Duplo feriadão emendado e este blog, belo e folgado, publica seu post um dia atrasado (mas superanimado). Porque a cidade oferece saraus de todo o tipo, em tudo que é horário e nos locais mais inusitados. Sarau de findi e dia útil, sarau pra quem sai do trabalho. Sarau da hora do almoço, sarau de domingo na hora do jogo. Sarau matinal ou noturno, no cu da madrugada. Sarau da pá virada, do samba no pé, do rap na mão, da boemia no boteco, do balacobaco e do telecoteco. Sarau da virada, do luau e da rave, com festança loka misturada. Sarau na areia da praia, na biblioteca, na quebrada. Na escola, na faixa, no clube, na praça. Os artistas têm feito movimento e ocupado o asfalto, o pavimento, ampliado o espaço, juntado gente pra ouvir falar discutir e formar opinião em meio a rodas de poesia, teatro e violão. Cabeças matutando assuntos interessantes, gente muito importante que não passa na televisão. Sarau vida real na secura das vielas e ruas, na amplidão do coração, juntando gente e indo em frente, na contramão dos ideários excludentes. É feriadão e você pode ficar relax de boas tranquilão. Ou não. O agendão é diariamente atualizado, você sabe. Então, se quiser, se jogue nessa vibe.

 

… … …

MINHAS ANDANÇAS POR AÍ

… … …

SELMA FERNANDS & MATHEUS PEZZOTA … Na quinta-feira passada saí do Teatro da Rotina absolutamente encantado com o show de Selma & Matheus. Ela, talentosa cantora que eu já conhecia por sua participação no The Voice e por alguns vídeos no Youtube. Ele, violonista de acordes delicados e composições inventivas. Juntos, os dois promoveram uma sessão musical de envolvimento amoroso que me tocou profundamente. Meus olhos marejaram em alguns momentos (como na interpretação arrepiante que Selma conferiu à ‘Rosa dos Ventos‘, maravilhosa canção de Bruno Batista). Saí de lá energizado. Através da música, os dois me transmitiram altas doses de amor e generosidade, de carinho e respeito, de compreensão e delicadeza, de alegria e amizade. Acho até que, por um breve momento, vislumbrei a possibilidade de um mundo melhor realmente existir. E eu, felizmente, estava dentro dele. Vivendo nele. Pleno de amor. Naquele show encantador.

LANÇAMENTO DO FESTIVAL FLUXXO … Na sexta-feira fui à Casa do Mancha conferir a apresentação do que será a primeira edição do Festival Fluxxo (em fevereiro). A ideia é criar uma rede unindo as novas bandas e artistas independentes de SP. Foi bacana acompanhar o bate-papo de jovens artistas e promotores culturais que entendem das exigências do mercado da música na era digital. Estavam presentes David Dines, João Noronha, Papisa, Letícia Tomás e Letz Spíndola (na foto de Daisy Serena). Depois, rolou discotecagem e show. A reunião dos músicos com os experts nos modos de divulgação da arte nas novas mídias só deixa evidente que, ao artista, hoje, não basta criar. É preciso ser conhecedor do funcionamento das plataformas digitais, estar inserido nelas e ter acesso aos dados que apontam o grau de alcance de sua arte e uma equipe de gerenciamento de carreira. Ou seja: bate o escanteio e corre lá na área pra cabecear (e o salário, ó!). Não tá fácil pra ninguém…

FOCUS CIA DE DANÇA NO MIC-BR ... O megaevento de negócios Mercado das Indústrias Criativas (MicBr), reuniu centenas de empresas e milhares de criadores e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil e de outros países durante todos os dias da semana passada em São Paulo. Alguns grupos de teatro, circo e dança apresentaram uma versão pocket de seus trabalhos a empresários e produtores brasileiros e estrangeiros. No sábado, na Funarte, assisti a um trecho da divertida peça ‘Simbad, o Navegante‘ (com os ótimos atores Ronaldo Aguiar e Rodrigo Matheus) e a duas partes (de um total de quatro) do maravilhoso espetáculo ‘Still Reich’, nova montagem da Focus Cia de Dança. Logo nos primeiros passos já compreendi porque a Focus foi indicada em três categorias ao Prêmio Cesgranrio de Dança. A nova coreografia é mesmo de tirar o fôlego. E os bailarinos arrasam: tendo ao fundo a música percussiva de Reich, eles nos magnetizam e nos levam de uma agoniada sensação de resistência à opressão ao puro encantamento, desconstruindo nossos movimentos maquinais cotidianos. A arte, quando massageia o músculo social tensionado, provoca reflexão e liberta. Mesmo em meio à dor, essa sensação prazerosa transparece.

BANDA ESBÓRNIA … No sabadão fui ao Bar e Mercearia Carauari, onde eu e meu amigo Jorginho finalmente comemoramos nosso centenário (festa ensaiada há alguns anos). Na verdade, eu e ele, juntos, já temos mais de 100 anos, mas isso não vem ao caso. O que importa é que os amigos apareceram e teve até bolo (obrigado, Andrea!). E nessa noche mucho loka ainda aconteceu a estreia da superafiada e afinada banda Esbórnia, formada por João Emilio (baixo), Lucas Souza Ilgen (violão base e voz), Pedro Almeida (violão solo) e Tiago Eira (bateria e voz). No repertório, versões de clássicos do rock, dos anos 50 aos 90 (Stones, Led, Janis, Doors, Pink Floyd, Legião e outros). Clique aqui e veja todas as fotos tiradas pelo fotógrafo oficial dos saraus, o grande (chiquitito, pero cumplidor) Roberto Candido. Eu e a cantora Simone Barbour fizemos participação especial. Ela, cantando superbem. E eu, dando vexame: dançando feito loki todas as músicas e me jogando no chão de felicidade. Foi bão demai, sô!

BANDA SACO DE RATOS… No domingão fui ao Tubaína Bar (cerveja artesanal cara, mas excelente – recomendo a Weiss) pra ver a banda de rock (e blues) Saco de Ratos, do dramaturgo e cantor Mário Bortolotto. Já tinha visto e gostado do Mário cantando em sua outra banda, a ‘Roberto Embriagado‘. Mas, dessa vez, fiquei realmente embasbacado. Não sei se foi uma noite especial, de superinspiração, mas os caras tocaram só repertório autoral e mandaram uma pauleira underground sensacional. Acompanhado por Fabio Brum (guitarra), Fabio Pagotto (baixo) e Rick Ricardo Vechione (bateria), um trio mega fodástico, o cantor soltou suas feras entre urros e palavrões, declarações de amor (à liberdade, à bebida e, vá, à alguma garota também) e versos poéticos que são verdadeiros tratados de independência (e elogios à companheira solidão, velha amiga de todos nós, bêbados e/ou inadaptados em geral). Uma tchurma de fãs, atores e escritores que frequentam o Teatro Cemitério de Automóveis (ver matéria mais abaixo), cantou todas as músicas e dançou alucinadamente durante esse baita show. E é isso mesmo que foi: um showzaço. Como diria a madre superiora: foi foda, meninos, foi fo-da!

… … …

LAURIE ANDERSON … Na quarta fui ao anexo do Cinesesc e viajei (literalmente) em “Chalkroom”, expo-instalação de realidade virtual da multiartista Laurie Anderson (em parceria com o taiwanês Hsin-chien Huang). O usuário fica sentado em uma cadeira giratória, com óculos de realidade virtual e controles tipo joystick nas mãos. Clicando em botões verdes e manejando os controles, vai optando por salas, portas e corredores, dando rumo à viagem, num verdadeiro vôo livre por um mundo labiríntico e levemente assustador, ouvindo vozes que repetem as frases escritas a giz nas paredes escuras. Eu saí da experiência meio tonto, porém, maravilhado. Cada sessão comporta seis pessoas e a instalação (que fez parte da Mostra de Cinema) fica no local até 16 de dezembro (com entrada franca). Você não pode deixar de ir lá ver (e interagir). É sensacional. 

 

… … …

SARAU DOS CONVERSADORES
E A ANTOLOGIA BRASIL – ITÁLIA

… … …

Uma Poesia Hoje, Antologia Brasil – Itália … O Sarau dos Conversadores, em parceria com o Sarau Desconcertos, lançou no último dia 7 de novembro o livro ‘Uma Poesia Hoje – Antologia Brasil/Itália’. A mesma obra também será publicada na Itália pela Gilgamesh Edizioni, em edição bilíngue. O Sarau dos Conversadores promove diversos ‘Encontros Brasil-Itália’ para divulgar o livro (com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura). Neste findi tem três edições especiais do Sarau dos Conversadores:

Sexta-feira (dia 16, às 19h) – no Centro de Culturas Negras do Jabaquara (rua Arsênio Tavolieri, 45)
Sábado (dia 17, às 19h) – no Centro Cultural Olido (av. São João, 473)
Domingo (dia 18, às 19h) – no Centro Cultural Santo Amaro (av. João Dias, 822)

A programação, que tem alterações a cada sarau, apresenta os poemas da antologia, nas vozes dos autores brasileiros presentes (Ingrid Morandian, Ligia Regina Lima, Carlos Ildefonso e Cacá Mendes) e da escritora ítalo-brasileira Rosana Crispim da Costa, que faz leitura dos poetas italianos (Lisa Bortolato, Valéria Raimondi, Andrea Garbin e Giovanni Fierro) no original e em português. Os eventos, que têm também a poeta Silvia Maria Ribeiro na produção artística, contam ainda com a música e a poesia falada da dupla “Os Conversadores” (Cacá Mendes e Edson Tobinaga), palco aberto e sorteio de livros e cds. Neste sábado, na Galeria Olido, eu participo do sarau cantando com Helen Torres e meus amigos do Sarau da Maria: Deise Capelozza, João Emilio e o grupo Chero da Poesia.

 

… … …

‘CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS’
PASSA O PONTO NO DIA 5/12

… … …

Já falei na semana passada e vou voltar ao tema na semana que vem: um ponto cultural importante da cidade, o Teatro e Bar Cemitério de Automóveis,administrado pelo dramaturgo Mário Bortolotto (e amigos), vai fechar as portas após seis anos de muitas peças, shows, lançamentos de livros, debates, exibição de filmes e discussões acaloradas sobre literatura, música e teatro. Nas palavras do próprio Mário: “Não conheço outro lugar como esse. Um bar que tem uma livraria no fundo e que funciona durante toda a madrugada. Alguns amigos afirmam que seria o último reduto verdadeiramente boêmio da cidade”. Bortolotto, que já mantinha o espaço a duras penas, diz que vai haver um novo aumento no aluguel, justamente no final do ano, meses fracos para entrada de grana. “Não há condições de continuar”. Mas existe a possibilidade de um grupo assumir o ponto e manter as atividades culturais em funcionamento.

A data limite é 5 de dezembro. Até lá os interessados podem visitar o local (rua Frei Caneca, 384), à noite, ou telefonar para os números 9.8649-0041 ou 9.5299-0707. 

O bar já é um point de artistas e intelectuais, um reconhecido espaço de resistência da cultura alternativa e do espírito underground da cidade. O Cemitério de Automóveis (nome maravilhoso!) não pode fechar. Algo precisa ser feito. Vocês aí, investidores, empreendedores, gente da grana… Quem se habilita?

 

… … …

COLABORE COM A ‘VAQUINHA’ PARA
O ‘INSTITUTO JUCA DE CULTURA
… … …

O Instituto Juca de Cultura, administrado pelo poeta Paulo Nunes (foto), é um delicioso espaço cultural que frequento e muito admiro. Lá, artistas de diferentes tendências compartilham trabalhos, trocam ideias, afetos e experiências, fazendo resistência e fortalecendo a cena alternativa (além de comer, beber e até residir por um tempo).  Como no caso do Cemitério de Automóveis (na matéria acima), o imóvel onde está sediado o IJC (e onde o poeta mora e mantém um sebo de livros, à rua Cristiano Viana, 1142) sofreu aumentos de aluguel cada vez mais difíceis de serem pagos. Enquanto se decide sobre a saída para um outro local mais adequado e em conta, um grupo de artistas e amigos próximos está promovendo uma ‘vaquinha‘ para quitar os aluguéis atrasados (além de duas ações culturais para levantamento de fundos – que noticiarei aqui). Eu, que já passei tardes e noites maravilhosas no IJC, vou contribuir também. Peço a quem puder, que faça o mesmo, pois a atuação cultural do Juca é imprescindível e ele não pode fechar as portas. Não precisaria dizer, mas, devido ao clima persecutório que nos cerca, faço questão de afirmar que as pessoas envolvidas no projeto são artistas e criadores absolutamente honestos e acima de qualquer suspeita.

Colabore com qualquer valor na conta 20.323-8, de Paulo Cesar Nunes (CPF 555.532.226 -72), na agência 3043-0 do Banco do Brasil.

Paralelamente à campanha, o grupo busca forma mais efetiva para a manutenção do espaço (montar um CNPJ em nome do IJC e criar oficialmente uma Associação Sem Fins Lucrativos, para que pessoas possam contribuir mensalmente e receber em troca discos, livros, quadros, fotos e convites para os shows, saraus, peças e oficinas).  No vídeo abaixo, a cantora Consuelo de Paula canta uma canção na sala do IJC (no dia quatro de novembro), num sarau em homenagem ao compositor João Bá. O astral lá é sempre esse: fraternal e emocionante. Os músicos vão chegando, conversando, vão comendo, bebendo e participando. A casa e o coração de Paulo Nunes estão sempre com as portas abertas.

 

… … …

10 ANOS DA CIA MUNGUNZÁ

… … …

ATÉ 10 de DEZEMBRO –  Cia Mungunzá 10 anos – repertório completo’ … Comemorando aniversário, a Mungunzá segue a apresentação de seus cinco espetáculos. As peças ficam duas semanas em cartaz no Teatro de Contêiner Mungunzá, à rua dos Gusmões, 43, em Santa Ifigênia. O público decide quanto pagar pelo ingresso, de acordo com sua condição financeira e consciente do trabalho envolvido para realização do espetáculo. Aqui a programação com as próximas peças e as datas:

“Luis Antonio – Gabriela” – direção de Nelson Baskerville – de 16 a 26 de novembro (sextas às 21h. Sábados, domingos e segundas, às 20h) – atriz convidada para a temporada: Fábia Mirassos

“Porque a criança cozinha na polenta” –  direção de Nelson Baskerville – de 30 de novembro a 10 de dezembro (sextas, sábados, domingos e segundas, às 20h)

 

… … …

MPA 40 ANOS

… … …

DE 5 DE NOVEMBRO A 16 DE DEZEMBRO … MPA 40 anos … Uma série de eventos artísticos marca a comemoração dos 40 anos do Movimento Popular de Arte – o MPA de São Miguel Paulista, na ZL, em vários locais do bairro. Confira no cartaz a programação completa para novembro (em dezembro tem mais e eu vou informando por aqui). Neste sábado, às 16h, tem sarau em homenagem aos artistas que participaram do movimento e ‘partiram antes do combinado’. Na Casa Amarela, à rua Julião Pereira Machado, 7

 

… … …

BALADA LITERÁRIA

… … …

TERÇA (20) A DOMINGO (25) – Balada Literária >>> Tradicional evento anual organizado pelo escritor Marcelino Freire chega à décima-terceira edição com superprogramação em São Paulo, Teresina e Salvador. Acompanhe no agendão o dia-a-dia dos shows, oficinas e debates em éssepê (de 20 a 25 de novembro) e acesse aqui a programação completa com as datas, horários e locais de todos os eventos nas três cidades participantes. Abaixo, trecho do texto de abertura:

UMA BALADA ROMÂNTICA >>> A gente vai confessar mais uma vez. O nosso amor pelos livros. Pelos escritores. Pelos artistas. Em um tempo em que muita gente não quer saber de afeto. A gente vai falar de música. Celebrar o verso. A rima. Amor e mais amor. Respeito pelo próximo. Pela amizade. Pelas diferenças. A Balada Literária sempre foi uma das festas mais democráticas do país. Nosso coração é aberto. Cabe quem quiser entrar. A gente vai abraçar Alice Ruiz. Ela que abraçou Itamar Assumpção. A partir dessa dupla de homenageados, vamos dizer que estamos juntos. Mais do que nunca. A gente anda em bando. Em banda. Fazendo barulho. Fazendo arte. Misturando as tribos e todos os gêneros literários e sexuais. Sem preconceito e sem nenhum medo jamais.

 

… … …

OITO MESES REPETINDO:
QUEM MATOU MARIELLE?

… … …

QUE VERGONHA, BRASIL! >>> Uma representante do povo foi assassinada, os assassinos estão soltos e não ouço panelas: vários ‘suspeitos’ presos, muito blablablá e… nada! Vocês acreditam que a polícia (num Rio de Janeiro sob intervenção militar) ainda não descobriu quem são os assassinos de Marielle Franco? E ainda temos que ouvir o presidente eleito e suas balelas de ‘militarização’. Já são oito meses de impunidade. No dia 14 de março a vereadora, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e voltava de um evento com jovens negras quando foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Protestos e manifestações contra o bárbaro crime se repetem diariamente em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos. As balas que a mataram também atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

VERGONHA 2 >>> Se o presidente eleito fosse mesmo ‘bom de segurança’, uma vereadora não teria sido assassinada (ao que tudo indica, por milicianos) no Estado onde ele fez toda sua carreira política (e que se encontra sob intervenção militar). Será que seus eleitores refletiram sobre isso? Apoiadores do ‘coiso’ posaram para fotografias sorrindo ao quebrar ao meio uma ‘placa de rua’ com o nome de Marielle (junto deles, o governador eleito do Rio. Pode?). Será que os eleitores do ‘coiso’ concordaram com essa ‘gracinha’? Não posso crer nisso. Como também não consigo compreender o porquê do ‘coiso’, ou do governador eleito do Rio, jamais terem exigido o esclarecimento do caso Marielle. Por que será?

ESPANTOLOGIA POÉTICA >>> No dia 11 de novembro foi lançada em SP a antologia ‘Marielle em nossas vozes‘. A obra é escrita por mulheres que expressam sua indignação e dor diante da execução sumária dessa mulher negra, favelada e lésbica. Contém a perpetuação desse espanto, necessário para que Marielle e sua luta continuem vivas. Para que essa luta continue desfazendo os nós da violência, da objetificação, da marginalização e exclusão. O livro tem organização de Célia Reis, Maria Nilda de Carvalho Mota e Palmira Heine. Participam dele escritoras como Sonia Bischain, Yara Camillo, Cátia Luciana Pereira, Paula Valéria Andrade, Socorro Lira e Penélope Martins, entre outras.

Citando Marielle, a grande poeta e letrista Etel Frota publicou este poema, na semana passada, em sua página no Facebook:

DOMINGÃO DA PAIXÃO
(Etel Frota)

Tem farra e funk na Barra
ouve-se desde o Leblon
a esperança se desgarra
nosso samba sai do tom

O vinho tá derramado
e o sangue respinga à toa
emerge, repaginado
velho monstro da Lagoa

É fato que é fatal
É o fim da trajetória
É o luto do letal
É o aborto da história

Não há mais nem cais nem porto
onde se possa chegar
e Mestre Moa jaz morto
na nossa sala de estar

Minha terra tem palmeiras
araucárias, imbaúbas
tem Marielles, guerreiras
tem lágrimas de viúvas

Outra vez sovar o pão
Outra vez chorar no escuro
Haja lenço e devoção
Haja fé nalgum futuro


Etel Frota nasceu em Cornélio Procópio (PR), em 1952. Atuou como clínica geral por quase duas décadas. Começou a escrever depois dos 40 anos. Em 2002 lançou Artigo oitavo, livro/cd de poesia escrita, falada e cantada. É letrista de canções (do erudito à música caipira). Em 2017 lançou seu primeiro romance, ‘O herói provisório’. Ganhou, em 2016, o “Prêmio Grão de Música 2016”, por sua obra e trajetória. Vive em Curitiba.

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Eis aqui a superagenda dos saraus para o seu findi, com fotos e vídeos (clique nas palavras azuladas para acessar links e nos cartazes para ampliar a imagem e ler detalhes). Acompanhe também as muitas opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

ATÉ 25 DE NOVEMBRO – SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO … Birdland … Montagem do grupo Cemitério de Automóveis para texto do dramaturgo Simon Stephens. Com direção de Mário Bortolotto. Na rua Frei Caneca, 384 (clique no cartaz para mais informações)

… … …

ATÉ 30 DE NOVEMBRO – À Mesa Negra II … Todos os dias de novembro, ao meio-dia, você pode se sentar à mesa-texto de uma autora negra ou autor negro, nacional ou internacional, da poesia, prosa ou teatro, atual ou das antigas e desfrutar de um cardápio muito variado: racismo, escravidão, injustiça, preconceito, fome, silenciamentos, exclusão socioeconômica e solidão, mas também ancestralidade, realeza, poder, amor, família, comunidade, futuro e conquistas. Evento criado e organizado pela escritora Cátia Luciana Pereira(entre na página Letras Catitas)

… … …

ATÉ 16 DE DEZEMBRO … MPA 40 anos … Uma série de eventos artísticos marca a comemoração dos 40 anos do Movimento Popular de Arte – o MPA de São Miguel Paulista, na ZL

… … …

ATÉ 16 DE DEZEMBRO – de QUINTA a SEGUNDA-FEIRA … Os 3 Mundos … Primeira obra teatral dos quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá, o espetáculo multimídia mescla teatro, cinema, hq e kung-fu. Com direção de Nelson Baskerville. No elenco, Paula Picarelli, Thiago Amaral, Tamirys Ohanna, João Paulo Bienemann, Alice Cervera, Artur Volpi, Rafael Érnica E Luciene Bafa. Até dezembro. No Sesi, à av. Paulista, 1313. Entrada franca (reserve ingressos). Quinta, sexta e sábado às 19h. No domingo, às 20h

… … …

ATÉ 18 DE DEZEMBRO – ÀS TERÇAS-FEIRAS – 20h30 … João Macacão e Conjunto Paulistano (com André Fajersztajn de Almeida no clarinete e Ivan Banho no pandeiro) cantam sambas, choros e serestas. No repertório, clássicos de Noel, Ary, Hervê Cordovil, Monsueto, Sílvio Caldas e Cartola, entre outros. No Bar do Alemão, à av. Antártica, 554

… … …

ATÉ 23 DE DEZEMBRO – de QUINTA a SEGUNDA-FEIRA – 19h30 … Teatro – Vala Comum … Espetáculo surge a partir de depoimentos de jovens artistas do grupo “Impulso Coletivo” sobre abusos e ações arbitrárias de agentes e do aparelho do Estado. A narrativa compara o processo de abatimento do boi com a gestão de morte e violência reforçada por esquemas de controle, exclusão e vigilância. Numa casa no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro (mandar mensagem inbox)

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 14h … 71ª edição do sarau Poesia é da hora … Coletivo poético e ativista organiza saraus mensais para (e com) pessoas em situação de rua. No Centro de Acolhida São Mateus, à avenida Mateo Bei, 1409

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 16h … Projeto A Bahia em SP … Kátia Castro, cantora e violonista baiana, apresenta mpb acompanhada pelo violonista Rafael Rodrigues, com participação de Leone da Gaita. Couvert R$10. No Bar & Bach JP, à rua França Pinto, 21.
MAIS BAHIA EM SP >>> Às 20h o pessoal se apresenta no Manjericanto, à rua Voluntários da Pátria, 3558, em Santana. Couvert R$10

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 19h … Gringa Music: Um Viva aos Paraguaios com Monica Elizeche … A Biblioteca Mário de Andrade apresenta produções musicais dos imigrantes residentes em SP, projeto idealizado pelo músico congolês Yannick Delass. Nesta edição com a cantora paraguaia Monica Elizeche, acompanhada por Oscar Aldama, Aniel Someillan, Iuri Salvagnini e Eduardo Espasande. Entrada franca. Na rua da Consolação, 94

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 19h … Sarau dos Conversadores: Encontro Brasil-Itália … No Centro de Culturas Negras do Jabaquara, à rua Arsênio Tavolieri, 45 (ver matéria no alto)

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 19h … Quinta dos Infernos apresenta o show da banda Complexo de Vira-Latas. À rua Coronel José Eusebio, 109

… … …

SEXTA-FEIRA A DOMINGO – 16 a 18 de novembro – 20h … Inútil Canto e Inútil Pranto Pelos Anjos Caídos … Peça baseada em texto de Plínio Marcos aborda o encarceramento no Brasil. No Galpão do Folias, à rua Ana Cintra, 213, em Santa Cecília. Ingressos a R$30 e R$10

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 20h … Encontro dos amigos na Carauari Bar e Mercearia … Com a mpb de Tinho Ribeiro e Eduardo Neves. Na praça Carauari, 8

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 20h30 … AI-5: 50 anos … Peça reconstitui a reunião que criou o Ato Institucional Nº5, resultando na ditadura militar brasileira. No Espaço Redimunho, à rua Álvaro de Carvalho, 75

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 21h … Baile do Padilha … Samba, forró e marchinhas no baile com duas entradas organizado pelo cantor e compositor Paulo Padilha. No Bambu Brasil, à rua Purpurina, 272. Ingressos a R$25

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 21h … Vertin – no Sesc Belenzinho … O músico e ator pernambucano apresenta as músicas do álbum “Pássaro Só”. Rua Padre Adelino, 1000

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 21h30 … Festa Realce -Todos por 1 … Na edição anterior da festa, o dj Fred Lima teve sua mochila (com cases de agulhas, adaptadores, feltros e uns 40 compactos de música brasileira) roubada. Nesta edição, vários djs se solidarizam e participam do evento. No Espaço Mangaba, à rua Augusta, 2203. Ingressos a R$15 e R$20

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 23h … XXXbórnia – no Tokyo … Festa com vários djs. Na rua Major Sertório, 110. Entradas a R$35 e R$45

… … …

SEXTA-FEIRA – 16 de novembro – 23h30 … O Porão da Matahari Voltou … Casa teve seu espaço liberado pela Prefeitura e retorna com canções da década de 70, com a banda Lupulina e a cantora com Lu Vitti. Na rua Silva Bueno 729. Ingressos a R$15 e R$20

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 14h … Temporada Irmãos Carreto – Trupe DuNavô … Dois palhaços irmãos travam disputa de habilidades. O vencedor fica com o maior bem da família: um carreto de materiais recicláveis herdado do pai. Com Renato Ribeiro e Vinicius Ramos. No Sesc Santana, à av. Luís Dumont Villares, 579. Entrada franca

… … …

SÁBADO – 17 a 24 de novembro – 16h … Mix Literário … Evento faz parte do 26º Festival Mix. Durante uma semana, com 16 mesas de debates, workshop, palestra, encontros, minilivraria com dezenas de títulos importantes, além da presença de cerca de 80 autores, editores e outros profissionais ligados ao meio editorial. Veja aqui a programação completa. No Centro Cultural São Paulo, à rua Vergueiro, 1000

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 16h … Sarau MPA 40 anos em memória … Homenagem aos artistas que participaram do movimento e ‘partiram antes do combinado’. Com a Exposição fotográfica “Cezar Baiano” (às 16h), projeção de fotos dos artistas do MPA que já faleceram (às 17h) e intervenção artística com Akira Yamasaki apresentando o espetáculo poético, musical e teatral “Casa Amarela In Memoriam (às 19h). Na Casa Amarela, à rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 16h … 27º Sarau Poético – Livraria Nobel Largo 13 – Com organização de Valdyce Ribeiro com colaboração de Marcelo Teles (Pulsar Poético). No Mais Shopping, à rua Amador Bueno, 229, em Santo Amaro

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 16h30 … Primeiro Palco – OMNI no Museu … Jovens músicos de diferentes trajetórias reunidos para experimentação musical formaram o Objeto Musical Não Identificado (OMNI). Entrada franca. Na Fundação Ema Klabin, à rua Portugal, 43, no Jardim Europa

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 17h … 53º Sarau Lapada Poética … Pocket-show com Partido Ácido e bate papo sobre proteção animal. Palco aberto para poemas, músicas e intervenções artísticas. No Ferradura Bar, à rua Professor Gieg, 15, em São Bernardo do Campo

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – das 17h até 0h … 5° Ervilha da fantasia … Com as bandas Os Videntes Profanos, Capitão Bourbon, Porno Massacre e Nicolas não tem banda. Entrada franca. No Rock And Blues Bar, na av. Marari, 466, em Cidade Ademar

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 17h30 … Sarau Encontro de Utopias … Com palco aberto e convidados: Banda Vila Morena, Tião de Sá e Alex Rodriguez. No CCSP

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 19h … Sarau dos Conversadores: Encontro Brasil-Itália … Eu e a tchurma do Sarau da Maria estaremos lá. No Centro Cultural Galeria Olido, à av. São João, 473 (ver matéria no alto)

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 19h … Banda Santo Veneno se apresenta no Madiba Urban Bar, à avenida Vila Ema, 5090

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 20h … Banda Le Champz toca rock, pop, reggae e mpb no Carauari Bar e Mercearia, na praça Carauari, na Vila Maria

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 20h30 … Tributo a Amy Winehouse, com a cantora Isadora, no Galpão Busca Vida. Estrada da Serrinha, km 3, em Bragança Paulista

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 20h30 … Sebah de Assis & Sandro Premmero … Dupla de talentosos músicos do coletivo O Som do Bando, da ZL, se apresenta no Manjericanto. Participação de Beto Mineiro. Rua Voluntários da Pátria, 3558

… … …

SÁBADO – 17 de novembro – 21h … Kátia Castro, cantora e violonista baiana, apresenta mpb acompanhada pelo violonista Rafael Rodrigues, com participação de Leone da Gaita. No Bar do Frango – espaço cultural, à av. São Lucas, 470, na ZL

… … …

DOMINGO, SEGUNDA E TERÇA – 18, 19 e 20 de novembro … Feira Preta 2018 … Mais uma edição do megafestival de cultura negra, com três dias de shows, discotecagens, debates, aulas e atrações variadas em diversos pontos da cidade. Aqui a programação completa

… … …

DOMINGO – 18 de novembro – 10h … Inauguração do Espaço Afro Perifa … Evento valoriza identidade e resistência das culturas afro-brasileiras com workshop de moda, fotografia, customizações, maquiagem, tranças e turbantes, sorteios e premiações. Entrada R$5 a R$20. Na avenida Pavão, 196, em Perus

… … …

DOMINGO – 18 de novembro – das 12h às 18h … III Negralizando Vila Guilherme … Evento homenageia Zumbi, Dandara e todos os guerreiros que lutaram pela liberdade e escreveram a história do povo negro. Com dança, roda de conversa, feijoada, exposições e espaços para crianças (clique no cartaz). No Casarão da Vila Guilherme, à praça Oscar da Silva, 110

Primeira Semana de Moda em Perus >>> No domingo (dia 18), às 17h, com desfile promovido por Willian André, designer, produtor cultural e idealizador do Coletivo Afronte Empodere-se. Na Biblioteca Padre José de Anchieta, à rua Antônio Maia, 651, em Perus. Também na terça-feira, dia 20, às 15h

… … …

DOMINGO – 18 de novembro – das 15h às 20h … MAP (Movimento Aliança da Praça) recebe MPA – 40 Anos … Com apresentação musical de Gildo Passos e Carrega Mundo e pocket-show de Árvore MC e Leolito. Com Daniel Lobo, Ana Flávia Parenti, Gabrielle Smith, Comptrem, Felipe Cnl, feiras (de artesanato e gastronomia) e microfone aberto. Na Praça do Forró, padre Aleixo Monteiro Mafra

… … …

DOMINGO – 18 de novembro – 18h … Passeios de Domingo no Bar do Frango… Toda tarde de domingo tem programação promovida pela Tom-K Produções no bar. Nesta edição, com a banda de jazz Dharma Samu, formada por Fábio Batista (bateria), Bruno Rocha (baixo), Pedro Rocha (sax) e o fundador Dharma Samu (sax). Além do show, sorteio de 5 cds da banda. Entrada R$10. Na av. São Lucas, 479

… … …

DOMINGO – 18 de novembro – 20h … Sarau dos Conversadores: Encontro Brasil-Itália … No Centro Cultural de Santo Amaro, à av. João Dias, 822 (ver matéria no alto)

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 19 de novembro – 20h … Banda VaM VI, Fernandes, Marcelo Moreira e A Casa … No Grão Espresso, à rua Voluntários da Pátria, 3558, em Santana

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 19 de novembro – 20h30 … Trio Amaralina – Forrózim Bão Demais … Com a cantora Ana Flor de Carvalho, o zabumbeira Yuri Coin e a sanfoneira Paola Gibram. No Malelu, à rua Iquiririm, 452

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 19 de novembro – 21h … Marcelo Barum e Sérgio Turcão, no Bar do Frango, à avenida São Lucas, 479

… … …

TERÇA-FEIRA – 20 de novembro – das 13h às 23h … Carter Festival – Consciência Negra … Quarta edição do festival idealizado pelo produtor brasileiro Leo F. Carter. Com dj Zeme, NegaSan, dj Kiara Felippe, Max Griot, BNegão, Victor Cali, Senzala Hi-Tech, Jota.pê e Luciane Dom. No Centro Cultural Grajaú, à rua Professor Oscar Barreto Filho, 252

… … …

TERÇA-FEIRA – 20 de novembro -18h … Balada Literária … Show “Alice & Itamar” em homenagem a Alice Ruiz e Itamar Assumpção com participação dela ao lado de Alzira E, Anelis Assumpção, Ná Ozzetti, Estrela Ruiz Leminski e Orquídeas do Brasil. Abertura oficial com a mexicana Mica Ella Cimet. No Sesc Pinheiros, à rua Paes Leme, 195

… … …

TERÇA-FEIRA – 20 de novembro – 19h … Show: Grupo Orumalé … Show ‘Releitura de cânticos sagrados dos orixás’ aborda a musicalidade e a mitologia africana vivas nos cultos religiosos afro-brasileiros. O grupo Orumalé é formado por Ana Eliza Colomar (violoncelo, sax e flauta), Frederico Dale (violão) e Monica Santos (percussão). No Estúdio Mawaca, à rua Inácio Borba, 483. Ingressos a R$20

… … …

TERÇA-FEIRA – 20 de novembro – 19h … Sarau da Vergueiro … 19ª edição do sarau organizado por Vieira Pato, Carlos Buono e tchurma de músicos e amigos. Na rua Vergueiro, 883, em frente ao CCSP

… … …

TERÇA-FEIRA A DOMINGO – 20 a 25 de novembro – 20h … Semana da Consciência Negra – no RS … Na programação (clique no cartaz), shows de música, poesia e tributos a artistas negros. No London Pub & Bistrô, à rua José do Patrocínio, 964, em Porto Alegre – RS

… … …

TERÇA-FEIRA – 20 de novembro -20h30 … Balada Literária … Sarau Poesia com apresentação de Berimba de Jesus e Victor Rodrigues (com microfone aberto). Especial “Freeta Jazz” com Bocato e Sampa Midnight Band e a participação do guitarrista Jean Trade (Isca de Polícia), dos cantores Lino Krizz e Marcela Biassi e do poeta Nelson Maca. No encerramento, show com Vinicius Chagas Quarteto. Na Confraria Nossa Casa, à rua Mourato Coelho, 1032

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro -15h … Balada Literária – Oficina Literária “Fala, Poesia” (entrada franca) … Os poetas Luiza Romão e Nelson Maca realizam sarau com poesias feitas durante a oficina, com temas e questões provocadas por eles. Dos dias 21 a 24 , das 15h às 18h (com inscrições prévias), no Sesc Pinheiros, à rua Paes Leme, 195

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro – 19h … Josyara no Sesc Carmo … Cantora, compositora e violonista baiana apresenta as músicas de seu cd ‘Mansa Fúria’, como ‘Engenho da Dor’ (no vídeo). No Sesc, à rua do Carmo, 147. Ingressos de R$6 a R$20

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro – 19h30 … Projeto “Lá na Laje: clube do livro sem livro” recebe as escritoras Aline Bei e Giovana Madalosso para conversa sobre o tema “Solidão Cinematográfica”: como a solidão se torna matéria prima para contos e romances. Mediação da jornalista Jéssica Balbino. No Sesc Pompeia, à rua Clélia, 93

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro – 20h … Samba de Terraço – com Élio Camalle… O supertalentoso cantor e compositor brasileiro radicado na França inicia a temporada do espetáculo ‘Samba D’Accord’, com releitura de clássicos e canções autorais engajadas, acompanhado por um time de músicos da pesada. No Terraço 775, à rua Domingos de Morais, 775, na Vila Mariana

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro -20h … Balada Literária – Na Casa de Francisca … Mesa com conversa literomusical comandada por Marcelino Freire, curador do evento. Com Alice Ruiz, Alzira E e Anelis Assumpção. Depois, pocket-show do cantor e ator pernambucano Almério. Participação da cantora e mulher trans Valéria. Na abertura oficial, a argentina Eva Uviedo. Na rua Quintino Bocaiúva, 22

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro – 20h … Mostra de processos do Núcleo de Dramaturgia da Escola Livre de Teatro. Serão apresentadas cenas curtas de projetos individuais dos aprendizes, que criaram dramaturgias a partir do tema “Insurgências”. Após as apresentações, os dramaturgos conversam com o público. Também no dias 28 de novembro. No Sesc Ipiranga, à rua Bom Pastor, 822

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro – 21h … Rhaissa Bittar e Demetrius Lulo … Show da cantora e atriz que lança single e clipe da canção de Siba “Toda vez que eu dou um passo o mundo sai do lugar”. Acompanhada por Lulo (que faz show de abertura com as canções de seu disco autoral ‘Móbile de Estrelas’). No JazzB, à rua General Jardim, 43. Ingressos a R$20 e R$30

… … …

QUARTA-FEIRA – 21 de novembro – 21h … Gringa Music apresenta ‘La Caravana Orquestra’ … Formada por instrumentistas do Chile, Peru, Colômbia, Cuba, Inglaterra e Brasil, a orquestra dedica-se ao repertório latino-americano. Ingressos R$10. No Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. E toda quinta-feira tem um post novo. 

… … …