.

O destaque desta edição é a Mostra da Cia Teatro Endoscopia (na foto, acima), coletivo que tem à frente o diretor Flávio Marin e que comemora 20 anos de atividades apresentando três de seus espetáculos, no Teatro Eugênio Kusnet, até 29 de maio. Pra começar, neste sábado e domingo, às 15h, tem esquetes de palhaçaria com Astolpho Pitoresco, Esparadrapo e Tuf- Tuf.

.

Em meio à vasta programação do agendão deste blog, com shows, peças, balés e lançamento de livros, tem os comments indignados do blogueiro sobre a desconjuntada conjuntura nacional. E, ainda por cima, ele também critica o lançamento de seu próprio LP. Esse mininu é mutcho inzijente, gentchy!

.

.
WOYZECK >>> DOMINGOS E SEGUNDAS – 19h >>> ‘Woyzeck, uma desterritorialização em curso’, novo espetáculo do Grupo Redimunho estreia na Ocupação 9 de Julho, do MSTC (Movimento Sem Teto do Centro). Temporada vai até 25 de julho, aos domingos e segundas, sempre às 19h. Na rua Álvaro de Carvalho, 427
.
.
Montagem baseada na obra fragmentada do escritor e dramaturgo alemão Georg Buchner marca os 17 anos de atividade da companhia teatral. Na peça, reflexões sobre a vida no campo e os dilemas vividos pelo trabalhador, sempre levando em conta os aspectos políticos, sociais e culturais da atualidade. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria 1h antes do início da peça. Direção e dramaturgia de Rudifran Pompeu, que declarou:
“Falamos sobre uma sociedade de exílios e medos. O acúmulo sucessivo de exclusões, de prisões arbitrárias e de crimes contra os direitos civis é um dos retratos mais lúcidos do contemporâneo. Escancara não só a situação de crueldade daqueles que vivem à margem e que perderam o seu lugar no mundo, mas também a face embaçada do mundo que os perdeu”

.

DANÇA >>> Neste sábado e domingo, a Focus Cia de Dança apresenta dois espetáculos por dia no Teatro Alfa. Confira:
.
Sábado e domingo – 7 e 8 de maio – 16h … ‘Bichos Dançantes’, espetáculo infantil da Focus Cia de Dança. Chame a família e a criançada pra curtirem essa linda experiência musical e dançante no Teatro Alfa, à rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, em Santo Amaro. Ingressos no Sympla
.
Sábado e domingo – 7 e 8 de maio – 20h … ‘Vinte’, espetáculo da Focus Cia de Dança, inspirado na obra de Clarice Lispector, celebra as duas décadas do grupo dirigido por Alex Neoral. No Teatro Alfa, à rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, em Santo Amaro. Ingressos no Sympla
.
.
BICHOS DANÇANTES >>> Coreografia Alex Neoral
Atores – vozes em off
Bianca Byington: ESPERANÇA, a inocente esperança
Evelyn Castro: JANAIR, a barata carente
Fernanda Abreu: VITÓRIA, a água-viva descolada
Gabriel Leone: PAIXÃO, o peixe apaixonado
Jefferson Schroeder: ALBERTO, o cão inquieto
José Loreto: DALTON, o cavalo destemido
Juliana Alves: SHIRLEY, a bailarina cisne
Lucinha Lins: ELISA, a jabuti aniversariante
Mateus Solano: FELÍCIO, o macaco astuto
Paula Raia: TUIM, o passarinho cantante
Pedro Lima: VENTO, o poderoso vento
Reynaldo Gianecchini: LAURO, o coelho sabichão
Tânia Alves: SUELY, a coruja protetora
Vilma Melo: CORDÉLIA, a galinha maternal
Dançado e criado com:
Carolina de Sá: CORDÉLIA
Cosme Gregory: LAURO
Isaias Estevam: DALTON
José Villaça: ALBERTO
Marina Cervo: SHIRLEY
Monise Marques: ESPERANÇA
Roberta Bussoni: TUIM
Vitor Hamamoto: PAIXÃO
.
.
VINTE >>> Coreografia Alex Neoral. Dançado por: Carolina de Sá – Cosme Gregory – Isaias Estevam – José Villaça – Marina Cervo – Monise Marques – Roberta Bussoni – Vitor Hamamoto

.

CIA TEATRO ENDOSCOPIA >>> MOSTRA 20 ANOS >>> Criada em 2002 em Santo André, dentro da Escola Livre de Teatro da cidade, a Cia Teatro Endoscopia chega aos vinte anos reunindo no currículo espetáculos que transitam entre a linguagem teatral e a circense. Desde sua fundação, o grupo produziu nove montagens, com participações em diversos festivais pelo estado de SP e em espaços como o Teatro Municipal de Santo André, o Espaço Parlapatões, o Centro Cultural São Paulo e o Teatro de Arena Eugênio Kusnet, da Funarte. Dentre seus trabalhos de destaque, além de textos inéditos, estão a encenação da dramaturgia clássica brasileira, de autores como Ariano Suassuna, Nelson Rodrigues e Plínio Marcos. O diretor e ator Flávio Marin afirma:

“Para a Cia Teatro Endoscopia, celebrar 20 anos tem uma importância enorme. Somos um grupo que sempre realizou trabalhos que valorizam a pesquisa e os processos colaborativos de criação. Surgimos em uma escola pública de teatro, a famosa ELT de Santo André, local que nos proporcionou o encontro, conhecimento e o modo de trabalhar nossos processos criativos. Mesmo sem contar com política de fomento em nossa cidade, o que acaba dificultando a sobrevivência do grupo, continuamos a resistir e acreditar no trabalho coletivo”

Saiba mais sobre o grupo em sua página no YouTube.

Na Mostra, que acontece no Teatro de Arena Eugênio Kusnet (à rua Teodoro Baima, 94), serão encenados três espetáculos marcantes na história do grupo (as fotos são de Andrea Iseki). Confira as datas e horários das apresentações:

.

Sábados e domingos – 7, 8, 14 e 15 de maio – 15h … Espetáculo infantil ‘Astolpho Pitoresco, Esparadrapo e Tuf- Tuf brincam com gente Miúda’. Texto de Flávio Marin (que também atua no espetáculo, ao lado de Alexandre Santo e Júlia Bruno). Show circense com música e muita palhaçada. O espetáculo tem sonoplastia ao vivo com acordeom, flauta e pandeiro. No palco, os atores fazem esquetes de palhaços, números com pernas-de-pau, malabarismo, mágicas e muita interação com o público.

.

Quinta a domingo – 19 a 22 de maio – 20h … Espetáculo ‘Oração para um pé de chinelo’. Direção e cenografia de Flávio Marin. No elenco, Alexandre Santo, Ícaro Rodrigues e Thaís Dias. A peça clássica de Plínio Marcos traz a história de Bereco, um homem que matou um policial e que busca refúgio no barraco onde dormem Rato, um ex-criminoso alcoólatra e Dilma, uma prostituta. A montagem traz, entre outros temas, o medo da delação entre personagens que vivem à margem da sociedade.

.

Quinta a domingo – 26 a 29 de maio – 20h … Espetáculo ‘Vermelho – a Terra só está pedindo silêncio’. Dramaturgia de Sérgio Pires, com direção de Flávio Marin. No elenco, Ayiosha Avellar, Juliano de Assis, Rosana Ribeiro e Val Mataverni.  Na peça, três moradores de condomínio que fica em cima de uma funerária e em frente a um cemitério, narram suas histórias enquanto avistam pelas
janelas a imagem do coveiro, que trabalha do outro lado da rua. Luzia, que vive em situação de rua, levanta uma série de questões e provoca uma relação de reflexão com o público. Os moradores do condomínio se conhecem apenas pelos sons que rompem as paredes e percebem pelas frestas de memórias, anseios e sonhos o plano que envolve a padronização, a colonização e a exclusão sociocultural. O embate entre os moradores dos apartamentos e a figura de Luzia descortina a relação estrutural da sociedade. Será Luzia a única desterritorializada?

.

‘ENCONTRO DAS ARTES’ NA CTI >>> Com curadoria de Zulu de Arrebatá, acontece de 5 a 8 de maio (quinta, sexta e sábado, às 20h; domingo, às 19h) as apresentações de artistas da ZL na sede do grupo Teatro Baile, à rua Oti, 212, perto da estação Patriarca/Vila Ré do metrô.

Na quinta, Carlos Mahlungo. Na sexta, Cesar Fontes. No sábado, Adriel Vinicius (música) e Vanessa Voskelis (performance). No domingo, Aline Lopes (música) e Paulino Alexandre (poesia)

.

MAIS >>> ADRIEL VINÍCIUS >>> Jovem revelação da mpb, artista goiano recentemente radicado em SP, disponibilizou nas redes sociais o show ‘Tons, Retalhos e Beats‘, apresentado no festival ‘Canto da Primavera’, onde interpretou 12 de suas canções, em meio a relatos poéticos e crônicas da vida urbana. Em 2016, o artista lançou o álbum duplo ‘Prazer, meu Nome é Via Láctea‘. Ouça: disco 1 e disco 2Em 2019, apresentou ‘Vivo Aqui e Agora‘, álbum gravado no projeto ‘A Casa de Vidro’. Em breve, Adriel será um dos artistas convidados na volta do Sarau da Maria presencial

.

MAIS >>> ALINE LOPES >>> Na semana passada, a artista deu entrevista ao programa Acordes Urbanos, da Rádio e TV Nuar. Veja como foi. Neste sábado ela participa de evento na Penha:

.

Sábado – 7 de maio – das 11h às 18h … 1a Feira Mulheres de um Sonho – Exposição de artes, música e cultura com cerca de 30 expositoras de artes manuais, produtos naturais, instrumentos musicais, roupas e acessórios. Na parte musical, presença da cantora e performer Aline Lopes, do Duo Elevenber e do trio Arayaras, entre outras. Entrada franca. Na Tenda de Lótus, à rua Etelvina, 105, na Penha

.

Sexta – 6 de maio – a partir das 21h … Lia Cordoni e Jairo Cecchin realizam sua live mensal. Dupla de cantores e compositores apresenta canções de Djavan, Tom e Vinicius, Francis Hime e Chico Buarque, entre outras pérolas, além de canções de Jairo Cechin e parcerias. No Facebook Lia Cordoni Oficial, com entrada franca (quem puder, contribua com os artistas, via PIX: 026.417.949-85)

.

Sábado – 7 de maio – 20h … O músico Antônio João Galba, cantor e compositor mineiro, se apresenta no Espaço Cultural Bar do Frango, à av. São Lucas, 479

.

DOMINGO – 8 de maio – a partir das 16h … 98a edição do Sarau da Casa Amarela, um dos melhores da cidade, organizado e apresentado pelo poeta Akira Yamasaki (com o auxílio luxuoso de Luka Magalhães, Escobar Franelas e Rosinha Morais). Além do palco aberto, presença dos escritores Paulinho Dhi Andrade, Seh M. Pereira e Tato Wellington. Na rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista

.

Sexta – 6 de maio – 19h … Show ‘Jordanna Por Elas’, no Recanto Maria Margarida, em Mauá. No repertório, canções autorais e releituras de grandes compositoras e intérpretes como Chiquinha Gonzaga, Dolores Duran, Rita Lee, Marina Lima, Marisa Monte, Zélia Duncan e Pitty, entre outras. Saiba mais

.

.

… … …

COMMENTS E MAIS COMMENTS.
PORQUE É PRECISO DIZER 

… … …

VERGONHAS BOLSONARISTAS >>> Bolsonaro vetou o auxílio à cultura, que viria socorrer os trabalhadores, via Lei Aldir Blanc (acima, a ótima ilustração de Nando Motta). Nem vou entrar em especificidades porque fascismo não se discute, se combate. É só mais um ato fascista do des-presidente. Mais um de seus atentados contra a classe artística e contra todos os trabalhadores dos múltiplos setores que o circuito da cultura e do entretenimento proporciona: artistas, profissionais de bares, casas noturnas, técnicos de som, de luz, cozinheiros, porteiros, turismo, rede de hoteis, recepcionistas, camareiras, jornalistas, empresas de marketing, ambulantes…
Ele nos quer desempregados. E digo mais: ele nos quer mortos (não é força de expressão). Como quis mortos os vitimados pela Covid. Como quer mortos os aposentados, ‘pra aliviar a Receita, sabe como é?’
Ele profere frases assassinas e ri. O ‘tiozão simpático e bonachão’, como disse um dia, defendendo a ditadura militar por vias tortas, a finada ministra bolsonarista da cultura Regina Duarte. Ah, desculpem, ela ainda respira. Mas morreu artística e politicamente.

.

VERGONHAS POLÍTICAS >>> Enquanto isso, no rádio, jornal e na tevê, a nova modinha da grande mídia é criticar a campanha e as falas de Lula, o comparando a Bolsonaro. Esse bem remunerado time de ‘jornalistas especialistas’ (o mesmo que jamais desconfiou da parcialidade de Moro e da Lava Jato), repete sempre a mesma ladainha: ‘a culpa é dessa polarização, a culpa é dessa polarização, a culpa é dessa polarização’. E nenhum deles tem opinião contrária. Se é pra dizer a mesma coisa, pra que tantos analistas?
Colocar Lula no mesmo saco fascista de Bolsonaro, é ranço ideológico da época da guerra fria. É temor de um suposto ‘fantasma vermelho’ que nunca se justificou (e nos deu décadas de ditadura). Deixa clara a estratégia anacrônica da direita liberal de se disfarçar de ‘centro’. É o velho sonho cor-de-rosa das elites, encampado pelos tucanos, de governar sem oposição, tachando os outros de ‘extremos’, ‘radicais’. É governar naquele ‘mundinho perfeito’ deles, de faz-de-conta. De se sentirem a ‘terceira via’, os ‘moderados’: “nós temos experiência, sabemos o que precisa ser feito, já fizemos e vamos fazer mais”. Lembra? Só que não cola mais…

.

VERGONHAS MIDIÁTICAS >>> Pra desgraça deles, a vida real não é assim. E a população desesperada pela pobreza, desinformada pela mídia e desideologizada pela falta de uma política de educação e cultura, preferiu apostar no pior. O Brasil, essa potência desperdiçada de recursos humanos e naturais, é um dos países mais desiguais do mundo, vitimado por políticas ‘moderadas’ que nunca resolveram a situação terrível em que vive cerca de 70% de seu povo. Foi Lula quem criou as mínimas políticas públicas que propiciaram alguma esperança à nossa gente trabalhadora. Lula, o conciliador, fez governos em que o empresariado também não teve do que reclamar (vide o lucro dos bancos no período). Portanto, Lula é o verdadeiro ‘centro’. É Lula quem chama Alckmin para acenar às elites que o Brasil precisa dar um jeito nas desigualdades sociais ou a barbárie continuará nos espreitando – via fascismo bolsonarista, e não através de um suposto ‘chavismo’, como nos vende desde sempre a grande mídia desinformadora. Ao PSDB restou aceitar um carguinho de vice na chapa do ‘sapo barbudo, bêbado e ladrão’, que é como ‘editorialistas sérios’ e ‘analistas competentes’ desavergonhadamente tratam Lula (um líder político respeitado no mundo todo), há anos… Nunca fizeram ‘mea culpa’, mas, são, sim, muito responsáveis por estarmos nesse lodo político e social.

.

SEM VERGONHA NENHUMA >>> Sim, sem vergonha, com ironia, como diria o humorista Bussunda… Em tempo: já disse aqui e repito que não sou petista. E nem sou um dos admiradores incondicionais de Lula. Mas é tão óbvio que temos que nos unir em torno dele. Este blogueiro, serenamente, vai votar em Lula. E em Alckmin. Se houver eleição, claro. Não subestimo a possibilidade de mais um golpe dos cães fascistas que saíram dos porões em 2013. Eles estão matando nossa esperança de um Brasil mais justo. E, se puderem, literalmente, irão nos matar. Quem for antifascista, não pode vacilar.

.

VERGONHAS RELIGIOSAS >>> Capturei nas redes sociais a postagem acima. Ao recebê-la, respondi: “é por isso que eu sou comunistaaaa… rsrsrsrs”. Brincadeiras à parte, e seguindo no mesmo tema, manchete da Folha de S. Paulo na segunda-feira afirmava que ‘pastores criticam comunismo e Anitta para vender Bolsonaro a eleitorado jovem’, dizendo ainda que os líderes evangélicos intensificavam agenda política em seus templos de olho nessa faixa de eleitores. Escondidos sob o conformista e superado ditado de que ‘religião não se discute’, os tais ‘religiosos’ estão é fazendo a velha política de forma pesada, suja e mentirosa. E, na defesa de seus milionários interesses, os tais pastores que dizem falar ‘em nome de o senhor Jesus’, contam com o apoio de nossa gente mais pobre e desinformada. Lembrando que todos esse grupos ‘evangélicos’ afinados com Bolsonaro, e que receberam recursos do Governo federal, estão ocupando os canais da tevê aberta, que são concessões públicas de um país onde vige o Estado Laico, e não deveriam estar a serviço de interesses políticos.

.

VERGONHAS INDIGENISTAS >>> Mais uma vergonha bolsonarista. Mais uma tragédia advinda da irresponsabilidade e da falta de políticas sociais do des-presidente. Seu governo desconsidera os povos originários, não se importa com a defesa do meio ambiente, incentivando, com sua premeditada inação, o garimpo ilegal e a ação predadora dos grupos madeireiros nas terras indígenas.

A comunidade Aracaçá, em terra indígena Yanomami, foi encontrada queimada e vazia durante diligências para investigar a denúncia de que uma menina de 12 anos foi estuprada e morta, e uma criança de 3 anos jogada em um rio. As cerca de 25 pessoas que lá vivam estão desaparecidas.

Júnior Hekurari Yanomami, presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena, divulgou vídeo dizendo que recebeu relatos das violências, supostamente praticadas por garimpeiros que atuam ilegalmente na região. A Comissão de Direitos Humanos do Senado formou um grupo para acompanhar, em Roraima, as ações de combate ao avanço do garimpo ilegal na terra yanomami.

.

CADÊ OS YANOMAMI? >>> Sobre o assunto, haicai do poeta pernambucano Valmir Jordão:

Psssiiiuuu!

Cadê os Yanomami?
A tragédia no Brasil –
Ninguém sabe, ninguém viu.

.

.

… … …

COMO FOI 

… … …

COMO FOI >>> Na sexta passada o blogueiro Arnaldo Afonso participou de bate-papo com Daniel da Costa e o professor Matias Vieira na live do canal Hora 13 Agora, falando do Sarau da Maria, deste blog, de suas canções e de suas lives e espetáculos com canções de Caetano, Cartola e Belchior. Veja como foi

.

.

COMO FOI 2 >>> No sábado passado a Rádio e TV Nuar promoveu o Sarau Acordes Urbanos, com apresentação de poetas e músicos que participaram do programa nos últimos meses. Parabéns aos organizadores e artistas Valter Passarinho, Kinho Miranda (que também tirou as fotos) e Jorge Gregorio pelo belo trabalho realizado com os moradores daquela comunidade da ZL. Veja como foi: parte 1 e parte 2. O sarau aconteceu em frente  à sede do Instituto Nua, com participação de Paulo Miranda, Beatriz Carvalho, Aline Lopes, Silvia Maria Ribeiro, Tião Baia, Tiago Rosa, a jovem cantora Vanessa, o professor Josué Bob à frente do Grupo de Percussão dos alunos do Nua e os aprendizes a chef do curso de culinária de Adolfo Mendonça, que prepararam sopas deliciosas para os presentes. Este blogueiro cantou covers e autorais, adorou a sopa, curtiu o clima de confraternização geral e a sonzera da rapaziada que apareceu para o palco aberto. Foi lindo.

.
.
.
.
.
.

COMO FOI 3 >>> Saindo do sarau Acordes Urbanos, ainda na ZL, deu tempo de assistir e até participar do Sarau Arte Canal em homenagem ao poeta Álvares de Azevedo realizado por Ivan Neris, Claudemir Darkney Santos, Caroline Bertelli e o coletivo que organiza os eventos culturais da Aldeia Satélite. Desde a primeira vez em que estive lá, me senti à vontade no ambiente, em meio aos livros, cartazes, esculturas criativas e projeção de vídeos superinteressantes, além daquele quintal com barzinho e cachacinha da boa. Sem falar na importância cultural do encontro: ouvir aqueles poemas, com citações e comentários elucidadores, conversar com gente antenada, culta e sem afetação, e estar envolvido com essa produção de artistas tão criativos da perifa de SP, me fez sair de lá revigorado e feliz. Isso dá uma esperança danada pra gente… Além das músicas e das declamações luxuosas de Claudemir e Ivan, teve o lançamento de “hipjazzcoolbopfunksambabensoulblue”, impronunciável nome do livro do grande Escobar Franelas, acompanhado pelo delicioso pocket-show de Lethícia Soares, talentosa cantora e compositora. Teve leituras poéticas de Paulinho Dhi Andrade e de Silvia Maria Ribeiro, e por fim, este blogueiro Arnaldo Afonso mandou alguns Belchior que tinha na manga. As fotos são do Paulinho e do Claudemir. O vídeo deve ser postado, em breve, no canal da Aldeia Satélite no YouTube

.

.

… … …

‘TODA SEXTA, UMA NOVA CANÇÃO’:
A CRÍTICA AO ‘MEU PRIMEIRO LP’

… … …

Após doze edições semanais consecutivas, a seção criada para tirar o pó das minhas composições engavetadas gerou material suficiente para o lançamento de um disco. Como nunca lancei nenhum, batizei esse conjunto de canções de ‘Um Dia Feliz – Meu Primeiro LP’. Sim, é um álbum fake. Apesar de ser um artista novo, que iniciou carreira de dez anos pra cá, já tenho uma idade considerável… Meu sonho de menino era lançar um LP. Então, brinquei de lançar um. Artesanal, vendas diretamente com o autor. Não tem no Spotify. Edição numerada e limitadíssima (quantitativa e qualitativamente, dizem as más línguas). Logo agora, que estou feliz e realizado, não é que a crítica especializada levou o lançamento a sério e resolveu esculhambar meu discão imaginário? Vê se pode. Azar deles. Essa publicidade reversa vai acabar alavancando as vendas. Devo atingir um milhão de cópias, fácil fácil. Será que chego ao disco de ouro, de platina, de silício? Grammy Latino lá vou eu… Quando estiver lá nas gringa recebendo o prêmio máximo, vou gritar bem alto, pro mundo inteiro ouvir: “Chupa, seus jabazeiro du caráio… Aqui é Vila Mariiiiaaaaaaa!!!”

.

Criação da capa dupla do LP: Arnaldo Afonso. Foto de capa: Arnaldo Afonso. Músicas e letras: Arnaldo Afonso. Crítica: Arnaldo Afonso. Risos: idem…

.

CRÍTICA >>> UM DIA FELIZ – Meu primeiro LP – Arnaldo Afonso >>> Lamentável que um blogueiro, um jornalista bem informado dos novos meios de produção e divulgação da música, venha a público para apresentar um anacrônico LP, gravado toscamente em sua cozinha, com celular na posição vertical, com motores e buzinas de carros e latidos de cachorros ao fundo, sem iluminação adequada, com um violão chinfrim que deixa a corda ré sempre desafinada e com o ‘artista’ despenteado, desarrumado e, ao menos em um vídeo – pode-se notar, vestido apenas de camiseta amassada e cuecas (!!!). ‘Um Dia Feliz’ não passa de um acúmulo de doze dias infelizes. São doze canções quase razoáveis, duas ou três, até assoviáveis. As letras, pretensiosas, sonhavam em ser poesia. Mas não passam de sub-literatura. E alguém precisa avisar ao músico que quem quer poesia prefere ler um bom livro. Sem contar que são longas demais… E o som ruim do violão, acompanhado da parca percussão realizada com os pés, tira por vezes a compreensão do que está sendo cantado. Ou grunhido, pra ser mais fiel ao estilo pouco melódico desse cantor. Por fim, as gravações deveriam ter sido realizadas num bom estúdio, com instrumentistas competentes, com banda profissional e coral de apoio. Depois, com um esforço da equipe de marketing, o produto poderia ser lançado nas plataformas digitais amparado por uma eficiente campanha de divulgação baseada em pesquisas de público-alvo consumidor. E o artista teria que se apresentar trajando alguma roupa especial, um look que lhe desse personalidade própria e única. Deveria parecer mais jovem, pintar o cabelo, portar algum adereço esquisito, chamativo, que lhe abrisse os canais para interagir com todas as tribos. Bolar uma dancinha engraçada pra viralizar no TikTok… Enfim, do jeito que está, não dá. É um trabalho de amador, antigo, insosso, de quinta categoria. Como diria o saudoso Flavio Cavalcanti, este é um disco que deve ser quebrado e jogado fora. É mais um lixo produzido pela baixa cultura pop e periférica. Não compre! (assinado: o cri-crítico musical Arnaldo Afonso)

.

RÉPLICA DO ARTISTA >>> Num tô nem aí pra essas cri-críticas. Sei do meu valor poético e musical. E isso ninguém tasca, ninguém me tira. Se não dá grana nem fama, paciência… Me dá muito prazer compor livremente, sem pressões comerciais, e cantar para os meus amigos e para o público dos saraus. A ideia de postar nas redes sociais foi só para tirar as composições da gaveta e deixar registrada sua existência antes que… bem… na minha idade é melhor não ter projetos a longo prazo (risos – sem drama). Artistas da quebrada, nós existimos, sim. Na semana que vem começo a postar as doze canções do meu segundo LP, que se chamará ‘Barbárie Moderna’. Por enquanto, estou curtindo o sucesso desse primeiro discão… Ah, que dia feliz!

.

.

Lado A

1 – Um Dia Feliz

2 – Só Teu

3 – Visita Íntima

4 – Hey, Girl

5 – O Poema Gráfico

6 – Oh, John / Imagine

.

Lado B

1 – Tom Jobim No Telhado

2 – E Se De Repente

3 – Coisas do Amor

4 – Desvario

5 – Valsa Desamorosa

6 – Sem Disfarce

.

.

… … …

AGENDÃO

… … …

Em minha página no Facebook, a programação alternativa do agendão é diariamente atualizada. Confira lá…

Sábados e domingos de maio – 15h … Cia Zero8 apresenta o espetáculo ‘Dançamos Juntos no Carnaval das Gentes’, alusão carnavalesca à Semana de Arte de 1922, em que poemas e manifestos são antropofagizados, transformando a literatura modernista em música. Dramaturgia de Elenice Zernieri e Lucas D’Alessandro. Direção Paula Klein

Sábado – 7 de maio – 19h … Poetas ao Vivo, apresentado por José Danilo Rangel, recebe Marina Vilela, autora do romance ‘Compulsão de Clarisse’. No Facebook

Sábado – 7 de maio – 16h … Poetas do Tietê fazem sarau na Biblioteca Mário de Andrade

Domingo – 8 de maio – das 10h às 11h … Boletim Poesia É da Hora, no programa Meu Caro Amigo, tem Marah Mends, Gilberto Cruz e Inês Santos. Na Rádio Cantareira

Sextas – 6, 13, 20 e 27 de maio – 21h … Élio Camalle se apresenta no Mascarino, à rua Francisco Cruz, 597, na Vila Mariana

Quintas – 12 e 19 maio – 21h … Carlos Navas faz show ‘A Fina Flor do Samba’ cantando Ney Lopes, Dona Ivone Lara, Paulinho da Viola, Caymmi, Tom e Vinícius, Ismael Silva e Sinhô, acompanhado pelo violonista Paulo Miranda epelo percussionista Felipe Kasteckas. No Sesc Bertioga

Sexta – 6 de maio – 21h … O quarteto de jazz Dharma Samu leva seus sons experimentais ao Porão da Cerveja, perto da estação Marechal do metrô

Domingo – 8 de maio – 18h … Renato Braz faz tributo a Tim Maia no show ‘Um Dia de Domingo’. No repertório, ‘O Que Me Importa’, ‘O Descobridor dos Sete Mares’, ‘Eu Preciso Aprender a Ser Só’, ‘Primavera’, ‘Coroné Antonio Bento’, ‘Um Dia de Domingo’ e ‘Azul da Cor do Mar’. No Centro Cultural de São Paulo, à rua Vergueiro, 1000. Entrada franca

Sexta – 6 de maio – 20h … ‘Esperando Godot’, no Teatro Oficina, com direção de Zé Celso. No elenco: Alexandre Borges, Marcelo Drummond, Tony Reis, Ricardo Bittencourt, Roderick Himeros e equipe de técnicos-artistas-atuadores. Até 19 de junho, de quinta a sábado, às 20h, domingo, às 18h. Na rua Jaceguai, 520, no Bixiga. Ingressos no Sympla

Sábado – 7 de maio – das 14h30 às 16h30 … Evento presencial de lançamento do livro infantil ‘Ô, seu menino!’ da cantora e também escritora Lu Vitti, que contará histórias, entre músicas e brincadeiras com o público. Na Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato, à rua General Jardim, 485

Segunda – 9 de maio – 19h … Delmo Moreira faz sessão de autógrafos de ‘Catorze Camelos para o Ceará’, livro em que conta a história da primeira expedição científica brasileira, na Martins Fontes da Paulista

.

UILSON PAIVA >>> Cantor e compositor lança nas plataformas a música ‘Amar Deixar-se Amar‘. Participação do saxofonista Milton Guedes

‘PALAVRAS DO INFERNO’ >>> Projeto literário em que Jezz Chimera desenvolve textos baseados em palavras de Dante Alighieri durante a passagem pelo inferno na ‘Divina Comédia’. Toda semana uma palavra é sorteada e, a partir dela, nasce um novo texto que é publicado no Instagram. SOBRE JEZZ >>> A fotógrafa, escritora e diretora Jezz Chimera se define como ‘artista de cinema-teatro, palavra-ato e foto-performance’. Escreveu e dirigiu curtas-metragens e participou de diversas mostras. Seu filme ‘Dois Quilos de Carne de Segunda’ recebeu o Prêmio Araucária de Cinema de Melhor Curta Nacional no Festival Digital Curta Campos do Jordão 2021. Em 2021 sua foto-performance ‘Fragmentos do Eu’ recebeu o 1º lugar do Júri Popular no Festival Itaquerendo. Ainda em 2021, participou das Satyrianas com sete filmes exibidos na reabertura presencial do Cine Bijou. Em 2022 foi premiada na Mostra do Filme Livre com o filme Dois Quilos de Carne de Segunda. Saiba mais sobre ela

SARAU NA COZINHA >>> Programa mensal ‘Sarau na Cozinha’, produzido pelo Coletivo Marginaliaria, apresenta o segundo da série de 24 episódios. Nesta edição com os convidados Emerson Alcalde e Peu Morais. O programa fica disponível no canal do Youtube. No vídeo, o primeiro episódio, com Rodrigo Ciríaco e Ayana Amorim. O Coletivo Marginaliaria >>> Junção de jovens produtores e fazedores de cultura de São Miguel Paulista, como Andrio Candido, Lucas Afonso e Nathielly Janutte, o coletivo foi fundado em 2010 e desenvolveu projetos como ‘Antologia Marginal Baseado de Ponta’, o longa-metragem ‘Um Salve Doutor’ e o ‘Livro do Dosca’. Atualmente desenvolve a festa cultural ‘O Levante’ e o ‘Cine Clube Marginaliaria’ no Teatro Flávio Império.

DUDA JARDIM MUSICANDO >>> O músico, cantor, compositor e ator Duda Jardim também é produtor cultural. Organiza eventos, realiza shows e participa dos saraus da cidade. Em seu canal no YouTube, além das canções autorais de seu cd ‘Parede da Memória‘, há vídeos interessantes onde ele analisa e comenta grandes clássicos da mpb (como ‘Preciso Me Encontrar‘). Veja também a série de entrevistas com artistas da cena alternativa, como Akira Yamasaki, Kleber Albuquerque, Escobar Franelas e Darc Maia, entre outros, que contaram histórias interessantes sobre suas carreiras. Visite o canal e saiba mais. Nos mais recentes, bate-papos com Tatau, do Bar do Frango, com a talentosa cantora e compositora Elaine Frere e com o casal de artistas Tom Kbélo e Esther Alcântara

.

.

DUDA COM JORGE MELLO >>> Bate-papo de Duda Jardim com o multiartista Jorge Mello, um dos principais parceiros de Belchior e membro fundador e participante ativo do grupo que ficou conhecido como ‘Pessoal do Ceará’. Este blogueiro teve a honra de participar da conversa e agradece ao Duda, pelo convite, e ao Jorge, pela recepção carinhosa em sua casa. Na semana passada, publiquei a primeira parte da entrevista. No vídeo acima, a segunda.

ATÉ DOMINGO, DIA 8 DE MAIO … Nova montagem da peça ‘Nossa Vida Não Vale Um Chevrolet’, de Mário Bortolotto. Curta temporada de duas semanas: de quarta a sábado, às 21h, e aos domingos, às 20h. No elenco, Rebecca Leão, Eldo Mendes, Carcarah, Daniel Sato, Débora Stérr, Paulo Jordão, Alexandre Tigano e Ian Uviedo. Ingressos no Sympla. Peça inaugura o Palco André Cecatto, nome dado em homenagem ao grande amigo e ator do grupo, falecido recentemente. O Grupo Cemitério de Automóveis, que completa 40 anos, está agora em seu novo espaço, à rua Francisca Miquelina, 155

ÀS SEXTAS – 19h >>> Sons da Resistência. Programa transmitido pela rádio web Expedição CoMMúsica para Brasil, Itália, Peru e Equador. Curadoria e apresentação de Elizabeth Del Nero Tuca. Clique para ouvir

.

EXPEDIÇÃO COMMÚSICA >>> Adquira as Camisetas Psicodelize da Expedição Commúsica, com arte de Stevan Zanirati e cadernos artesanais de Namatim Arte na loja da Rádio Expedição Commúsica. Parte da renda é revertida para a manutenção da Expedição CoMMúsica. Encomende por aqui

FEIRA DO LIVRO DA UNESP >>> Quarta edição é online e acontece de 2 a 8 de maio com participação de mais de 150 editoras de todo o país. Saiba mais

KATYA TEIXEIRA >>> Cantora, compositora e produtora cultural programa série de lançamentos para 2022. ‘Making of Canções na Quarentena’ (Parte 1 – Criações e Parte 2 – Instrumentos) conta um pouco do processo de criação dos espetáculos que deram origem ao cd ‘Canções Para Atravessar a Noite Escura‘, também disponível nas plataformas digitais (outro álbum está em produção e deve ser lançado em 15 de julho de 2022). Saiba mais no site da artista

GELEDÈS >>> Primeiro episódio da websérie ‘Geledés – Caminhos e Legados’, documentário que registra a luta das mulheres negras no Brasil e a atuação da organização para a erradicação do racismo e sexismo na sociedade brasileira. Serão 9 episódios, com duração de 10 minutos cada. Entre as participações especiais estão Antonia Aparecida Quintão, Erica Malunguinho, Flavia Oliveira, Flavio Carrança, Maria Sylvia de Oliveira, Natália Carneiro, Neon Cunha, Rafael Pinto, Sharlaine, Suelaine Carneiro, Suelen Girotte, Sueli Carneiro e Winnie Bueno. Saiba mais

Sábado – 7 de abril – 16h30 … Cantor e compositor Kleber Albuquerque faz live com transmissão direta pelo Face, Insta e YouTube. No vídeo, o clipe de Os Presentes. Acompanhe outros trabalhos desse grande artista em seu canal

PÉRICLES CAVALCANTI >>> ‘Saltando Compassos’, novo álbum de inéditas de Péricles Cavalcanti chega às plataformas digitais. Tem parceria com Arnaldo Antunes e participações de Adriana Calcanhotto e Ana Frango Elétrico. Ouça

DIANA JUNKES >>> Na semana passada aconteceu o lançamento de ‘asfalto’, livro de poemas da professora e crítica literária Diana Junkes, pela editora Laranja Original. Ela já publicou ‘clowns cronópios silêncios’, ‘sol quando agora’ e ‘asas plumas macramê’. Com prefácio de André Luiz Pinto e texto de orelha por Alberto Pucheu. Adquira aqui

ASSOCIAÇÃO LIVRE INVISÍVEL >>> Banda lançou no YouTube o registro do show comemorativo de seus 10 anos, realizado no final de 2021 na Casa de Cultura Chico Science – Ipiranga, no dia 18 de dezembro de 2021.

ÀS SEGUNDAS – 19h >>> Live do programa Geringonça promove interessantes debates semanais sobre questões contemporâneas: cultura, política e saúde. Fique ligado no canal para assistir e participar: Coletivo Resistência/CCD-LL no Youtube e no Facebook

BOM DIA POÉTICO >>> O poeta e ator Milton Luna divulga diariamente em grupos do zap o trabalho de poetas de todas as regiões brasileiras. Lá conheci os textos de ótimos escritores, que vou publicando por aqui também. Aguarde

ÁLBUNS DE CABECEIRA >>> Programa começa ao meio-dia do domingo e vai até o meio-dia da segunda-feira, na Rádio Jardim Psicodélico. Um convidado escolhe 13 álbuns que o influenciaram e conta um pouco sobre cada um. Entre no link do site e clica no player da radio ou na 2° opção para ouvir a rádio.

MADAN LIVES >>> Série de encontros promovidos pela trompetista July SK, filha do músico morto precocemente, aos 53 anos, em 2014. Nas lives, parceiros e amigos relembram histórias e canções do artista. Fique ligado no Instagram. Se inscreva no novo canal de Madan no YouTube, que estreou com clipe de ‘Mirauiu’, música dele sobre poema de Olga Savary. Aqui, a discografia disponível:

CD do Madan, com 17 músicas’

Disco ‘A Ópera do Rinoceronte‘, com 12 musicas

Disco ‘Brincando com Palavras‘, com 12 músicas

FLIMINHA 2022 >>> Dentro da FLIMA – Festa Literária Internacional da Mantiqueira, 20 atividades literárias semanais para crianças de todas as idades. Todos os domingos, às 10h. Acesse e fique por dentro da programação. Transmissão pelo Youtube

ÀS SEXTAS – a partir das 19h30 >>> Slam da Guilhermina. Batalha poética acontece na saída da estação Guilhermina-Esperança do metrô, na ‘pracinha’ da rua Astorga

ÀS TERÇAS – 19h … Tato Fischer promove o seminário ‘Como é que Você Compõe’, série de bate-papos com artistas. Evento privado – via Zoom. Saiba mais e inscreva-se

ÀS SEXTAS – 10h >>> Marco Vasques apresenta o programa JTT-CULTURA, dentro do JTT- A MANHÃ COM DIGNIDADE, do porta Desacato, sempre com três poetas convidados e aberto a participações. Ao vivo, nas mídias sociais do Portal Desacato

ÀS SEGUNDAS – 13h … ‘Diversidade em Ciência’, programa de entrevistas apresentado por Ricardo Alexino Ferreira, é voltado para as ciências das diversidades e direitos humanos. Reprise às terças-feiras, às 2h da manhã e aos sábados, às 14h. Na rádio USP 93,7 MHz/SP ou na net

MORTE E VIDA SEVERINA >>> Nova montagem do texto de João Cabral de Melo Neto tem banda tocando ao vivo as músicas de Chico Buarque. Direção de Elias Andreato. Temporada vai até 26 de junho, às sexta e sábados, às 21h, e aos domingos, às 19h. No teatro Tuca, à rua Monte Alegre, 1024

BEMBOLADO >>> Selo do músico e escritor Edmar Silva, em poucos meses, já apresentou ao público alguns trabalhos de talentosos artistas (entre eles, o próprio Edmar), fortalecendo a cena cultural alternativa. No catálogo:

Edmar Silva – Edmar Dub (2021)

Edmar Silva – Palavras (2022)

George Christian e Iarly Patricio (2022)

Super Sons – Volume 1 (2022)

Stevan Zanirati – Singles (2022)

Everton Cidade – Zica de Zelo

Sonidos Latinos – Coletânea apresenta 12 artistas da América do Sul

CCN NOTÍCIAS é um site voltado principalmente para a Zona Norte. O Coletivo de Comunicação Norte Notícias foi lançado em novembro de 2020. Entre lá, dê uma olhada geral e compartilhe. Divulgue mais essa iniciativa em prol de um jornalismo progressista, antifascista e em defesa da democracia

CURTA SUZANO >>> Até 20 de maio estão abertas as inscrições para o 6º Curta Suzano. Para filmes de qualquer gênero cinematográfico, com até 25 minutos, produzidos entre 2019 e 2022. Festival terá rodas de conversa, oficinas, cine-debates e exibições. Consulte o regulamento

ESCOBAR FRANELAS >>> Videomaker, poeta, romancista e ativista cultural, Escobar Franelas lançou o livro ‘hipjazzcoolbopfunksambabensoulblue‘, pela Editora Lavra. Para adquirir, acesse

ZOOM ZOOM ZOOM… É POESIA! >>> Nas mais recentes edições, com a poeta e atriz Beth Brait Alvim e produtor cultural e poeta Carlos Galdino. Programa do multiartista Claudio Laureatti é uma vitrine de poetas e suas tendências, convidando também artistas de circo, contadores de histórias, músicos e atores. Inscreva-se no canal

AOS SÁBADOS – 15h … ‘Tome Prosa, Tome Poesia’, com mediação de Antônio Mariano, convida  poetas para bate-papo. Live com transmissão pelo Facebook e YouTube do mediador

ÀS SEGUNDAS – a partir das 19h >>> Sarau Segunda Negra comemora 200 edições com convidados e palco aberto. No Espaço Cultural Libertário Fofão Rock’n Bar, na Estrada das Taipas – 3827

RÁDIOS COMUNITÁRIAS >>> Dois programas legais:
.
Acordes Urbanos, na Rádio e Tv Nuar (todas as quintas, às 18h). Com Quinho, Passarinho e Gregório entrevistando artistas alternativos
.
TV MCA – Moto, Cultura e Afins (todas as terças, às 20h), com Adilson Aragão e Norberto Cassa
ÀS QUARTAS – 22h15 … Programa Toca do Autor na Rádio Brasil Atual, pelo 98,9 FM ou pela internet. Apresentação de Alexandre Tarica e Regina Cell

REVISTA DA QUEBRADA >>> Joad Lima, editor, informa que já está disponível a mais nova edição da Revista da Quebrada. Acesse também as edições anteriores.

RADIOLA DA MEMÓRIA >>> Série de podcasts conta histórias de pessoas e suas memórias sonoras. A cada episódio uma experiência sensorial diferente. Parceria entre o canal Avosidade e a atriz Janaina Sant’Ana, que narra os episódios

ÀS TERÇAS – 20h >>> Programa ‘Contraponto’ entrevista produtores, instrumentistas e compositores para compreender um pouco mais do mercado brasileiro da música. Com Serginho Sagitta, do programa Sons do Brasil, e Mateus Mello, do canal Tropicalismo Selvagem. Se inscreva no canal do YouTube 

PAPO ROCK >>> Programa apresentado por Arnaldo Marques vai ao ar às sextas-feiras, às 20h, com reapresentação aos domingos, às 20h e às segundas-feiras, às 23h. Pela web rádio CDR

CARUARUS – ORTINHO >>> Cantor e compositor pernambucano disponibilizou nas plataformas digitais seu novo álbum, ‘Caruarus‘, disco de forró feito com muitos parceiros: Azulão, Chico César, Anastácia, Lula Viegas, Josildo Sá, Kiki Vassimon, Marco Polo e Zeca Baleiro. Ortinho, oriundo da cena do mangue beat, se lançou como vocalista da banda Querosene Jacaré, com a qual gravou o disco ‘Você Não Sabe da Missa um Terço’ (1998). Depois, em carreira solo, lançou ‘Ilha do Destino’ (2002), ‘Somos’ (2006), ‘Herói Trancado’ (2011) e ‘Nas Esquinas do Coração’ (2019). ‘Caruarus’, com 10 faixas, tem produção de Yuri Queiroga.

ROGER MARZOCHI >>> Campanha de financiamento coletivo visa arrecadar fundos para a gravação de um álbum com improvisações livres do saxofonista com paisagens sonoras de Fernando de Noronha, captadas pelo cientista Raul Rio Ribeiro, que assina a primeira música desse projeto, a ser lançada dia 25 de março. Parte dos recursos serão destinados à ong @oceansoundorg. Para contribuir, acesse o site 

CARLA DIACOV >>> Poeta, que já publicou sete livros, abre campanha na APOIA-se: ‘Poema Põe Mesa’ tem mais de 90 posts no mural e 14 audiopoemas, com três valores de contribuição e suas respectivas recompensas (entre lá e saiba mais). O apoio é para que a escritora continue produzindo e postando seu trabalho poético diariamente. Diagnosticada com agorafobia, o que não lhe permite sair de casa, a escritora admite mais essa dificuldade, mas prefere focar a campanha na valorização do ofício poético num país governado por políticos que surfam na onda fascista de ódio aos artistas. E lança questões muito pertinentes:
Por que o escritor deve ter uma outra profissão de sustento?
Qual o valor da arte, da poesia, do tempo do artista?
Por que tão poucos podem viver da arte?

ERAM OS POETAS ASTRONAUTAS? … Segundo livro do poeta, ator e produtor cultural Ivan Néris, do coletivo Aldeia Satélite, foi lançado na semana-feira passada, em live transmitida pela editora Lavra (veja como foi). O autor costuma postar vídeos declamando seus textos no Facebook (acompanhe). Alternando doses de dramaticidade, lirismo e humor ácido, mesmos os poemas de conteúdo mais confessional trazem a fúria de sua escrita libertária. O livro custa R$30 e já está a venda na lojinha virtual da editora (adquira aqui)

SETE CÂNTICOS NEGROS e Outros Tantos Orikis Negros e Índios >>> O poeta José Couto acaba de lançar um objeto multimídia. Seu e-book é o que se chama popularmente de ‘três em um’: poemas para serem lidos, acompanhados por belas ilustrações de Artur Madruga e com links para se ouvir os poemas musicados. O livro em pdf tem 96 páginas e está com preço promocional de R$25. Saiba mais e adquira um exemplarNa apresentação do livro, Ana Cecília Romeu, editora da Camino, afirma que “a obra ressignifica a poesia ao ofertar a ela o tom maior da transcendência, favorecendo o diálogo com as artes plásticas e a música, numa dança com elementos místicos: a magia, os mitos, os negros, o iorubá, os indígenas”, concluindo que “essa experiência sensorial amplia o voo poético”

VANESSA BUMAGNY >>> Novo álbum da cantora, ‘Cinema Apocalipse‘, tem participações de Zeca Baleiro, Chico César e Fernanda Takai, além de parceria com Luiz Tatit. Já disponível nas plataformas digitais. O belo trabalho fotográfico da capa e do material de divulgação do cd (nas imagens ao alto) são da xará, Vanessa Curci. Com produção de Rafael Castro, disco tem dez faixas, incluindo o poema ‘Lady Lazarus’, de Sylvia Plath, musicado pela cantora que já lançou os cds ‘De Papel’ (2003), ‘Pétala por Pétala’ (2009) e ‘O Segundo Sexo’ (2014). Além da carreira solo, Vanessa participa de projetos variados com o grupo ‘Sons e Furyas’, promove saraus e apresentou o show infantil ‘Cecília, Clarice, Fernando e Federico’, cantando poemas de autores clássicos que musicou.

BRANCA PRODUÇÕES >>> Músico Betto Ponciano acaba de lançar sua produtora, ‘com o objetivo de trabalhar desde a produção, gravação, mixagem, masterização em estúdios de música até o lançamento e impulsionamento de trabalhos artísticos nas mídias sociais’. Contatos in box

MARCELO BARUM >>> Esse grande artista, cantor e compositor do grupo Tarumã, também dá aulas de violão, vocalização e composição. Tem módulo para iniciantes, pra quem já pratica um pouco e pra quem quer aprimorar ainda mais seus recursos teóricos e práticos. Saiba mais aqui

SELETA MENSAL >>> Músico Dharma Samu apresenta programa que vai ao ar às 18h, de segunda à sexta-feira, na Rádio Jardim Psicodélico, com reprise às 12h. No repertório, rock, jazz, música brasileira e independente. Saiba mais no cartaz

SANTIAGO DIAS >>> ‘Artigo Raro’, página que divulga escritores da editora Essencial e promove encontros literários, apresenta a primeira parte da reportagem sobre a vida do poeta Santiago Dias, que declama textos seu livro ‘Destino Cigano’

ABCDelas, pela Editora Clóe >>> Primeira antologia de poetas mulheres da história do ABCD, livro (que está à venda por R$30) traz textos de 45 autoras da região, como Dalila Teles Veras, Vanessa Molnar, Rosana Banharoli, Lília Reis, Olga Defavari e Carla Diacov (saiba mais)

MARINA RUIVO >>> Em seu canal no YouTube (A barca Marina), a escritora postou a leitura da letra de ‘Motor‘, de autoria de Teago Oliveira, música gravada pela Maglore e também por Gal Costa e Pitty. Edição de imagens de Vagner Mun

WANDER B >>> Em meados de março o multiartista escreveu ‘Fim de Jogo’, texto que encerra um ano de ‘respostas’ ao Facebook sempre que este lhe viesse com ‘a (des)elegância de dizer que o dia de hoje era um dia sem lembranças’. Ele então tratava de escrever algum texto curto, uma ‘memória inventada’. Assim, após mais um ano de pandemia, nasceu o performático álbum ‘Hoje Não Há Lembranças’. Que você pode acessar aqui.

>>> MAIS WANDER B >>> Confira a discografia completa do artista, com seis álbuns e dezenas de singles, que está disponível em todas as plataformas. Inclusive a canção ‘Eu Quero Te Amar e Me Amar Por Te Amar , de seu mais novo álbum, ‘Espantalho-querubim‘ . Visite no Spotify

ARCHANGELUS >>> Edições Archangelus comemora seu 100º livro publicado, reeditando ‘Ecos do Silêncio’, do poeta Luka Magalhães, seu editor. É uma marca importante para uma pequena editora de livros do mercado alternativo. Parabéns aos envolvidos

‘CANTO PERIFÉRICO‘ >>> Chega às plataformas digitais ‘Canto Periférico‘, single de Adolar Marin em parceria com Flávvio Alves, que faz parte de seu segundo álbum de parcerias, o ‘Outros Caminhos – Volume Dois’

LEONE DA GAITA >>> Além de show no formato ‘violão, gaita & voz’, com repertório e histórias de Robert Johnson a B.B.King, o artista também dá aulas para iniciantes de violão e gaita (diatônica e cromática). Contate pelo zap: 11-9.8173-0897 ou mande msg inbox

OSNI RIBEIRO >>> ‘Cantigas de Andar’, mais recente álbum do cantador, compositor e violeiro Osni Ribeiro, já está disponível nas plataformas digitais. O nome do disco faz referência ao conceito do ‘Dandô – Circuito de Música Dércio Marques’, projeto coletivo de que participa e que também ‘anda’ pelo Brasil. O artista já lançou ‘Osni Ribeiro’ (1994), ‘Bebericando’ (1996), ‘Arredores’ (2018) e prepara ‘Rabiola’, seu primeiro álbum de viola instrumental

MARTINHO JORGE >>> O samba ‘Poeta Boêmio Feliz’ já está nas plataformas digitais. Homenagem a Zeca Pagodinho, tem participação de Mauro Diniz. Ouça aqui

AMOR MARRUÁ >>> Guilherme Rondon gravou com Gabriel Sater e disponibilizou nas plataformas sua canção feita em parceria com Zé Edu
.
.
.

CASO MARIELLE: QUATRO ANOS DE VERGONHOSA IMPUNIDADE >>> No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, aos 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas, coletivos dos saraus e defensores da democracia e dos direitos humanos defendemos. Quatro anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

.

.

Faz 4 anos que eu repito esse texto. E vou continuar repetindo enquanto o blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos e pela omissão das autoridades. Repito o texto que eu já sabia que ia repetir. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Nós, brasileiros democratas, seguimos de braços dados com ela, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. Que podem mirar nas nossas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. E nas periferias de todo o Brasil.

Marielle sempre estará presente.

.

.

… … …

MAIS NALDOS NEW’S

… … …

Tenho canções postadas em dois canais no YouTube (canal um e canal dois), além de vários registros de minhas participações pelos saraus da cidade (é só pesquisar pelo meu nome). O blog também está no YouTube e tem projetos de transmissão de programas e lives para 2022. Este blogueiro, poeta e cantor, informa aos interessados que tem quatro espetáculos prontinhos da Silva para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs e que foram adaptados para o formato de lives durante a pandemia. São eles:

.

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> Além das Casas de Cultura, o espetáculo foi apresentado no Festival Satyrianas

.

2 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia >>> Arnaldo Afonso canta repertório autoral. Versão online de shows presenciais realizados no palco dos Parlapatões, no Bar do Frango, no Eclipse, no Centro Cultural Charada e na Tom-K Produções

.

3 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Caetano >>> A série ‘Lives Caetanas’ teve 6 edições (a primeira teve mais de 1.500 visualizações, mais de 700 comments e cerca de 150 compartilhamentos). Aqui uma delas

.

4 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Belchior >>> Veja a primeira e a segunda edição das ‘Lives do Bel-Prazer’

.

Quem puder contribuir com as lives e várias outras atividades do artista, segue o PIX: arnaldo.aafonso@gmail.com

.

EP >>> Além dos shows sobre a vida e a obra de Belchior, Cartola ou Caetano, e de me apresentar cantando repertório autoral, ainda neste primeiro semestre do ano pretendo realizar a gravação do ep ‘Cinco Canções de Amor e uma Balada Desesperada‘. Aguarde.

.

… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda sexta-feira (às vezes, quinta) tem post novo. Até lá!

… … …

.