Sarau, luau e o escambau

Sarau, luau e o escambau

Produção artística que vive à margem da indústria cultural

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os 80 anos de John Lennon, os 84 de Tom Zé, a Flipenha (da ZL), a Expressões Sonoras (da ZS), o ‘unique book’ do Tavinho Paes e a live do Kleber Albuquerque

Por Arnaldo Afonso

Oh! Minha estrela amiga
Por que você não fez a bala parar?

(Beto Guedes e Ronaldo Bastos)

Por que? Foi o que eu me perguntei ao chegar em casa naquela madrugada de dezembro, em 1980, e ver na tevê que o meu querido e amado John Lennon havia sido baleado em Nova York. Esta linda canção de Beto e Ronaldo ainda hoje torna a marejar meus olhos incrédulos diante da brutalidade e estupidez do assassinato. A bala não parou e um canalha matou John em questão de segundos. Nesta semana, ele completaria 80 anos. Completaria, não. Completou. Está aqui, comigo, eternamente vivo em meu coração beatlemaníaco.

Oh! Nem o tempo, amigo
Nem a força bruta pode um sonho apagar

“Imagine-se em um barco num rio / Com árvores de tangerina e céus de marmelada / Alguém te chama, você responde lentamente / É a garota com olhos de caleidoscópio /  / Flores de celofane amarelas e verdes / Crescendo sobre sua cabeça / Procure a garota com o sol em seus olhos / E ela se foi… /  / Siga-a sob a ponte através de uma fonte / Onde pessoas de balanço de cavalinho comem tortas de marshmallow / Todos sorriem enquanto você boia passando pelas flores / Que crescem tão inacreditavelmente altas /  / Táxis de jornal aparecem na margem / Esperando para levá-lo embora / Suba na traseira com sua cabeça nas nuvens / E você se foi… /  / Imagine-se num trem na estação / Com porteiros de massa-de-modelar com gravatas de espelho / De repente alguém está lá na catraca / A garota com olhos de caleidoscópio.”

(Versão aproximada da lisérgica letra de ‘Lucy in the Sky with Diamonds’)

John Lennon, 80.  Acima, a foto com que o parceiro e amigo Paul McCartney ilustrou sua mensagem de parabéns nas redes sociais (repare como os dois parecem crianças brincando, compondo como quem se diverte). Em seu octagésimo aniversário, não poderia deixar de registrar, comemorar e agradecer a John e a seus três amigos cabeludos por terem mudado a minha vida (e o mundo) pra melhor. Pra muito melhor.

Eu tinha 8, 9 anos. Gostava da Jovem Guarda. Queria deixar o cabelo crescer. Meu irmão Luiz Carlos Afonso, pré-adolescente, começou a tocar bateria numa banda. Ensaiavam na rua Alcântara, numa garagem forrada de fotos dos Beatles. Ele, Nilson Copede, David Garcia e Edno Filizola. Eram os ‘meus’ Beatles, os ‘fab four’ da minha pequena Vila Maria. Foi ali, ouvindo o som e as conversas daqueles moleques que eu descobri algo que nunca mais abandonaria meus pensamentos: nós temos que mudar o mundo. Com amor e revolta, com inteligência e indignação, mas temos que mudar o mundo. Com canções e poesia, com sexo e liberdade, temos que mudar o mundo. Com respeito e igualdade, com gentileza e violência, sim, nós temos que mudar o mundo. Tudo o que eles discutiam, eu e o Neno (irmão caçula do David), meu amigo de infância, ouvíamos e assimilávamos. Num dia, eles comentavam sobre a guerra do Vietnã ou sobre uma capa da revista Realidade. No outro, sobre a Copa do Mundo de 1970 e a ditadura militar. Lembro deles no estúdio/garagem citando as letras e tentando desvendar os mistérios do disco Sgt. Pepper’s

Lembro de falarem sobre John e Yoko dando entrevista na cama de um hotel em Amsterdã. Um protesto pela paz: um casal fazendo amor entre lençóis brancos. Era uma nova proposta de vida e um manifesto estético. Era arte conceitual e engajamento político. Era revolucionário. Hoje soaria ridículo. Na época também soou. Os profissionais da política, do comércio e da guerra sempre desdenham dos ‘amadores’, dos que se entregam com inocência, dos que dão de bandeja toda a fúria incontível do seu amor. John não foi perseguido pela CIA à toa (ver documentário ‘EUA x John Lennon‘). Nem seu assassinato foi apenas ‘mais um’ ato insano de um psicopata. Foi o que sabemos que foi, claro. Mas tinha que ser com ele. Porque foi ele quem deu a cara pra bater. Ele era ‘o John’, o beatle chato e inquieto que queria mudar o mundo, derrubar os muros e melhorar as relações humanas. Eu tinha só 9 anos e vi que o meu lado era ao lado de John, ao lado dos Beatles, da paz e do amor. Dos ridículos e sonhadores, que quase sempre são derrotados. Porque ‘vencer’, nesse caso, significa se render, vender seus ideais. Significa dizer sim ao sistema e aceitar suas injustiças. Significa ser cúmplice da opressão e curtir as migalhas de fama e fortuna que o show-business oferece aos que se acomodam, se calam e não tentam mudar nada.

Aquele garoto de 9 anos nunca se esqueceria disso. Ainda o trago comigo aqui dentro em meu peito carcomido de homem amadurecido. Ele ainda respira. Transpira. Se indigna. Pouco mudou nas últimas décadas. Ainda crê que seu amor e sua fúria possam melhorar o mundo. Se arrepia e se emociona. Este velho menino ainda sonha: o mundo é sempre novo quando se vive um grande sonho. Obrigado John, feliz 80 anos.

MAIS JOHN 1 >>> A excelente cantora Ana Deriggi e o renomado músico e produtor musical Mario Manga apresentam um programa de rock superlegal todos os sábados, às 16h: O Bom & Velho. Na mais recente edição, teve homenagem aos 80 anos do genial John Lennon. Curte aí

MAIS JOHN 2 >>> Na foto acima (postada no Facebook em 17 de fevereiro de 2013), o saudoso amigo José Luiz Longo lê um texto meu na abertura da apresentação da superbanda formada por João Galba, Brau Mendonça, Sandro Premmero e Rafael Fazzion, futuros amigos que eu ainda nem conhecia. Não lembro exatamente, mas acho que o texto ‘Se os Beatles fossem brasileiros‘ me foi encomendado por meu outro velho e querido amigo, o músico Ezequias Café, que produziria e participaria de um show com músicas de Beatles a Gonzagão (e que, por algum motivo, eu não pude ir ao bar do Bixiga pra ver). Pensei nos quatro caras como sendo Luiz Gonzaga, Tom Jobim, Jorge Ben e Dorival Caymmi (ou artistas muito influenciados por eles). Depois de um tempo, sei que reescrevi e ampliei esse texto, dando umas ‘aprimoradas’. Mas só encontrei na net a divertida e meio tosca versão original. Ei-la:

Joãozinho Lennon, desde pequeno, no interior de Pernambuco, ficava maluco com as injustiças que via. E quando ouviu Gonzaga cantando VOZES DA SECA, ele logo IMAGINE ALL PEOPLE num mundo sem fome nem pobres, sem cercas nem seca. Ah, seu dotô: como sonhou, esse John!
Mas a vida FOI RODANDO NAS PATAS DO SEU CAVALO e ele entrou num pau de arara pra São Paulo. E RODA MUNDO, RODA-GIGANTE: chegou pra tentar a sorte na cidade grande.
Num boteco bem largado, ficou amigo de um tal Ricardo, conhecido como Ringo. Um gaúcho fã do Lupe, que vivia batucando seus sambas pelas perifas de Sampa. Até que um dia, o narigudo pirou e aspirou o pó que o diabo amassou. Foi morar um tempo na Febem, de onde pediu um LITTLE HELP FROM MY FRIENDS. E o John entendeu… e o atendeu. Quando o vigia distraiu, fugiram os dois para o Rio. Cantando COPACABANA ME ENGANA, eles deram um rolê pra ver qual era a coisa. E que cidade maravilhosa! Eles disseram: YEAH! YEAH! YEAH! (e bah, tchê!)
Lá, num inferninho da Lapa, encontraram o Paulinho, um surfista boa pinta, também conhecido por Paul. Arranhava umas ‘bossa’, amava rock and roll, namorava uma garota de Ipanema chamada Helô, que ele logo trocou por outra moça. Uma falsa baiana que entrava no samba de qualquer maneira, com tatuagem de hena, uma tal de Penileine, que um negão chamado Jorge tinha apresentado a ele.
Esse Jorge era o capeta. Violeiro de mão cheia, contador de causos, cantador do interior. Mineirinho esperto, o come-quieto. De tanto arrasar no seu show, ficou famoso como ‘Jorge Arrasou’ (nessa hora, o declamador faz o gesto ligando os dedos polegar e indicador, como que perguntando ao público se o trocadilho infame ‘colou’).
E essa é a história de quatro moleques brasileiros abandonados, que cresceram em meio aos vagabundos e que fizeram um som incrível. Que quiseram mudar o mundo e que sonharam um sonho impossível.
Dizem que têm sotaque estrangeiro, mas eles falam de amor e paz, sentimentos que não têm fronteira. Então, garçon: salta um drink Beatles Tropical, por favor, com muito gelo e umas rodelas de limão. Porque nessa Londres daqui faz um calor do cão! (e o declamador finaliza, apresentando a banda:)
Esses quatro meninos talentosos bem poderiam ser o Galba… o Brau… o Premmero… e o Fazzion… Vamos aplaudi-los!

MAIS JOHN 3 >>> Por falar neles e nisso tudo, tem live de João Galba, show de Sandro Premmero e sarau com Brau Mendonça, que entoaram e continuam reverberando essa saudável mistura de Lennon com Gonzagão (na foto, acima, eu estou usando uma camiseta com a estampa do Virgulennon, desenhada pelo grande artista Carlinhos Muller). Aproveito o gancho nordestinês para parabenizar o ‘soteropaulistano’ Tom Zé, que completou 84 anos nesta semana. Aê, dj: acende as luzes coloridas e segue o baile do forrock psicodélico-tropicalista:

Sexta – 16 de outubro – 20h … Sandro Premmero toca pop e rock nacional e internacional no Alquimia, à rua São Serapião, 215, na Penha

GALBA >>> Todo sábado, às 20h30, tem live do grande artista Antonio João Galba em sua página no Facebook
Quinta – 15 de outubro – 19h … Toca do Autor. Sarau organizado pelo músico e produtor cultural Alexandre Tarica tem presença garantida de Brau Mendonça, Ayrton Mugnaini, Tato Fischer e outros grandes músicos, além do palco aberto. Inscreva-se

TOM ZÉ, 84 >>> Só digo uma coisa: se você nunca assistiu a um show de Tom Zé, não deixe de reservar seu ingresso para o próximo, assim que houver. Sua performance ao vivo é única e imperdível. O cara é um talento reconhecido mundialmente mas mantém a integridade artística que o leva sempre a inovar. Li que Tom Zé também aniversariou nesta semana. Quando ele fez 80, este blog o saudou e volta a fazê-lo: o seguinte texto termina com uma tremenda ‘viagem tonzeana’: uma onomatopeia cantada, batucada e dançada (é só imaginar, gente!):

TOM ZÉ GOZOU seus 80 anos com show no Sesc Pompéia para gáudio e orgasmo da plateia. Tom Zé cheio de ai de ui de ó de onomatopeias. Tom Zé estudando o samba o jazz o brega divertindo e politizando a galera. Trocando as letras as notas tortas as pernas que sustentam a canção. Abrindo as portas do tesão da compreensão do gesto humano manifesto. Tom Zé divertido e diverso fez disco de sexo metendo o verbo o verso complexo no papo reto deixando ereto o sistema cognitivo. Tom Zé cheio de ideias antenas e cinco mil livres sentidos. Eterno menino e homem digno artista super ativo e superlativo super Tom Zé tão Zé que ele é. Tão vivo.

UM ZÉ ZEN do bem e agri-agressivo sempre quando preciso. Tons a grané num só Zé. Único. Lírico quando quer. Teórico onírico crítico. De terno saia macacão parangolé pelado deitado em pé. Criativo pra dedé. Evoé, Tom Zé. Ser urbano de Irará baiano de SP dos sons tropix experimentais mix de mis brasis dos seus iguais na fome e na sede de tudo. Que David Byrne descobriu (putaquepariu!) pro mundo e que aqui ainda não tem as loas que merece. Mas quem te ouviu no Sesc sentiu tua verve: quem te vê jamais esquece. Um brinde a ti e aos múltiplos tantos talentos teus. Parabéns, Tom Zé tom Zeus (tons ai, tum-tum, tons zói, tum-tum, tons uns, zum-zum… tons nós, tons eus, tons tu… tum-tum).

 

… … …

A SEMANA DO BLOGUEIRO

… … …

COMO FOI >>> Na semana passada o blogueiro Arnaldo Afonso (eu mesmo!) participou da terceira edição do Sarau Re(E)xistência, organizado e apresentado pela dupla de multiartistas Ligia Regina & Eder Lima. Com quase cinco horas de duração (alô pessoal do Guiness, anotaram isso?), passaram por lá cerca de trinta músicos, poetas e ativistas em mais um encontro em defesa da democracia e de resistência ao (des)governo fascista que nos ameaça. Foi um banho de amor e diversidade. Foi de lavar a alma! Assista aqui

AS 3 LIVES DE ARNALDO AFONSO >>> Este blogueiro, poeta e cantor, que não pôde receber nenhum tostão de auxílio emergencial (nem da Lei Aldir Blanc) devido a cláusulas restritivas do projeto (aquela sobre os rendimentos em 2018!), aproveita para informar aos interessados que tem três espetáculos prontos para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs após a pandemia (se isso vier a acontecer algum dia) e que foram adaptados para o formato de lives (que já ando realizando pelo Face, Insta e Youtube). São eles:

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> No show, que tem participação da atriz e cantora Rosa Freitas (eventualmente de outros artistas), canto cerca de 20 canções do grande compositor e conto várias histórias e algumas curiosidades sobre sua vida e obra (aqui uma das lives). O texto do show foi extraído da minha peça ‘Mestre Cartola: Vida e Obra em Verde e Rosa‘, disponível em minha página no Facebook

2 – A Importância da Música (Os Grandes Compositores da MPB e suas Histórias) >>> Esquetes teatrais levemente cômicos, com formatos variáveis (15 minutos, meia hora e uma hora), onde a atriz Rosa Freitas interpreta a ‘austera’ professora Margarida, que, durante o desenrolar da peça, vai se revelando uma ótima cantora (veja uma das lives). Ela dá ‘aulas de história da MPB’ a seus alunos e Arnaldo Afonso é o músico e jornalista ‘especializado’ convidado por ela a cantar algumas canções e comentar sobre a vida e a obra de compositores como Noel, Tom, Gonzagão, Cartola, Adoniran, Caymmi, Chico, Caetano, Gil e Roberto, além dos mais atuais Djavan, Paulinho da Viola, Raul, Belchior e Cazuza, entre outros

>>> MAIS ‘PROFESSORA’ >>> A live da professora Margarida tem variações com perfis educativos: Dona Margarida e A Primavera e Dona Margarida e o Verão, onde a mestra/cantora aborda a chegada de cada as estação e suas relações com a preservação do meio ambiente, o aquecimento global, sustentabilidade e cuidados com a Covid, de modo bem humorado e em meio a clássicos de nossa música e poemas pertinentes aos temas. Datas como Natal, Dia da Mulher, Carnaval e Aniversário de São Paulo também renderam espetáculos

3 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia – com Arnaldo Afonso >>> Canto repertório autoral, falo de meus parceiros, dos poetas que musiquei e leio textos que escrevi para os artistas que me influenciaram (veja uma das lives). Conto histórias dos saraus, do meu blog e falo do aprendizado que é participar do movimento cultural da ZN, desde os anos 80

 

… … …

OS DESTAQUES

… … …

Quinta – 15 de outubro – 21h … Live Falassão – Fala ação – Nietzsche Rochen Roll. Tavinho Paes e amigos artistas comemoram os 136 anos do filósofo. Com Fausto Fawcett & Arnaldo Brandão e diversas participações especiais

UNIQUE BOOK >>> Quem tiver um tempinho, mergulhe na viagem desse vídeo (ou ao menos, dê uma espiada geral). É um lindo livro único, um inutensílio imprescindível, um objeto artístico precioso (aqui o link, no Facebook). Ao autor, o poeta Tavinho Paes, escrevi:

Que maravilha, Tavinho… eu só ia dar uma olhada breve… mas fui ficando, ficando, ficando… quantas ideias, beleza estética, efervescência cultural… que caldeirão nutritivo esse que você nos oferece… traduz e mistura, confunde e apura… o gosto de ser, do prazer, de ler, de sentir que estar vivo é ir além ir além bem além de simplesmente viver sem graça sem nada molécula inócua ameba acomodada. … estou emocionado, meu caro… mesmo! … de verdade. (digo isso com total e arrepiante sinceridade)… … queria poder me dedicar mais a esse seu mergulho… assimilar e curtir… acompanhar os mil e uns aprendizados de tuas viagens fartas e amplas… seu isolamento foi precioso para o coração sem fronteira (e sem paz) dos artistas… obrigado. E parabéns!

A RESPOSTA DO POETA >>> É uma expo que estou planejando fazer. O processo tem me trazido ideias magníficas sobre esse brinquedo de fazer collages – coisa que se usa muito em Jardim de Infância e… manicômios.

KLEBER ALBUQUERQUE >>> Nesta sexta, dia 16, às 21h, o cantor e compositor Kleber Albuquerque se apresenta no Ágora Sonora. Todas as quartas-feiras, às 17h30, ele tem programa de bate-papo e canta algumas canções em live transmitida nas suas páginas no Face, Insta e YouTube

FLIPENHA – Festa Literária da Penha >>> 3ª edição do evento tem programação totalmente gratuita e online. Organizada por coletivos culturais e educadores do bairro, a FliPenha oferece bate-papos com escritores e pesquisadores, recitais, rodas de conversa, saraus, oficinas, mostra e contações de história. Nesta quinta-feira, às 19h, tem Roda de Leitura do livro ‘O Peso do Pássaro Morto’, com a autora, Aline Bei. Às 21h, tem show de Edvaldo SantanaAcompanhe aqui toda a programação da Flipenha, que vai até 17 de outubro

>>> MAIS EDVALDO SANTANA >>>  Cantor e compositor lançou o clipe da canção ‘Voo Iluminado’, um fado escrito em parceria com Carlos Miguel Gonçalves, em seu canal no Youtube

FOCUS CIA DE DANÇA – Corações em Espera – Série Brasil >>> Sábado e domingo, 17 e 18 de outubro, às 16h, com ingresso a R$35 – compre diretamente na pagseguro (se possível, com algumas horas de antecedência) e receba o link para assistir ao vivo, direto pelo YouTube. Programação em que a Focus se apresenta ao lado de 80 bailarinos de todo o país que se inscreveram para participar do projeto

>>> MAIS FOCUS >>> A premiada companhia carioca dirigida pelo coreógrafo Alex Neoral, está em campanha de financiamento para montagem de novo espetáculo, manutenção da equipe e viabilização de diversos projetos. Clique aquipara saber mais sobre a campanha e as recompensas

ÀS QUINTAS – 17h30 … Lavra Editora … Toda quinta tem entrevista na página da nova editora, cujo projeto editorial foca na ‘defesa da democracia, dos direitos humanos, da justiça social e do direito de acesso da população aos bens literários e culturais, entendendo a cultura como caminho de libertação’. Nesta quinta, o editor João Caetano do Nascimento bate um papo com Escobar Franelas. As entrevistas anteriores estão disponíveis na página da editora no Facebook

Sábado – 17 de outubro – 20h30 … Sarau Luminoso, online, no perfil de Rogerio Brito Correia, à frente de vários poetas de Guarulhos

ORTINHO >>> A música ‘Olhos Vermelhos’, parceria de Tião Cavalcanti e Ortinho, já está em todas as plataformas digitais

LIVES DA ACORDE EM SI … Produtora promove regularmente shows com artistas independentes em sua página no Facebook. Nesta quinta, dia 15, às 21h30, com Elaine Morie. Na sexta, dia 16, às 19h, com Matheus Mota. No domingo, às 20h, com Renato Alves

O POETA ENQUANTO COISA >>> Artur Gomes (autor de ‘Juras secretas’ e Pátria A(r)mada’) lançou novo livro de poemas (saiba mais). O multiartista também tem realizado entrevistas com escritores e produtores culturais. Acompanhe suas conversas com Rubens JardimLuis Mendes, Lisa Alves e Carvalho Junior, entre outros autores. As mais recentes são com Salgado Maranhão e Demetrios Galvão

ARTUR GOMES 2 >>> Anota aí: no dia 23 de outubro, sexta-feira da semana que vem, o poeta Artur Gomes receberá o prêmio Oswald de Andrade pelo livro Pátria A(r)mada (Desconcertos Editora – 2019), concedido pela Diretoria da UBE-Rio, com evento transmitido através de live

EXPRESSÕES SONORAS DA ZONA SUL >>> Após um doloroso adiamento devido a questões burocráticas (os artistas já estavam agendados e prontos para participar do evento), finalmente foi liberado o sarauzão online encabeçado pelo turma do Sarau das Águas, que tem à frente o músico e ativista cultural ZeMarcio Kaipira. Acompanhe aqui a programação que vai do dia 18 a 24 de outubro, gratuita e com transmissão pelo Youtube do sarau (clique no link e assista tudo)

CINE OLHAR >>> Cineclube de exibições gratuitas de cinema em espaços públicos e online. As obras cinematográficas nacionais ou estrangeiras apresentadas são coerentes com temáticas sociais, atrelando sempre o entretenimento e a cultura. Em parceira com a Mubi, uma lista de 30 filmes está disponível gratuitamente aos usuários (durante 3 meses). Acesse o site e veja os filmes disponíveis na plataforma (acompanhe as novidades e saiba mais na página do Facebook e no site www.cineolhar.com.br)

LUCAS BERNOLDI >>> Artista fez live-show de lançamento do álbum ‘Muito Demais’, que tem participações de Jairo Pereira (da banda Aláfia), Papisa e Mãeana, entre outros artistas

SÓ EM CENA – Até 18 de outubro >>> Quinta edição da mostra de teatro que acontece em Maringá (PR) desde 2016 (este ano, virtual) e tem por tema ‘Mulheres Resistem’. A programação apresenta diversidade de linguagens e propostas de todo o país. A cada dia, antes das apresentações, Erikaus Mor e outras poetas declamarão textos em meio a performances. Saiba mais aqui

CANAL DO POETARIADO – ao vivo no Youtube >>> Hamilton Faria e Cesar Augusto de Carvalho criaram o Canal do Poetariado para conversas sobre poesia e literatura, focando no processo de criação da obra. A cada quinze ou vinte dias um poeta é entrevistado por três de seus leitores (clique para ver as edições com Ademir Assunção, Mirian de Carvalho e Beatriz Amaral). Nesta segunda-feira, dia 19 de outubro, às 19h, o bate-papo é com Frederico Barbosa, poeta, professor e gestor cultural, autor de nove livros de poesia. Seu livro Nada Feito Nada, em parceria com Antônio Risério, ganhou o Prêmio Jabuti em 1993. Frederico dirigiu a Casa das Rosas (2004 a 2016) e a Organização Social de Cultura – Poiesis (2008 e 2010)

PAULA AUTRAN – lives diárias – 11h … A jornalista e escritora Paula Autran, em seu perfil no Instagram, realiza entrevistas diárias com artistas, pensadores e produtores culturais. Veja também a série ‘Simplificando a escrita com Paula Autran’, em seu canal no YouTube

CANAL CLÓE >>> O fanzine publicado de maneira independente durante dez anos agora está na net (se inscreva aqui). Projeto dos poetas Carlos André e Marcelo Torres apresenta um panorama da poesia brasileira contemporânea através de recortes íntimos dos entrevistados que se autofilmam em suas próprias residências (toda terça-feira tem vídeo novo). Os mais recentes, com Carlos Galdino e Lau Siqueira

>>> MAIS GALDINO >>> De segunda à sexta, às 14h, acontece o programa Megafone apresentado pelo poeta e radialista Carlos Galdino, no Facebook da Rádio Comunitária Cantareira FM

 

… … …

OUTRAS DICAS

… … …

PING POESIA >>> Projeto idealizado pelos poetas Andri Carvão, Noélia Ribeiro e José Danilo Rangel apresenta vídeos curtos com recitação de poemas-minuto e versos soltos ou frases ditas por duplas de poetas. A ideia é divulgar o trabalho dos poetas e dar visibilidade e espaço para autores independentes

>>> MAIS ANDRI >>> SIMPÓSIO DE POETAS BÊBADXS >>> Todos os sábados, às 20hAndri Carvão e Thiago Medeiros apresentam poetas de todas as regiões do Brasil no programa, que é gravado no Zoom e depois disponibilizado em seu canal do YouTube. Nesta 20° edição, dia de festa com muitos participantes. Inscreva-se Acima, a edição mais recente

MÁQUINA DE CONTOS >>> Serviço disponibiliza um texto por mês gratuitamente para clientes Nextel e Algar Telecom (quase um milhão de leitores em potencial – acesse www.maquinadecontos.com.br). Já foram publicados Lisa Alves, Cinthia Kriemler, Juliana Leite, Alexandre Arbex, Maurício de Almeida e Tiago Velasco (também curador do projeto)

Terças – até 3 de novembro – 21h … Cantora Sabah Morais comemora meio século de vida recebendo artistas. As lives acontecem nas terças de outubro e também no dia 3 de novembro (véspera de seu aniversário) com diversos artistas e temas variados. Na programação:
20/10 – Compositoras Brasileiras
27/10 – Chico Buarque
29/10 – Noite Goiana
3/11 – Live de aniversário – Sabah Moraes e Ney Couteiro

>>> MAIS SABAH >>> ÀS SEXTAS – 15h … Sabah Moraes bate-papo com artistas no ‘Conversas Musicais’, com transmissão pelo YouTube. Nesta edição, com Debora di Sá 

DAN SANTOS >>> Cantor e compositor lança a canção ‘Safira‘, mais um single disponível para pré-save nas plataformas digitais. O artista tem realizado sessões de bate-papo no #BatePapoComODan. Acompanhe

POÉTICAS DA MPB >>> O músico e escritor Ricardo Silvestrin ministra curso sobre literatura e questões estéticas na obra de artistas da mpb (na quarta, dia 21, sobre Caetano Veloso). Saiba mais e inscreva-se no www.espacoafluentes.com.br

OFICINAS LITERÁRIAS >>> A recém criada plataforma ‘Vida de Escritor‘ divulga suas primeiras oficinas literárias programadas. Acesse o linkpara saber mais:
– Desconstruindo gavetas: como colocar um original no mundo, com Ana Rüsche
– Conto erótico, com Marcia Barbieri
– Olhando o passado, escrevendo o futuro: A escrita da ficção histórica, com Bruna Meneguetti Figueiredo
– Da ideia ao ideal, com Roberto Amado
– Escrevendo o futuro, com Luiz Brás (Paisagem Personas)
– O básico do design editorial, com Delfin
– A tessitura do conto, com Matheus Arcaro
– Como resenhar uma obra literária, com André Cáceres
– Lendo Clarice – Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres, com Marne Guedes
– A escrita no divã, com Claudio Brites
– Como escrever minicontos, com Whisner Fraga

PODCAST DO GUERREIRO >>> O cantor e compositor José Carlos Guerreiro (premiado no festival da Globo, em 2000, com a música ‘Morte no Escadão‘) tem sua vasta obra musical ligada à turma de artistas da Vila Maria que lançou discos independentes nos anos 80 (Dari Luzio, Pedro Lua, Paulo Barroso, Lé Dantas & Cordeiro). Guerreiro, que já vinha postando suas novas canções regularmente nas redes sociais, agora criou um podcast. Entre lá e saiba mais

NA FOGUEIRA >>> Lançamento de João Bernardo e A Transe. ‘Na Fogueira’, composição de João, tem letra que compara os atuais tempos bolsonários a um retorno à Idade Média. Confira

CURTA CIRCUITO >>> Até sexta, 16 de outubro, de forma online e gratuita, acontece a 20ª Edição da Mostra Curta Circuito. Sob o tema ‘Fé, Magia e Mistério no Cinema Brasileiro’, serão apresentados sete filmes que abordam o inexplicável e o sobrenatural (um filme por dia, disponível 24h no site www.curtacircuito.com.br). Veja a programação. Todas as produções contam com material extra, texto crítico, podcasts e webinars

PRÊMIO MARAÃ DE POESIA >>> O editor Marcelo Nocelli, da Reformatório, informa que estão abertas as inscrições para a edição de 2020 que tem categoria para poetas inéditos (sem livros publicados) e para poetas com obras já publicadas. Os vencedores (um em cada categoria) terão suas obras publicadas pela Editora Reformatório em coedição com a Editora Cousa no primeiro semestre de 2021. Saiba mais e inscreva-se: www.premiomaraa.com.br

Sexta – 16 de outubro – 19h … A Fim de + Poesia. Em seu perfil no Instagram, Noélia Ribeiro troca poemas com Leonardo Almeida Filho e Lau Siqueira. Na terça tem outro bate-papo com dois outros convidados

RESSONÂNCIA >>> O poeta e editor da DesconcertosClaudinei Vieira, entrevista escritores, com transmissão pelo Youtube (acesse aqui as ótimas lives já realizadas). Nesta sexta, dia 16às 20h, com Walter Figueiredo. Na segunda, dia 19, às 20h, com Mariana Mayor

TERÇAS E QUARTAS – 20h30 – Tom Kbélo Entrevista >>> O poeta e produtor cultural abre espaço para os artistas alternativos contarem sua história

Sexta a domingo –  16 a 18 de outubro  … Santa Sede apresenta som ao vivo. Na sexta, das 17h às 21h30, no sábado, das 13h30 às 21h30 e no domingo, das 12h às 19h30 (nos dias de shows acústicos, abre um pouco mais tarde e fecha um pouco antes). Tudo com as devidas precauções à Covid, na av, Luiz Dumont Villares, 2104

SATYROS >>> Programação para sexta, sábado, domingo e segunda-feira, no Espaço S@tyros Digital. Clique no cartaz

ATÉ SEXTA – 16 de outubro >>> Inscreva-se na Oficina de Atuação Digital para artistas amadores e profissionais. Saiba mais aqui

BHEZÃO >>> Cantor e compositor Bhezão (do trio Folk na Kombi) lança o single e videoclipe de  ‘Eu preciso falar menos’, com produção de Felipe Câmara. Confira no Spotify

 

… … …

AGENDÃO

… … …

ÀS TERÇAS – 20h … CasArte Marginal. O casal de artistas Alexandre Paulino e Aline Lopes promove encontros semanais com figuras atuantes no circuito cultural alternativo. Ao vivo pelo Facebook da rádio @CasIleOca (rádio e espaço cultural administrados por Liberto Solano Trindade). Toda a programação tem reprises às sextas, às 13h, e aos domingos, às 17h

AOS SÁBADOS – Papo Sons do Brasil >>> Projeto do produtor cultural Serginho Sagitta reúne artistas que participaram de seu famoso programa na rádio USP. Lives no Facebook

ÀS QUINTAS – 22h … Mau Sant’Anna apresenta sua live de todas as quintas-feiras, ‘Quintal do Mau’, em suas páginas no Facebook e Instagram (fique ligado em outras apresentações que o excelente músico realiza)

ÀS SEXTAS – 19h30 … Charada – Sala Privada Convida. Espaço cultural promove shows e bate-papos todas as sextas-feiras direto da ‘sala privê’ da locadora, via Facebook

>>> MAIS CHARADA >>> Gilberto Petruche, Edu Osmedio e o grupo de artistas que participa das atividades culturais do VideoClube Charada lançaram campanha no Abacashi. Acesse para saber mais e colaborar

ÀS SEGUNDAS – 20h … Conversa no Instituto Sarath. Live semanal com roda de conversa e entrevistas sobre qualidade de vida e saúde mental, sob o comando de Cassia Sarath (psicanalista e filósofa). No canal do Instituto no YouTube

….

ATÉ 28 DE NOVEMBRO – SÁBADOS – 20h … Circo Feminista – ‘Pastrana e A Visita de Chico’ – com As Pandoras. Trupe de mulheres (Fernanda Pimenta, Izabela Nascente e Radarani Oliveira) realiza turnê de apresentações virtuais, abordando com humor temas ligados ao universo feminino para quebra de tabus e como forma de resistir à subjetivação da mulher. Saiba mais aqui

ÀS TERÇAS – 21h … Sarau Elétrico. Leituras de textos por Luís Augusto Fischer, Diego Grando e Katia Suman, com um convidado escritor e outro músico. Pelo www.rádioeletrica.com ou na página de Katia no YouTube

ÀS SEGUNDAS – 15h … Sarau Segunda Negra. Confirme presença no evento e assista peloInstagram

PEDRO E FILÓ >>> Dupla também conhecida por Pê Éfe lança o cd ‘Aragem‘ com 11 músicas do compositor Pedro Milanesi. A voz de Filó Silva e o violão de Pedro (que também canta) se unem num pacote de canções bonitas de ritmos variados. Se inscreva no canal deles no YouTube e saiba mais sobre seu trabalho no site. Para adquirir o cd, mande e-mail (pe.efe.brasil@gmail.com)

 

… … …

LIVROS, SINGLES & DICAS GERAIS

… … …

LANÇAMENTO DE CLIPE E SINGLE >>> Chegaram às plataformas digitais o single e o clipe da música ‘Navio‘, parceria de Zé de Riba com Walmir Pinto. Ambos são criadores da série de shows ‘Samba para os Bambas‘, em que se apresentam ao lado dos músicos Beto Bianchi, Junior Batera e Herculano Oliveira

>>> MAIS ZÉ DE RIBA >>> O cantor e compositor tem postado seus contos no canal Rabiluca: três da minissérie ‘A Cerca’ e alguns abordando o isolamento social na pandemia, entre outros temas. Entra lá e confira. Zé de Riba lançou também vídeo de sua música em parceria com Wolney de Assis, sobre a vida e obra do pintor Marc Chagall

>>> MAIS WALMIR PINTO >>> ‘Tá Faltando Poesia‘ é a coletânea de interpretações feitas por Walmir Pinto durante os meses da quarentena, unindo sua história com o teatro à experiência acumulada no audiovisual (8 novelas e 4 filmes), além do gosto inerente por poesia. “Gostaria de ver mais artistas fazendo isso e se juntando a mim e ao canal”, diz ele, se dispondo a conversas inbox

GINCO >>> Primeira edição da série ‘Coletivos Teatrais Paulistas’. Juliana Calligaris entrevista o poeta e ator Antonio Ginco, fundador da Cia Trilhas da Arte

UMA HISTÓRIA CONTA OUTRA‘ >>> Projeto artístico em que os multiartistas Wander B e Elenice Zerneri, durante 100 dias consecutivos, escreveram contos e crônicas, interpretaram, gravaram e postaram diariamente no YouTube(curta o canal). Este blog parabeniza a dupla de artistas pela demonstração de força criativa e pela qualidade do trabalho

POETAS PELA DEMOCRACIA >>> O poeta Élcio Fonseca, criador e organizador do projeto, define: “é um coletivo dos mais expressivos talentos da rede, numa rede de proteção à democracia”. Todos os dias, ao meio-dia, um poeta apresenta um poema com temática politica, na perspectiva de que ‘não podemos nos calar diante do retrocesso por que passa o país. Páginas no Instagram e Facebook. Inscreva-se

PINCELADAS DE POESIA >>> Podcast de Lu Valença, no Spotify, declamando poemas Neruda, Vinicius, Cecília Meirelles e trechos de livros de Rubem Alves, Raduan Nassar e Machado de Assis, entre outros

UM POEMA PARA…’ >>> Olga Ribeiro de Favari apresenta, na companhia de André Castro, um programa diário de leitura de poesias onde, além de ler os textos, comenta sobre a história dos artistas e divulga o lançamento de seus livros e outros eventos literários. O programa está também na Rádio Praieira FM, de Santo André. Inscreva-se gratuitamentee ouça os vários podcasts postados no Spotify.

CLARICE NA MADRUGADA >>> “Era uma vez uma mulher que faria 100 anos… e que merece todas as homenagens. Ela vive em sua obra, eterna”. No projeto, a atriz, diretora e dramaturga Stella Tobar narra 100 contos ou crônicas de Clarice Lispector até o dia 10 de dezembro, data do centenário de nascimento da escritora. As lives são transmitidas no perfil de Stella, no Instagram (sem data nem hora definida) e depois ficam disponíveis no YouTube. Inscreva-se no canale acompanhe. Aqui, um dos posts

TRILHAS >>> O produtor musical Felipe Zangrandi vem postando na net uma série de programas denominada Trilhas, que comemorou um ano, apresentando histórias de discos, selos e cenas, com bate-papos animados e esclarecedores. Ouça o papo com o músico e pesquisador Johnny Boaventura, sobre o documentário ‘Sou Ana Mazzotti‘, feito com Gabriela Jardim e Breno Dalas. ‘Conheça essa história incrível de luta, persistência e dedicação à música brasileira’

CLAUDIO LAUREATTI >>> Poeta e agitador cultural lança série de poemas encenados que fazem parte do livro de teatro-sarau ‘Luz & ribalta’, lançado recentemente pela Editora FiloCzar 2020. Inscreva-se em seu canal e acompanhe também o quadro ‘Zoom… Zoom… é poesia!’, onde ele alterna declamações de versos curtos com um convidado. Aqui, a edição com Vlado Lima.Na mais recente, com Marco Guerra, uma homenagem a Millôr

WIL DELARTE >>> Escritor lança ‘Onde Aqui Rebentamos’, primeiro livro de uma sequência de seis. Clica para acessar o link da pré-venda

DESVARIO >>> Editada pela poeta Thainá Carvalho, a revista online Desvario é especialmente voltada para a publicação de literatura produzida por mulheres (e os textos sempre são acompanhados por desenhos de ilustradoras). O site (que replica seu posts no Facebook) também apresenta contos, entrevistas e resenhas, além de ótimos poemas

RADIOCRACIA JÁ!>>> Saúdo a Radiocracia Já, um oásis em meio à indigência dominante na cena política, social e cultural brasileira. Um lugar que se abre em flor, generosamente, ao pensamento livre, à convivência democrática, à luz da ciência e ao amor entre as pessoas.

CAMPANHA >>> Com poucos meses de vida, a ‘Radiocracia Já’ também sentiu as dificuldades da crise atual e entrou em campanha de assinaturas no Catarse. Veja as recompensas e contribua para a manutenção desse projeto tão importante (ainda mais nesse momento sombrio de nossa história). “Apoiar a cultura se torna cada vez mais fundamental para o bem social e coletivo”. Clique e confira

NA MINHA CASA >>> Série de entrevistas do músico Adolar Marin na net agora virou programa de rádio (na RadiocraciaJá).  Toda terça-feira, às 19h30 (com reprises na quinta-feira, às 17h, e no sábado, às 10h). Por volta de 19h45, tem o quadro  ‘Dica sem Jabá

REVISTA ACROBATA >>> Editada por Demetrios Galvão e Aristides Oliveira, com apoio dos colaboradores Floriano Martins (editor de outra revista de cultura, a Agulha), Dante Galvão, Monyse DamascenoAnna Apolinário e Paola Marugan, entre outros, a revista oferece poemas, artigos, contos e entrevistas com cineastas, escritores e músicos

NO TREM DO TEMPO >>> Podcast recebeu o depoimento da poeta e ativista cultural Rosinha Morais (que aniversariou nesta semana: parabéns!). Aqui, um de seus poemas, declamado no Sarau da Casa Amarela. Ouça também o podcast da semana passada, com o músico Eder Lima

RÁDIO TELÚRICA >>> Podcast da atriz, locutora e produtora cultural Jeyne Stakflett. Nesta edição, a escritora Paula Valéria Andrade fala sobre seu livro, ‘A Pandemia da Invisibilidade do Ser’

TV ARTMULTCULTURAL >>> O projeto encabeçado pelo produtor cultural Nicanor Jacinto, admirada figura do movimento dos saraus, comemorou dez anos de atividades. Nesse período, foram mais de 2 mil vídeos publicados com bandas, poetas, compositores, cantores, manifestações sociais nas praças públicas, bares, avenidas, metrô, praias, barzinhos, sescs e muitos saraus. Confira os quatro vídeos do sarau virtual de aniversário com poemas, músicas e depoimentos de vários artistas (Clique para ver também os vídeos um , dois e três e quatro). Visite o canal do YouTube e o site www.tvartmultcultural.com.br

O PARTISANO >>> Com curadoria de William Dunne, escritores publicam regularmente seus textos no site: Deborah Dornellas (sexta), Sergio Rocha (sábado), Mell  Renault (domingo), Felipe Mendonça (segunda), Andri Carvão (terça), Fernanda Noal (quarta) e Helena Arruda (quinta). Colabore com a campanha para manter esse espaço progressista (saiba mais aqui)

SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA >>> Conheça a revista (que já existe há 40 anos!), com 72 páginas de muita prosa, poesia, informação literária e cultural. O número 154 traz matérias sobre Adélia Prado, Ana Maria Machado, Borges e Cruz e Souza, entre outros

CHRIS HERRMANN >>> A escritoraeditora da Revista Ser MulherArte, fez lançamento virtual de seu livro ‘Entre Amoras e Amores‘, com 50 minicontos (saiba mais aqui). Além da revista, e do podcast ‘PodPapo’, onde Chris entrevista escritoras, o coletivo Ser MulherArte lançou a antologia ‘Porque somos mulheres’, entre outras iniciativas literárias

LIGIA REGINA & EDER LIMA >>> Dupla lançou o videoclipe de ‘Paixão Marginal’, linda canção de Eder Lima (em parceria com Edvaldo Santana) que já fazia parte do cd ‘Pisagens‘, da dupla. Assista, se inscreva no canal do Youtube e compartilhe o belo e singelo videoclipe dele

RICARDO VIGNINI >>> Eita sonzêra da boa… Que baita prazer que foi assistir à live de aniversário do grande violeiro Ricardo Vignini (com seus convidados Alzira E, Zé Geraldo, Adriana Farias, Ana Deriggi, Socorro Lira, Emmanuele Baldini, Matuto Moderno, Levi Ramiro e Carlinhos Ferreira). São músicas, artistas e arranjos incríveis! Confira como foi

RICARDO KELMER >>> Escritor e multiartista cearense está lançando na net ‘Viajando na Maionese Astral‘ (saiba mais aqui): ‘em suas exóticas memórias, um escritor reflete sobre a relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista, a psicologia junguiana e a militância antifascista’. Quem comprar o acesso a um link terá o valor descontado ao receber o livro físico (e-book na Amazon a R$9). No rkelmer@gmail.com, as recompensas e promoções de seus outros livros

OS 4 VÍDEOS DO ‘SOPA’ >>> Comemorando os 18 anos do Sopa de Letrinhas Sarau e do Clube Caiubi de Compositores, o poeta Vlado Lima comunicou: “os vídeos mandados pelos muitos participantes foram divididos em quatro postagens e estão disponíveis no Youtube”. O farto material foi editado e montado pelo poeta Filipe Luiz. Confira cada um deles: no vídeo 2 (com O Zi e Vitor Miranda) tem Arnaldo Afonso (este blogueiro) interpretando a sua nova canção ‘Talvez‘ (a partir de 21min e 40seg). Os outros três vídeos estão nos seguintes links: vídeo 1 (com Max Gonzaga e Álvaro Cueva)vídeo 3 (com Fernando Cavallieri e a dupla Cordeirovich & Vladinsky) e o vídeo 4 (com Deise Capelozza e Sander Mecca)

CONRADO PERA >>> A deliciosa canção ‘Buena Onda’, do cantor e compositor Conrado Pera, virou videoclipe com participação dos fãs que enviaram vídeos. Fique ligado em seu canal no Youtube que sempre tem novidades. Recentemente o artista botou letra numa melodia de seu pai, Paulo Barroso, comentando o sufoco do atual momento em que vivemos. Chama-se Lockdown

O GRITO’ >>> O multiartista Ca Cau acaba de lançar o videoclipe da música ‘O Grito’ (em sua página no YouTube). Veja também os quadros pintados por ele e que estão em leilão, para arrecadar fundos para a manutenção do espaço cultural Atelier Travessia

MARCOS MUNRIMBAU >>> Talentoso cantor e compositor postou nas plataformas digitais ‘Quando você se aproxima’, música que originou o videoclipe acima. Ouçam e o sigam no Spotifye em seu canal no Youtube

ODE AO ÁLCOOL >>> A banda Gozi lançou (em seu canal no YouTube) o single ‘Ode ao Álcool‘, composição de Ozi Garófalo, que aborda a amizade e os encontros de bar. A dupla de cantores (Ozi & Gisele) havia postado, recentemente ‘Eu Quero Mais‘, seu primeiro single

FANON BLUES >>> Podcast (no Spotify) dedicado a reflexões sobre a questão racial, é uma produção da AZ2 Comunicação Antirracista com redação e locução de Anelito de Oliveira, jornalista, professor e apresentador do ‘Diário Negro’, no YouTube

UNDERGROUND & ETC E TAL >>> ‘Sinister Salad Musikal‘, site do multiartista e ativista cultural Marco Antonio Gonçalves, agora virou canal no YouTube (se inscreva!). Recentemente ele incluiu alguns vídeos gravados nos festivais promovidos pelo VideoClube Charada, como esse de Rafael Cirilo & A Raiz  

COLETIVO CONTEMPORÂNEOS >>> A partir de 2017, a artista plástica e curadora Lu Valença organizou e realizou exposições coletivas mensais em vários espaços culturais do Rio e Niterói. Esses encontros deram origem ao Coletivo Contemporâneos, grupo de mais 12 artistas que agora se reúne em lives e já prepara exposição física pós-pandemia para o final de 2021. Clique e siga o coletivo no site e no Instagram

ANTES ARTE DO QUE NUNCA >>> Em seu canal no YouTube, o artista Rafael Nestardo tem divulgado o trabalho de músicos, poetas e diversos artistas alternativos. Se inscreva e acompanhe suas produções

SINGLES ‘NÃO’ e ‘5090’>>> Rafael Cirillo e Dharma Samu (com Sergio Basseti e Clayton Martin), talentosos artistas ligados ao centro cultural da locadora Charada, na ZL, lançam duas canções no canal ‘Menino Muquito Records’: ‘Não’ (deles dois, mais Tom Kbélo) e ‘5090 ‘ (só dos dois)

 

… … …

MARIELLE PRESENTE

… … …

No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Dois anos e meio depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

DOIS ANOS E MEIO DE IMPUNIDADE >>> Eu repito esse texto há dois anos e meio. E vou continuar repetindo enquanto este blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos ou pela omissão das autoridades. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos do crime) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Mais de dois anos depois, Marielle continua sendo baleada, morrendo todas as noites e renascendo a cada manhã. Porque pessoas íntegras como ela não morrem jamais. Se eternizam e viram exemplo de luta. Nós, brasileiros democratas, estamos aqui, de braços dados com Marielle, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. E podem ameaçar Freixo, Marcia Tiburi e Jean Wyllis, ou mirar e atirar em nossas altivas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente durante sua campanha, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. Marielle presente.

 

… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo, diariamente, as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda quinta-feira tem post novo. Até lá!

…  … …

Tendências