Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A ARTE QUE INDEPENDE

A ARTE QUE INDEPENDE

‘Milágrimas’ em hq, Torquato na Revista Acrobata, a canção de Chico César para as vítimas da Covid, o artivista Liberto Solano no sarau A Plenos Pulmões e a volta do Sarau da Maria

Sábado – 16 de janeiro – 19h … Sarau A Plenos Pulmões convida o sambista, dançarino, ator e agitador cultural Liberto Solano Trindade (filho do poeta Solano Trindade). Live apresentada por Paulo D’Auria e Cissa Lourenço tem palco aberto para poetas e músicos. Na página da Casa das Rosas  MAIS LIBERTO SOLANO TRINDADE >>> Às

Por Arnaldo Afonso

14/01/2021, 18h04

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem a live do Sarau Bodega do Brasil (pela Lei Aldir), o vídeo da performance de Rosa Freitas (pela Funarte), o Festival de Arte do Vale do Paraíba (online) e a diversidade de vozes no Cultura Alternativa

Na semana passada comemorei 5 anos de blog e a minha sobrevivência ao final deste fatídico ano de 2020 (repleto de tristezas pessoais, profissionais e políticas) com a realização da live ‘Embebedai-vos‘, no primeiro domingão do ano. Foram quase 4 horas de duração com mais de quarenta canções acompanhadas de incontáveis goles de caipirinha e

Por Arnaldo Afonso

07/01/2021, 17h57

A ARTE QUE INDEPENDE

O livro da Adriane Garcia, o ep do Anhangabahy, o videopoema do Vlado Lima, as entrevistas da revista RitmoMelodia e o ano que não termina

Este ano não tem ponto final. É jogo jogado sem intervalo e o resultado é sempre parcial (a atual cotidiana conta de menos: quantas ausências e dores, quantos amores ainda perderemos?). Um ano que não termina e outro que não inicia. A gente inventa um breque e brinda, tim-tim à vida, via zoom ou num

Por Arnaldo Afonso

24/12/2020, 17h21

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem Rubens Jardim (no Poetariado), Arnaldo Afonso (no Ressonância), Edvaldo Santana (na live ‘6.5’), Zé Terra (no ‘Natal Caipira’), Dani Mattos (no ‘Cronistas da Cidade’) e um pequeno perfil da grande Marisilda Silva

“A poesia é algo que anda pela rua.” “A poesia não quer adeptos, quer amantes.” Federico García Lorca, poeta espanhol (1898-1936) … Parece que esses versos do Lorca foram feitos sob medida para ele: não conheço ninguém mais amante da poesia do que o Rubens Jardim. Meu amigo véio e querido, poeta admirado, ídolo em que

Por Arnaldo Afonso

17/12/2020, 16h17

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem a Big, a Dezartes, a Feira de Poesia Desvairada, a live de Arnaldo Afonso na Charada, as homenagens a Clarice Lispector e novos poemas indignados com o racismo estrutural

LUTO / LUTA >>> Por Emilly e Rebecca, de 4 e 7 anos, crianças negras assassinadas pelo Estado, na porta de suas casas, repito alguns textos de posts de semanas atrás. O racismo estrutural, negado por Bolsonaros, Mourões e outros fascistas do governo, continua matando e obriga a repetição do óbvio discurso antirracista, o grito

Por Arnaldo Afonso

10/12/2020, 17h34

A ARTE QUE INDEPENDE

No domingo, Arnaldo Afonso canta Cartola no Festival Satyrianas; no sábado, a tchurma do Sarau da Maria vai ao Sarau a Plenos Pulmões; na sexta tem o lançamento da Revista Ramo, no Sarau da Casa Amarela (e ainda tem a série ‘Histórias e Memórias de Itaquera’)

Ô SEMANINHA AGITADA, SÔ! >>> Este blogueiro e artista Arnaldo Afonso participa, representando o Sarau da Maria, do Sarau A Plenos Pulmões, no dia 5 de dezembro, sábado, às 19h (com Vlado Lima, Rosa Freitas e a dupla Cordeirovich & Vladinsky). No domingo, dia 6, às 18h, faz a live ‘Arnaldo Afonso Canta e Conta

Por Arnaldo Afonso

03/12/2020, 17h56

A ARTE QUE INDEPENDE

O Atlas Lírico da América Hispânica, os poetas contra o racismo, a peça de Wander B, o cd de Ana Lee, o livro de Manogon e meu voto nas eleições

Na semana passada, exatamente no dia da Consciência Negra, o bárbaro assassinato no Carrefour expôs, tragicamente, o óbvio: a dolorosa e sangrenta ferida aberta do racismo estrutural que só fascistas ou idiotas (ou as duas coisas – como esses que estão presidindo o país)  são capazes de não ver ou de negar. Velhas raposas oportunistas

Por Arnaldo Afonso

26/11/2020, 17h31

A ARTE QUE INDEPENDE

O luto e a luta das Vidas Negras: Dinha Maria Nilda, Nona Faustine, Marielle, seu Oswaldo, dona Ruth, Kleyse, Cirilo, Mel Duarte, Cordeirovich… (e mais: o ativismo de Carlos Rennó e a entrevista de Chris Herrmann à Lavra)

Brasil, meu nego / Deixa eu te contar / A história que a história não conta O avesso do mesmo lugar / Na luta é que a gente se encontra Brasil, meu dengo / A Mangueira chegou / Com versos que o livro apagou Desde 1500 / Tem mais invasão do que descobrimento Tem sangue

Por Arnaldo Afonso

19/11/2020, 16h52

A ARTE QUE INDEPENDE

Tem o Dona Ruth (Festival de Teatro Negro de São Paulo), tem os sons de Márcia Cherubin, Rubi, Graziela Medori, Zé Manoel, Consuelo de Paula e tem Arnaldo Afonso na live da Editora Lavra

A cantora e compositora Márcia Cherubin postou um vídeo e uma linda declaração de amor à arte e aos artistas em sua página no Facebook (ela escreveu de modo informal e eu achei bonito transcrever assim): “E aí eu ligo meu piloto automático e vou pensando nas flores da estrada festivaleira. Aí eu penso no

Por Arnaldo Afonso

12/11/2020, 15h50