.

uma caneta

pelo amor de deus
uma máquina de escrever
uma câmera por favor
quero um computador
nem que seja pós moderno

vamos fazer um filme
vamos criar um filho
deixa eu amar a lídia
que a mediocridade
desta idade mídia
não coca cola mais
nem aqui nem no inferno

.

come vento menina
come vento
não há mais metafísica no mundo
do que comer vento

tem de todos os sabores
amargo meio/amargo
chocolate de  café
sabe como é

em meio a tanta crise
a gente inventa o vento que se quer

.

Poemas ‘ind/gesta’ e ‘inventário’ de Artur Gomes
.

Segunda – 25 de abril – 20h … Canal do Poetariado – ao vivo no Youtube. Hamilton Faria e Cesar Augusto de Carvalho criaram e apresentam o Canal do Poetariado, que tem colaboração de Abel Coelho e Elcio Fonseca. A live de conversas mensais sobre poesia e literatura, foca no processo de criação da obra. Para assistir, clique no link

Nesta edição, o convidado é Artur Gomes, poeta, ator, videomaker e produtor de oficinas e atividades culturais. Participam do bate-papo, Tchello d´Barros e Ademir Assunção. Saiba mais sobre ele. Leia mais um de seus poemas, do livro ‘Couro Cru & Carne Viva’:

.

TROVA
(Artur Gomes)

.

MEU coração é tão hipócrita
que não janta
e
mais imbecil
que ainda canta:
ou
viram no ipiranga
às margens plácidas
uma bandeira arriada
num país que não levanta.

.

O poeta e performer Artur Gomes, o popular ‘Fulinaíma’, é conhecido agitador cultural da cidade de Campos, no RJ. Tem 17 livros de poesia publicados (entre eles, ‘Juras secretas’, ‘Pátria A(r)mada’ e ‘O poeta enquanto Coisa’). Criador de importantes projetos culturais, anuncia para breve ‘Por Onde Andará Macunaíma?’, uma releitura multilinguagem antropofágica da Semana de Arte Moderna de 1922.

.

.

BOM DIA POÉTICO >>> O poeta e ator Milton Luna divulga diariamente em grupos do zap o trabalho de poetas de todas as regiões brasileiras. Lá conheci os textos de ótimos escritores, que vou publicando por aqui também. Como esses, do ator, roteirista, jornalista e poeta Armando Linguori Junior, autor de ‘A Poesia Está em Tudo‘, ‘Toda Saída é de Emergência’ eSer leve leva tempo:

.

.

Começa
No parto
Ou antes
No ato
Dura um
Tempo
Termina
No infarto
ou em
Pranto
Fosse
Pão
Uma
Fornada.
Sendo
Gente
Uma
Jornada.
Ou nada.
.
.

POEMA DESCABIDO

Nem toda alma
É sabida

Tem almas que não
Sabem nada de nada

São almanecas
(de pitibiribas)

Já, tem outras que sabem
De tudo um pouco

São almanaques.

.

.

Ilustração de Nando Motta

.

TODAS AS LETRAS DA INDIGNAÇÃO >>> Ouço na grande mídia, em rádio e tevê, comentários de ‘especialistas’ ressaltando a legalidade da ‘graça’ concedida por Bolsonaro a seu partidário fascista, Daniel Silveira, punido pelo STF por ataques sistemáticos à democracia. Se o ‘nosso’ (des)presidente sair vitorioso dessa contenda, estará inaugurada a ‘demofascia’ brasileira. Nosso já tão desmoralizado sistema representativo será o primeiro a incluir o fascismo, que a nega, como parte integrante e normatizada da diversidade política. Claro que o STF erra pra chuchu. E erra por partidarizar sua ação ou omissão. Como errou ao criminalizar Lula e o tirar da disputa presidencial em 2018. Como errou lá atrás, ao não punir Bolsonaro por dedicar seu voto no Congresso a um torturador. O grande empresariado e seu lobby de políticos, que jamais pensam no país, só em seus lucros, erraram ao apostar nele. Uma sucessão de erros iniciados sob o slogan ‘é só tirar o PT’ nos jogou nesse buraco. A grande mídia comenta o caso com a naturalidade de sua habitual ‘isenção’ (só que não), como se esse caos político se desse num país situado em Andrômeda. É aqui, gente. Somos nós, hoje, e nossos filhos, amanhã. É preciso dar respaldo ao STF quando ele tenta consertar os erros que nos condenarão a um novo (de novo) atraso histórico. O simples fato dessa discussão anacrônica estar em pauta é sinal de que a vaquinha verde-e-amarela está patinando no velho brejão ditatorial do conservadorismo imposto pelas mais retrógradas elites nacionais. Não combater duramente esse fascismo que reivindica ‘liberdade de expressão’, é conceber que possa existir um estado democrático sem democracia, com censura, tortura e supressão das liberdades individuais e dos direitos políticos. É tão óbvio, né? Mas por que será que ninguém diz isso, com todas as letras da indignação, no rádio e na tevê?

.

.

UM SONHO >>> Foto de Heloisa Botelho, mulher do músico João Galba, flagra o grande artista em meio ao sono. Ele, brincando, comentou, que ‘o filósofo Tião Lereia já dizia: pra aprender a tocar bem tem que dormir com o instrumento’. Faço o registro porque acho poética e significativa a imagem de um artista que se desliga do mundo ‘real’ abraçado a seu instrumento. A meu ver, essa grande ‘viagem’ que deixa em aberto a conexão com o onírico é o que ainda pode nos salvar da onda anti-humanista que nos assola. Sonhemos, pois, abraçados aos nossos amores maiores.

.

.

ANGELI >>> Um dos maiores artistas brasileiros, o grande cartunista Angeli foi diagnosticado com afasia e anunciou o fim de sua colaboração com a Folha de S. Paulo após quase 50 anos no jornal. Em celebração ao seu extenso trabalho de cartunista, sua mulher, Carolina Guaycuru, e André Conti, organizarão uma seleção com cerca de mil desenhos, que será publicada pela Companhia das Letras, em dois volumes.

.

.

.

ANGELI 2 >>> O chargista Nando Motta postou: “O mestre Angeli se aposentou e nós (por sugestão do @rabiscosdobrum ) fizemos uma página pra publicar nossas homenagens a esse gênio dos quadrinhos, charges e cartuns, que influenciou uma geração de desenhistas. Eu inclusive”. Veja mais em #obrigadoangeli e no Instagram da Revista da Pirralha.

.

.

ÀS QUINTAS – 21h – MADAN LIVES >>> Série de encontros promovidos pela trompetista July SK, filha do músico morto precocemente, aos 53 anos, em 2014. Nas lives, parceiros e amigos relembram histórias e canções do artista, no Instagram. Aqui, sua discografia disponível:

CD do Madan, com 17 músicas’

Disco ‘A Ópera do Rinoceronte‘, com 12 musicas

Disco ‘Brincando com Palavras‘, com 12 músicas

.

.

MADAN 2 >>> Devido ao feriado, programa apresentado habitualmente às quintas-feiras, acontecerá excepcionalmente na segunda-feira, às 15h

.

.

MADAN 3 >>> Novo canal de Madan Neves no YouTube estreia com clipe de ‘Mirauiu’, música dele sobre poema de Olga Savary. Se inscreva e aguarde novos lançamentos.

.

.

VALMIR JORDÃO >>> No dia 19 de abril, o poeta pernambucano postou no Facebook um poemaço elencando nomes de nações indígenas ilustrado com foto de Sebastião Salgado (veja aqui). Sobre o tema, publicou ainda o haicai:
.
.
Descobrimento
(Valmir Jordão)
O arcabuz era a lei –
O índio virou sem terra,
e vassalo del rey.
.

.

… … …

COMO FOI 

… … …

.

COMO FOI 1 – ANÁLISE >>> Ainda sobre o Sarau da Maria na Biblioteca de São Paulo, publico um resumo dos interessantes comentários do cantor e compositor J.Cordeirovich. Como ele, modestamente, não falou de si próprio, eu falo: Cordeirovich, além de ser um ótimo cantor, dono de um gogó macio e voz agradável, é um ator nato, um show-man com marcante presença de palco. Seu vasto repertório de gestos e entonações ressalta a humanidade presente nas finas ironias, nas observações indignadas ou nos versos líricos de seus poemas-canções. Sua voz e seus versos, mais o violão de Tom Peixoto e as melodias de Luiz Carlos Afonso, nos fizeram pensar… e, também, sorrir.

.

.

COMMENTS DE CORDEIROVICH >>> Depois da pandemia que ainda não se foi, meio cabreiros aqui estamos nós. José Carlos Guerreiro, o ‘Guerra’, entrou em cena reclamando um pouco da garganta, de um certo resfri(?). Inibido nas primeiras levadas, mostrou seu médio agudo acaipirado e urbanizado com ‘Cidade Ci’, ‘Caminhão de Lixo’ e umas levadas quase pops e românticas, como é também a marca poética desse cantautor da boa e velha Praça Maldita, que permanece enturmada, de alguma forma, nas lutas de resistência cultural do Sarau da Maria.
Arnaldo Afonso veio em seguida. Seguro, pernas entreabertas, fixando os pés no chão para ganhar força e gemer, grunhir e explorar jeitos de cantar, para entreter e mandar pra cena sua poética contestadora, opositora do que tá aí. Arnaldo sabe bem onde quer chegar e se cantou e canta em outras horas, a música de Cartola, Caetano e Belchior, é porque alimenta-se do que é amplo, imenso, poético mesmo, parar firmar sua obra no imenso caos desses tempos.
A ele se seguiram eu mesmo e o querido amigo Tom Peixoto, que compositor e cantautor, abriu sua agenda para degustarmos, como diz o Vladi, o repertório da parceria de J. Cordeirovich e Luiz Carlos Afonso. Destaque para o violão bem executado de Tom, que valoriza cada nota criada por Luiz.
E para fechar a tarde com um sabor todo especial de regresso, de quase pós, de alegria mesmo de sobreviventes ao vírus e aos desgovernos, a banda Chêro da Poesia, com Kita, Helen e Giadas, mandou seu rock quase rural e suas baladas. Abriram com GuerraAmor, de Paulo Barroso, grande e competente músico e compositor. Também fizeram homenagem às mulheres, com destaque à memória de Marielle Franco.
Já agradecidos a todos os presentes, o Sarau da Maria anunciou seu retorno pro final abril, início de maio.

.
.

COMO FOI 2 – Encontrinho da tchurma >>> De repente, não mais que de repente, estávamos nós lá novamente. Violão em riste, vozes esperançosas, olhares felizes. E mares de braços e abraços apertados e quentes. Estávamos contentes: Rosária e sua irmã tinham marcado com Silvia e algumas das Marias um encontro só de luluzinhas, mas alguns bolinhas desavisados apareceram sem serem chamados. No fim da tarde linda na Carauari, nos reencontramos, brindamos e até planejamos os passos do que vem por aí. As três lulus citadas, mais Cida, Helen, Deise, Selma, Flori, Camila, Ana Hermínia, Rosa e Teresa, com os boleiros Arnaldo, Cássio, Zé Paulo, Moa e Giba, marcaram de voltar no sábado à tarde, para uma espécie de ‘Carnavalito da Maria’. É isso, produção? Ih… era segredo. Agora já foi: quem quiser apareça lá…

.

.

CARNAVALITO DA MARIA >>> Então tá combinado: sábado, 23 de abril, a partir das 15h, na Mercearia, à praça Carauari, 8. Já que nesse ano não teve o tradicional desfile do Bloco da Maria, ao menos vamos nos encontrar, cantar e fazer uma pequena festchinha para celebrar nossa amizade. Amigos vacinados estão todos convidados. No vídeo, a marchinha ‘Maria da Vila‘, composta por Cássio Figueiredo e Arnaldo Afonso

.

.

… … …

TODA SEXTA, UMA NOVA CANÇÃO

… … …

Na décima primeira edição desta seção criada para tirar o pó das minhas composições engavetadas, mais uma inédita (na semana que vem, completo as 12 músicas do álbum simbólico e virtual que batizarei de ‘Meu Primeiro LP’). Em ‘Valsa Desamorosa‘, o personagem relata as dores (e prazeres) de um amor que já não há, mas ainda o habita de forma transcendente e difícil de definir ou lidar. Fiz o registro, mas sei bem que essa canção é mais adequada ao cristal de alguma preciosa voz feminina (ou um cantor de timbre bem agudo). Ela se junta a ‘Um Dia Feliz’, ‘Só Teu‘, ‘Visita Íntima‘, ‘Hey, Girl‘, ‘O Poema Gráfico‘, ‘Oh, John‘, ‘Tom Jobim No Telhado‘, ‘E Se De Repente‘, ‘Coisas do Amor‘ e ‘Desvario‘, as outras dez já postadas:

.

.

‘VALSA DESAMOROSA’
(Arnaldo Afonso)

Era o amor  / era a paixão  /  era quimera  /  mera ilusão
Era o amor  / era a paixão  /  era quimera  /  mera ilusão
.
Onde será que se passa?  /  Acho que não aconteceu
Em que distante galáxia  /  eu me encontrava
Ou não era eu?
.
Era o que era  / ou seria poesia?
Se não houver fantasia  /  onde vou, onde vais?
.
Fosse o que fosse, era bom  / era um doce, acabou-se
não é nada mais
.
Fosse o que fosse, era bom  / era um doce, acabou-se
não é nada mais
.
Agora faz  / um frio aqui /  um tanto faz  / que não tem fim
Agora jaz  / um mundo em mim  / não volta atrás  / nem vai partir
.
Ninguém pra te ouvir  / Nenhum lugar pra ir
Só a solidão  / dançando ao ritmo do teu coração
.
E o sofrimento  /  compondo em silêncio
uma nova canção
.
Valsa  /  desamorosa
Valsa  /  desamorosa.
.
.

… … …

AGENDÃO

… … …

Em minha página no Facebook, a programação alternativa do agendão é diariamente atualizada. Confira lá…

.

ÀS SEGUNDAS – 19h >>> Live do programa Geringonça promove interessantes debates semanais sobre questões contemporâneas: cultura, política e saúde. Na edição passada, o historiador Lúcio Menezes, do coletivo Flores da Resistência, recebeu Palmira Silva, doutora em psicologia social, que foi diretora de políticas para as comunidades tradicionais no governo Lula (vídeo acima). Fique ligado no canal para assistir e participar: Coletivo Resistência/CCD-LL no Youtube e no Facebook

MOSTRA ‘TEATRO EM TRÂNSITO’ >>> Encerramento da mostra ‘Teatro em Trânsito’, idealizada pela CTI – Cia. Teatro da Investigação, completando 16 apresentações, em oito endereços da cidade, com participação de oito coletivos (saiba mais). Neste fim de semana, ‘Compendiado Refinaria’, com Refinaria Teatral:

Sábado – 23 de abril – 20h >>> Na Sede CTI – Teatro-baile, à rua Oti, 212, na Vila Ré
Domingo – 24 de abril – 16h >>> Na Reação Arte e Cultura, à rua Giácomo Quirino, 76 – Conjunto José Bonifácio

Terça – 26 de abril – 19h30 … Gente de Palavra Paulistano faz homenagem presencial à poeta maranhense, moradora em Goiânia, Márcia Maranhão De Conti. No cartaz, um de seus poemas e foto dos poetas que já confirmaram participação na festa. Na Patuscada, à rua Luiz Murat, 40

FLIPOÇOS >>> Festival Literário Internacional de Poços de Caldas – Flipoços Virtual 2022 – acontece de 27 de abril a 1 de maio. Comemorando 17 anos, festival promove uma edição online no primeiro semestre e uma edição presencial no segundo. Tendo curadoria compartilhada com as 14 editoras parceiras, o Flipoços Virtual 2022 trará maior ecletismo de temas em suas mais de 50 mesas de discussão, com cerca de 120 convidados. Na programação, grandes nomes como a Monja Coen, incentivo aos independentes, ações de interação com o público e uma grade destinada ao público infantil.

Festival apresenta também o 1º Prêmio Literário a Escritores Independentes, que reconhece trabalhos em língua portuguesa de qualquer parte do país, dedicando premiação especial a escritores sul-mineiros. Saiba mais em www.flipocos.com

Sábado – 23 de abril – 19h … Lançamento da antologia ‘Escrituras da Menarca’, organizada pela poeta Daniela Pace Devisate e publicada pela Essencial. Participam as escritoras Andrea P. Horne, Anna Miranda, Daniela Pace Devisate, Eunice Terres, Graziela Brum, Lidia Codo, Luiza Nilo Nunes, Maria Valéria Rezende, Maiara Gouvea, Mar Becker e Raquel Gaio. Na Patuscada, à rua Luis Murat, 40

Quarta – 27 de abril … Estreia da nova montagem da peça ‘Nossa Vida Não Vale Um Chevrolet’, de Mário Bortolotto. Temporada de duas semanas, de quarta a domingo. Ingressos no Sympla. No novo espaço da companhia Cemitério de Automóveis, à rua Francisca Miquelina, 155

Sexta – 22 de abril – 20h … Duo Sons de Carrilhões, de Paulo Miranda e Beatriz Carvalho, se apresenta no The Brothers

.

Sábado – 23 de abril – 14h … Regional Mateus Santos faz roda de choro em Ermelino Matarazzo

FLIMINHA 2022 >>> Dentro da FLIMA – Festa Literária Internacional da Mantiqueira, 20 atividades literárias semanais para crianças de todas as idades. Todos os domingos, às 10h. Acesse e fique por dentro da programação. Transmissão pelo Youtube

Terça – 26 de abril – 20h … Show Um passeio por 22′, com Grazi Medori e Alexandre Vianna, faz homenagem à Semana de Arte Moderna. Entrada franca. Na Sala Adoniran Barbosa no CCSP

ÀS TERÇAS – 19h … Tato Fischer promove o seminário ‘Como é que Você Compõe’, série de bate-papos com artistas. Nesta edição, com o genial Arrigo Barnabé. Evento privado – via Zoom. Saiba mais e inscreva-se

.

AMOR MARRUÁ >>> Guilherme Rondon gravou com Gabriel Sater e disponibilizou nas plataformas sua canção feita em parceria com Zé Edu.

KATYA TEIXEIRA >>> Cantora, compositora e produtora cultural programa série de lançamentos para 2022. ‘Making of Canções na Quarentena’ (Parte 1 – Criações e Parte 2 – Instrumentos) conta um pouco do processo de criação dos espetáculos que deram origem ao cd ‘Canções Para Atravessar a Noite Escura‘, também disponível nas plataformas digitais (outro álbum está em produção e deve ser lançado em 15 de julho de 2022). Saiba mais no site da artista

.


.

Sexta e domingo – 22 e 24 de abril … Festival Dandô Cerrado. Na sexta, às 19h, Ney Couteiro. No domingo, às 18h, especial infantil. Programação reúne artistas de Pirenópolis, Goiânia e Anápolis em nove shows online nos dias 2, 8, 9, 15, 16, 22, 23, 24 e 29 de abril, postados no canal do YouTube do Dandô Nacional. Se apresentam individualmente ou em grupo os artistas: Cabocla, Victor Batista e Isabella Rovo com Zabumba de Chita, de Pirenopolis; Sabah Moraes e Ney Couteiro, de Goiânia; Poul, Amanda Ricoldi, Flavio Robbie, Adriana Moreno, Vinícius e Venâncio, de Anápolis; com a participação especial da criadora do projeto, a cantora e compositora Katya Teixeira (SP)

DUDA JARDIM MUSICANDO >>> O músico, cantor, compositor e ator Duda Jardim também é produtor cultural. Organiza eventos, realiza shows e participa dos saraus da cidade. Em seu canal no YouTube, além das canções autorais de seu cd ‘Parede da Memória‘, há vídeos interessantes onde ele analisa e comenta grandes clássicos da mpb (como ‘Preciso Me Encontrar‘). Veja também a série de entrevistas com artistas da cena alternativa, como Akira Yamasaki, Kleber Albuquerque, Escobar Franelas e Darc Maia, entre outros, que contaram histórias interessantes sobre suas carreiras. Visite o canal e saiba mais. Nos mais recentes, bate-papos com Tatau, do Bar do Frango, com a talentosa cantora e compositora Elaine Frere e com o casal de artistas Tom Kbélo e Esther Alcântara

ÀS TERÇAS – 19h … A Fim de Poesia, bate-papo poético promovido por Noélia Ribeiro no Instagram

ÀS SEXTAS – 10h >>> Marco Vasques apresenta o programa JTT-CULTURA, dentro do JTT- A MANHÃ COM DIGNIDADE, do porta Desacato, sempre com três poetas convidados e aberto a participações. Ao vivo, nas mídias sociais do Portal Desacato

CARLA DIACOV >>> Poeta, que já publicou sete livros, abre campanha na APOIA-se: ‘Poema Põe Mesa’ tem mais de 90 posts no mural e 14 audiopoemas, com três valores de contribuição e suas respectivas recompensas (entre lá e saiba mais). O apoio é para que a escritora continue produzindo e postando seu trabalho poético diariamente. Diagnosticada com agorafobia, o que não lhe permite sair de casa, a escritora admite mais essa dificuldade, mas prefere focar a campanha na valorização do ofício poético num país governado por políticos que surfam na onda fascista de ódio aos artistas. E lança questões muito pertinentes:
Por que o escritor deve ter uma outra profissão de sustento?
Qual o valor da arte, da poesia, do tempo do artista?
Por que tão poucos podem viver da arte?

.

DUAS FILHAS
(Carla Diacov)

todas as tardes
às dezesseis
que é quando lavas
o cabelo no tanque
penso nas duas filhas que não tivemos
nos pezinhos tortos
nas idas ao pediatra e depois
ao ortopedista pediátrico
todas as tardes
as filhas que não temos
o shampoo que tuas mãos
espalham e massageiam pelo couro
cabeludo a toalha saturada de sol
que entrego a ti a tua diversão
bendita e sonolenta com a água
as idas ao ortodontista
as idas ao hospital para
a retirada do gesso
a cada tarde de cabelos molhados
a cada gesto de pente dos dedos
eu sinto muito a malformação
da ira nas coisas que sinto

Domingo – 24 de abril – 12h … Adolar Marin se apresenta no Festival do Cambuci acompanhado do pianista Leandro Néri. No Galpão de eventos em Paranapiacaba

ÀS SEGUNDAS – 13h … ‘Diversidade em Ciência’, programa de entrevistas apresentado por Ricardo Alexino Ferreira, é voltado para as ciências das diversidades e direitos humanos. Reprise às terças-feiras, às 2h da manhã e aos sábados, às 14h. Na rádio USP 93,7 MHz/SP ou na net

MORTE E VIDA SEVERINA >>> Nova montagem do texto de João Cabral de Melo Neto tem banda tocando ao vivo as músicas de Chico Buarque. Direção de Elias Andreato. Temporada vai até 26 de junho, às sexta e sábados, às 21h, e aos domingos, às 19h. No teatro Tuca, à rua Monte Alegre, 1024

MARTINHO JORGE >>> O samba ‘Poeta Boêmio Feliz’ já está nas plataformas digitais. Homenagem a Zeca Pagodinho, tem participação de Mauro Diniz. Ouça aqui

BEMBOLADO >>> Selo do músico e escritor Edmar Silva, em poucos meses, já apresentou ao público alguns trabalhos de talentosos artistas (entre eles, o próprio Edmar), fortalecendo a cena cultural alternativa. No catálogo:

Edmar Silva – Edmar Dub (2021)

Edmar Silva – Palavras (2022)

George Christian e Iarly Patricio (2022)

Super Sons – Volume 1 (2022)

Stevan Zanirati – Singles (2022)

Everton Cidade – Zica de Zelo

Sonidos Latinos – Coletânea apresenta 12 artistas da América do Sul

CCN NOTÍCIAS é um site voltado principalmente para a Zona Norte. O Coletivo de Comunicação Norte Notícias foi lançado em novembro de 2020. Entre lá, dê uma olhada geral e compartilhe. Divulgue mais essa iniciativa em prol de um jornalismo progressista, antifascista e em defesa da democracia

CURTA SUZANO >>> Até 20 de maio estão abertas as inscrições para o 6º Curta Suzano. Para filmes de qualquer gênero cinematográfico, com até 25 minutos, produzidos entre 2019 e 2022. Festival terá rodas de conversa, oficinas, cine-debates e exibições. Consulte o regulamento

VIOLA SP – Até 23 de abril >>> Estão abertas as inscrições para o edital do Concurso Viola SP, que faz parte do programa ‘Juntos Pela Cultura 2022’ e premia os melhores violeiros e violeiras de SP. Saiba como participar

ESCOBAR FRANELAS >>> Videomaker, poeta, romancista e ativista cultural, Escobar Franelas lançou o livro ‘hipjazzcoolbopfunksambabensoulblue‘, pela Editora Lavra. Para adquirir, acesse

ÀS SEXTAS – 19h >>> Sons da Resistência. Programa transmitido pela rádio web Expedição CoMMúsica para Brasil, Itália, Peru e Equador. Curadoria e apresentação de Elizabeth Del Nero Tuca. Clique para ouvir

ZOOM ZOOM ZOOM… É POESIA! >>> Nesta edição com Beth Brait Alvim. Programa do multiartista Claudio Laureatti é uma vitrine de poetas e suas tendências, convidando também artistas de circo, contadores de histórias, músicos e atores. Inscreva-se no canal

SANTIAGO DIAS >>> ‘Artigo Raro’, página que divulga escritores da editora Essencial e promove encontros literários, apresenta a primeira parte da reportagem sobre a vida do poeta Santiago Dias, que declama textos seu livro ‘Destino Cigano’

ABCDelas, pela Editora Clóe >>> Primeira antologia de poetas mulheres da história do ABCD, livro (que está à venda por R$30) traz textos de 45 autoras da região, como Dalila Teles Veras, Vanessa Molnar, Rosana Banharoli, Lília Reis, Olga Defavari e Carla Diacov (saiba mais)

MARINA RUIVO >>> Em seu canal no YouTube (A barca Marina), a escritora postou a leitura da letra de ‘Motor‘, de autoria de Teago Oliveira, música gravada pela Maglore e também por Gal Costa e Pitty. Edição de imagens de Vagner Mun

WANDER B >>> Em meados de março o multiartista escreveu ‘Fim de Jogo’, texto que encerra um ano de ‘respostas’ ao Facebook sempre que este lhe viesse com ‘a (des)elegância de dizer que o dia de hoje era um dia sem lembranças’. Ele então tratava de escrever algum texto curto, uma ‘memória inventada’. Assim, após mais um ano de pandemia, nasceu o performático álbum ‘Hoje Não Há Lembranças’. Que você pode acessar aqui.

>>> MAIS WANDER B >>> Confira a discografia completa do artista, com seis álbuns e dezenas de singles, que está disponível em todas as plataformas. Inclusive a canção ‘Eu Quero Te Amar e Me Amar Por Te Amar , de seu mais novo álbum, ‘Espantalho-querubim‘ . Visite no Spotify

ARCHANGELUS >>> Edições Archangelus comemora seu 100º livro publicado, reeditando ‘Ecos do Silêncio’, do poeta Luka Magalhães, seu editor. É uma marca importante para uma pequena editora de livros do mercado alternativo. Parabéns aos envolvidos

‘CANTO PERIFÉRICO‘ >>> Chega às plataformas digitais ‘Canto Periférico‘, single de Adolar Marin em parceria com Flávvio Alves, que faz parte de seu segundo álbum de parcerias, o ‘Outros Caminhos – Volume Dois’

LEONE DA GAITA >>> Além de show no formato ‘violão, gaita & voz’, com repertório e histórias de Robert Johnson a B.B.King, o artista também dá aulas para iniciantes de violão e gaita (diatônica e cromática). Contate pelo zap: 11-9.8173-0897 ou mande msg inbox

AOS SÁBADOS – 15h … ‘Tome Prosa, Tome Poesia’, com mediação de Antônio Mariano, convida  poetas para bate-papo. Live com transmissão pelo Facebook e YouTube do mediador

SETE CÂNTICOS NEGROS e Outros Tantos Orikis Negros e Índios >>> O poeta José Couto acaba de lançar um objeto multimídia. Seu e-book é o que se chama popularmente de ‘três em um’: poemas para serem lidos, acompanhados por belas ilustrações de Artur Madruga e com links para se ouvir os poemas musicados. O livro em pdf tem 96 páginas e está com preço promocional de R$25. Saiba mais e adquira um exemplarNa apresentação do livro, Ana Cecília Romeu, editora da Camino, afirma que “a obra ressignifica a poesia ao ofertar a ela o tom maior da transcendência, favorecendo o diálogo com as artes plásticas e a música, numa dança com elementos místicos: a magia, os mitos, os negros, o iorubá, os indígenas”, concluindo que “essa experiência sensorial amplia o voo poético”

VANESSA BUMAGNY >>> Novo álbum da cantora, ‘Cinema Apocalipse‘, tem participações de Zeca Baleiro, Chico César e Fernanda Takai, além de parceria com Luiz Tatit. Já disponível nas plataformas digitais. O belo trabalho fotográfico da capa e do material de divulgação do cd (nas imagens ao alto) são da xará, Vanessa Curci. Com produção de Rafael Castro, disco tem dez faixas, incluindo o poema ‘Lady Lazarus’, de Sylvia Plath, musicado pela cantora que já lançou os cds ‘De Papel’ (2003), ‘Pétala por Pétala’ (2009) e ‘O Segundo Sexo’ (2014). Além da carreira solo, Vanessa participa de projetos variados com o grupo ‘Sons e Furyas’, promove saraus e apresentou o show infantil ‘Cecília, Clarice, Fernando e Federico’, cantando poemas de autores clássicos que musicou.

ÀS SEXTAS – a partir das 19h30 >>> Slam da Guilhermina. Batalha poética acontece na saída da estação Guilhermina-Esperança do metrô, na ‘pracinha’ da rua Astorga

ÀS SEGUNDAS – a partir das 19h >>> Sarau Segunda Negra comemora 200 edições com convidados e palco aberto. No Espaço Cultural Libertário Fofão Rock’n Bar, na Estrada das Taipas – 3827

RÁDIOS COMUNITÁRIAS >>> Dois programas legais:
.
Acordes Urbanos, na Rádio e Tv Nuar (todas as quintas, às 18h). Com Quinho, Passarinho e Gregório entrevistando artistas alternativos
.
TV MCA – Moto, Cultura e Afins (todas as terças, às 20h), com Adilson Aragão e Norberto Cassa

ÀS TERÇAS – 20h >>> Programa ‘Contraponto’ entrevista produtores, instrumentistas e compositores para compreender um pouco mais do mercado brasileiro da música. Com Serginho Sagitta, do programa Sons do Brasil, e Mateus Mello, do canal Tropicalismo Selvagem. Se inscreva no canal do YouTube 

PAPO ROCK >>> Programa apresentado por Arnaldo Marques vai ao ar às sextas-feiras, às 20h, com reapresentação aos domingos, às 20h e às segundas-feiras, às 23h. Pela web rádio CDR

ADRIEL VINÍCIUS >>> Jovem revelação da mpb, artista goiano recentemente radicado em SP, disponibilizou nas redes sociais o show ‘Tons, Retalhos e Beats‘, apresentado no festival ‘Canto da Primavera’, onde interpretou 12 de suas canções, em meio a relatos poéticos e crônicas da vida urbana. Em 2016, o artista lançou o álbum duplo ‘Prazer, meu Nome é Via Láctea‘. Ouça: disco 1 e disco 2Em 2019, apresentou ‘Vivo Aqui e Agora‘, álbum gravado no projeto ‘A Casa de Vidro’. Em breve, Adriel será um dos artistas convidados na volta do Sarau da Maria presencial

BRANCA PRODUÇÕES >>> Músico Betto Ponciano acaba de lançar sua produtora, ‘com o objetivo de trabalhar desde a produção, gravação, mixagem, masterização em estúdios de música até o lançamento e impulsionamento de trabalhos artísticos nas mídias sociais’. Contatos in box

MARCELO BARUM >>> Esse grande artista, cantor e compositor do grupo Tarumã, também dá aulas de violão, vocalização e composição. Tem módulo para iniciantes, pra quem já pratica um pouco e pra quem quer aprimorar ainda mais seus recursos teóricos e práticos. Saiba mais aqui

SELETA MENSAL >>> Músico Dharma Samu apresenta programa que vai ao ar às 18h, de segunda à sexta-feira, na Rádio Jardim Psicodélico, com reprise às 12h. No repertório, rock, jazz, música brasileira e independente. Saiba mais no cartaz

ROGER MARZOCHI >>> Campanha de financiamento coletivo visa arrecadar fundos para a gravação de um álbum com improvisações livres do saxofonista com paisagens sonoras de Fernando de Noronha, captadas pelo cientista Raul Rio Ribeiro, que assina a primeira música desse projeto, a ser lançada dia 25 de março. Parte dos recursos serão destinados à ong @oceansoundorg. Para contribuir, acesse o site

ÀS QUARTAS – 22h15 … Programa Toca do Autor na Rádio Brasil Atual, pelo 98,9 FM ou pela internet. Apresentação de Alexandre Tarica e Regina Cell

REVISTA DA QUEBRADA >>> Joad Lima, editor, informa que já está disponível a mais nova edição da Revista da Quebrada. Acesse também as edições anteriores.

RADIOLA DA MEMÓRIA >>> Série de podcasts conta histórias de pessoas e suas memórias sonoras. A cada episódio uma experiência sensorial diferente. Parceria entre o canal Avosidade e a atriz Janaina Sant’Ana, que narra, no primeiro episódio, a história de Cesar e o alto-falante da igreja matriz da cidade onde vivia, que reverbera até hoje nos escritos dele

ERAM OS POETAS ASTRONAUTAS? … Segundo livro do poeta, ator e produtor cultural Ivan Néris, do coletivo Aldeia Satélite, foi lançado na semana-feira passada, em live transmitida pela editora Lavra (veja como foi). O autor costuma postar vídeos declamando seus textos no Facebook (acompanhe). Alternando doses de dramaticidade, lirismo e humor ácido, mesmos os poemas de conteúdo mais confessional trazem a fúria de sua escrita libertária. O livro custa R$30 e já está a venda na lojinha virtual da editora (adquira aqui)

CARUARUS – ORTINHO >>> Cantor e compositor pernambucano disponibilizou nas plataformas digitais seu novo álbum, ‘Caruarus‘, disco de forró feito com muitos parceiros: Azulão, Chico César, Anastácia, Lula Viegas, Josildo Sá, Kiki Vassimon, Marco Polo e Zeca Baleiro. Ortinho, oriundo da cena do mangue beat, se lançou como vocalista da banda Querosene Jacaré, com a qual gravou o disco ‘Você Não Sabe da Missa um Terço’ (1998). Depois, em carreira solo, lançou ‘Ilha do Destino’ (2002), ‘Somos’ (2006), ‘Herói Trancado’ (2011) e ‘Nas Esquinas do Coração’ (2019). ‘Caruarus’, com 10 faixas, tem produção de Yuri Queiroga.

ÁLBUNS DE CABECEIRA >>> Programa começa ao meio-dia do domingo e vai até o meio-dia da segunda-feira, na Rádio Jardim Psicodélico. Um convidado escolhe 13 álbuns que o influenciaram e conta um pouco sobre cada um. Entre no link do site e clica no player da radio ou na 2° opção para ouvir a rádio.

.
.
.

CASO MARIELLE: QUATRO ANOS DE VERGONHOSA IMPUNIDADE >>> No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, aos 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas, coletivos dos saraus e defensores da democracia e dos direitos humanos defendemos. Quatro anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

.

.

Faz 4 anos que eu repito esse texto. E vou continuar repetindo enquanto o blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos e pela omissão das autoridades. Repito o texto que eu já sabia que ia repetir. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Nós, brasileiros democratas, seguimos de braços dados com ela, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. Que podem mirar nas nossas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. E nas periferias de todo o Brasil.

Marielle sempre estará presente.

.

.

… … …

MAIS NALDOS NEW’S

… … …

Tenho canções postadas em dois canais no YouTube (canal um e canal dois), além de vários registros de minhas participações pelos saraus da cidade (é só pesquisar pelo meu nome). O blog também está no YouTube e tem projetos de transmissão de programas e lives para 2022. Este blogueiro, poeta e cantor, informa aos interessados que tem quatro espetáculos prontinhos da Silva para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs e que foram adaptados para o formato de lives durante a pandemia. São eles:

.

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> Além das Casas de Cultura, o espetáculo foi apresentado no Festival Satyrianas

.

2 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia >>> Arnaldo Afonso canta repertório autoral. Versão online de shows presenciais realizados no palco dos Parlapatões, no Bar do Frango, no Eclipse, no Centro Cultural Charada e na Tom-K Produções

.

3 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Caetano >>> A série ‘Lives Caetanas’ teve 6 edições (a primeira teve mais de 1.500 visualizações, mais de 700 comments e cerca de 150 compartilhamentos). Aqui uma delas

.

4 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Belchior >>> Veja a primeira e a segunda edição das ‘Lives do Bel-Prazer’

.

Quem puder contribuir com as lives e várias outras atividades do artista, segue o PIX: arnaldo.aafonso@gmail.com

.

EP >>> Além dos shows sobre a vida e a obra de Belchior, Cartola ou Caetano, e de me apresentar cantando repertório autoral, ainda neste primeiro semestre do ano realizo a gravação do ep ‘Cinco Canções de Amor e uma Balada Desesperada‘. Aguarde.

.

… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda sexta-feira (às vezes, quinta) tem post novo. Até lá!

… … …

.