AME>>> Me siga. Não é uma sigla. É uma conjugação. Uma disposição. Sim, eu amei, ai de mim, muito mais do que devia amar. Porque eu sofro desse mal desse bem de amar por demais. Não sei como se mede como se sabe se é demais se é de menos o amor um amor esse amor todo o amor. Mas num jump de Vinicius a Neruda, confesso que amei mais do que pude. De Oswald a Caetano, eu amo. Na alegria da prova dos 9, o poeta diz love love love. Como no sonho em que o John me falou: little Arnold, my friend, all you need is love e tudo bem. E como eu amo! Como o típico personagem rodrigueano descabeladamente lamentando entre soluços: meu pecado é amar demais. É urgente, não é só pessoal nem intransferível. Viver é impreciso. Cante converse comigo amigo, eu preciso. Seja como for, é preciso inventar de novo o amor. Clame reclame declame. AME>>>

O que vão dizer de nós?
Seus pais, Deus e coisas tais
Quando ouvirem rumores do nosso amor
Baby, eu já cansei de me esconder
De olhares, sussurros com você
Somos dois homens e nada mais
Eles não vão vencer
Nada há de ser em vão
Antes dessa noite acabar
Dance comigo a nossa canção
E flutua, flutua
Ninguém vai poder querer nos dizer como amar

“FLUTUA” – JOHNNY HOOKER E LINIKER >>> Em entrevista, Hooker disse que a letra é inspirada numa história de amor homossexual. Fala sobre resistência e de um afeto que ultrapassa obstáculos. “É uma canção com contornos políticos claros, é sobre ir contra o avanço dessas forças reacionárias, é sobre ter esperança, sobre um amor que vence”.

E por falar em forças reacionárias, ‘aquela ministra’ é tão ridícula que parece até que é humorista. Não pode ser sério o que ela diz. Parece até que o seu papel é o de contar piadas infames e nos fazer rolar de rir enquanto o governo do ‘novo Brasil’ trata de nos tirar direitos trabalhistas. Só se for. “É o momento da igreja governar” e “meninas de rosa e meninos de azul” são suas novas besteiras anacrônicas. Ministra, entenda o grito libertário de Liniker e Hooker, leia o poema do Flavio Alves da Costa e ouça o som da Preta Rara e da Bia Ferreira. Participe da Semana “Somos Rosa” e saiba mais sobre as ideias de Rosa Luxemburgo. Mulheres que pensam bem diferente da senhora estão melhorando o mundo, combatendo o machismo e lutando por direitos. Em 2017, 4.473 mulheres foram assassinadas no Brasil. Isso equivale a doze mulheres por dia. Uma a cada duas horas. E a senhora aí, falando asneiras e brincando de princesa no mundinho cor-de-rosa da sua igreja. Pede pra sair, vai.

O poema acima, “A Melhor Cor“, é de Flávio Alves Costa, compositor, produtor e dono do selo e produtora Sete Sóis. Parceiro de Alice Ruiz, Carlos Careqa, Fred Martins, Adolar Marin e Kleber Albuquerque, entre outros. Lançou recentemente o cd ‘Outras Canções de Desvio

… … …

SOMOS ROSA! >>> Semana Rosa Luxemburgo … De segunda a sexta-feira da semana que vem (dos dias 14 a 18 de janeiro) … O Sesc Carmo traz uma série de encontros que refletem a participação da mulher na sociedade, seu lugar de fala e direito a voz, bem como ferramentas de participação política. Conheça a história da intelectual, ativista e feminista Rosa Luxemburgo, que em fins do século XIX, participou ativamente das questões políticas, escrevendo textos e atuando de diferentes maneiras na sociedade num período em que as mulheres sequer tinham direito a voto. Na Rua do Carmo, 147, ao lado da praça da Sé. Veja a programação:

14/jan – segunda- 17h … Rosa Luxemburgo: Vida, Obra e Olhares Contemporâneos. Com Isabel Loureiro e Christiane Gomes. Entrada franca

15/jan – terça – 17h … Olhares Femininos e Participação Política da Mulher. Com Joyce Miranda Leão Martins, Kelli Mafort, Leitura Renata Carvalho. Entrada franca

16/jan – quarta – 17h … Mulher Negra: Descolonização e Resistência. Com Zezé Motta, Erica Malunguinho e Musa Michelle Mattiuzzi (Performance audiovisual). Entrada franca

17/jan – quinta – 17h … Mulheres, Territórios e Subjetividades. Com Jerá Guarani e Raquel Rolnik. Entrada franca

18/jan – sexta – 19h30 … Show de encerramento com Preta-Rara: participação de Bia Ferreira. Ingressos de R$6 a R$20

 

… … …

MINHAS ANDANÇAS POR AÍ >>> Na semana passada fui à discoteca Fofinho Rock Club, lendário palco de roqueiros e artistas alternativos da zona leste. Lá, ao lado de amigos, artistas e fãs de Raul Seixas (como Birodylan, Lindomar,  Juliana & tchurma), me deleitei com o showzaço da Banda Cachorro Urubu, formada por Aurélio Pedro (voz e guitarra), Magno de Paula (baixo e vocais) e Marcelo Cavalo (bateria). Adorei relembrar a variedade de levadas (rocks, blues, toadas, baladas) e os muitos recados filósoficos e bem-humorados do nosso maior roqueiro (de quebra, nas conversas, ouvi histórias bem interessantes sobre as andanças dele pela ZL). O trio mandou superbem, sem ’embromation’ (comum em covers), uma música atrás da outra: foram dois sets de mais de uma hora onde eles nos apresentaram não só os grandes sucessos como os ‘lados B’ do Maluco Beleza. Por exemplo: eu nem lembrava mais de ‘Um Som para Laio‘, um dos muitos temas compostos por Raul para a trilha da novela ‘O Rebu‘, de 1973. Curte essa sonzera aí: ‘Toca Rauuuul!’

UM SOM PARA LAIO
(Raul Seixas)

Na minha cabeça
Uma guitarra toca sem parar
Trago um par de fones nos ouvidos
Pra não lhe escutar.
O que você tem pra dizer,
Ouvi a cem anos atrás
O que eu faço agora
Você não sabe mais!
Hey man! Hey man!
Wou man!
Crazy man!
Yeah!
I’m all right !
Yeah! Yeah!
Listen to the music!
Yeah! Yeah! Man
Listen to the music!
Yeah!

 

… … …

LEMBRANDO O ESCRITOR
E PACIFISTA AMÓS OZ

… … …

Muitas vezes, em momentos trágicos, quando a certeza parecia vacilar e o chão se esquivar, eu me perguntava: O que pensa Amós Oz? O que diz Amós Oz?” (Bernard-Henri Lévy).

Ele vai fazer falta a nós todos, mas sobretudo a Israel: poucos israelenses fizeram tanto por seu país quanto Amós Oz” (Mario Vargas Llosa).

Amós Oz, grande escritor israelense e cofundador do movimento pacifista ‘Paz Agora’ morreu aos 79 anos, no dia 28 de dezembro passado. Defendeu até o fim de seus dias a ideia de dois Estados – um israelense e outro palestino. Deixou obras como ‘Judas’, ‘Não Diga Noite’, ‘Meu Michel’, ‘Como Curar um Fanático’ e ‘Uma História de Amor e Trevas’ (veja mais aqui). Abaixo algumas frases do escritor e o trailer da adaptação que a atriz e diretora Natalie Portman fez de uma de suas obras.

A característica que define a boa literatura, ou arte, é a capacidade de fazer se abrir um terceiro olho em nossa testa que nos faça ver coisas antigas e batidas de um modo totalmente novo

Toda a boa literatura nos transforma em homens e mulheres de outras culturas, de outros países, de diferentes religiões, diferentes tempos e nos faz sentir em casa em lugares muito distantes. É esse o milagre e a magia da literatura

Precisamos de um senso de justiça, mas precisamos também de senso comum, de uma capacidade profunda de nos colocarmos na pele do outro. Precisamos da capacidade racional de nos comprometer e, às vezes, de fazer sacrifícios e concessões

Israel tem inimigos reais, mas não são os palestinos. Eles são uma tragédia próxima, muito próxima, mas não são uma ameaça para Israel

Sobre Oz, finalizo publicando um poema meu, escrito durante a leitura de seu romance ‘A caixa-preta‘, e dedicado ao amor dos personagens Ilana e Alec: “Até o amanhecer, nós bebíamos um do outro como dois vampiros. Nossas costas estavam cobertas de arranhões, nossos ombros de marcas de mordidas. Pela manhã nossos olhos estavam vermelhos pela falta de sono, ou como se tivessem chorado. Agora, diga-me: por que escrevi para você sobre todas essas coisas esquecidas? Para cutucar em vão nossas feridas? Para feri-lo novamente? Para despertar as suas saudades? Para decifrar a caixa-preta?“.

Ao fim do livro, pela troca de cartas, vamos descobrindo que o marido de Ilana sofria e chorava, bêbado, por ter sido abandonado, por ter perdido seu amor. E o homem que era o verdadeiro amor de Ilana, tinha sua companhia, mas sofria de câncer e de inveja do marido que a possuía, lamentando não ter sabido amá-la, quando teve a chance. Ela, que amava os dois homens, distintamente, se dedicava um pouco a cada um, confundindo sonhos e vida real, amando e vivendo da forma que podia, transitando entre universos paralelos.

DESCONSELHO
(Arnaldo Afonso)

Não ame.
Amar não te traz salvação
O amor é uma ilusão
Trabalha, trabalha
O amor só atrapalha

Te faz perder a hora
o sono
o compromisso
quiçá, a cabeça
Esqueça
Amar não vai te dar recompensa

Amor é pura insensatez
O pensamento
num momento
de embriaguez

Um dia
você vai olhar pra trás
e ver
ao redor
de onde seu corpo entrevado jaz
as riquezas que conquistou
E o quanto se poupou
de toda e tanta
intensa e amorosa dor

Não ame, meu amor
O amor é cruel
e exterminador

Pensa
Amar não vale a pena

Não faça como eu
que ando nas nuvens
com o coração aos pulos
numa febre que nem sei
como se deu

O amor é perdição
Tudo o que ganhei
logo dei
Nada guardei
Nada é meu

Dizem que quem nunca morreu de amor
não viveu.

Balela
Não caia nessa esparrela
Pensa pensa

Amor é quase uma doença
Não amar
é fortaleza

Pobre de quem
como eu
amou amou
suspirou de amor
e morreu.

Um amador dor dor…
O eco do que fui ui ui…

E ainda sou soul soul…

 

… … …

UMA FORÇA PARA O
POETA 
CLAUDIO WILLER

… … …

Artistas e amigos de Claudio Willer estão divulgando nas redes sociais um texto em que pedem ajuda ao poeta. Gente acima de qualquer suspeita, como Celso de Alencar, Ademir Assunção, Marcelino Freire, Luiz Roberto Guedes, Jotabê Medeiros, Eduardo Lacerda e muitos outros escritores, jornalistas e intelectuais. Leia e colabore (na sequência, dois poemas dele e um vídeo em que fala sobre a obra de Jack Kerouac):

O poeta e crítico literário, tradutor dos beats e dos surrealistas, está sentindo na carne as penúrias de ser artista septuagenário no nosso país. Encontra-se em sérias dificuldades econômicas. Teve de sair do apartamento onde vivia. Está instalado provisoriamente num hotel. Precisa com urgência de uma rede de apoio. Precisa de dinheiro. Você pode ajudar? Compre seus livros, convide-o a palestras, fale com ele mas, sobretudo e com urgência: deposite valores generosos na conta pessoal de Claudio Willer. Banco do Brasil. Ag. 712-9. CC. 1890-2. CPF: 516.745.138-87. E compartilhe esta postagem com seus contatos. O momento é delicado. Obrigado.

ENQUANTO RELEIO ALLEN GINSBERG
(Claudio Willer)

porque o mundo é mágico
eu escrevo instalado em um canto tranqüilo da cidade
onde servem café
e sei-me parceiro das leis secretas que regem o real
você enxerga / eu enxergo à frente / atrás
o que foi e o que será
poesia é isto: saber olhar
atentamente, distraidamente
e contar
tudo o que ninguém precisa saber

SOBREVIVEREMOS
(RUÍNAS ROMANAS)
(Claudio Willer)

Quantos poetas já não estiveram aqui
quantos já não escreveram
sobre a ofuscante aniquilação
diante desses dramáticos perfis minerais
quase natureza
reduzidos a não mais que montanha
tão perto da pedra original
barro anterior à forma
fronteira da mão que trabalha, do vento, da água
neles ressoa a ensandecida voz do oco, do cavo, da fresta
os silvos do vento
no silêncio matizado de sussurros
e agora também sou dos que enxergam
o informe
monstruoso passado
escultores do avesso os reduziram a isso
os autores do cruel teorema
que nos condena ao presente
e repete que nada sabemos e nada vale a pena
pois passado e futuro só existem
como passo para a informe eternidade
a custo divisamos lá fora a realidade logo ali
outro lugar
onde existiremos menos ainda
nós é que somos os fantasmas
e a solidez é o que está aí,
nas ruínas
a dizer-nos que isto –
nada
– é tudo o que temos

 

… … …

DEZ MESES REPETINDO:
QUEM MATOU MARIELLE?

… … …

QUE VERGONHA, BRASIL! >>> Já estamos em 2019 e esse crime continua impune. Uma representante do povo foi assassinada, os assassinos estão soltos e não ouço panelas: vários ‘suspeitos’ presos, muito blablablá e… nada! Vocês acreditam que a polícia (num Rio de Janeiro que estava sob intervenção militar) ainda não ‘descobriu’ quem são os assassinos de Marielle Franco? E ainda temos que ouvir o presidente eleito e suas balelas sobre armamentos e ‘militarização’. Já são dez meses de impunidade. No dia 14 de março a vereadora, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e voltava de um evento com jovens negras quando foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Protestos e manifestações contra o bárbaro crime se repetem diariamente em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos. As balas que a mataram também atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

VERGONHA 2 >>> Se o presidente eleito e empossado fosse mesmo ‘bom de segurança’, uma vereadora não teria sido assassinada (ao que tudo indica, por milicianos – leia matéria do jornalista Marcelo Godoy com o secretário da Segurança Pública do Rioentrevista de Fernanda Chaves, assessora de Marielle, à Mônica Bergamo) no Estado onde ele fez toda sua carreira política (e que se encontrava sob intervenção militar). Será que seus eleitores refletiram sobre isso? Apoiadores do ‘coiso’ posaram para fotografias sorrindo ao quebrar ao meio uma ‘placa de rua’ com o nome de Marielle (junto deles, o governador eleito e empossado do Rio. Pode?). Será que os eleitores do ‘coiso’ concordaram com essa ‘brincadeira’? Não posso crer nisso. Como também não consigo compreender o porquê do ‘coiso’, ou do governador eleito do Rio, jamais terem exigido publicamente o esclarecimento do caso Marielle. Por que será?

VERGONHA 3 >>> O delegado responsável pela investigação do assassinato de Marielle, Giniton Lages, foi mantido (pelo novo chefe de polícia, delegado Marcus Vinicius Braga) no cargo até o final do inquérito. Braga foi nomeado secretário pelo governador Wilson Witzel. A justificativa da nova cúpula é não interromper o trabalho da equipe atual, que vai ser ampliada para que a investigação ‘seja finalizada ainda no início do ano’. Também serão mantidos os responsáveis pelas unidades da Baixada Fluminense e de Niterói e São Gonçalo, Daniel Rosa e Bárbara Lomba. Parabéns aos envolvidos, só que não: neste dia 14, segunda-feira, já serão 10 meses de impunidade. É uma vergonha! 

DEZ MESES DE HOMENAGENS >>> Os poemas a seguir foram extraídos de redes sociais, da página ‘12 poemas para Marielle‘ e do livro ‘Um Girassol nos Teus Cabelos‘, da Quintal Edições.

(Rosane Carneiro)

mulheres escrevem à bala pela palavra
escrevem dor que não se cala
um país inteiro à queima-roupa
nossos corpos expostos em mortalhas
nove vezes nove mil e milhões de
reféns da morte –
da dignidade e do orgulho
da honra, da vida e da sorte
mas nove vezes nove mil e ao infinito
atravessaremos o charco
pela palavra, com a força
sem a lama

Marielle vive
atira na morte dos sonhos
está conosco

(Ligia Regina Lima)

seus olhos inundados de maré
multipicaram-se
eu sou, somos todas Marielle

(Sandra Regina)

Marielle foi calada
na calada da noite
sem gritos
com quatro tiros
Marielle agora
pra sempre
presente

GATILHO
(Adriane Garcia e Thais Guimarães)

Escarcéu:
Acari é aqui

Complexo do Alemão
a metáfora da nação

50 mil
por um fuzil

Quanto vale a vida
nessa guerra?

Quem não paga o quinto
vai pro inferno

(a multa pelo atraso
é sangue)

Parece ficção
a facção política:

Assassinados
mais de 100 ativistas

Proteção só tem quem
paga duas vezes

Matar a menina que grita
coração-cabeça

Matar antes que ela cresça:
a menina-estrela

Pra cada lugar de fala
quatro balas

Rastilho de pólvora
se espalha

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Aqui as sugestões de programação para esta semana. Acompanhe também as opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

 … … …

QUINTA-FEIRA – 10 de janeiro – 18h … Raul Seixas Cover … Banda Ecologia apresenta os sucessos do Maluco Beleza. Na discotecagem, classic rock e rock nacional. No Metrô Pub, à rua Costa Rego, 25, na Vila Guilhermina. Ingressos a R$12

… … …

QUINTA-FEIRA – 10 de janeiro – 18h … Josyara no Masp … Dentro do projeto ‘Música no Vão’, cantora baiana apresenta as músicas do cd ‘Mansa Fúria’. Na avenida Paulista, 1578

… … …

QUINTA-FEIRA – 10 de janeiro – 18h30 … Bia Doxum & Banda … Cantora e compositora da ZL apresenta trabalho autoral. Nas quintas-feiras de janeiro, no Mirante, atrás do Masp

… … …

QUINTA A DOMINGO –  10 a 13 de janeiro – 19h e 21h … Sessão 35mm – Wong Kar-wai … Seis filmes do diretor chinês em película: Amores Expressos, Dias Selvagens, Anjos Caídos, Felizes Juntos, 2046 e Amor à Flor da Pele (no domingo, serão reexibidos os dois filmes favoritos do público). Ingressos de R$3,50 a R$12. No CineSesc, à rua Augusta, 2075 (esse trailer está sem legendas em português, mas eu postei mesmo assim, porque é lindo).

… … …

QUINTA-FEIRA A QUARTA-FEIRA – 10 a 16 de janeiro – 19h30Semana Andrei Tarkovsky … Cineasta russo tem três dos seus sete longas-metragens exibidos alternadamente: “Andrei Rublev”(1966), “Solaris” (1971) e “Stalker” (1979). No Caixa Belas Artes, à rua da Consolação, 2423 (veja aqui a programação)

… … …

QUINTA-FEIRA – 10 de janeiro – 20h … Anná convida Juliana Amaral … Cantoras e compositoras apresentam repertório de sambas acompanhadas por Lobo (percussão), Samuel Siva (7 cordas), Rafael Esteves (bandolim) e Matheus Marinho (bateria). Ingressos a R$15. Na Casa Barbosa, à rua Rui Barbosa, 559

… … …

QUINTA-FEIRA – 10 de janeiro – 21h … Edrix – voz e violão … Eder Martins é músico, cantor e compositor conhecido por interpretar o repertório de Jimi Hendrix. No show, repertório mpb em formato voz e violão: Zé Ramalho, Mautner, Gil, Benjor. Mas vai rolar Muddy Waters e Hendrix, claro. Na Malelu, à rua Iquiririm, 452 (bar tem cervejas artesanais e quitutes vegetarianos)

… … …

QUINTA-FEIRA – 10 de janeiro – 22h … Volta do Picles … Festa com a Chinfraclub, banda que não sabe nenhuma música mas toca todas (com o app Cifraclub). É só chegar e pedir a sua favorita. Antes e depois tem ‘os djs fodas’ mandando tudo que é som. Na Cardeal Arcoverde, 1838

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 11h … Branca Lescher – em Lisboa … Cantora brasileira leva a Portugal as composições do seu disco “Branca” acompanhada do violonista Diogo Fraguas. Na Livraria Ler Devagar, à rua Rodrigues Faria, 103

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 19h … Anhangabahy nos Parlapatões … Trio formado por Rui, Hevelin e Wadih apresenta (com banda) as canções do cd ‘Sonhar é a Solução’ (que será lançado oficialmente na Funarte, dia 25). Na praça Roosevelt, entrada franca

… … …

SEXTA-FEIRA e SÁBADO – 11 e 12 de janeiro – 20h e 18h … Peça “Nomes para Furacões” … Grupo Pandora de Teatro faz 15 anos e apresenta 4 espetáculos do repertório (até março). Na Ocupação Artística Canhoba, à rua Canhoba, 333

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 20h … Sarau Clamarte … Companhia Literária dos Amantes da Arte convida o grupo Forropoeira e a escritora e locutora Jussara Carvalho. Sarau com palco aberto. No local, Exposição Metal Morfose. Na rua Professor Otávio Guimarães, 393

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 20h … Concertos Plesp: Rodrigo Olivério e Loop B se apresentam na segunda edição do Panorama da Luteria Experimental em SP. Exposição de Objetos acústicos, eletroacústicos, eletrônicos, digitais e mistos utilizados como instrumentos sonoros/musicais. Até o dia 30 de janeiro, na Passagem Literária da Consolação

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 20h … Diversart – Arte de Rua … Sarau de música e poesia, com exposição e Bazar. Palco aberto e os convidados Cláudia Luz, Fabioh, Kell Stapait, Juliana Seabra e outros. À rua Paschoalina Migliorini, 121, em Guarulhos

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 20h … Zé & Kabé Duo – Batuque Violado … O cantor e compositor Zé Leônidas e o percussionista Kabé Pinheiro apresentam repertório autoral. No Teatro Decio Almeida Prado, à rua Cojuba, 45

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 20h30 … Coletivo M.A.I.S – no Brazileira … Show com Mila Amorim, Jordana de Souza, Allan Piter e a Banda Issoo! Couvert R$20. Na rua Clélia, 285

… … …

SEXTA-FEIRA e SÁBADO – 11 e 12 de janeiro – 21h … Borrasca … Dois amigos se reencontram depois do enterro de um terceiro e trazem à tona as mágoas que os impedem de expressar a dor da perda. Peça de Mário Bortolotto, que escreveu, dirige e atua com Eldo Mendes. No Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 21h … Vai Pra Cuba! … O grupo Mayombe Afro Latino apresenta afro-latinidades, com destaque para os clássicos da música cubana e colombiana. Ingressos a R$15. No Centro Cultural Butantã, à av. Corifeu de Azevedo Marques, 1882

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 21h … Parada Sete apresenta Banda Caldonia … Leo Prado, Elvis Rodrigues e Dico Santana mandam ver nos rocks clássicos dos anos 60 e 70. Na av. Luis Carlos Gentile de Laet, 96, no Horto Florestal

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 21h … Lançamento de 3 clipes da banda Picanha de Chernobill: “Venha logo e pegue esse trem”, “Come Back” e “Tumbeiro”. Depois, às 22h, show e sorteio de kit-Picanha. Entrada R$20. No Estúdio Lâmina, à avenida São João, 108

… … …

SEXTA-FEIRA – 11 de janeiro – 22h … Festa Kabul& com show da banda Bolero Freak no Al Janiah. Discotecagem de brasilidades com o dj Rogerio Silvestre. Exposição de Mike Mendes. Entrada R$15. Na rua rua Rui Barbosa, 269

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 13h … Fluxo de ideias – Estudos Afrocentrados … Um olhar ancestral, para a luta e liberdade. Encontros acontecerão todo 3º sábado do mês, até novembro. Nesta edição, será estudada a coletânea de textos e imagens produzidos pelos irmãos Zaus Kush. Na rua Itamonte, 2008-A

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 14h … Lu Vitti – Café com jazz, blues e soul … Excelente cantora apresenta clássicos do cancioneiro mundial acompanhada do músico Beto Leonetti. Na Marê Café, à rua Eliseu Guilherme, 235, em Ribeirão Preto

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 15h … Botica Poesia … Espetáculo reúne canções elaboradas por Renato Gama a partir de poemas (conhecidos e inéditos) do poeta e escritor Sergio Vaz. Na praça de eventos do Sesc Itaquera

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 16h30 e 19h30 … União e Olho Vivo … Estreia da peça ‘Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba’. Sextas, sábados e domingos, até 20 de janeiro (horários variados). Na rua Newton Prado, 766

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 19h … O escritor pernambucano Cleyton Cabral lança livro de contos, ‘Planta Baixa’, na Patuscada. A entrada é franca e o exemplar estará à venda por R$40. À rua Luiz Murat, 40, na Vila Madalena

… … …

SÁBADO e DOMINGO – 12 e 13 de janeiro – 21h e 18h … Tiê … Cantora e compositora apresenta as músicas de seu quarto álbum, Gaya. No repertório estão os singles ‘Mexeu Comigo’ e ‘Amuleto’, além de canções dos seus três cds anteriores. No Sesc Bom Retiro, à alameda Nothmann, 185

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 21h … 1º Aniversário do Templo do Rock, na Praça Ilo Otani. Show da banda Rock Insane

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 21h … Tata Alves … Cantora e compositora se apresenta no Bar do Frango, à avenida São Lucas, 479

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 21h … Andreia Dias – com participação de Ana Cañas … Cantora lança cd “Tpmramental”, encerrando trilogia. No Sesc Belenzinho, à rua Padre Adelino, 1000

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 21h30 … Eu Te Avisei Tour: Alice Caymmi … Cantora e compositora lança terceiro disco, “Alice”, e o ep ‘Dizem Que Sou Louca’. No Sesc Pompeia, a rua Clélia, 93

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 22h … Banda 4heads no “Santo Maia” … Banda interpreta clássicos do rock internacional e nacional. Na rua Itapura, 1267, Tatuapé

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 22h … Tributo a Aretha Franklin por Alma Thomas & Trio … Cantora, compositora e arranjadora nova iorquina radicada no Rio de Janeiro, Alma Thomas canta clássicos da diva do soul acompanhada por Thiago Alves (baixo), Salomão Soares (piano) e Paulinho Vicente (bateria). No JazznosFundos / CCMI, Na rua Cardeal Arcoverde, 742

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 22h30 … Tributo A Judas Priest com a banda Metal Gods. No Dragster Rock Bar, à rua Curuçá, 439, na Vila Maria

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 23h … Elis & Chico – Pré-Carnaval … Graziela Medori e Os Brazucálias, em ritmo de carnaval, cantam os maiores sucessos dos dois ídolos da nossa música. Nos intervalos, discotecagem brasileira-dançante com os djs Ale, Steiner e Robinho. Entrada franca até 23h30. No Miscelânea Cultural, à rua Cunha Gago, 678

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 23h … Tu Vens – no Bixiga … Festa toca brasilidades dançantes. Com o Quarteto São Jorge e os djs Andi Vanelli e Victor Pires. No Estúdio Bixiga, à rua Treze de Maio, 825. Ingressos de R$15 a R$35

… … …

SÁBADO – 12 de janeiro – 23h … Soledad canta Maria Bethânia … Nascida em Fortaleza, Soledad desenvolve trabalho que vai da composição à interpretação, dos palcos de teatro à militância feminista. No Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269

… … …

DOMINGO – 13 de janeiro – 14h … Forró na Paulista … A cantora, rabequeira e percussionista Karina Costa faz niver e comemora em show com o músico e compositor Leãodamerica. Em frente ao Masp

… … …

DOMINGO – 13 de janeiro – 15h … Bia Doxum & Banda … Cantora e compositora da ZL apresenta trabalho autoral no Sesc Itaquera, à avenida Fernando Espírito Santo Alves de Mattos, 1000

… … …

DOMINGO – 13 de janeiro – 17h … Mostra Premiada Chico 2018 – No Bar do Frango … A Tom-K Produções traz os sete curta-metragens vencedores da Mostra Nacional, da Mostra Infância e da Mostra Tocantins do Festival. Entrada franca. Na av. São Lucas, 479

… … …

DOMINGO – 13 de janeiro – 17h30 … Branca Lescher – Concerto … Cantora, compositora e poeta visita Lisboa e apresenta repertório de bossa nova em comemoração aos 60 anos do gênero, além das canções autorais de seu cd “Branca”. É acompanhada pelo guitarrista Diogo Fraguás. Na Casa Raphael Baldaya, à rua dos Poiais de São Bento, 27, em Lisboa, Portugal

… … …

DOMINGO – 13 de janeiro – 19h … O Café Poético #39 – Encontro de Verão … Sarau com participação de Leo Feck, Floren dE bAS, Teresinha Couto, Cintia Colares, Cloveci Muruci e palco aberto. No Solar63 Hostel, à rua Rua Otávio Corrêa, 63, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul

… … …

DOMINGO – 13 de janeiro – 19h … Laura Lavieri … Cantora apresenta as canções de seu cd ‘Desastre Solar’ em ‘versão bailinho’. Com Lux Ferreira (beats, programações e teclas), Paulo Emmery (guitarra/baixo) e Ana Frango Elétrico (baixo/guitarra e vocais). No Bona, à rua Álvaro Anes, 43. Ingressos a R$35

… … …

QUARTA-FEIRA – 16 de janeiro – 18h30 … Elio Camalle – no Mirante … Cantor e compositor se apresenta com a Banda do Zé da Bronca nas quartas-feiras de janeiro no Mirante 9 de Julho, atrás do Masp.

… … …

ATÉ 27 DE FEVEREIRO – Terças e quartas – 20h … ‘Café’ no CCSP … Dois garotos se conhecem em uma cafeteria e vivenciam trajetória amorosa permeada por um único assunto: café. A peça, construida a partir de poema homônimo de Herácliton Caleb, tem direção de Bruna Vilaça. No elenco, Gabriel Galante e Weslley Nascimento. Na rua Vergueiro, 1000

… … …

QUARTA-FEIRA – 16 de janeiro – 20h … Anná … Cantora apresenta sambas, forrós e canções autorais. No Ó do Borogodó, à rua Horácio Lane, 21, em Pinheiros. Entrada R$15

… … …

QUARTA-FEIRA – 16 de janeiro – 20h30 … Mariane Claro apresenta a Bahia de Caymmi … Cantora é acompanhada por Henrique Villas Boas no teclado, Bruno Menegatti no violão e rabeca, Maurício Biazzi no baixo e João Fideles na bateria. No Bonas, à rua Álvaro Anes, 43

… … …

QUARTA-FEIRA – 16 de janeiro – 21h30 … Electric Hendrix Ensemble, banda de Eder Martins, convida a guitarrista de blues Tatiana Pará. No JazznosFundos – CCMI, à rua Cardeal Arcoverde, 742

… … …

ATÉ 15 de JANEIRO – ‘Canto-Correnteza’ >>> A cantora e compositora sul-matogrossense Thamires Tannous está em campanha de financiamento para a gravação de seu segundo cd autoral, produzido e arranjado pelo violonista Michi Ruzitschka. Tem parcerias com Consuelo de Paula, Chico César e Kleber Albuquerque. Para cada valor colaborado há uma ‘recompensa’ correspondente. Entre elas, o cd autografado, um single (que será lançado antes do lançamento oficial do disco), ingressos para o show de lançamento, aulas de canto particulares, uma composição exclusiva e até um show particular. Acesse e saiba como apoiar o projeto

… … …

ATÉ 27 DE JANEIRO – aos domingos – 15h … Fera Neném … Show de rock para crianças com o quarteto formado por Gustavo Cabelo, Lia Biserra, Pedro Gogom e Peri Pane. No Auditório do Sesc Vila Mariana, à rua Pelotas, 141

… … …

ATÉ 2 DE FEVEREIRO … Programação de férias no CCPenha … Contação de histórias, teatro, circo, palhaçada, música, cinema, oficina e atividades diversas para as crianças. Veja a programação completa aqui. No Centro Cultural da Penha, no Largo do Rosário, 20

… … …

ATÉ 3 DE FEVEREIRO … Férias no MIS – Na programação: cinema, música, exposições, quadrinhos, fotografia e cursos. De terça a sábado, das 10h às 20h; domingos e feriados, das 9h às 18h. Até 3 de fevereiro. Saiba mais aqui. Na Avenida Europa, 158

… … …

ATÉ 8 DE FEVEREIRO … Centro de Música Sesc Vila Mariana – Especial de Férias … Entre as muitas atividades, vai ter aula-espetáculo com Pepeu Gomes, bate-papo com Derrick Green, do Sepultura, curso com os músicos do Angra, oficina de bateria para garotas, Ricardo Herz, Toninho Ferragutti e Guinga discutindo as conexões entre a música popular e erudita. Na rua Pelotas, 141. Confira a programação completa

… … …

ATÉ 10 DE FEVEREIRO DE 2019 … Roda Viva … Zé Celso e seu grupo remontam, 50 anos depois, a histórica peça de Chico Buarque. No Teatro Oficina, à rua Jaceguai, 520. Sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h.

… … …

ATÉ 24 DE FEVEREIRO – Sábados (20h30) e domingos (18h30) … Grande Sertão: Veredas … No espetáculo, montado na área de convivência do Sesc Pompeia, a diretora Bia Lessa propõe a um só tempo uma peça de teatro e uma instalação em sua adaptação da obra-prima de Guimarães Rosa. Com Caio Blat, Luiza Lemmertz, Leo Miggiorin e elenco. Ingressos de R$12 a R$40. No Sesc Pompeia, à rua Clélia, 93. Aos sábados (20h30) e domingos (18h30)

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. E toda quinta-feira tem um post novo.

… … …