do grupo Cemitério de Automóveis (clique no cartaz). Na rua Frei Caneca, 384

… … …

QUARTA-FEIRA – 24 de julho – 18h … RPG e Literatura – Com o poeta Victor Rodrigues. Também no dia 31 de julho. No Sesc Guarulhos

… … …

QUARTA-FEIRA – 24 de julho – 19h30 … 16º Quarta Autoral … Pocket-show com Silvio Luiz, lançamento do livro “Amor… Desbragado Amor”, de Mario Neves e microfone aberto por ordem de inscrição. No The Wall Zé Rock Bar, à rua Igarapés, 1219A, no Itaim Paulista

… … …

QUARTA-FEIRA – 24 de julho – 19h30 … Sarau Alfinete … Pocket-show de Marcos Robson e lançamento do livro “Fantasmas, Demônios e Lendários”, de Claudemir Darkney Santos. No Kas Tattoo, à av. Papa Pio XII, 432, em Guarulhos

… … …

QUARTAS-FEIRAS – ATÉ 31 DE JULHO – 20h … O Bote da Loba … Remontagem da peça de Plinio Marcos. Direção e iluminação de Marcos Loureiro. Com Anette Naimann e Dani Moreno. Na ocupação do Teatro de Arena Eugenio Kusnet, à rua Teodoro Baiman, 94

… … …

QUARTA-FEIRA – 24 de julho – 20h30 … Estreia de “Fakir”, filme da cineasta e atriz Helena Ignez, na abertura do 14º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo. Entrada franca. No Memorial da América Latina

… … …
QUARTA-FEIRA – 24 de julho – 21h … … Efeito Urtigão – texto e direção de Mario Bortolotto … Na peça, jornalista talentoso, cansado da mediocridade a que é submetido nas redações, resolve se isolar morando num sítio. Um amigo jornalista o procura para tentar entrevistá-lo. Com Mario Bortolotto e Walter Figueiredo. No Teatro Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384

… … …

ATÉ 27 DE JULHO … ‘Quem te viu, quem te vê’ – Exposição de 54 caricaturas de Chico Buarque selecionadas em concurso nacional. Com curadoria do cartunista Zé Roberto Graúna, a mostra apresenta trabalhos dos mais variados estilos. Às terças-feiras, das 10h às 16h; de quartas às sextas, das 10h às 18h; aos sábados e domingos, das 15h às 18h, na Sala Carlos Couto (Teatro Municipal de Niterói) com entrada franca.

… … …

ATÉ 30 DE JULHO … Exposição Batman – 80 anos, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, com 12 ilustradores apresentando sua versão do personagem

… … …

ATÉ 18 DE AGOSTO … Exposições: “Entre o azul e o que não me deixo/deixam esquecer”, de Juliana dos Santos e “acerca do fracasso das formas”, do Coletivo Cartográfico (Carolina Nóbrega, Fabiane Carneiro e Monica Galvão) em parceira com Jorge Soledad. No Paço das Artes, à av. Europa, 158.

… … …

ATÉ 18 DE AGOSTO … PretAtitude, no Sesc Vila Mariana. Exposição é um recorte da produção afro-brasileira contemporânea com trabalhos de Aline Motta, André Ricardo, Eneida Sanches, Janaina Barros, Laércio, Lídia Lisboa, Luiz 83, Marcelo D’Salete, Marcio Marianno, Peter de Brito, Sidney Amaral, Rosana Paulino, Wagner Celestino e Washington Silveira. Nos dias 18 e 26/6, bate-papo com artistas convidados. De terça a sexta, das 10h às 21h30; sábado, das 10h às 20h30; domingo, das 10h às 18h30

… … …

ATÉ 18 DE AGOSTO … ‘Björk Digital Brasil’ – no MIS SP … Exposição de realidade virtual imersiva da artista islandesa Björk, que une arte e tecnologia para ilustrar as imagens poéticas de suas músicas. A mostra-instalação traz seis trabalhos de Björk extraídos de seu álbum, Vulnicura (as obras podem ser vistas com óculos de realidade virtual). Além dos vídeos, a expo traz o projeto educativo Biophilia e uma sala de cinema onde o público confere diversos clipes da carreira da artista feitos por mestres do videoclipe, como Michel Gondry e Spike Jonze. Clique aqui para mais informações.

… … …

ATÉ 5 DE SETEMBRO … A Utopia na Era da Incerteza – Imersão Artística Múltipla: Instalação cenográfica com atividades sensoriais e espetáculo teatral. Projeto da Cia Lúdica ocupa o Tendal da Lapa, na rua Guaicurus, 1100

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. E toda quinta-feira tem post novo. Até lá!

… … …