Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tem a estreia deste blog no YouTube, a live-niver da Casa Amarela, o sarau da Bodega, uma bossa na data de 90 anos de João e um textão imprensando a imprensa da televisão

Por Arnaldo Afonso

‘SARAU, LUAU E O ESCAMBAU’ TAMBÉM NO YOUTUBE >>> Chiquitito pero cumplidor. E não é que este bloguezinho atrevidinho está crescendo? Nesta sexta-feira, dia 18, a partir das 15h (que eu não sou de ferro), inauguro o canal Sarau, Luau e o Escambau no YouTube. No vídeo de abertura, vou dar um pequeno histórico das motivações deste blog e comentar sua atuação na seara alternativa em cinco anos de publicações. A partir da semana que vem, a cada sexta-feira, postarei um vídeo novo, destacando algum artista citado no blog ou comentando a programação da semana. Pequenas entrevistas e lives de lançamentos de livros, discos e vídeos estão nos planos. Prestigie mais essa iniciativa deste artista-blogueiro e já entre lá pra se inscrever no ‘nosso’ canal

Domingo – 13 de junho – 15h … 88° Sarau da Casa Amarela – Edição online segue comemorando seus 10 anos de atividades. Organizado e apresentado pelo poeta Akira Yamasaki (com o auxílio luxuoso de Escobar Franelas, Rosinha Morais, Luka Magalhães e uma tchurma da pesada), um dos melhores saraus da cidade faz a festa e convida vários artistas: Karolzinha da Silva e Antonio Pereira Neto lançam livros. Feliz da vida, este blogueiro e artista, Arnaldo Afonso, também participa. Clique no cartaz e saiba mais

Sábado – 12 de junho – 19h … Bodega do Brasil realiza mais uma edição online com vários convidados: Darc Maia, Cris Lombardi, Jô Anjo, Mateus Muradás, Douglas Malharo e os organizadores Costa Senna e Cacá Lopes, entre outros (clique no cartaz e saiba mais)

Sexta – 11 de junho … O cantor e compositor Cacá Lopes participa de duas programações. Às 12h, é convidado no programa SP Forró, de Zé da Lua. Às 17h, em seu programa Abraços e Versos, recebe o jornalista Assis Ângelo

 

… … …
LEMBRANDO JOÃO
… … …
.
Na data em que João Gilberto comemoraria 90 anos (10 de junho) a rádio Batuta, do Instituto Moreira Salles, divulgou gravações inéditas do criador da bossa nova. Os registros caseiros, feitos na Bahia entre 1959 e 1960, apresentam músicas nunca incluídas em seus discos (saiba mais). Este blogueiro publica o texto que escreveu na semana da morte do genial cantor e violonista e aproveita a ocasião pra relembrar a obra imortal do ‘bruxo de Juazeiro’ (como cantou Caetano em A Bossa Nova é Foda)
Minha preferida é ‘Corcovado‘. Mas poderia ser ‘Brigas Nunca Mais’. Ou ‘Manhã de Carnaval’. Poderia ser ‘O amor, o sorriso e a flor’. Ou ‘Desafinado’. Poderia ser ‘Wave’ ou ‘Coisa Mais Linda’. A voz de João Gilberto encheu de beleza muitos momentos da minha vida. As músicas maravilhosas que ele interpretou e a forma única como o fez ainda me encantam. A delicadeza. A sutileza. O sopro de quem traz uma revelação (e provoca uma melodiosa e desarmada revolução). Um anjo suspirando baixinho o silêncio imenso da canção entre uma e outra descompassada batida do coração. Eu colava o ouvido na caixa de som e repetia sílaba por sílaba, cantarolando com ele, fazendo careta, imitando sua entonação, pra ver se captava a mesma vibe, se assimilava a dicção, se aprendia a respirar sua respiração:

E eu que era triste / Descrente deste mundo
Ao encontrar você eu conheci / O que é felicidade meu amor

Por um Brasil melhor, João Gilberto tem que entrar na grade curricular: ‘crianças, hoje vou ensinar João’, diria a professora. E não é fácil aprender João. Tem que ter tesão e tensão. João é disciplina que reprova: bossanova requer rigor e dedicação. Mas depois que você apreende sua afinação, bau-bau, mundo mau. João é bim-bom. É voo do sim do som. É pau é pedra fundamental. É mesmo amor: é impossível ser feliz sem ele. A essa hora, lá no céu amoroso dos artistas, já puxou um banquinho e um violão pro lado do Vinicius e do Tom: ‘Chega de Saudade, João’.

UMA BOSSA PRO JOÃO >>> No álbum As Marés, o cantor e compositor Paulo Barrosoreverencia o grande João Gilberto. A João, lembrando a data de seus 90 anos, minhas lágrimas sentidas, meu amor e meu agradecimento pela beleza imensa que nos deu.

.
… … …
OS OUTROS ASSUNTOS OUTROS ASSUNT
… … …
.
A TESOURA DO FACE >>> O Facebook é meu principal canal de divulgação das matérias deste blog. Dizem que é uma bolha fechada, viciada e coisa & tal, mas estou muito satisfeito com o alcance que ele me proporcionou nesses mais de 5 anos de postagens. É lá também que divulgo minhas lives e saraus, meus poemas, canções e meus textos indignados contra esse (des)governo fascista e irresponsável que está no poder. É lá ainda, através de amigos antenados, que fico sabendo de muitas atividades artísticas incríveis, de preciosas lives de debates, dos necessários abaixo-assinados de protesto e de muitas notícias que a grande mídia não destaca. Só que o Facebook anda me tesourando demaaais. Suspensão, punição, limitação, ão e mais ão… Não tenho conseguido linkar os nomes das pessoas citadas ou supostamente interessadas nas minhas postagens. Então, tá complicando, né? Pra quê ter tanto trabalho em apurar, escrever e noticiar se não vou poder divulgar? As últimas semanas têm sido desanimadoras…
Então, deixo registrado este quase desabafo: não bastasse o (des)governo fascista, o desemprego, o isolamento, a morte levando os amigos e nos rondando a cada dia, a pandemia que se prolonga, a saudade dos palcos, dos bares e dos abraços… ainda tem os boicotes do Facebook! Pô, seu Face…
ESTE É UM PAÍS QUE VAI PRA TRÁS >>> Impossível ignorar e não dizer nada sobre a dor das perdas diárias na pandemia e a revolta diante da irresponsabilidade do atual governo. A chamada ‘CPI da Covid’ ouve depoimentos para apurar a óbvia responsabilidade (irresponsabilidade é o termo adequado) do (des)governo Bolsonaro na morte de meio milhão de brasileiros vitimados pela doença. Claro que, pressionados, os ratos inventam desculpas para desdizer o que disseram. O que as forças sensatas da nação estão esperando para puxar pelas orelhas e arrastar para fora da presidência esse homem desprezível, desinformado e incompetente que, com sua ignorância abissal, está matando cerca de 3 mil brasileiros todos os dias? Quantas mortes mais assistiremos? O que estamos esperando pra tirar Bolsonaro e seu bando de lá? Enquanto morremos, os descerebrados jogadores da seleção aceitaram disputar a Copa América em nosso território após dois países, com média de mortos menor que a do Brasil, recusarem (o meme e as ótimas charges foram colhidos na net). Enquanto morremos, esse tal (des)presidente conseguiu emplacar mais um de seus anacronismos: a PEC que prevê a volta do voto impresso começa a ser discutida e vai à votação em plenário. Nosso sistema eleitoral através das urnas eletrônicas é elogiado e invejado no mundo inteiro. Mas, governado por negacionistas, este país que vai pra trás pode ter, em breve, a volta das cédulas eleitorais em papel. Será que somos milhões de seres adormecidos e desfibrados? Pobres de nós, povo e país. Precisamos reagir…
.
JORNAL, JORNALISMO & JORNALISTAS >>> Arnaldo Afonso roda e avisa: “não sou candidato a nada, meu negócio é batucada, mas meu coração não se conforma”. Segue aí um discursão sobre… bem… um montão de indignações misturadas:
“Jornalismo guti-guti / não faz mal para ninguém
Jornalismo guti-guti / alto astral, só fala bem”
Há tempos, fiz essa quadrinha para ser cantada com a melodia de ‘Ciranda, Cirandinha’. Nas redações, sempre tive o hábito (execrado por alguns colegas) de trabalhar cantarolando. No mais das vezes, criei vinhetas em homenagem a ótimos profissionais e amigos queridos (entoando seus nomes), fiz adaptações políticas com as breguices de artistas de sucesso e inventei musiquinhas para satirizar os assuntos do dia (tanto os nacionais quanto os da nossa prosaica vidinha pessoal). Essa do ‘jornalismo guti-guti’, além da doce e infantil porrada literal (ao estilo e espírito do inesquecível Millôr – modéstia às favas), critica a onda de apresentadores e repórteres ‘animados’ que infesta os programas informativos do rádio e da tevê. Para os manda-chuvas das grandes redes, os intrépidos trabalhadores da notícia, além de correrem o tal ‘risco de vida’ (ôps!) ao apurar, checar, entrevistar e confrontar os poderosos gângsteres que decidem nossos destinos, têm de ser ótimos atores também e fingir que estão felizes da vida (como numa família de comercial de margarina), dar bom-dia, boa-tarde, boa-noite a todos os presentes na transmissão, dizer bem-vindos e bem-vindas a cada vez que alguém entrar no ar (até mesmo a nós, sitiados em nossas casas!), inventar um bordão otimista ao se despedir (besteiróis do tipo ‘que Deus nos proteja’, ‘fiquem em paz’ ou ‘tenha um dia iluminado’) e ainda sorrir como se fossem Clauddinhas & Ivettes à frente do trio elétrico da espetacularização da notícia. Têm de improvisar comentários ‘divertidos’ sobre qualquer assunto noticiado (aquele bate-papo ‘descontraído’ que, frequentemente, desemboca em gafes e frases constrangedoras) e, imediatamente, usar seu emoji de carinha tristinha ao informar sobre alguma catástrofe ou morte de personalidade mundial. Ou, o que é ainda pior, dizer um ‘vamos torcer pra dar certo’ após relatar alguma nova medida anunciada pelos nossos (des)governantes. Deve ser frustrante estudar pra chuchu, assimilar princípios dialéticos, aprender regrinhas clássicas de questionar e sempre desconfiar para, de repente, se transformar num disseminador de mensagens de auto-ajuda. Que peninha deles…
Desde os anos 90, eu parodio o verso da maravilhosa música ‘Luiza’, do grande Tom Jobim, ‘eu sou apenas um pobre amador’, que transformei em ‘eu sou apenas um diagramador’. Lamento constatar que, além de fazer rir alguns colegas, cada vez mais o meu humilde versinho quer dizer muuuito. Os diagramadores sempre tiveram sua inteligência subestimada e foram tratados como não-jornalistas por qualquer ‘jênio do texto’, mesmo que em começo de carreira (quando o Guto foi eleito presidente do nosso sindicato, ouvi editores proferirem comentários preconceituosos, às gargalhadas). A diagramação ainda não havia sido promovida à categoria de ‘design’ (o que, claro, não deixa de ser outra baita enganação desse mundinho de redefinições em inglês para supostamente valorizar o mesmíssimo ‘produto’ que já existia em português). Em dois parágrafos de pensata, vejam só vocês, ainda nem entrei direto no assunto e creio que já fiz por merecer o xingamento de ‘jornalista chato’, que é o que penso que um jornalista deva ser… O assunto é justamente esse: tenho dó dos jornalistas que ouço no rádio e na tevê. Não apenas por terem de defender a indefensável ideologia de seus patrões (sim, seus chefes queriam tirar o PT e, irresponsavelmente, ajudaram a colocar o Bozo lá – ninguém me contou, eu vi). Reconheço que somos profissionais e temos de trabalhar em algum lugar, ganhar nosso din-din, pagar as contas, etc & tais. Mas precisa fazer esse papel humilhante de forma tão idiotizantemente convincente? Coleguinhas… usem do sarcasmo, do cinismo, do humor. Obedeçam as ridículas e absurdas ordens dos Alikamels de plantão, mas deixem escapar alguma dúvida, uma beirada de crítica, uma pontinha de sagacidade, algum resquício de raciocínio perspicaz. Pelamor!
Ouvi mais uma vez (ontem na tevê, hoje no rádio – talvez a motivação maior desse desabafo) a equivocada generalização de que nosso mal é ‘essa polarização, aí’. Que polarização, cara-pálida? A direita está no comando (onde sempre esteve), elegeu um fascista inconsequente e aquela que seria sua mais provável oposição foi massacrada (‘num grande acordo nacional, com o STF, com tudo’) por uma mídia golpista e por políticos oportunistas a serviço das oligarquias empresariais de postura mais anacrônica. ‘Polarizar’ era o termo adequado para se referir ao embate entre tucanos e petistas, liberais e reformistas, que, bem ou mal, sempre apresentaram algum projeto político para o país e sua população, mesmo que nos enrolando aqui e acolá (é do jogo democrático a gente ser capaz ou não de discernir isso). O fascismo que está no poder não pode ser incluído nesse tipo de análise. Quando um jornalista o faz, aceita a premissa de que a liberdade (inclusive a de imprensa) possa ser discutida como prescindível. Não, amigos, não.
Finalizando: se ‘ser jornalista’ é isso aí, ainda bem que eu sou ‘apenas um diagramador’. O que o ‘jornalismo guti-guti’ das grandes redes tem oferecido é mais do mesmo na indústria do entretenimento vazio: a desfibrada divulgação do pensamento acrítico, o mero acompanhamento dos (des)enredos oficiais e a consequente colaboração no encobrimento e na distorção das verdades mais óbvias. São como arte sem confrontação, escola sem partido, cabeça de vento sem nada dentro. Não à toa o fascismo tem proliferado. Aqueles jovens idealistas que escolheram o jornalismo como ofício, porque queriam mudar o mundo, precisam dizer a que vieram. Reajam, agentes do pensamento humanista. Como disse o genial vagabundo, em seu discurso contra o tirano e genocida alemão, conclamando-nos à luta: ‘Homens é o que sois!’
Obviously, os sites independentes não são o alvo desse artigo. Viva o jornalismo alternativo investigativo. Tenho dito!
(Minha parceria com Vlado Lima, no vídeo abaixo, tem dois ou três versinhos que bem ilustram o atual papel da imprensa…)

.

… … …

NALDO’S NEWS

… … …

OS DESPERDIÇADOS DO MUNDO
(de Arnaldo Afonso e Vlado Lima)

os desperdiçados do mundo  /  entraram em greve
os desperdiçados de Botsuana e de Oklahoma  /  cruzaram os braços
os desperdiçados de Copacabana e Barcelona  /  estão solidários
os desperdiçados do Waikiki, daqui, os de Paris  /  e os da puta que parri
já não tão nem aí (hi hi hi)
o que pretendem  /  os  /  desperdiçados do mundo?
perguntam os telejornais  /  e os memes nas redes sociais
os editoriais dos grandes jornais  /  exigem repressão
empresários magistrados militares deputados  / exigem ‘ordem na nação’
o que pretendem  /  os  /  desperdiçados do mundo?
por que não dizem nada, nada  /  por que foram parando, parando
um a um  /  um a um
os desperdiçados do mundo  /  entraram em greve
os desperdiçados da minha rua e os da escola  /  cruzaram os braços
os desperdiçados da Manchúria e os de Angola  /  estão solidários
os desperdiçados da Havan de Wuham do Haiti  /  de New York ao Chuí
estão morrendo de rir (hi hi hi)
o que pretendem  /  os  /  desperdiçados do mundo?
por que não dizem nada, nada  /  por que foram parando, parando
um a um  /  um a um
os desperdiçados do mundo  /  entraram em greve
chutaram o balde  /  ligaram o foda-se
e não deram a menor satisfação
(chupa, FMI)

MEU CANAL NO YOUTUBE >>> A novidade no canal é essa minha parceria com o grande poeta Vlado Lima. Adaptei e musiquei seu poema ‘Os Desperdiçados do Mundo’ (no vídeo, acima). Após postar no YouTube minhas canções Além da Lenda (em parceira com Conrado Pera), Chama de Amor e Tom Jobim no Telhado, me dei conta de que estou com dois canais lá (canal um e canal dois), além das várias postagens espalhadas pelas páginas dos saraus de que participei (é só pesquisar pelo meu nome que elas vêm – ouça ‘Barbárie Moderna‘, ‘Eu e a minha solidão‘, ‘Lágrima no Asfalto‘, ‘Coração Jazz‘, A Sereia Encantada, Paraísos Cotidianos (Paraisópolis) e ‘A Música e Eu‘)

AS 5 LIVES DE ARNALDO AFONSO >>> Este blogueiro, poeta e cantor, informa aos interessados que tem cinco espetáculos prontinhos da Silva para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs após a pandemia (se isso vier a acontecer algum dia) e que foram adaptados para o formato de lives (que já ando realizando pelo Face, Insta e Youtube – contatos por inbox). São eles:

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> No show, que tem participação da atriz e cantora Rosa Freitas (eventualmente de outros artistas), canto cerca de 20 canções do grande compositor e conto várias histórias e algumas curiosidades sobre sua vida e obra (aqui uma das lives). Além das Casas de Cultura, o espetáculo foi apresentado recentemente no Festival Satyrianas. O texto do show foi extraído da minha peça ‘Mestre Cartola: Vida e Obra em Verde e Rosa‘, disponível em minha página no Facebook

2 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia >>> Canto repertório autoral, falo de meus parceiros, dos poetas que musiquei e leio textos que escrevi para os artistas que me influenciaram (veja uma das lives). Versão online dos meus shows presenciais realizados no palco dos Parlapatões, no Bar do Frango, no Eclipse e no Centro Cultural Charada. Conto histórias dos saraus, do meu blog e falo do aprendizado que é participar do movimento cultural da ZN, desde os anos 80. Recentemente realizei uma delas a convite da Tom-K Produções. Veja como foi

3 – A Importância da Música (Os Grandes Compositores da MPB e suas Histórias) >>> Esquetes teatrais levemente cômicos, com formatos variáveis (15 minutos, meia hora e uma hora), onde a atriz Rosa Freitasinterpreta a ‘austera’ professora Margarida, que, durante o desenrolar da peça, vai se revelando uma ótima cantora (veja uma das lives). Ela dá ‘aulas de história da MPB’ a seus alunos e Arnaldo Afonso é o músico e jornalista ‘especializado’ convidado por ela a cantar algumas canções e comentar sobre a vida e a obra de compositores como Noel, Tom, Gonzagão, Cartola, Adoniran, Caymmi, Chico, Caetano, Gil e Roberto, além dos mais atuais Djavan, Paulinho da Viola, Raul, Belchior e Cazuza, entre outros. A live da professora Margarida tem variações com perfis educativos: Dona Margarida e A Primavera e Dona Margarida e o Verão, onde a mestra/cantora aborda a chegada de cada estação e suas relações com a preservação do meio ambiente, o aquecimento global, sustentabilidade e cuidados com a Covid, de modo bem humorado e em meio a clássicos de nossa música e poemas pertinentes aos temas. Datas como Natal, Dia da Mulher, Carnaval e Aniversário de São Paulo também renderam espetáculos

4 – Embebedai-vos! >>> Live de bate-papo e confraternização, entre goles de caipirinha, onde leio as mensagens dos internautas e canto clássicos do cancioneiro nacional (da mpb ao brega), contando curiosidades sobre as canções e apresentando textos postados neste blog em homenagem a artistas como João Gilberto, Chico Buarque, Luiz Melodia e Paulo César Pinheiro, entre outros, sem esquecer os artivistas dos saraus e os companheiros da Vila Maria e do Sarau da Maria, obviously.

ATENÇÃO!!! >>> Essa live é recomendável apenas para os ‘fortes’: a  primeira da série durou quase 4 horas, com mais de 40 canções bebidas e duas jarras de caipirinha interpretadas (ou coisa parecida – veja como foi). Você güeeeenta?

5 – Lives Caetanas contempla 6 edições que acontecem na primeira terça-feira de cada mês. A primeira da série, ‘Lives Caetanas – Volume 1‘, com transmissão pelo Facebook, teve mais de 1.500 visualizações, mais de 700 comments e cerca de 150 compartilhamentos (obrigado!). Na segunda, ‘Lives Caetanas – Volume 2‘, foram quase duas horas de clássicos do genial compositor baiano, recheadas de histórias das canções e passagens curiosas de sua carreira. Nas lives, Arnaldo Afonso tem apresentado sua versão para o português da canção ‘London, London‘, inserindo na letra, além da tradução literal da maioria dos versos, algumas declarações de Caê sobre seu estado de espírito durante o exílio em Londres. Tem também ‘Os Argonautas (Navegar É Preciso)‘ na bela interpretação de Rosa Freitas. Aqui a live 3. A quarta edição será em 6 de julho

CONTRIBUA, PELAMÔ! >>> A grana tá curta, né pessoal? Mas quem puder contribuir com as lives do artista, estão aqui as senhas do PIX de Arnaldo Augusto Afonso, no Bradesco: CPF (01448349877) ou email (arnaldo.aafonso@gmail.com). Valeuuuu!

 

… … …

OI COMO FOI COMO FOI COMO F

… … … 

COMO FOI 1 >>> LIVES CAETANAS – Volume 3 >>> Na terça-feira rolou a terceira edição da série (já pode anotar que a ‘Lives Caetanas – Volume 4será no dia 6 de julho). Foram apresentadas as seguintes canções:

Língua  –  Proibido Proibir (com discurso)  –  Tropicália  –  Enquanto Seu Lobo Não Vem  –  A Voz do Morto  (com citação ao Samba da Benção)  –  Não Identificado  –  Odara  –  Mãe  –  Eclipse Oculto  –  Queixa  –  Nosso Estranho Amor  –  London, London (minha versão para o português).
Infelizmente tivemos muitos problemas de transmissão. Por isso, escrevi (com a Rosa) esse texto aos amigos que nos acompanharam:
“Tudo que saiu bem legal na Live Caetana 2, deu errado na Live Caetana 3. E não entendemos o porquê, visto que procedemos exatamente da mesma forma nas duas. Pedimos desculpas aos amigos por isso. Estávamos ensaiadinhos e caprichamos nas histórias e nas canções. Na parte técnica também estava tudo ok: dois celulares com créditos, bateria, conexão, wi-fi, dados móveis e uma aparelhagem bacana, com checagem de som na caixa, bateria do microfone, iluminação, cenário, vedação do barulho da rua, dois violões equipados e dois artistas cheios de disposição. Mas…
Nesta terça tivemos muitos problemas de internet, com delay e congelamento na transmissão. E não tinham nada a ver com a conexão, que é muito boa (mudamos de wi-fi para dados móveis, pra ver se melhorava… nem assim!).
No intento de acertar, interrompemos a live e recomeçamos por 3 vezes (dizem que funciona, às vezes). E os defeitos continuavam. Isso foi cansando e tirando a concentração… mas, por respeito a quem estava acompanhando, a gente foi até o fim.
Recebi carinhosas mensagens de conforto, dizendo para relevar o episódio. Obrigado a todos pela força. Coloquei também uma mensagem no zap, agradecendo aos amigos que nos prestigiaram e àqueles que tentaram sintonizar e não conseguiram.

Alguns artistas falam pra gente pré-gravar e postar o vídeo na hora da live. Mas aí já não é mais live, né? É como fazer um dvd ou algo assim. Live é como um show presencial, trazendo a emoção do espetáculo único, que não se repetirá. Tem de ser ao calor da hora, com os artistas expondo suas limitações e qualidades ao vivo, dando a cara pra bater. E é sempre uma aventura. Cada uma é diferente da outra. Diante disso, fizemos o que foi possível.

Ficou em nós um sentimento de derrota, sim. Mas, foi só um jogo perdido. Como dizem os jogadores de fut, agora é levantar a cabeça e bola pra frente, que o campeonato é longo. Vou rever a live e responder às mensagens de vocês. Desculpas a todos. Valeu, pessoal!”
COMO FOI 2 >>> 39º SARAU DA MARIA – Ano VIII >>> Com participação de músicos, poetas e performers. Veja como foi na página do Sarau.
No dia 26 de junho, último sábado do mês, acontece a edição do Show da Maria, com pocket-shows de quatro artistas convidados: Conrado Pera, Os Ditos, Giliane & Gusmão e Vladinsky & Cordeirovich

 

… … …

DESTAQUES DA SEMANA

… … …

POÉTHICAS SATÉLITES >>> O escritor (e editor da Archangelus) Luka Magalhães foi o convidado do Poéthicas Satélites, programação do espaço cultural Aldeia Satélite, onde falou sobre Fernando Pessoa. Veja como foi

CECILIA BERABA & MAUTNER >>> Cantora e compositora carioca Cecilia Beraba lançou ‘Eterno meio-dia‘, álbum em que apresenta 11 canções feitas a partir de textos do grande Jorge Mautner (desde versos de seu premiado primeiro livro até poemas inéditos escritos durante a pandemia). E ainda tem uma faixa-bônus, só dela, em homenagem ao mestre. Ouça o cd, saiba mais sobre ela aqui e confira em sua página no YouTube os singles ‘Exu‘ e ‘Omolu‘, além de vídeos diversos com canções e entrevistas. Neste outro vídeo, um texto-poema de Mautner pra Cecilia e, na sequência, as canções do cd na talentosa interpretação dela, só com voz e violão. A parceria filosófica e musical com ele já rendeu mais de 30 canções

>>> MAIS CECILIA >>> Todas as quartas-feiras, a partir das 20h, a artista apresenta minilives com repertórios temáticos em seu canal no Instagram

ÀS TERÇAS – 21h >>> Cantora Verônica Ferriani faz lives temáticas em seus canais no Face, Insta e Youtube. Acima, um vídeo da série ‘Diário de Viagem Cantado’, onde ela canta canções ao ar livre

ATÉ 26 DE JUNHO >>> 2ª Mostra de Cinema Árabe Feminino oferece mais de 40 filmes realizados por mulheres em países como Egito, Líbano, Palestina, Sudão. Confira a programação

MASTIGANDO LIVROS >>> Em seu canal no YouTube, a poeta Daniela Pace Devisate comenta os livros lançados no mercado (em especial, os de autoria feminina). Nos links ela comenta livros artesanaise fala da pré-venda do livro ‘Escrituras da Menarca‘, organizado por ela para o selo Hecatombe, da editora Urutau. Abaixo, um poema dela:
PROJETOS
(Daniela Pace Devisate)
Querendo largar tudo
aprender jejum
virar santa
ou quem sabe
estudar num curso vespertino
de dança do ventre
fugir pra Nova York
com um milionário gay
ele diz que quer ser
meu agente
mas talvez a gente
se desentenda e ele
me bloqueie nas redes
e eu salte como carpa branca
pra dentro de outro aquário
futurista
lá serei não sereia,
mas doutora
grossos livros grossos óculos
formarão meu biombo pictórico
minha torre de cetim e sonho
minha muralha contra os bárbaros
mas um deles é que salvará
a minha vida,
sem ganhar nada em troca
quando explodir
a primeira granada
do apocalypse

O LIVRO DE TODAS AS RESPOSTAS >>> Peça-audiovisual, com dramaturgia de Bruna Meneguetti e direção de Cadu Ramos, conta a história de Elisa, uma adolescente que vive com o pai, e se questiona sobre o que quer fazer quando crescer. Direção de arte de Virgílio Guasco e direção musical de Felipe Macedo. Saiba mais sobre a equipe e o processo de criação acessando a página deles no Instagram

PALAVRAS AO VENTO >>> Já foi lançado o single ‘Palavras ao Vento‘, parceria de Bruno Conde com Kleber Albuquerque (ouça também ‘Astrid Acorda‘, parceria de Kleber com Juliano Holanda)

POETAS CONTEMPORÂNEAS DO BRASIL >>> Livro apresenta perfild de 34 autoras, com poemas, textos teóricos e ensaios sobre a poesia contemporânea. A obra realizada por Beatriz Azevedo (junto a Unicamp) presta homenagem às poetas Alice Ruiz e Lu Menezes, e é dedicada à memória de Olga Savary. Saiba mais no Instagram. Entre as escritoras estão Conceição Evaristo, Paula Valeria Andrade, Francesca Cricelli, Lubi Prates, Márcia Tiburi e Marilene Felinto

FEMININO INFINITO >>> Coletivo de mulheres encabeçado pela multiartista Paula Valéria Andrade lança em suas páginas uma série de vídeos com leitura de poemas feita por escritoras e atrizes. Nas sextas-feiras de maio, as convidadas são Lu Vitrolina (dia 7), Janaina Santana (dia 14),Giovanna Quaglia (dia 21) e Marlene Araujo (dia 28). Confira

>>> EU MATEI SHERAZADE >>> A convite de Paula Valéria Andrade, do coletivo Feminino Infinito, a atriz Janaina Santana gravou performance a partir do poema da escritora libanesa Joumana Haddad. Clique no link

SEXTAS E SÁBADOS – 21h (até 21 de agosto) … Peça ‘O grande inquisidor’. Texto de Dostoievski, interpretação e direção de Celso Frateschi. Após o espetáculo, debate com convidados. Ingressos aqui

ÀS SEXTAS – 18h … Outros Sons é o programa apresentado pelo músico João Antonio Galba na rádio web Paracatu. A cada semana, um músico é convidado a tocar e contar sua história. Durante a semana, a rádio apresenta diariamente em sua programação três drops extraídos do programa (às 9h, 15h e 20h)

MAIS GALBA >>> Todo sábado, às 20h30, músico faz live em sua página, no Facebook

DAN SANTOS >>> Cantor e compositor tem feito diariamente, das 12h às 14h, as lives ‘Volume’, em sua página no Facebook. Além das canções autorais, pode pedir clássicos do cancioneiro nacional que ele atende

HÉLIO BRAZ >>> Cantor e compositor com vários discos lançados, Hélio iniciou sua carreira junto ao grupo de artistas que participava de feiras e festivais escolares e se reunia na ‘Praça Maldita’, como era chamada por eles a praça Santo Eduardo, na Vila Maria. Baiano de Santo Amaro da Purificação, para onde voltou durante a pandemia, postou recentemente ‘Alma de Artista‘, música dedicada a um amigo, o músico Renato Luiz Consorte. Confira sua página no YouTube

>>> SÁBADOS – 18h >>> Hélio Braz faz live visando arrecadar fundos para a manutenção do Espaço Bossa Zen. Além do repertório autoral, o artista atende às mensagens enviadas durante a semana e toca as canções pedidas

CCN NOTÍCIAS >>> O Coletivo de Comunicação Norte Notícias (acesse o site), voltado principalmente para a Zona Norte, é o site de notícias de que participo como colaborador. Nele, dou prosseguimento ao meu trabalho no blog, informando sobre as atividades culturais dos artistas alternativos. Divulgue também mais essa iniciativa em prol de um jornalismo progressista, antifascista e em defesa da democracia

CIDA PEDROSA >>> A poeta pernambucana de Bodocó, vereadora em Recife e ganhadora do Prêmio Jabuti no ano passado com o livro Solo para Vialejo teve esse lindo poema transformado em vídeo (do livro As Filhas de Lilith, onde cada texto recebe um nome de mulher)

COMMÚSICA >>> Site recebe inscrições para mapear o cenário de bandas e artistas independentes, promovendo a divulgação de seus trabalhos, suas redes sociais e fortalecendo as conexões entre eles. O mapa virtual da Expedição CoMMúsica tem geolocalização e representação por fotos de satélite (a rádio web Samba e Companhia, do interior de São Paulo, apoia o projeto e coloca a Expedição de hora em hora no ar). Em seu manifesto, assinado por Dênio Patrik, Grívan Narvìg e Elizabeth Del Nero, os criadores afirmam que, ‘num mercado fonográfico dominado pelos temas repetitivos da música comercial, a plataforma CoMMúsica elabora seu principal objetivo: ser um canal de interação entre artistas periféricos e independentes, democratizando o acesso à música e buscando novos recursos digitais que aproximem a arte do público, garantindo a sobrevivência dos artistas’. Saiba mais

>>> ÀS QUINTAS – 22h >>> Programa ‘Quintas Elétricas Delirantes’, do músico e dj Eduardo Osmedio, com ‘brasilidades obscuras’. No site da Expedição CoMMúsica

Quinta – 10 de junho – 20h30 … Música no Cafofo. A dupla formada por Vinicius Maganha e Samira Regina convida músicos e performers a participarem de sua live semanal. Transmissão pelo Facebook

OSWHALDO ROSA >>> Poeta lança seu primeiro romance, ‘Ilha de Mar Nenhum‘, disponível para pré-venda na Editora Crystal Books. Capa de Elifas Andreato. Acesse, leia a sinopse e adquira o livro.O poeta Oswhaldo Rosa é autor de ‘Ácido Paulistânico’, ‘Amornauta’ e ‘O céu é vertical’. Lançou livro duplo (dois em um) com a ‘A Bomba que Falta’ (contos) e ‘O Domador de Cometas’ (poesia). Letrista, é parceiro de Susie Mathias (no cd ‘Canção das Moças‘), de Paulo Barroso (no cd ‘As Marés’) e de Joca Freire (no samba ‘Alerta Geral‘)

ÀS QUINTAS – 22h >>> Acompanhe a variada programação da rádio CasIlêOca (emissora e espaço cultural administrados por Liberto Solano Trindade). Um dos programas mais legais é o ‘A Palavra É‘, que conta a história dos bairros de São Paulo. A programação tem reprises aos domingos, às 15h, às segundas, às 11h e às quartas, às 18h. Apresentação de Nilu Xavier Strang & Liberto Solano Trindade, Eliana Ramos e a pequena Alice

>>> MAIS CASILÊOCA >>> Na terça, às 20h, no programa CasArte Marginal, o poeta Alexandre Paulino e a cantora Aline Lopes entrevistam artistas do cenário alternativo (você também pode assistir à transmissão da gravação do programa, no Facebook de Paulino, às quintas-feiras). Com reprise às sextas, às 13h e aos domingos, às 17h.

 

… … …

57 LINKS DE LIVES & CANÇÕES

… … …

57 AQUI E MAIS UNS 15 ESPALHADOS PELAS MATÉRIAS… Alguns com o clipe destacado (alternadamente a cada semana). Tem samba, rock, pop, mpb, rap, funk, caipira, urbano e lives com vários artistas de diversos estilos. 57 bons trabalhos artísticos que as rádios não tocam e as tevês ignoram. Não existe Ministério da Cultura, o jabá rola solto, a cultura é um balcão de negócios e a rica diversidade da música brasileira não é representada nos veículos de comunicação (que são concessões públicas e deveriam promover alguma mínima contrapartida social e educativa). Mas aqui no blog, esses 57 artistas tocam (e nos tocam): ouça, leia, saiba mais e compartilhe. Fortaleça a cena dos artistas alternativos

ESPELHO >>> Adolar Marin e Flávvio Alves

FLECHA QUE CANTA’ >>> Raquel Martins

HÉLIO RAMALHO >>> ‘Natura

#GOZI >>> ‘Eu Quero Mais

ANA LEE >>> ‘Toada

DÉO MIRANDA >>> Live-show ‘Poesia Dura, Língua Ferina, Coração Justo

MARCELO BARUM >>> ‘O Zé e a Flor

PEDRO & FILÓ >>> ‘A Onda e o Vento

ZÉ MANOEL >>> ‘Do meu coração nu

SHOW DA MARIA >>> Live com José Carlos Guerreiro, Vlado Lima, Laís Gomes e Katia Aqkino (acompanhada por Cirilo e Basseti)

PAPO DE VAGALUME >>> Cássio Figueiredo

NOSSAS ESQUINAS’ >>> Graziela Medori e Alexandre Vianna

VIOLEIRO CHICO LOBO >>> ‘Própria História

RHAISSA BITTAR & MONICA SALMASO >>> ‘Pra Acordar

COSTA SENNA >>> Viagem por São Paulo 

GILIANE & GUSMÃO >>> ‘Vagalume Estelar

DHARMA SAMU >>> ‘Não’ e ‘5090

ORTINHO >>> A Vida É Um Poema

UM DIA ISSO VAI PASSAR‘ >>> Conrado Pera e Du Gomide

HÉLIO BRAZ >>> ‘Alma de Artista

SINTONIA >>> John Mueller e Mazin Silva

O JARDIM DAS HORAS >>> ‘Carbono

STA IGNORÂNCIA >>> ‘Papo Véio

MOON’S MALLOW >>> Last Drop

ZÉ TERRA >>> Menino Rei

LANDO SUAREZ >>> Vamos tocar tambor

ANTIPHERRUGEM >>> William Martins dos Santos e Fábio Abrão

ÉLIO CAMALLE >>> ‘Zé da Bronca

TÁ FODA! >>> Beto Bianchi e Walmir Pinto

PAULO BARROSO >>> Lockdown

MARCIA CHERUBIN >>> O Artista

CECILIA BERABA >>> Eterno meio-dia

ANHANGABAHY >>> Ansioso

RAREFEITO 011 >>> Non Ducor Duco

JOTA.PÊ >>> Garoa

JAZZMIN’S >>> Quando te vejo

BHEZÃO >>> Live (com vários convidados)

GALBA >>> Amor Fiel

GRUPO MACAIA SHOW >>> ‘Violas, Encantos e Pontos

EDU KRIEGER >>> Genocida, o que é?

LUMA AIUB >>> ‘Boa Nova

GIULIANO DEL SOLE >>> ‘Topadas

KLEBER ALBUQUERQUE >>> All Star

CLANDESTINAS>>> Nenhuma a menos

GABRIEL DE ALMEIDA PRADO >>> O Fim Está Próximo

LIVES CAETANAS – Volume 2 >>> ‘Os Argonautas (Navegar É Preciso), com Arnaldo Afonso e Rosa Freitas

EDVALDO SANTANA >>> Só Vou Chegar Mais Tarde

ZÉ DE RIBA >>> Navio

O SALTO >>> Ceumar e Caco Pontes

ALLAN PITER >>> Ela Mexe Comigo

JORDANNA >>> ‘Novo Lar

EDSON D’AISA >>> ‘Tanta Coisa

VANESSA BUMAGNY >>> ‘Fome de Tudo

TV ARTMULTCULTURAL >>> Vídeos com vários artistas (um , doistrês e quatro

RICARDO VIGNINI >>> Live (com vários convidados)

SOPA DE LETRINHAS >>> Vídeos com vários artistas (um, dois, três e quatro)

 

… … …

AGENDÃO

… … …

IMPORTANTE >>> Leia e compartilhe os posts do blog no Facebook e a divulgação dos eventos. Fortaleça a cena dos artistas alternativos. Curta suas páginas e veja suas lives. Defender a diversidade, inclusive nas artes, é lutar pela defesa da democracia

ÀS TERÇAS – 21h … Sarau Elétrico. Leituras de textos por Luís Augusto Fischer, Diego Grando e Katia Suman, com um convidado escritor e outro músico. Pelo www.rádioeletrica.com ou na página de Katia no YouTube

TOM KBÉLO >>> Tom é um guerreiro na divulgação dos eventos de produtores culturais, músicos e poetas do circuito alternativo. A Tom-K Produções Culturais está com nova identidade visual e tem promovido entrevistas (às quartas-feiras) e shows com artistas de várias regiões do país. E foi com muito prazer que apresentei minha live autoral em seu canal no Facebook
>>>
>>> TOM 2 >>> Voyage Sonora é o novo projeto da Tom-K Produções Culturais em parceria com a francesa Espace Brasil, de Marselha. Fique ligado aqui que vêm novidades por aí…

GILIANE & GUSMÃO >>> Dupla de cantores e compositores disponibilizou algumas canções nas plataformas digitais: ‘Na poeira da estrada‘, ‘Virada do Alto‘ e ‘Terreiros da Madrugada‘. Além das citadas, é só digitar ‘Som da Estrada Duo’ para acessar outras músicas. Entra lá e se inscreva (ouça a nova canção ‘Vagalume Estelar‘).

LIVE >>> Aqui a íntegra da live que o Som da Estrada (dupla de Giliane & Gusmão) apresentou no canal da Tom-k Produções no Facebook. Ouça tambémNas Cabeceiras do rio‘, de Valter Gusmão, ganhadora do ‘Grande Prêmio Arnaldo Afonso’ de melhor canção de 2020 (o prêmio é brincadeira, mas a música merece!)

O PAPEL DO POETA‘ >>> O primeiro vídeo da série ‘Em Cantoria‘ apresenta poema de André Marques (acompanhado por Paulo Gabiru ao violão) que homenageia o ofício daqueles que, como Virgílio, Homero, Camões e Castro Alves, imaginaram ‘novos usos às palavras esgotadas pela razão’. Veja também o segundo vídeo, ‘Porto Novo

CARTAS DE MAIO >>> “Imagine se pudéssemos escrever cartas para nossos ancestrais relatando como vivem os negros brasileiros, passados 130 anos da abolição da escravatura”. Essa é a proposta da websérie ‘Cartas de Maio‘, falando do dia 13 de maio, data na qual se rememora a abolição da escravatura no Brasil. Idealizada pela diretora Joyce Prado e desenvolvida pela Oxalá Produções com a participação, entre outros, de Debora Garcia, Aloysio Letra e Elizandra Souza

ZÉ DE RIBA >>> Estão disponíveis nas plataformas digitais o single e o clipe da música ‘Navio‘, parceria de Zé de Riba com Walmir Pinto. Ambos são criadores da série de shows ‘Samba para os Bambas‘, em que se apresentam ao lado dos músicos Beto Bianchi, Junior Batera e Herculano Oliveira

MUSICANDO >>> Canal do produtor cultural Duda Jardim, no YouTube, conversou com o músico e compositor Ronaldo Ferro, artista de São Miguel Paulista, oriundo do Movimento Popular de Arte, que revelou grandes nomes nos anos 80. Ouça o álbum ‘Instrumental‘, que ele gravou em 2013, e confira o talento desse grande guitarrista

MOSTRA CINE E VÍDEO DE POESIA FALADA >>> Sob a direção do poeta Artur Gomes, projeto exibe videopoemas

DANI MATTOS >>> Cantora, regente e produtora cultural postou na net o primeiro episódio da série de vídeos #CronistasDaCidade, readequada ao confinamento imposto pela pandemia. Além dela, o grupo Toque de Bambas é formado Tito Longo, Edu Batata, Koka Pereira e Marcelinho Monserrat (visite o canal no YouTube)

>>> COLETIVO VILLALOBOS PARA TODOS >>> Criado pela regente Dani Mattos, o desafio do Coletivo foi adequar as oficinas de musicalização do projeto para o modo virtual. Formado pelo grupo vocal Poucas e Boas e por músicos, professores e educadores, o coletivo realizou uma série de atividades musicais e cantorias que podem ser vistas em seu canal no YouTube. O Projeto, que defende a diversidade e apoia iniciativas de inclusão social através da educação, pede contribuição à ONG G10 Favela

REVISTA SER MULHERARTE >>> Feita por um coletivo feminista, revista tem por objetivo valorizar e dar maior visibilidade à produção artística de mulheres. Além da publicação de poemas, entrevistas e podcasts, o coletivo lançou a antologia ‘Porque somos mulheres’. Conheça a seção onde a editora Chris Herrmann faz entrevistas de áudio com escritoras e ativistas feministas, visite o site da revista, o livro ‘Entre Amoras e Amores e o Mulherio das Letras na Lua

MACHADO AFIADO >>> Após postagem do poeta Celso de Alencar, conheci e adorei o clipe e a versão livre de Fernando Abreu e Celso Borges para ‘Small Axe’, do genial Bob Marley. Produção da Carabina Filmes, com direção de Inácio Araújo

GRUPO MACAIA SHOW >>>Violas, Encantos e Pontos‘ é o vídeo completo da apresentação do grupo liderado pelo cantor, compositor e produtor cultural Marcio Balthazar, o ZeMarcio Kaipira Urbano, organizador entre outros eventos, do Sarau das Águas.

BETH BRAIT ALVIM >>> A escritora (poeta, contista, cronista e ensaísta) e atriz tem postado leituras e performances em seus canal no YouTube. Beth é autora de ‘Mitos e ritos’, ‘Visões do medo’, ‘A febre e a mariposa’, ‘A noite e o meio’ e ‘Ciranda dos tempos-espaços do desejo’

ZÉ TERRA >>> Artista lançou o clipe ‘O Sucesso‘, em seu canal no YouTube, e disponibilizou o cd Viola de Papo nas plataformas digitais. Recentemente, havia lançado o clipe ‘Menino Rei‘, do repertório do ep ‘Natal Caipira‘, tudo disponível nas plataformas digitais. Zé Terra, músico da banda ‘Freud à Deriva‘, também apresenta o programa de entrevistas Viola de Papo, no YouTube, onde conversa com grandes violeiros e artistas da música sertaneja (confira aqui)

>>> MAIS ZÉ >>> Ouçam a versão de Zé Terra e Arnaldo Afonso (eu só dei uns pitacos na letra) para a linda canção de Bob Dylan, ‘It A’int Me Babe‘, interpretada pelo trio Freud À Deriva (formado por Rene de França, Marcelo Raineri Mazzucatto e o próprio Zé Terra)

RAREFEITO 011 >>> Após disponibilizar em seu canal no Youtubeo videoclipeNon Ducor Duco‘, banda lançou o álbum Informativo Sonoro

IVAN NERIS >>> Poeta, que é um dos administradores do espaço cultural Aldeia Satélite, publica declamações eu seu canal no YouTube. No vídeo, acima, ‘Cão Cego 4‘, nascido de uma ‘experiência de provocação entre amigos’. Veja também a declamação desse outro poema escrito após assistir à live da dupla Paulo Miranda e Beatriz Carvalho, que teve como convidado o cantador Sacha Arcanjo

JOHN MUELLER >>> Cantor e compositor lançou videoclipe da música ‘A Gente Precisa Desse Carnaval‘, dele e Serginho de Almeida, disponível nas plataformas digitais. O artista apresenta agora a versão acústica da canção com participação de Moyseis Marques

>>> Sintonia‘, cd e dvd de John Mueller (voz e violão) e Mazin Silva (guitarra), já estão disponíveis nas plataformas digitais

O EP DO ANHANGABAHY >>> Recentemente a banda formada por Hévelin Gonçalves, Wady Issa Fernandes e Rui Condeixa Xavier apresentou seu novo álbum, o ep experimental ‘Doismilevinte‘, que não será lançado em nenhuma plataforma, mas será enviado individualmente aos interessados. Cadastre-se e receba as músicas por e-mail ou whatsapp, gratuitamente

QUARENTENA DA KIKI >>> A atriz e escritora Janaina SantAna produziu uma série de vídeos divertidos abordando nossa rotina na quarentena, através das dúvidas (e da pouca informação) da personagem Kiki. Inscreva-se no canal do Youtube e acompanhe os episódios

>>> MAIS JANAINA >>> A atriz foi premiada recentemente por sua brilhante montagem ‘Juliana, do rancor‘, baseada na personagem de ‘O Primo Basílio’, livro de Eça de Queiros (neste sábado, ela apresenta um trecho dessa performance no Sarau da Maria)

1000 POEMAS PELA DEMOCRACIA >>> Projeto idealizado pelo poeta Antonio Cabral Filho busca reunir em livro 1000 vozes pela democracia, “em defesa da dignidade e da cidadania, tão vilipendiadas pelo golpe 2016 e pelas eleições 2018”. Participe. Saiba mais aqui

MARMITA >>> Faça doações mensais, sem sair de casa, e ajude a minimizar a fome que o (des)governo do genocida trouxe de volta ao nosso país. Link para doar e saber mais

ARTISTAS PELO IMPEACHMENT >>> Em live no dia 10 de maio, foi lançado o Manifesto pelo impeachment do presidente Bolsonaro, com assinatura de mais de 2500 artistas brasileiros. Saiba mais

‘CONFINAMENTOS’ – Até 4 de julho no @videobrasil >>> Com curadoria da escritora Juliana Borges, exposição reúne documentários, intervenções performáticas, vídeo-montagem fotográfica e uma série de narrativas visuais sobre as diversas formas de cerceamento físico e psicológico a que estamos submetidos, indo do encarceramento em massa aos interditos do racismo, da ideia de manicômio às prisões políticas, da criminalização da homossexualidade à perversidade do monitoramento digital. Acesse

KASINHA >>> Campanha vende sacolas a preços econômicos em prol do espaço cultural KasinhaBay4s. Saiba mais

CURSO – de 11 de maio a 29 de junho >>> A convite do Instituto Brincante, o cordelista Marco Haurélio ministra curso sobre a Literatura de Cordel, com base nos mitos e arquétipos (o boi invencível, o vaqueiro misterioso, a mulher sábia, o cachorro fiel, o Pavão como símbolo solar, o matador de dragões). Saiba mais

LIGIA REGINA & EDER LIMA >>> Dupla lançou videoclipe de ‘Enigma do Ser‘, parceria de Eder Lima e João Caetano do Nascimento, já gravada no cd Pisagens. No clipe, participação das crianças Beatriz Lima, Geovanna L. Moreira e Julie Domingos. No ano passado os artistas haviam lançado ‘Paixão Marginal‘, clipe da canção de Eder Lima com Edvaldo Santana. Se inscreva no canal do Youtube e compartilhe os vídeos

CULTURA ALTERNATIVA >>> Programa ‘Cultura Alternativa Diálogos‘, apresentado pelo jornalista, músico e escritor Anand Rao, convida músicos, poetas, ativistas, jornalistas e produtores culturais para bate-papos sobre as relações entre arte, mídia e comportamento (com curadoria de Tati Reis). Transmissões pelo YouTube. Visite também o site Cultura Alternativa

SÉRIE NA WEB >>> Coletivo Fragmento Urbano apresenta a série ‘Para Além das Ruas’, em cinco episódios, às quintas-feiras, às 19h. Projeto revela o que antecede o trabalho cênico realizado pelas praças, calçadas, vielas e outros palcos vivos das cidades, expondo a intensa rotina de pesquisa, produção e ensaios. Transmissão pelo Instagram do grupo, gratuitamente, com audiodescrição e interpretação em libras. Saiba mais

ÉLIO CAMALLE >>> Seu projeto ‘Isola 1/4 de Música – Diálogos‘ foi contemplado pela lei Aldir Blanc e o músico já deu início às atividades com os artistas convidados. A ideia é uma discussão sobre a relação entre pandemia, isolamento, racismo, processo de criação e periferia. Todo o processo estético é inspirado na coletânea de canções compostas por ele durante os primeiros meses de isolamento. O projeto tem participação de convidados, captados em audiovisual, em suas respectivas regiões em SP; José Carlos dos Santos Kerubyn, no Capão Redondo (ZS); Edson Luna, Adriana Freires Aragão e Elisabeth Belisario, na Brasilândia (ZN); Lucas Santos, Coruja, Daniel Alexandrino, no Sarau do Grajaú e Jaqueline Santos Santos, no Jardim Planalto (ZL)

>>> SOBRE ÉLIO >>> Atualmente divide seu tempo entre Brasil e França, onde apresenta o espetáculo ‘Samba D’Accord’. Engajado, seus poemas e canções são inspirados nos movimentos contestatórios e ilustram a situação atual do país. Veja o videoclipe de Zé da Bronca e acompanhe o canal desse grande artista no YouTube

GRIÔS DO SAMBA >>> Grupo criado pela historiadora e escritora Rita Alves para valorizar e resgatar artistas e histórias do samba. Participação de membros da Velha Guarda da Mangueira, da neta de Cartola e Dona Zica, da filha do Zé Keti, do presidente da Ala dos Compositores da Mangueira e com apoios significativos, como o do Museu do Samba. Visitem o site e a página no Facebook ou no Instagram.

>>> ÀS SEXTAS – 17h … Programa Griôs do Samba pela rádio e tevê web África Brasil. Apresentação de Rita Alves. Reprise no sábado, às 14h

SINTONIZAÍ >>> Sábados, às 17h, tem a Agenda Cultural da Periferia, na Rádio Heliópolis FM, parceria com a Ação Educativa. Tem dica de sarau, slam, lançamento de livros e discos, bate-papo, cursos, apresentações de teatro, dança, música e live. Apresentação de Ruivo Lopes

NA MINHA CASA >>> Série de entrevistas do músico Adolar Marin na net agora virou programa de rádio (na Radiola Livre).  Toda terça-feira, às 19h30 (com reprises na quinta-feira, às 17h, e no sábado, às 10h). Depois, por volta das 19h45, tem o quadro  Dica sem Jabá

ÀS QUINTAS – 20h … Live de Marciah Liedk discute práticas mais adequadas para restaurar e manter a saúde física e mental. Nesta edição, com Dani Assunção. Na página dela no Instagram

ÀS TERÇAS >>> Toda Hora Tem História, podcast com Penélope Martins e André Martins. A cada terça-feira, um novo episódio está disponível nas plataformas digitais. O projeto tem play-lists variadas ‘para ouvir com crianças de 0 a 137 anos’
>>> MAIS PENÉLOPE >>> Há tempos acompanho os trabalhos e posts da escritora, contadora de histórias e blogueira Penélope Martins (confira também sua página Mulheres que Leem Mulheres

DÉO MIRANDA >>> Músico, cantor, compositor e produtor cultural nascido em Aracaju, participou de várias bandas (como Cleptomania, Sublevação e Karne Krua) e iniciou carreira solo em 2002. Em suas canções, de letras críticas e sociais, misturam-se influências do blues, dos cantadores nordestinos, das tradições populares e do rock. Ouça a canção ‘Pele, Sangue, Osso e Alma‘, de seu cd e veja uma das lives do projeto Circularidades. Confira seu canal no YouTube

AUGUSTO IÚNA >>> Músico, ator e capoeirista apresenta seu show ‘Canteiro de Raiz’. Acompanhe as lives do artista com transmissão pelo Facebook e YouTube de vários espaços culturais. Saiba mais em sua página no YouTube

UM DIA ISSO VAI PASSAR‘ >>> Parceria de Conrado Pera e Du Gomide vira single e clipe (por Carolina Bassani) disponíveis nas plataformas digitais

>>>CONRADO 2 >>> O cantor e compositor, revelação da nova geração da mpb,  disponibilizou nas plataformas digitais seu novo trabalho, o ep ‘TodoZoom‘, com a participação muito especial de Chico César na faixa Corte e Costura. Além de vários clipes e singles, o artista já havia lançado o elogiado cd Enlaçador de Mundos. Se inscreva em seu canal no Youtube. Recentemente o artista botou letra numa melodia de seu pai, Paulo Barroso, comentando o sufoco do atual momento em que vivemos (chama-se Lockdown)

CANAL CLÓE >>> O fanzine publicado de maneira independente durante dez anos agora está na net (se inscreva aqui). Projeto dos poetas Carlos André e Marcelo Torres apresenta um panorama da poesia brasileira contemporânea através de recortes íntimos dos entrevistados que se autofilmam em suas próprias residências

POETAS PELA DEMOCRACIA >>> O poeta Elcio Fonseca, criador e organizador do projeto, define: “é um coletivo dos mais expressivos talentos da rede, numa rede de proteção à democracia”. Todos os dias, ao meio-dia, um poeta apresenta um poema com temática política, na perspectiva de que ‘não podemos nos calar diante do retrocesso por que passa o país. Inscreva-se e confira tudo na página deles no Instagram

REVISTA CULT >>> Edição de abril da ótima revista digital traz dossiê sobre a história da filosofia no Brasil, tem entrevista com o filósofo Marcos Nobre e um pungente poema inédito da escritora e crítica literária Diana Junkes (‘Guerrilha’ dá voz ‘às mulheres vítimas de violência, invisibilizadas e silenciadas por seus companheiros’, durante a pandemia. Leia aqui)

BARULHO D’ÁGUA >>> Texto de Marco Martinelli, com direção e tradução de Carina Casuscelli. Atuam Alexandre Rodrigues (o fotógrafo Buscapé, do filme ‘Cidade de Deus’), Vençam Guigui, Fábio Mráz e Rosa Freitas. Espetáculo daCia Nova de Teatro aborda o drama dos milhares de refugiados que morrem atravessando o mar Mediterrâneo, critica políticos e governos que tratam a questão da imigração como mercadoria. Versão online da peça fez parte do projeto #EmCasaComSesc e foi tema de dois pequenos docs postados nas páginas do Sesc (noprimeiro, depoimentos dos atores e produtores; no segundo, um resumo da história).

A CRIPTA DE POE (em formato Site Specific – na Vila Itororó) … Veja a versão criada pela Cia Nova de Teatro, explorando a arquitetura do Centro Cultural Vila Itororó para criar o universo fantástico e fantasmagórico dos contos e personagens de Edgar Allan Poe. Direção e dramaturgia de Lenerson Polonini. No elenco, Afonso Henrique Soares, Carina Casuscelli, Rosa Freitas, Rafael Schmitt e Claudia Wer. Participação especial em vídeo de Paulo César Peréio e Guil Silveira. No Facebook do CC Vila Itororó

>>> A Cripta 2. Assista também a ótima adaptação criada para apresentação na Biblioteca Mário de Andrade

SARAU DO GRAJAU >>> Colabore com a campanha de arrecadação de fundos desse combativo sarau (que abre espaço aos artistas de periferia há mais de sete anos) comprando a camiseta supertransada a R$50. Tem nos modelos baby-look e tamanhos infantis. Pelo zap, com o ativista cultural Daniel Alexandrino: 9.6712-5043

NARRATIVAS INDIVIDUAIS >>> Projeto publica depoimentos de artistas, a cada 15 dias, na página principal do site da Contemporâneos Galeria de Arte

O JARDIM DAS HORAS >>> Banda cearense formada pelos cantores e compositores Laya e Carlos Gadelha (com Raphael Haluli no baixo, Victor Bluhm, na bateria e Cozilos Vitor na guitarra) lançou o trabalho autoral ‘Carbono’. Saiba mais

STA IGNORÂNCIA >>> ‘Papo Véio é o segundo videoclipe do álbum de estreia ‘Ignorando Ideia Errada’. Se inscreva no canal da banda no YouTube

TÁ FODA! >>> Projeto de Beto Bianchi e Walmir Pinto, que inclui ep e vídeos, é um ‘grito de protesto, que expõe as dores e angústias provocadas pela pandemia, sem perder o otimismo’. A canção-título, o rap ‘Tá Foda!’, tem Trindade no vocal e na parceria da composição. No YouTube

>>> BETO 2 >>> ‘Vai e Vem‘, ‘Limite‘ e ‘Revisitada‘ são lançamentos que fazem parte da série apresentada por Beto Bianchi e Marcia David, em playlist, premiada pela Lei Aldir Blanc. Ouça também ‘My Song‘ 

>>> WALMIR 2 >>> ‘Tá Faltando Poesia‘ é a coletânea de interpretações feitas por Walmir Pinto durante os meses da quarentena, unindo sua história com o teatro à experiência acumulada no audiovisual (8 novelas e 4 filmes), além do gosto inerente por poesia

POESIA NA NET >>> O poeta e ator Milton Luna divulga diariamente em grupos do zap o trabalho de poetas de todas as regiões brasileiras. Lá conheci textos de ótimos escritores que vou publicando por aqui também. Às terças-feiras ele publica a série ‘Poesia aos Pedaços‘, que envolve 46 poetas e 46 declamadores, embalados pela voz da cantora Fátima Castro. Veja os vídeos: primeira e segunda partes

MOON’S MALLOW >>> Os brasileiros Leila Isaac (bateria e vocal) e Luis Marino (guitarra) já se apresentavam em saraus e bares em São Paulo. Quando foram morar na Itália, se juntaram à cantora Gioia Coppola e formaram a ótima banda Moon’s Mallow que acaba de lançar um videoclipe da canção Last Drop. Michele Rossiello (baixo) e o convidado Claudio Colaianni (teclado) completaram o time. Ouça outras canções deles. E fique de olho em seu canal no YouTube

HÉLIO RAMALHO >>> Músico cabo-verdiano radicado no Brasil lança o clipe da música ‘Natura‘, sobre a preservação da natureza e da vida, nesses duros tempos de pandemia. Cantando em português e crioulo, já se apresentou no RJ, SP e Maranhão. Parceiro de artistas brasileiros, procura unir os elementos da cultura africana aos nossos estilos musicais. O álbum já está disponível nas plataformas digitais

HUPOMONE VILANOVA >>> Ativista cultural, escritor e músico, Jones Pinheiro apresenta, além de seus trabalhos, várias atividades artísticas nas redes sociais. No podcast ‘Cantinho do Bar Brasil’, às quartas-feiras, ele recebe cantores e instrumentistas. Às quintas tem o ‘Alquimia do Ser’ e às sextas, os bate-papos com escritores lusófonos. Saiba mais aqui

GINCO >>> Primeira edição da série ‘Coletivos Teatrais Paulistas’. Juliana Calligaris entrevista o poeta e ator Antonio Ginco, fundador da Cia Trilhas da Arte (em seu canal no YouTube, acompanhe os vídeos da série Clownstico. O mais novo vídeo é  ‘Com a Boca no Mundo‘, sobre música de Rita Lee)

JOCÉLIO AMARO >>> Cantor e compositor prepara série de lives. Fique ligado em seu canal no YouTube

BALÉ >>> O bailarino e coreógrafo Marcos Abranches é tema do documentário ‘O artista e a força do pensamento‘, filme que acompanha sua vida e obra para mostrar que ‘a pessoa e o artista caminham juntos e levam uma vida normal’. Direção de Elder Fraga

LIVE DO BHEZÃO >>> Além das entrevistas com artistas no Instagram, o cantor e compositor Bhezão Folkeando fez ótimas apresentações ao lado dos parceiros de suas ex-bandas Rossa Nova, Folk Na Kombi e Duas Casas (no projeto, belas ilustrações de Ro Kitahara). Visite o canal do músico no YouTube

ANTIPHERRUGEM >>> Projeto é parceria dos cantores e compositores William Martins dos Santos e Fábio Abrão. Os artistas, que ensaiaram e gravaram durante a pandemia, com restrições e interrupções, finalmente concluíram o trabalho que já está disponível nas plataformas de streaming e também no YouTube. Embaladas por rocks, pops e ritmos nacionais mais tradicionais, a maioria das letras (surgidas inicialmente como poemas) abordam temas sociais

PEDRO & FILÓ NO ‘BEMBLOGADO’ >>> Espaço digital criado pelo jornalista Washington Araújo destacou três vídeos do duo formado pelo violonista e compositor Pedro Milanesi Lopes e pela cantora Filó Silva. As músicas foram lançadas no cd ‘Aragem’. Saiba mais

ACALANTOS >>> Espetáculo tem textos e canções voltados para a importância dos acalantos no imaginário coletivo. Com a cantora Kátya Teixeira e o músico André Venegas. Participação da contadora de histórias Nani Braun. No YouTube

EDU KRIEGER >>> Artista, que lançou o cd autoral Correnteza, postou na net mais uma de suas divertidas e necessárias paródias comentando a tragédia nacional que é a inação do (des)governo Bolsonaro diante da pandemia: Genocida, o que é? Visite seu canal no YouTube e ouça também ‘Carnaval do fim do mundo

OS POEMAS DO VLADO LIMA >>> O poeta e agitador cultural Vlado Lima já publicou ‘Sabe de Nada, Inocente!‘, ‘Como Suportar Jabs no Baço e Encarar Nocautes‘ e ‘Pop Para-Choque‘, além de criar e apresentar o Sarau Sopa de Letrinhas, há mais de 18 anos. Vlado, também cantor e compositor, é um dos fundadores do famoso Clube Caiubi. Ele tem postado no zap e no Facebook alguns textos que farão parte de seu próximo livro, em elaboração (veja aqui).

DHARMA SAMU >>> ‘Cidade Fábrica‘, sétimo disco da banda Dharma Samu, já está disponível nas principais redes de streaming. Conceitual, o trabalho ‘exprime a relação da cidade e suas estruturas com o ser humano coletivo, sendo a trilha sonora do baile do absurdo’. Com Dharma Samu (sax tenor, barítono, synth, piano, orgão), Pedro Rocha (sax tenor, flauta), Bruno Rocha (baixo) e Fábio Batista (bateria).

CLUBE DAS ESCRITORAS DE RONDÔNIA >>> O Clube das Escritor@s de Rondônia, projeto para dar visibilidade às mulherxs que escrevem literatura na região, lançou sua primeira coletânea. Após um ano de atividades do coletivo, nasce ‘Primeira Fagulha’, e-book gratuito com mais de 30 obras de escritoras rondonienses. Tem 99 páginas e aborda temas como questões de gênero e raça. Saiba mais sobre o coletivo e baixe o livro aqui

DESVARIO >>> Editada pela poeta Thainá Carvalho, a revista online Desvario é especialmente voltada para a publicação de literatura produzida por mulheres (e os textos sempre são acompanhados por desenhos de ilustradoras). O site (que replica seu posts no Facebook) também apresenta poemas, contos, entrevistas e resenhas (em março foi lançado o podcast)

O PARTISANO >>> Com curadoria de William Dunne, escritores publicam regularmente seus textos no site: Deborah Dornellas (sexta), Sergio Rocha (sábado), Mell  Renault (domingo), Felipe Mendonça (segunda), Andri Carvão (terça), Fernanda Noal (quarta) e Helena Arruda (quinta). Colabore com a campanha para manter esse imprescindível espaço de defesa das ideias progressistas (saiba mais aqui)

PAULA AUTRAN … Durante 365 dias a jornalista e escritora Paula Autran realizou entrevistas diárias com artistas, pensadores e produtores culturais. Tá tudo lá disponível em seu perfil no Instagram. Veja também a série ‘Simplificando a escrita com Paula Autran’, no YouTube
UMA LOUÇA QUEBRADA E NENHUMA ROUPA LAVADA – Apresentação do vídeo da peça da Meraki Cia Teatral na página da Casa de Cultura Vila Guilherme, o Casarão, no YouTube. O texto é baseado em pesquisas e depoimentos de mulheres que sofreram algum tipo de violência de gênero. No elenco, Cleo Moraes e Rosa Freitas (direção de Eduardo Osório). Após a transmissão, rolou um bate-papo com as atrizes (veja o vídeo)

MÁRCIA BARBIERI >>> Os três romances da ‘Trilogia do Corpo’, lançados pela premiada escritora Márcia Barbieri, estão em oferta na Reformatório: A Puta (175 páginas), ‘O Enterro do Lobo Branco’ (192 páginas – finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2018) e ‘A Casa das Aranhas’ (216 páginas – semifinalista do Prêmio Oceanos 2020). Acesse saiba mais

FICHA TÉCNICA >>> Blog do músico Edmar Silva divulga o trabalho de artistas independentes desde os anos 2000. Lá estão perfis de artistas como Os Mortos, Daniel Tobaja, Ala Mil, Os Haxixins, Guerras, Jacinto, Robsongs e George Christian, entre outros. Clique e saiba mais

RITMOMELODIA >>> Antonio Carlos da Fonseca Barbosa é o criador e editor responsável pela revista digital RitmoMelodia (acesse), que existe desde 2001. Jornalista, músico e poeta, Antonio Carlos propaga a diversidade musical brasileira através de entrevistas e artigos (após lançar um livro de poesia em 1998, seus textos ganharam melodias e gravações de diversos músicos, originando a trilogia ‘Reggaebelde’). A revista já entrevistou e mantém disponível no site depoimentos de Edvaldo Santana, Élio Camalle, Kleber Albuquerque, Conrado Pera, Sabah Moraes, Bocato, Zé Geraldo, Nô Stopa, André Abujamra, Socorro Lira, Hélio Braz, Jean Garfunkel, Etel Frota, Costa Senna, Geraldo Vandré, Paulinho da Viola e até Gilberto Gil. Saiba mais e participe da campanha para apoiar esse importante trabalho

ALLAN PITER >>> Artista lançou nas redes sociais o clipe da música ‘Ela Mexe Comigo‘. Se inscreva em sua página

JORDANNA >>> Nesse vídeo, extraído da Mostra Mangue Cultural, do ano passado, a cantora interpreta E por mais, sem mais. Ouça também ‘Tom de dó‘, de João Ricardo (Secos & Molhados) e ‘Perdidos e achados‘, poema de Ademir Assunção musicado por ela. A cantora também ministra aulas de canto online.

DIÁLOGOS >>> O dramaturgo Lenerson Polonini e a Cia Nova de Teatro promoveram durante os primeiros meses da pandemia uma série de encontros com personagens da cena cultural brasileira (passaram por lá dramaturgos, produtores, políticos, religiosos, atores e cantores – acesse @cianovadeteatro no Instagram para ver as ótimas entrevistas já realizadas). Assisti a várias delas e parabenizo ao coletivo pelo trabalho

POCKET POE >>> A atriz Rosa Freitas foi merecidamente contemplada no edital Respirarte, da Funarte, por sua brilhante performance interpretando uma colagem de 5 minutos com fragmentos de contos de Edgar Allan Poe (veja o vídeo). Rosa Freitas, também cantora, é parceira de Arnaldo Afonso (este blogueiro) nos espetáculos musicais ‘Lives Caetanas‘, ‘Cartola‘ e ‘Dona Margarida‘. Saiba mais sobre ela e inscreva-se em seu canal no YouTube

COSTA SENNA >>> Passeie por todas as quebradas da cidade ouvindo Viagem por São Paulo, canção do cordelista, cantor e compositor Costa Senna, um dos organizadores do Sarau Bodega do Brasil, entre outros eventos e coletivos de que participa

REVISTA ACROBATA >>> Editada por Demetrios Galvão e Aristides Oliveira, com apoio dos colaboradores Floriano Martins (editor de outra revista de cultura, a Agulha), Dante Galvão, Monyse DamascenoAnna Apolinário e Paola Marugan, entre outros, a revista oferece poemas, artigos, contos e entrevistas com cineastas, escritores e músicos

A TOCA >>> Na sede do Instituto Sarath, além das atividades artísticas, está funcionando também um espaço alternativo que visa incentivar a qualidade de vida para todos, com venda de produtos orgânicos e naturais, brechó e consumo consciente, agricultura urbana, exposição e venda de artes. Na rua Humberto I, 146, perto do Sesc Vila Mariana

VANESSA BUMAGNY >>> Cantora e compositora lançou single e videoclipe de sua nova parceria com Chico César, ‘Fome de Tudo‘. Ouça só que arranjão gostoso com guitarras estilhaçando o ar ao estilo tropicalista enquanto Vanessa canta/declama arrancando gritos de fúria do fundo da alma

STORIES – O FILME >>> Curta-metragem (35 min) escrito por Camilla Rollemberg, com direção de Liviah Prestes e Thiago Sacramento, ‘Stories’ retrata a vida de Joana (Stephanie Lourenço), presa em sua casa pela pandemia, expondo a fragmentação da vida após o advento da internet, com sua carga de afazeres, expectativas de resultado e excesso de cobranças, principalmente com relação às mulheres (casar, engravidar, manter-se jovem e bela, zelar pela família e amigos, ser bem-sucedida profissionalmente). Disponível no YouTube

PAULO BARROSO >>> Em 15 de dezembro, o elepê ‘Vozes da Cidade’ completou 40 anos de seu lançamento. Para comemorar, foi relançado nas plataformas digitais (veja também a matéria do jornalista Washington Araúlo, na seção Sarau Delivery, dentro do site Bem Blogado). Ouçam e compartilhem este link do Spotify

>>> BARROSO 2 >>> Cantor e compositor da Vila Maria, disponibiliza nas redes sociais sua participação no evento ‘Isso é o que move 4‘, promovido pelo multiartista Cordeirovich, em 2018. No repertório do show, músicas do então recém-lançado álbum duplo ‘As Marés’, segundo disco do artista (que já havia lançado ‘Vozes da Cidade’, nos anos 80). Filmagem e edição de Gustavo Pera

VAMOS TOCAR TAMBOR >>> Lando Suarez apresenta nova parceria com Zulu de Arrebatá e Santiago Dias. Aproveite para curtir o canal, no YouTube,desse talentoso cantor e compositor

TRILHAS >>> O produtor musical Felipe Zangrandi vem postando na net uma série de programas denominada Trilhas. É ele  mesmo quem comenta: “Meus trabalhos são de pesquisa e organização de material. O que era para ser um canal com o intuito de apresentar histórias curiosas de alguns discos, selos e cenas, acabou por virar um resgate de verdadeiros heróis da nossa música”

TV ARTMULTCULTURAL >>> O projeto encabeçado pelo produtor cultural Nicanor Jacinto, admirada figura do movimento dos saraus, comemorou dez anos de atividades. Nesse período, foram mais de 2 mil vídeos publicados com bandas, poetas, compositores, cantores, manifestações sociais nas praças públicas, bares, avenidas, metrô, praias, barzinhos, sescs e muitos saraus. Confira os quatro vídeos do sarau virtual de aniversário (um , dois, três e quatro)

RICARDO VIGNINI >>> Eita sonzêra da boa… Que baita prazer que foi assistir à live de aniversário do grande violeiro Ricardo Vignini (com seus convidados Alzira E, Zé Geraldo, Adriana Farias, Ana Deriggi, Socorro Lira, Emmanuele Baldini, Matuto Moderno, Levi Ramiro e Carlinhos Ferreira). São músicas, artistas e arranjos incríveis! Confira como foi

UNDERGROUND & ETC E TAL >>> ‘Sinister Salad Musikal‘, site do multiartista e ativista cultural Marco Antonio Gonçalves, agora virou canal no YouTube (se inscreva)

‘FLECHA QUE CANTA’ >>> Cantora e compositora Raquel Martins lançou, em seu canal do Youtube, o videoclipe da canção ‘Flecha Que Canta‘ (com a colaboração de Selma Giorgio). Se inscreva em seu canal e conheça o trabalho autoral dessa grande artista

O CD #gozi >>> A partir da dupla Gozi, formada por Ozi e Gisele Garófalo, surgiu a banda, que, após três anos de batalha, disponibiliza seu cd denominado ‘#gozi‘ nas plataformas digitais. Confira a play-list e acesse aqui para ver as fotos, cifras e agradecimentos ou mandar mensagem inbox para adquir o cd físico. Confira o canal da Gozi no YouTube e ouça, entre outras, Ode ao álcool e Eu Quero Mais

ENTREVERBO >>> Revista fez live de lançamento de sua nova edição, a #37. Entreverbo é um coletivo de artes integradas que além de publicar a revista, realiza saraus e participa de diversos eventos literários e culturais

SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA >>> Conheça a revista (que já existe há 40 anos!), com 72 páginas de muita prosa, poesia, informação literária e cultural. O número 155 traz matérias sobre Agualusa e Cruz e Sousa, entre outros

UM POEMA PARA…’ >>> Olga Ribeiro de Favari apresenta, na companhia de André Castro, um programa de leitura de poesias onde, além de ler os textos, comenta sobre a história dos artistas e divulga o lançamento de seus livros e outros eventos literários. Inscreva-se gratuitamentee ouça os vários podcasts postados no Spotify

ZOOM ZOOM ZOOM… É POESIA! >>> Programa do multiartista Claudio Laureatti, que acontece desde agosto de 2020, é uma vitrine de poetas e suas tendências, convidando também artistas de circo, contadores de histórias, músicos e atores. Na mais recente edição, os Poetas Pela Democracia

 

… … …

LIVROS & AFINS

… … … 

Livro falado alado pesado prensado musicado. Livre leve levado achado roubado perdido. Livro livre lindo relido. Livro é bicho vivo. Eis aqui mais uma lista de livros de autores do circuito alternativo. O blog sempre dá alguns registros (não necessariamente de lançamentos). Confira:

CARLOS MOURA >>> O livro ‘Pandêmico, mas Feliz’, um registro poético escrito por Carlos Moura durante a pandemia, está à venda por R$25 até 26 de junho. Colabore com a campanha

MARIANA FELIX >>> Todos os livros da escritora (‘Vício’, ‘Mania’, ‘Abstinência’ e ‘Sexo, drogas e outros amores’) estão disponíveis para compra no site (com frete grátis e dedicatória)

VALDIR ROCHA >>> Sequência de ‘Quintus’ e ‘Catarse’, também com desenhos feitos durante a pandemia de 2020 e 2021, ‘Perguntário’ é o novo livro do artista. São 232 desenhos, feitos nos primeiros meses de 2021, reproduzidos em 240 páginas no formato 26,5 x 25,0 cm, com capa dura. Nos próximos dias estará disponível no site. Ao todo, são 696 desenhos nos três livros. Saiba mais sobre o artista

CORDEIROVICH >>>Memórias do Agora Mesmo‘ é o novo livro do escritor J. Cordeirovich. O cantor e compositor da dupla com Vladinsky (ouça, ‘VozeViolãoAoVivo‘) tem vários cds e livros publicados, além de ter sido um dos pioneiros no lançamento de discos independentes, com o elepê ‘Brincadeira Manhã‘ (ao lado de Lé Dantas), ainda na década de 1980

‘NOMEAR PARA COMBATER’ >>>  – Livro da ativista feminista Nicole Aun foi a maneira que ela encontrou “para tentar alterar o meu modo de estar no mundo; nomear me ajuda a compreender o que está por trás do que foi normatizado ou chamado de natural. Esse livro é uma tentativa de colocar no papel o que consegui nomear até aqui, quem sabe ele encurte alguns caminhos e amplie outros! É o que eu espero”. Saiba mais aqui

HEROÍNAS NEGRAS BRASILEIRAS – de Jarid Arraes >>> Coletânea resgata – e celebra – a memória de quinze mulheres negras que marcaram nossa história, em formato de cordel

SARAU DAS PRETAS >>> Elizandra Souza, escritora do coletivo, postou dicas de 5 livros que têm a maternidade como tema: “uma mulher após a maternidade continua sendo um indivíduo, que tem profissão, sonhos, dores, desejos. Mãe não é só mãe. Mãe é gente. Leiam e compartilhem as escritas de mães pretas”:
Olhos d’água – Conceição Evaristo – 2014
Cartas para minha mãe – Teresa Cárdenas – 2010
Mamãe & eu & mamãe – Maya Angelou – 2018
Poesias pós parto – Priscila Obaci – 2020
A autobiografia da minha mãe – Jamaica Kincaid – 2020

DISPERSOS >>> Chris Herrman lançou seu livro de poesias na coleção ‘Dispersos’ (com prefácio de Maria Valéria Rezende). Décimo livro da escritora está disponível em sua lojinha virtual

MARX >>>Karl Marx: uma biografia‘, de José Paulo Netto, lançado pela Boitempo em dezembro passado, teve sua primeira edição (de 6 mil exemplares) esgotada. Ao blog da editora, o autor afirmou: “o interesse e a simpatia com que o livro foi recebido decorrem da relevância contemporânea da obra de Marx. Não me surpreende a informação de que a maioria dos seus leitores seja constituída de jovens universitários e militantes de movimentos sociais. Na pandemia, a ordem capitalista desvestiu todas as suas fantasias – e, num país como o nosso, que tem um mentecapto à frente do poder executivo operando descaradamente a necropolítica do capital, é compreensível o interesse dos jovens pela vida e pela obra do homem que foi o primeiro a examinar com rigor, entre outras, as raízes da desigualdade social”. Saiba mais

ANDRI CARVÃO >>> Já está disponível para venda o sexto livro do escritor, ‘Dança do fogo dança da chuva‘, publicado pela editora Penalux (R$45, com frete)

POETAS BÊBADXS >>> Desconcertos lança ‘Antologia Simpósio de Poetas Bêbadxs‘, originada a partir de sarau homônimo online. Participação de Andri Carvão, Thiago Medeiros, Noélia Ribeiro, Fabiano Fernandes Garcez, Carvalho Junior, Fernanda de Paula, Sergio Rocha, Daniela Pace Devisate, Ingrid Morandian, Claudinei Vieira, Deborah Dornellas, Danihell TW, Helena Arruda, Adri Aleixo, Michele Alves, Fernanda Noal, Rogério Brito Correia e Pedro Tostes, entre outros

3 E-BOOKS >>> Editora Serra Azul publica versões e-book de ‘Canções de Frágil Alvenaria‘, de Edson Tobinaga, ‘Crônicas de Segunda‘, de Cacá Mendes e ‘Trilogia São Paulo‘ de Carlos Ildefonso (o Cá Berto), disponíveis no site

SONG BOOK SACHA 70 >>> Livro traz letras e harmonias cifradas das músicas de Sacha Arcanjo, um dos grandes artistas que conheci em minhas andanças pela ZL (ouça seu cd ‘Feito Bicho‘). O songbook custa R$35 (mais frete de R$10) e pode ser adquirido no inbox das Edições Archangelus ou com Luka Magalhães (9.9861-9450). Eu já estou com o meu… Tô louco pra sair tocando Sacha por aí. ‘Chão Americano‘ vai ser a primeirona, claro!

A POESIA DE DJAMI SEZOSTRE >>> O Pássaro Zero é o mais recente livro do poeta performático Djami Sezostre, lançado pela Editora Urutau (saiba mais aqui) com prefácio de Ademir Demarchi e posfácio de Loretta Emiri (recomendo a leitura dos dois, brilhantes na tentativa de elucidar o intraduzível e preparar o leitor para o fluxo contínuo do jorro poético que há de vir). Sou muito fã deste genial escritor e de sua originalidade gráfica e verbal. Seus fonemas voam, seus experimentos são audíveis, seus poemas não cabem no papel (o que o levou a criar a ‘Poesia Biossonora’ e a ‘Ecoperformance’)

‘OS ANÉIS DE MARIA’ >>> Escritora Lenita Estrela de Sá lançou o romance ‘Os anéis de Maria’, com prefácio de Daniel Zanella e apresentação escrita por Maria Valéria Rezende. Pela editora Penalux

CANDINHO >>> O livro ‘O Poeta Militante’ resgata a história do militante comunista e poeta de cordel Cândido Antonio dos Santos, o popular Candinho, da ZN. Escrito pelo jornalista João Teixeira, inclui a tese de doutorado de Gilvan Matias (que conheceu e entrevistou Candinho), depoimentos, ilustrações, fotos e bela produção gráfica de Genivaldo Matias. Os interessados em adquiri-lo devem entrar em contato pelo email geni.matias2@gmail.com ou por inbox, no Facebook

MAHLUNGO >>> Cantor, compositor e poeta, Carlos Mahlungo lançou ‘Meu Pensar’, pela Desconcertos Editora

NEBULOSA >>> Livro de André Cáceres está disponível para pré-venda na loja da Editora Patuá. Em ‘Nebulosa’, assim como no Brasil de 2021, a ciência é uma seita marginalizada, perseguida e em risco de extinção. Escritor, crítico e jornalista, André é autor do romance distópico Cela 108 (Multifoco, 2015) e coautor do livro-reportagem Corações de Asfalto (Patuá, 2018)

CUÁHEU >>> O escritor Paulo D’Auria lançou o livro, ‘Cuáheu, ontem-amanhã‘, pela Desconcertos Editora (adquira aqui). O romance é uma releitura da nossa história, mas ao invés de os europeus chegarem às Américas, são os povos nativos americanos que invadem a Europa. Nesse vídeo, o autor falou em detalhes sobre o texto

NECROMANCIA TROPICAL >>> Livro de Wilson Alves Bezerra já está disponível no site da editora Douda Correria. Na live de lançamento, teve declamação de poemas e bate-papo entre Luis Maffei, Maria João Cantinho e o autor (veja como foi), que já lançou Histórias zoófilas e outras atrocidades (EDUFSCar / Oitava Rima, 2013), Vertigens (Iluminuras, 2015) e O Pau do Brasil (Urutau, 2016)

ROSANA BANHAROLI >>> A poeta, contista e letrista, autora de ‘Espasmos na Rotina‘ (Patuá), ‘Ventos de Chuva‘ (Scortecci) e ‘3h30 ou quase isso‘ (e-book Amazon), lança seu primeiro livro infantil, ‘Cesar, o menino superincrível‘ (Editora Jogo de Palavras). Recomendado para crianças de 5 a 9 anos, com lindas ilustrações de Beatriz Vieira, o texto de Rosana Banharoli é um verdadeiro elogio à imaginação das crianças e dos artistas. Cesar – ao lado de seu fiel companheiro, o ursinho de pelúcia Luís – descobre uma passagem secreta que o leva ao mundo mágico onde as narrativas são criadas. É lá que ele se transforma num menino superincrível. Para saber mais, acesse o link e adquira o livro

HAMILTON FARIA >>> O poeta lançou o livro ‘brevETERNO‘, com 117 poemas escritos durante a pandemia. Tem poema de abertura escrito por Ailton Krenak, prefácio de Bené Fonteles, design visual de Marilda Donatelli, capa e ilustrações de Marcelo Bicalho

BORA PROSEAR UM POUCO? >>> A jovem e talentosa cantora e compositora Karoline da Silva, também conhecida por Karolzinha, lançou um livro que, para além de refletir sobre a ‘luta diária de ser mulher’, procura, acima de tudo, ser ‘um bom amigo’. São conversas no café, no bar, no ponto de ônibus e na sala de estar, histórias partilhadas por amigas ou desconhecidas, para amar e revolucionar. Pela Editora Letramento (adquira aqui)

TRÊS TIGRES TRISTES >>> ‘Entrevista’, ‘A morte da margarida’ e ‘Era uma vez… era duas vezes…’, três contos da ensaísta e poeta Divina de Jesus Scarpim, com ilustrações de Maitê Andorra

>>> FEMININADA >>> Editora Essencial lançou também outro livro de contos de Divina de Jesus Scarpim. Nele a escritora aborda o universo feminino, com foco em personagens que sofrem abusos e buscam soluções em suas relações violentas. Acesse saiba mais

>>> ANTOLOGIA CLAREIRAS DE LUZ >>> Estão abertas as inscrições (gratuitas) para a coletânea fotopoética da Editora Essencial, em que um poeta participa com um fotógrafo (ou publica sua própria foto). Leia o regulamento e inscreva-se aqui

MITOS E LENDAS – O amor no folclore brasileiro >>> Combinando a beleza dos poemas de Adriana Aneli com a das ilustrações de Cristina Arruda, livro leva à viagem pelos quatro cantos do país. Saiba mais

GERAES >>> O romance do escritor Daniel Guaccaluz já está disponível para venda no site da Lavra Editora

BONDELÊ >>> Canal no Facebook e no YouTube sugere livros e entrevista escritoras brasileiras contemporâneas. Num dos vídeos, a apresentadora Mariana Mendes conversa com Adriane Garcia sobre seu livro Eva-proto-poeta

>>> EVA-PROTO-POETA >>> Conheci a escritora mineira Adriane Garcia através de Akira Yamasaki,  num Sarau da Casa Amarela, em São Miguel. Desde então, acompanho seus ótimos poemas pelo Facebook e Instagram (entre também em seu site). “Eu vim do mundo dos excluídos – por classe social e gênero – e sou uma mulher que abomina a exclusão”, afirmou ela numa entrevista a João Gomes, na revista Mirada. Ela lançou ‘Eva-proto-poeta‘, livro de poemas que celebra a voz das mulheres sob o ponto de vista bíblico (para adquiri-lo, clique aqui)

BRÁULIO TAVARES >>> A Bandeirola, da editora Sandra Abrano (autora de ‘Vestígios: Mortes Nem Um Pouco Naturais‘), relançou as coletâneas ‘A Espinha Dorsal da Memória‘ (ficção científica) e ‘Mundo Fantasmo‘, de Bráulio Tavares. As novas edições contam com uma hq, um cordel e poemas postais de Bráulio, que além de escritor, é poeta, compositor e dramaturgo premiado (no link, à época da campanha de financiamento, ele fala dos livros)

ZÉ SARMENTO >>> Décimo segundo livro do escritor, ‘Os Miseráveis da Seca’ tem como tema ‘a fome, a seca, a virulência, a migração do sertanejo para os grandes centros, por todo século 20’. Lançamento, pela Editora FiloCzar, completa a tetralogia do autor sobre bairros ocupados e desenvolvidos por nordestinos em São Paulo, como Bixiga, Paraisópolis e Jardim Ângela. Adquira direto com o autor ou no site da editora

CARLOS ANDRÉ >>> Poeta lançou Mínima Lâmina, pela Editora Córrego. Compre com o autor, por inbox, ou no site da editora

VANESSA ALVES >>> Escritora, poeta e atriz, Vanessa Alves é autora, desde 2017, do projeto erótico ‘Sem Tarja‘, onde disponibiliza fotos, vídeos e contos eróticos pelo Instagram. Lançou em 2019 o seu primeiro livro de prosas poéticas, ‘Peguei meu coração e comi‘, pela editora Patuá. Atualmente trabalha no segundo, de contos e crônicas eróticas

TEUS OLHOS RÍMEL COM POESIA >>> Antologia da Revista Mirada tem textos de Lisa Alves, Cinthia Kriemler, Adriane Garcia e mais 30 poetas. Além do e-book, foram produzidos oito videopoemas. Saiba mais aqui

RUBENS JARDIM E ‘AS MULHERES POETAS’ >>> Os três volumes de ‘As Mulheres Poetas na Literatura Brasileira’ (com mais de 440 escritoras), brilhante trabalho de pesquisa e resgate da poesia feminina nacional realizado durante seis anos por Rubens Jardim, estão disponíveis na net (acesse aqui) e também viraram livros impressos (mande msg pro Rubão)

CLAUDINEI VIEIRA >>> Escritor (e editor da Desconcertos) lançou ‘O Segredo de Capitu e o Racismo de Forrest Gump’, reunião revista e atualizada de artigos, resenhas, pequenos ensaios, crônicas e comentários sobre os mais variados assuntos (ciência, filosofia, política, comportamento, artes e entretenimento) escritos pelo autor para blogs, sites, portais e revistas eletrônicas. Saiba mais

Claudinei já publicou o livro de contos ‘Desconcerto’ (2008 – selo Demônio Negro) e os de poesia ‘Yurei, Caberê’ (2015, Editora Patuá), ‘Olá, Pequeno Monstro do Dia’ (2016, Editora Benfazeja) e ‘Yliê-Samê – Como estiletes para riscar brumas’ (Scenarium Livros Artesanais, 2017), além de participar de diversas antologias de contos e poesia.

>>> DESCONCERTOS – 3 ANOS >>> Editora comemora terceiro aniversário com lançamentos e lives de discussão de temas literários e políticos, em seus canais no Youtube e Facebook (em dias de semana, às 19h30; aos sábados e domingos, às 16h)

O AMANHÃ FOI UM DIA SEM PRECEDENTES >>> Virou livro o trabalho desenvolvido durante 100 dias consecutivos pelos atores e dramaturgos Wander B e Elenice Zerneri que alternaram escrita e performance postando no Youtube 100 vídeos (50 textos de cada um, para 50 performances do outro). Saiba mais e adquira o livro aqui

LUIZA SILVA OLIVEIRA >>> Premiado no programa ‘Eu faço cultura’, ‘Meu canto de amor é um gemido de blues‘, novo livro da poeta Luiza Silva Oliveira, ‘desbrava as instâncias poéticas do feminino’. A obra, editada em formato bilíngue pela Editora Unilivreira, foi apresentada na Feira Internacional do Livro de Havana, em 2020. Luiza, participante ativa dos saraus e diversos eventos literários da cidade, é também atriz, bailarina e socióloga. Escreveu ‘Afetos Transgressores‘ (em 2011) e ‘Da menina que matou seus bichos’ (em 2017)

‘TODOS OS OLHOS EM MIM’ >>> Lançado recentemente pela Quintal, ‘Todos os olhos em mim: a presença do racismo nas relações inter-raciais‘, escrito pela jornalista, escritora e pesquisadora Aline de Campos, apresenta experiências de pessoas negras que enfrentam os efeitos do racismo nos relacionamentos amorosos e sociais. Invisibilidade, autoestima, solidão e autoidentificação são algumas das questões abordadas. Saiba mais

A REBELIÃO DO AMOR >>> Livro de poemas do cantador e compositor Mauri de Noronha, pela Lavra Editora, com ilustração de capa feito pelo artista plástico Rodrigo Martins. À venda por R$30 (adquira aqui)

ZÉ DE RIBA >>> é um contador de histórias, nos livros e na música. Compositor, cantor, ator e escritor, este maranhense radicado em São Paulo lançou ‘A História de Biliu e Mademoiselle Mort‘, livro em que questiona a morte e a paixão com muito humor. Saiba mais no site

MANOGON >>> Escritor fez lançamento virtual de seu livro ‘Dentes moles não mastigam pedras’, pela Lavra Editora. No vídeo, a dramatização de um dos poemas. O livro custa R$ 35 (compre aqui)

RICARDO KELMER >>> O escritor e multiartista cearense lançou ‘Viajando na Maionese Astral‘ (saiba mais aqui): ‘em suas exóticas memórias, um escritor reflete sobre a relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista, a psicologia junguiana e a militância antifascista’

ENCONTROS & ENCANTOS >>> Álbum/livro/cd, com 14 músicas, um projeto lítero-musical, realizado pela A Cigarra Edições, com poemas de Jurema Barreto de Souza e Zhô Bertholini (editores da Revista A Cigarra), musicados por Edu Guerra e Rui Ferreira. Participaram Adolar Marin, André Bedurê, Bebê Góes, Denise Coelho, Fernando Cavallieri, Giselle Maria, Kleber Albuquerque, Marcos Mamuth e Tata Alves, entre outros. O lançamento foi virtual e algumas músicas, em 4 episódios, se encontram no Canal SESC Santo André para apreciação. Aqui o link para vendas em parceria com a Alpharrabio

 

… … …

MAIS DE 3 ANOS DE VERGONHOSA IMPUNIDADE

… … ...

MARIELLE VIVE – 1 >>> E os mandantes do assassinato de Marielle e Anderson continuam impunes. Pega mal pro Brasil, né? É uma vergonha… Mas o que poderia se esperar de um presidente que defende ditadura, tortura, pena de morte e porte de armas? Assassinatos impunes, obviously: milícia carioca envolvida e blindada, intervenção na PF do RJ (estado onde a família Bolsonaro fez ‘carreira política’, digamos assim…), indicação de ministro ‘amigo da família’, proteção aos filhos do presidente acusados de envolvimento com as milícias, sumiço do porteiro do prédio onde o presidente mora, sumiço dos celulares de um envolvido que foi morto na Bahia, entre outros ‘mistérios’… Uma representante do povo foi assassinada (seu motorista também) e os mandantes do crime continuam impunes. E ninguém entrevistou nem ouviu uma única palavra dos dois assassinos confessos. Só mesmo numa ditadura ou sob um governo fascista isso poderia acontecer. E é isso que o golpe de 2016 (encaminhado pelo juiz de araque e seus procuradores paus-mandados, com apoio do Congresso e ‘com o Supremo, com tudo’) nos deu: o impeachment de Dilma, a prisão de Lula e o massacre diário para desmoralizar o PT, na mídia, provocaram a eleição de um fascista idiota e genocida, cercado por anacrônicos e perigosos anticomunistas debilóides. Empresários ‘de visão’ (só que não!), celebridades ‘patriotas’ (só que não!), políticos ‘honestos’ (só que não!), jogadores de futebol e artistas ‘que pensam no povo’ (só que não!) e jornalistas ‘isentos’ (só que não!) apoiaram essa farsa (que começa a ser desmascarada até mesmo na esfera ‘legal’). Todos abraçaram o fascismo vestindo o ‘manto verde-e-amarelo’ da seleção. Seus nomes estão sujos na história e não serão esquecidos. Que ao menos façam mea culpa, seus canalhas irresponsáveis! O Brasil precisa afastar de vez o fantasma do fascismo e reencontrar o caminho democrático.

MARIELLE VIVE – 2 >>> Eu já sabia, né? Tava na cara. Eu repito esse texto há três anos e vou continuar repetindo enquanto este blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos ou pela omissão das autoridades. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos do crime) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Três anos depois, Marielle continua sendo baleada, morrendo todas as noites e renascendo a cada manhã. Porque pessoas íntegras como ela não morrem jamais. Se eternizam e viram exemplo de luta. Nós, brasileiros democratas, estamos aqui, de braços dados com Marielle, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. E podem ameaçar os democratas (como fizeram com Freixo, Marcia Tiburi, Jean Wyllis…) ou mirar e atirar em nossas altivas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente durante sua campanha, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. Marielle presente.

MARIELLE VIVE – 3 >>> No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, aos 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Três anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?
… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo, diariamente, as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda quinta-feira tem post novo. Até lá!

…  … …