Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A ARTE QUE INDEPENDE

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem Doces Tardes (na ZL), Samba para os Bambas (em Suzano), Verão sem Censura (em SP) e o livro Lindo Sonho Delirante (LSD)

Lembrete quente pra fixar na geladeira (ou pra tostar na brasa brasileira das redes sociais): pra um 2020 melhor, é preciso resistir, rir e amar mais. Enfrentar o fascismo. O machismo. O racismo. E seus similares letais. Inventar motivos e criar shows e eventos alternativos. Fazer o seu e prestigiar o de outros artistas. Promover

Por Arnaldo Afonso

16/01/2020, 13h36

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem o prêmio do blog para a canção ‘Foz’, de Luiz Giadas, e algumas reflexões de artistas sobre a função da arte

E atenção: num magnífico esforço de jornalismo investigativo, consegui em primeira mão o resultado do ‘Grande Prêmio Arnaldo Afonso’ de melhor objeto artístico de 2019 (nessa nossa seara dos saraus). Computados todos os (meus) votos secretos, a canção ‘Foz‘, de Luiz Giadas, cantada pelo grupo Chêro da Poesia, foi declarada vencedora de forma incontestável (a

Por Arnaldo Afonso

09/01/2020, 16h46

A ARTE QUE INDEPENDE

O show do Tarumã, o som do Zé de Riba, o texto do Ademir Assunção, o cd do Betto Ponciano e a ‘defesa’ de Paulo Freire

Encerro o ano em grande estilo: é com muita honra que participo de dois shows com artistas a quem muito admiro. Na quinta, sou um dos músicos convidados da dupla Cordeirovich & Vladinsky, no Eclipse. No domingo, faço participação poética na apresentação do grupo Tarumã, no Teatro da Rotina (dois convites que aceitei lisonjeado). Neste post,

Por Arnaldo Afonso

19/12/2019, 14h52

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem festa da diversidade no Cabeças Flutuantes, na Cidade Violeira, na Charada e no Teatro Garagem (e tem atos de repúdio ao AI-5)

“Autoritarismo não existe / Sectarismo não existe / Xenofobia não existe / Fanatismo não existe / Bruxa, fantasma, bicho papão Miliciano não existe / Torturador não existe / Fundamentalista não existe / Terraplanista não existe / Monstro, vampiro, assombração Trabalho escravo não existe / Desmatamento não existe / Homofobia não existe / Extermínio não existe

Por Arnaldo Afonso

12/12/2019, 17h14

A ARTE QUE INDEPENDE

O Rock in Vila Maria (no Limoeiro), a ‘Zona de Confronto’ do poeta Ademir Assunção (no Sesc Belenzinho), a expo sobre Darcy Ribeiro (no Memorial) e o Festival Sim SP

Dizem que ela existe pra ajudar Dizem que ela existe pra proteger Eu sei que ela pode te parar Eu sei que ela pode te prender Dizem pra você obedecer Dizem pra você responder Dizem pra você cooperar Dizem pra você respeitar Polícia para quem precisa Polícia para quem precisa de polícia Polícia para quem

Por Arnaldo Afonso

05/12/2019, 16h19

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem Josyara (no Mirante), Conrado Pera (no Travessia), Deise & Giliane (no Alberico) e o Gente de Palavra especial

A gente sofre, a gente resiste, a gente canta: ‘Bandeira desfraldada / A farda a fantasia / Pelos lobbies de Brasília! / Eu não posso cochilar‘. Foram alguns de meus versos no Rock and Blues Bar, sábado passado. Escrevo a contragosto, em meio a tristes eventos, velhos e embolorados ventos, lamentos e (des)acontecimentos. Passa o

Por Arnaldo Afonso

28/11/2019, 17h06

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem Arnaldo Afonso & Chêro da Poesia (no Rock and Blues), tem dose dupla de Léo Nogueira (livro e cd) e tem a Maratona Cultural de Eder & Ligia (na Carauari)

Depois do duplo feriadão quase emendado, este blog volta revolta todo animado. Os artistas têm feito movimento e ocupado o asfalto, o pavimento, ampliado o espaço, juntado gente pra ouvir falar discutir e formar opinião em meio a rodas de poesia, teatro e violão. Cabeças matutando assuntos interessantes, gente muito importante que não sai no

Por Arnaldo Afonso

21/11/2019, 04h28