No fechamento deste post leio sobre a morte de Jô Soares. Vários artistas que cito neste blog passaram pelo seu programa de entrevistas. Além dos maiores nomes da nossa cultura, Jô também abriu espaço para divulgar músicos, escritores e performers da cena alternativa. Como humorista, lembro dele na ‘Família Trapo’, no ‘Faça Humor Não Faça a Guerra’, no ‘Planeta dos Homens’. Eu, criança, adorava os personagens Lelé e Da Cuca, no quadro que ele dividia com Renato Corte Real. Como apresentador, desfilou sua bagagem cultural adicionando o charme de sua inteligência ao já consagrado talento de comediante. Em seus programas, sempre combateu os truculentos e autoritários, se alinhando aos democratas e humanistas. Palmas pro Gordo.

>>> Nesta semana perdemos outro grande artista, o pernambucano Miró da Muribeca. Mais abaixo, leia matéria sobre ele

.

Essa coluna admira artistas como Jô Soares e Miró da Muribeca. E procura se alinhar com eles. Aqui, se trata de cultura e resistência, de arte e conscientização. De criar para todos, para melhorar a vida comum. Aqui se ouvem as muitas vozes e sotaques da diversidade de movimentos da cidade. Aqui reverbera a vibe de amor que supera o mal, os maus e seus etc & caos. Esse blog é um grande salão repleto de saraus, luaus e o escambau convivendo maravilindos nesse e nos próximos findi, para que tudo não finde. Para que todo o bem multiplique-se. Por amor, explique-se, é que a gente existe, resiste e insiste. Leia e certifique-se. Fique aqui e festifique-se. Curte aí: curtecircuite-se.

.

.

.

MARCOS MUNRIMBAU CANTA MONSTROS SAGRADOS DA MPB >>> Cantor e compositor faz show nesta sexta-feira, dia 5 de agosto, às 20h30, no Teatro West Plaza, à av. Antártica, 408, 3º Piso do Shopping. No repertório, Rita, Gil, Cartola, Milton, Marisa, Caymmi, Tom Jobim e outros grandes mestres da MPB. Marcos Munrimbau canta acompanhado por Brau Mendonça (violão base e solo), Lenynha Oliveira (percussão e efeitos) e Luciana Rosa (violoncelo). Garanta seu ingresso.

>>> Visite a página do artista no YouTube. Em 2019, após assistir ao show ‘Aquarela de Batons’, de Marcos Munrimbau, escrevi:

.

Que showzaço competente o cantor e compositor Marcos Munrimbau apresentou ao bom público presente no Casarão da Vila Guilherme. Acompanhado pelas instrumentistas Anete Ruiz (teclado), Luciana Rosa (violoncelo) e Paula Padovani (bateria), o artista apresentou 14 canções autorais dedicadas ao amor e às mulheres no espetáculo ‘Aquarela de Batons’ (a bailarina Elis Pessotti fez graciosa performance em uma música). É óbvio dizer que Marcos é um ótimo cantor e que seu timbre e sua figura lembram Milton Nascimento. Ou que o formato de algumas de suas canções me remeteram à Chico & Edu (o que é um baita elogio, hein?). Porém, o mais importante é ressaltar que, mesmo com essas semelhanças, transborda muita verdade e encantamento em cada acorde de suas músicas e nas entonações emocionadas de suas interpretações. E é preciso também elogiar os movimentos do artista pelo palco: sua presença esbanja carisma e mantém o público atento até o fim de um show em que não faz uso de nenhum cover ou canção já conhecida (coisa rara!). Quem viu, viu: foi um showzão de verdade, na periferia da cidade, altamente profissional e muito bom de se curtir. Ainda teve a projeção do romântico videoclipe ‘Quando você se Aproxima‘, para aquecer os corações naquela noite tão fria.

.

.

… … …

OUTROS DESTAQUES 

… … …

Domingo – 7 de agosto – das 15h às 21h … ‘Boteco das Pretas’ evento mensal promovido pelas ‘Pretas Bás’ agora tem parceria do Yèmba Coletivo. Com música, teatro, dança, performances e expositores no Espaço Cultural Adebankê, à rua Durandé, 175, perto do metrô Arthur Alvim

Sábado – 6 de agosto – 20h … Cantor e compositor Dinho Oliveira faz o show ‘De Canto em Canto’, com participação de Zulu de Arrebatá. Na CTI Teatro Baile, à rua Oti, 212, perto da estação Patriarca – Vila Ré do metrô

Sábado – 6 de agosto – 18h … Lançamento presencial de três livros da Coleção III do Mulherio das Letras, pela Editora Venas Abiertas, com bate-papo entre as autoras: Dirce Carneiro – poesia, Giselle Fiorini Bohn – miniconto e Paula Valéria Andrade – poesia. Na Livraria Ponta de Lança, à rua Aureliano Coutinho, 26, em Santa Cecília. Com transmissão pelo Instagram da livraria

Sexta a domingo – 5 a 7 de agosto – às 20h (sex e sab) e às 18h (dom) … ‘Na Beirada’ mescla música, vídeo e teatro, em trabalho de resistência a essa ‘conjuntura social, política e econômica que violenta nossa subjetividade’. Direção de Cristiane Paoli Quito, com Patrícia Gifford, Jonathan Silva, Lincoln Antônio e Pedro Felício. Na Sala Multiuso do Teatro Arthur Azevedo, à av. Paes de Barros, 955, na Mooca

.

O RELÓGIO DO JUÍZO FINAL >>> Como parte da ‘Campanha Mil Aldeias’, de apoio a ações em defesa do meio ambiente em todo o território nacional nos próximos dois anos, foi apresentado o videoclipe da canção ‘O Relógio do Juízo Final‘, de Carlos Rennó, Makely Ka e Rodrigo Quintela, interpretada por mais de 20 músicos brasileiros e com imagens de fotógrafos brasileiros, ativistas da causa ambiental. A letra é baseada na obra de Ailton Krenak, ‘Ideias para Adiar o Fim do Mundo’. Saiba mais

Sábado – 6 de agosto – 20h30 … Espaço Cultural Bar do Frango apresenta sarau com a tchurma da Aldeia Satélite: música, poesia, lançamento de livros e performances com os convidados Ivan Neris, Darkney, Mariana Pitta, Rafaela Terriaga, Escobar Franelas, Sacha Arcanjo, Carol Bertelli, Ravi Landim e Lethicia Sóares, entre outros. Na av. São Lucas, 479

Sexta – 5 de agosto – a partir das 22h … Projeto Caetanagem traz músicas dos discos ‘Caetano Veloso’, de 1968, ‘Transa’, de 1972 e ‘Qualquer coisa’, de 1975, entre outras do genial artista baiano. Com Bruno Del Rey (voz e violão), Leo Mattos (bateria, percussão e vocais), Kaneo Ramos (guitarra) e Augusto Passos (baixo). No Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269

>>> Evento faz parte de uma série de apresentações organizadas pelo militante cultural Netto Duarte, que atua há cerca de seis anos com coletivos e artistas populares, da periferia, da cena independente

EDUCADA PELOS YANOMAMI >>> Livro de poemas de Loretta Emiri, pela Wei Editora, tem 21 fotografias em preto e branco, tiradas por ela, e foto de capa de autoria do etnólogo Bruce Albert. A escritora e indigenista Loretta Emiri nasceu na Itália e em 1977 mudou-se para Roraima, no extremo norte do Brasil. Durante mais de quatro anos conviveu com os índios yanomami das regiões do Catrimani, Ajarani e Demini. Especializada em Legislação da Educação Escolar Indígena, organizou e assessorou encontros e cursos de formação para professores indígenas de várias etnias. Naturalizada brasileira, é autora do ‘Dicionário Yãnomamè-Português’, do livro etno-fotográfico ‘Yanomami para brasileiro ver’ e dos poemas reunidos em ‘Mulher entre três culturas’. Aqui, um desses poemas:

DE COR
(Loretta Emiri)
.
“Como está a Loretta?”
perguntou o amigo italiano.
“Como uma índia”
respondeu o outro.
.
Os mais chegados,
os que gostam dos Yanomami,
exprimem seus sentimentos
pedindo para serem pintados:
em verdadeiros ritos,
rostos vermelhos,
linhas pretas sinuosas
e pontos.
.
A minha não é pintura epidérmica,
superficial:
eu deixei entrar o sol
para mudar de cor.

Sábado – 6 de agosto – a partir das 18h … 50a edição do Festival ‘A Idade da Terra em Transe’, promovido pelo coletivo Jardim Psicodélico, tem shows das bandas Alcoóliques, Os Destemidos, O Grande Ogro e Bonniefighters, além da discotecagem de Edu Osmedio e Marcellus Franciscus. No Videoclube Charada, à rua José Antônio Fontes, 62, perto da estação Tolstoi do monotrilho

.

.

PODCAST >>> Gilberto Petruche, da Charada, e Eduardo Osmédio, do Jardim Psicodélico e da banda Os Haxixins, participam da entrevista que inaugura o podcast ‘Burlesco e Cabuloso‘, apresentado por Thiago Padoan

Sábado – 6 de agosto – 16h … Sarau A Plenos Pulmões, com curadoria e apresentação de Paulo D’Auria. Além do palco aberto para quem se inscrever, participação dos poetas da Editora Borboleta Azul. Na Casa das Rosas, à av. Paulista, 37

.

.

… … …

COMO FOI

… … …

COMO FOI 1 >>> Na sexta-feira passada fui ao Teatro Olido assistir à terceira peça da trilogia encenada pela Cia Nova de Teatro com textos de Richard Foreman. ‘Prostitutas Fora de Moda’ teve direção e iluminação de Lenerson Polonini, tradução de Fábio Fonseca, trilha sonora de Wilson Sukorski e atuação de Fábio Mraz, Carina Casuscelli, Joelle Malta e Rafael Schmitt. Ela se junta a ‘Os Deuses Estão Marretando a Minha Cabeça’ e ‘Bad Boy Nietzsche’: nas três, os textos, mesmo surrealistas, são pontuados por referências aos movimentos culturais e às questões centrais da contemporaneidade. As montagens apresentam unidade tanto na direção e no ótimo desempenho dos atores, quanto nas resoluções sonoras e cenográficas. Além da qualidade técnica geral, eu me diverti assistindo e me deixando levar pelo jogo de confusões mentais criadas pelo dramaturgo.
.
COMO FOI 2 >>> No sábado assisti aos shows de Tom Sapiranga e Hélio Braz, dentro da programação “II Ré[CEBA] – Mostra de Arte e Cultura da Vila Ré – Parte 2” promovida pela Cia Teatro da Investigação, coletivo cultural e grupo teatral que ocupa e produz diversas atividades em sua bela sede da rua Oti, 212. Foi uma noite prazerosa: os dois artistas são nordestinos e têm em comum uma vibrante pulsação rítmica em suas interpretações, além de letras poéticas e belas melodias. Pelo adiantado da hora, não pude ficar pra ver a peça de teatro da Cia Casa Preta, mas parabenizo a Mostra que, durante dois fins de semana, abriu espaço para músicos, poetas, atores, bailarinos e performers.
Clique: no Facebook, postei um link de Tom e um de Hélio.
.
COMO FOI 3 >>> No domingo à tarde fui ao Sesi e curti de montão o show do trio Freud à Deriva, composto pelos talentosos músicos Zé Terra, Rene de França e Marcelo Mazzucatto. Eles se apresentaram no projeto Café com Música, interpretando repertório de Sá, Rodrix e Guarabyra, Zé Ramalho e Belchior. Saiba mais e ouça os cds dessa ótima banda acessando este canal
Clique: no Facebook, um link do show
.
COMO FOI 4 >>> Saindo da Paulista, peguei o metrô pra ZL e fui dar um abraço em dois amigos que aniversariavam: o cantor e músico Marcos Munrimbau, que faz show nesta sexta-feira (veja matéria acima) e seu pai, o escritor Oswaldo Camargo, ativista das causas antirracistas que fundou, em 1978, o Grupo QuilombHoje. Foi uma linda festa interracial, como deve ser a vida. E será. Parabéns a esses dois artistas, guerreiros da paz.
Clique: no Facebook, postei um link do discurso na hora do parabéns.

.

MIRÓ DA MURIBECA >>> Na semana passada morreu o poeta pernambucano Miró da Muribeca. Nascido em Recife, em 1960, João Flávio Cordeiro da Silva, o Miró, estreou na poesia com ‘Quem descobriu o azul anil’, em 1985, numa publicação do autor. No mesmo formato publicou ‘Ilusão de ética’ (1995), ‘Para não dizer que não falei de flúor’ (2004), ‘DizCrição’ (2012), ‘aDeus’ (2015), ‘Meu filho só escreve besteira’ (2017) e o seu mais recente trabalho, ‘O céu é no sexto andar’ (2021). Ao todo, foram mais de uma dezena de títulos e parte dos seus poemas foi reunida na antologia ‘Miró até agora’ publicada pela Cepe Editora.
.

.

O documentário ‘Miró: Preto, Pobre, Poeta e Periférico‘, de Wilson Freire, mostra a trajetória do poeta recifense, João Flávio Cordeiro, conhecido como Miró. Através de intervenções poéticas com o próprio autor, em diversos pontos do Recife (desde o centro histórico até as mais novas favelas onde foram captadas as imagens do cotidiano relacionadas com seus poemas), o filme mostra depoimentos de artistas plásticos, escritores, pesquisadores, entre outros, e o forte conteúdo social da obra do poeta Miró: uma forma de documentar o hoje da cidade, sua geografia e suas pessoas, o modo de viver e o modelo de vida.
Aqui, um de seus poemas:
.
CARLA
(Miró da Muribeca)
.
Conheci Carla catando lata
Seus olhos brilhavam como alumínio ao sol
São Paulo ardia num calor de quase
quarenta graus
Pisou na lata como pisam os policiais
Nos internos da Febem
Jogou no saco
Com a precisão que os internos jogam
monitores dos telhados
E rápido foi embora
Tal qual seqüestro relâmpago
Deixando a lembrança
De um tempo que não havia seqüestros,
Febem
Nem tanta polícia
Muito menos catadores de lata
Os olhos de Carla
Nem desse poema precisavam.

.
.
… … …

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA

… … …

Sexta – 5 de agosto – a partir das 20h … Rafael Cirilo e Giusepe fazem um som no ‘Sala Privada’, na Charada, à rua José Antônio Fontes, 62, perto da estação Vila Tolstói, do monotrilho

Sábado – 6 de agosto – 19h … EntreLatinos, projeto musical de resgate do canto popular latino-americano, participa da ‘I La Fiesta Latinoamericana y Caribeña’. Na rua Flor do Campo, 310, em Poá

.

ZOOM ZOOM ZOOM… É POESIA! >>> Programa do multiartista Claudio Laureatti é uma vitrine de poetas e suas tendências, convidando também artistas de circo, contadores de histórias, músicos e atores. Inscreva-se no canal. Na mais recente edição, Laureatti troca versos com o escritor e produtor cultural Alessandro Buzo, do sarau Suburbano Convicto

TEATRO REVIRADO >>> Começa neste domingo, dia 7, e vai até 15 de agosto, o IV Festival Nacional de Teatro Revirado, promovido pelo grupo Cirquinho do Revirado, no sul de Santa Catarina. O poeta Paulo Nunes, do Instituto Juca de Cultura, participa dos eventos. Neste ano o festival terá apresentação de 12 peças brasileiras e argentinas em 6 cidades

PASOLINI >>> No centenário do artista, ‘O Cinema Segundo Pasolini’ exibe, entre os dias 5 e 9 de agosto, 7 obras restauradas do cineasta italiano, além de promover a estreia nacional do documentário ‘O Jovem Corsário’, de Emílio Marrese, que aborda a trajetória artística e pessoal de Pasolini. Entrada franca, na av. Afonso Pena, 1.537, no centro de Belo Horizonte

>>> Quarta – 10 de agosto – 19h … Encerrando o evento, bate-papo sobre a vida e a obra do icônico cineasta Pasolini com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da Casa Fiat de Cultura. Inscreva-se

WIL DELARTE >>> Artista lança o primeiro episódio do projeto autoral ‘Arrebol do Novo Mundo’, série de audiobooks via Spotify. Até o final do ano, a cada quinze dias, um episódio inédito. No primeiro, ‘Laroyê!

Domingo – 7 de agosto – das 13h às 17h … ‘Samba no Parque’ acontece no primeiro domingo do mês no Parque Max Feffer, em Suzano.
>>> Antes, a partir das 11h, já tem a Feira Afro, no Pavilhão Zumbi dos Palmares

Sábado – 6 de agosto – a partir das 23h … Graziela Medori canta no ‘Baile Lança Perfume’, em homenagem a Rita Lee. Com Os Brazucálias, no Kingston Club.

>>> Também nos dias 13 de agosto, às 22h, no Jazz Factory Bar e no dia 19 de agosto, às 21h, no Whiplash Bar

Sábado – 6 de agosto – 20h … Sarau da Brasa recebe Celinha Reis para o lançamento do livro ‘Significância’, editado pela Me Parió.

Sábado – 6 de agosto – 17h … Cantora e compositora Marcia Mah apresenta repertório autoral acompanhada pelos músicos Luiz Antonio Rodrigues (violoncelo e bandolim) e Zé Marcos (violão). No anfiteatro do Parque das Águas, em Sorocaba

Sexta – 5 de agosto – 21h … Lia Cordoni e Jairo Cechin fazem sua live mensal. No repertório, canções autorais e pérolas da mpb, como ‘Corsário’, de Bosco e Blanc, ‘Punk da Periferia’, de Gil e ‘Salve o Verde’, de Benjor. Transmissão pelo Facebook Lia Cordoni Oficial. Contribuição voluntária via pix

ÀS TERÇAS >>> A web-HQ ‘Diário de bordo’ estréia dia 9, terça, no Instagram do Sesc Pompeia. Produzida pelo artista visual e cartunista Antonio Junião, a história em quadrinhos online faz parte do projeto ‘Quadro a Quadro’, que vai ao ar uma vez por semana, durante quatro terças-feiras

Sábados – 6 e 13 de agosto – 14h … ‘Contos de Assombração’, com a atriz e cantora Janaina Sant’Ana e o músico Ricardo Barros apresentando histórias de fantasmas, mulas sem cabeça e diabinhos da garrafa. No Sesc Santo Amaro.

OFICINA >>> ‘Vozes do Tempo – Oficina do Rádio ao Podcast’, com Janaina Sant’Ana, apresenta ao público da terceira idade os recursos técnicos ligados à linguagem radiofônica e à produção de podcasts como roteiro, expressividade vocal, sonoplastia e edição. De 15 a 31 de agosto, às segundas e quartas, das 14h às 17h

Quinta – 11 de agosto … Cantor e compositor John Mueller lança o single ‘Por Um Mundo Bem Melhor’, canção em parceria com Gregory Hartel. Faça o pré-save e acompanhe a estreia

ANOTA AÍ >>> No dia 25 de agosto, John Mueller faz o show ‘Entrelinhas’ no Teatro do Sesc 24 de Maio

MADAN LIVES >>> Durante quatro meses, semanalmente, July SK, filha de Madan, talentoso músico falecido em 2014, realizou 16 lives com 40 convidados (na foto, alguns participantes), entre amigos, parceiros e especialistas da área musical, num precioso trabalho de divulgação da obra de seu pai, além de coletar mais informações sobre suas andanças ao longo da carreira. Agora as lives serão no formato podcast. Saiba mais no Instagram. E se inscreva no novo canal de Madan no YouTube

Sexta – 5 de agosto – às 16h e às 19h … Anacã Cia de Dança comemora 10 anos de atividades com duas sessões de apresentações em sua sede, à av. Brasil, 649

NOTAS DE ESCURECIMENTO – Negras Trilhas Literárias >>> Curso com o escritor Plinio Camillo na Fábrica de Cultura Itaim Paulista. Acontece ainda nos dias 5, 9, 10, 11 e 12 de agosto, sempre das 19h às 21h. Inscreva-se

DOMINGOS – 19h30 >>> ‘Porca Miséria’, comédia de Jandira Martini e Marcos Caruso, está em cartaz nos domingos de agosto no Teatro West Plaza Shopping, à av. Antártica, 408. No elenco, Angélica Arnaut, André Gonçalves, Emilia Ribeiro, Jaime Arruda, JV Fiori, Zé Buda, Nill Gomes, Manolo Basto, Wania Bastos e Marlene Araujo. Direção de Roberto Melo

Sexta – 5 de agosto – 20h30 … Espetáculo ‘Nzinga’ aborda temas como ética comunitária, relações de irmandade, lógicas de poder e táticas anticoloniais. Com os atores Aysha Nascimento e Flávio Rodrigues. No Sesc Pompeia, à rua Clélia, 93. Ingressos aqui

.

.

… … …

SEÇÃO ‘TODA SEXTA,
UMA NOVA CANÇÃO’

… … …

Após doze edições semanais consecutivas, a seção criada para tirar o pó das minhas composições engavetadas gerou material suficiente para o lançamento de um disco. Como nunca tinha lançado nenhum, batizei esse conjunto de canções de ‘Um Dia Feliz – Meu Primeiro LP’. Sim, é um álbum fake. Como o meu sonho de menino era lançar um LP, então, brinquei de lançar um, artesanal, vendas diretamente com o autor. Não tem no Spotify. Edição numerada e limitadíssima (quantitativa e qualitativamente, dizem as más línguas). Ei-lo:

.

UM DIA FELIZ – Meu primeiro LP – Arnaldo Afonso >>> Ouça as 12 canções desse discão de vinil.

No lado A:
Um Dia FelizSó TeuVisita ÍntimaHey, Girl O Poema GráficoOh, John / Imagine

No lado B:
Tom Jobim No TelhadoE Se De RepenteCoisas do AmorDesvarioValsa DesamorosaSem Disfarce

.

‘BARBÁRIE MODERNA’, O SEGUNDO LP >>> Hoje posto a décima das 12 músicas do meu segundo LP. A faixa 1, que dá nome ao disco, chama-se ‘Barbárie Moderna‘. Depois vieram ‘Vila Maria & Adjacências de Mim‘, sobre meu bairro, as quase românticas ‘Talvez‘ e ‘Coração Jazz‘, a enigmática ‘Estrelas Passam Tão Longe’ e a minha ‘parceria’ com Kafka, ‘Bichos Urbanos‘. Nas semanas seguintes apresentei a toada com sotaque interiorano, ‘Cegueira de Amar‘, a balada pop ‘Nem Vem!, que conta uma longa história de amor e perdição, e ‘A Pedra Tupi‘, cuja letra se vale da mais conhecida figura folclórica nacional, o Saci, para lutar em defesa da Amazônia e dos povos da floresta.

Nesta edição trago ‘O Bilhete‘, sobre uma mulher que escreve e rasga um bilhete de despedida pela décima vez. Optei por outra gravação, mas, inicialmente, cantei em falsete o trecho da letra com o texto do bilhete e, devo admitir, fiquei bastante emocionado ao encampar a sinceridade e a dor contidas naquele sentimento da personagem. Uma mulher tem, mesmo, mil corações.

Nem machista nem feminista, a letra sutilmente sugere as dúvidas de alguém num momento instável da relação amorosa. E esse alguém é uma mulher, que protela a decisão pessoal de ir embora porque, antes de levar em conta apenas as suas vontades, considera o todo, o que foi construído, o mundo que criou de dentro de si e colocou pra girar ao seu redor. Penso que mulheres são sóis.

.

.

O BILHETE
(Arnaldo Afonso)
.
Como ser só um
quem é multidões?
Uma mulher tem mil corações
.
Desce em silêncio os degraus da escada
Olha o relógio: a hora é chegada
A porta aberta, o quintal
.
Ele ainda dorme. O bilhete na sala
As fotos guardam alegrias passadas
A última olhada. O final
.
“A vida é mesmo assim.
O amor chegou ao fim
e eu não podia mais continuar aqui
.
Aonde quer que eu vá
pra sempre vou levar
um pouco de você em mim”
.
Fecha em silêncio a porta da casa
Enxuga as lágrimas. Sobe a escada
Rasga o bilhete (pela décima vez)
.
.

… … …

MAIS SEIS SONS 

… … …

.

HÉLIO BRAZ >>> O cantor e compositor, administrador do Espaço Cultural Bossa Zen, é baiano de Santo Amaro da Purificação e mudou-se para SP em fins dos anos 70. Venceu o Festival da TV Bandeirantes com a música ‘Canto Corrido’, parceria com Jorge Portugal. Em 1984 lançou o compacto duplo ‘Na Marra’. Já gravou seis cds e se apresentou em diversas cidades do Brasil e Europa. Atuou (como músico) no Grupo do Teatro Oficina, de Zé Celso Martinez. Em 2011 lançou o cd infanto-juvenil ‘Lagarta Pintada’, com a arte-educadora Wanda Moreira. Lançou em 2017 o cd Parcerias Acoustic. Confira sua página no YouTube

.

ANDRÉ BEDURÊ >>> ‘Inquietudes Crônicas‘ é o primeiro cd de André Bedurê, talentoso músico que conheci há alguns anos em shows de Kleber Albuquerque, acompanhando-o ao violão, ao baixo, fazendo vocais e compondo em parceria. Agora o artista surge cantando em belo disco inteiramente autoral, com participações de Lô Borges, Zeca Baleiro, Adolar Marin e Ana Clara Fischer, cantando, e que traz parceiros como Evandro Camperon, Lúcia Santos, Rovilson Pascoal e seu irmão Roberto Sampaio, além dos nomes já citados.

.

ÁGUA NÃO É MERCADORIA, NÃO >>> A convite do músico e produtor cultural Zé Marcio Kaipira, participei do videoclipe ‘Água Não é Mercadoria, Não’, da ong Sarau das Águas, canção-manifesto em defesa do saneamento das águas da represa Billings e do Rio Pinheiros, na zona sul. Fiquei feliz de estar junto com eles nessa causa tão importante. É urgente discutir a questão do tratamento da água nas grandes cidades, assim como todas as questões ligadas à preservação ambiental. Estão sendo realizadas mais gravações com artistas de diversos estilos musicais (em breve, divulgo aqui a versão ‘arrasta-pé’). Eu estou nesse coral ao lado de Anabel Andrés e Zé Marcio, os autores da música, e mais Marcio Fellix, Samuel de Abreu, Mari Guerreiro, Marcus Maceió, Marcos Ferr e Nilson Costa. Leia a letra e veja as duas versões do vídeo: clipe 1 e clipe 2

>>> Acompanhe outras postagens do Sarau das Águas no YouTube e no Facebook

>>> De artistas ligados ao coletivo, ouça também o cd do Grupo Macaia, disponível nas plataformas digitais.

.

ELAINE FRERE >>> Cantora e compositora, também atua em outros setores artísticos, como circo e teatro. Escreveu, atuou, dirigiu, compôs trilhas sonoras e produziu espetáculos com parceiros como Hugo Possolo, Guga Stroeter e Vladimir Capela e foi coordenadora geral e gestora do Festival Internacional de Circo de São Paulo (FIC), entre 2018 e 2022. Publicou dois livros infantis de temática circense ‘Trilha das letras’ e ‘Napoleão’. A partir de 2019 passou a se dedicar à música autoral e lançou ‘Quando Adormeço’, single com participação de Kleber Albuquerque. Depois, veio o álbum ‘Quando os versos se uniram pra reclamar canção‘. Recentemente apresentou nas plataformas digitais ‘Alamedas‘, sua primeira parceria com o poeta e produtor musical Flavvio Alves

.

QUE CAIA O REI‘ >>> Canção da banda Anhangabahy é um funk-marchinha que expressa o desejo comum de novos e melhores tempos, com mais empatia e humanidade, ‘unindo as pontas do afetivo e do político: é ao mesmo tempo uma canção de amor e de rebeldia, um elogio ao espírito livre e esperançoso, um grito de otimismo’. O clipe, concebido, dirigido e editado pela vocalista Hévelin Gonçalves, colheu retratos em vídeo de quase trinta pessoas pelas ruas. A canção é de Rui Xavier e o arranjo de Wady Issa Fernandes.

.

APONTAMENTOS DE UMA NOITE DE PELEJA >>> Após se apresentarem no Primeiro Festival ECDE de Música, em 2021, o coletivo multiartístico ‘Os Ditos’ recebeu diversas mensagens de outros artistas participantes e de sua rede de amigos, estreitando laços e fortalecendo essas relações. No vídeo, eles nos mostram sua visão emocionada desses acontecimentos: são músicos, poetas, cantores, artistas. Resistências. Assim nasceu a ‘canção-manifesto’, ‘Apontamentos de uma noite de Peleja’, uma criação coletiva, feita a partir de fragmentos das mensagens recebidas. Além dos Ditos (Marc Florindo, Paulo Pepe e Rivaldo Giancotti), que tocaram, cantaram, declamaram, editaram e ilustraram o single-vídeo, participam com letras e vozes Plinio Delphino, Heliane Lima Lourenço, Tais Dantas, Carlos Nêgo, Paulo Pixu, Miriam Casas, Silvia Maria Ribeiro, Amaury ZG e Eduardo Proffa. Saiba mais sobre os projetos do coletivo
.
.
… … …

AGENDÃO

… … …

Em minha página no Facebook, a programação alternativa do agendão é diariamente atualizada. Confira lá…

CARTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA >>> Com tanta desigualdade, fome e desemprego, é ridículo o Brasil estar discutindo algo tão óbvio como a defesa da democracia. Mas, é preciso. Com esse atual (des)presidente e seus seguidores, só fazemos patinar no atraso. Por isso o documento ‘Carta em Defesa da Democracia’, manifesto criado na Faculdade de Direito da USP, se encaminha para a marca de um milhão de adesões em apenas uma semana. Assiná-lo é também defender a liberdade, o Estado Laico e o Estado Democrático de Direito contra o retrocesso político e as ideias retrógradas que a tchurma dos bolsonazistas querem continuar impondo à nação.

Aos saudosos da ditadura e da tortura, só vai restar o rigor da lei e a cadeia, que merecem, pelos crimes que já cometeram. Diz o texto da Carta: “A solução dos imensos desafios da sociedade brasileira passa necessariamente pelo respeito ao resultado das eleições”. Entendeu, seu Jair, ou quer que eu desenhe?

Este blogueiro e artista já assinou, claro. Clique aqui e assine também

.

DUDA JARDIM MUSICANDO >>> O músico, cantor, compositor e ator Duda Jardim também é produtor cultural. Organiza eventos, realiza shows e participa dos saraus da cidade. Visite seu canal no YouTube e confira a série de entrevistas com artistas da cena alternativa. A mais recente é com Arnaldo Afonso, este blogueiro e artista que vos digita. Valeu, Duda, obrigado pela oportunidade e parabéns por manter esse canal que dá voz aos criadores quem não têm espaço na grande mídia

>>> DUDA E JORGE MELLO >>> Confira o bate-papo do artista e produtor cultural Duda Jardim, em seu canal Musicando, com Jorge Mello, um dos principais parceiros de Belchior e membro fundador e participante ativo do grupo que ficou conhecido como ‘Pessoal do Ceará’ (este blogueiro participa da conversa). Aqui a primeira parte da entrevista. E a segunda

CARLOS MAHLUNGO >>> Cantor e compositor lançou ‘Faladores de Belezas’, seu sexto cd. Os outros cinco são ‘O Profeta’, ‘Canto Livre’, ‘Terra Mãe’, ‘Seres’ e ‘Mistérios’. O disco tem produção geral do saudoso Vidal França e participação de Betto Ponciano. Para adquiri-lo, mande zap para 11 98547-9503. Visite o canal de Mahlungo no YouTube.

JULI MANZI >>> Multiartista gaúcho radicado em São Paulo lançou a 3a edição do livro ‘A Odisseia: Jupiter Apple History, Conversas com Juli Manzi’, pela editora Psico BR Discos & Posters, agora com capa dura, novo layout para as páginas e fotos, novo prefácio e QR codes que acionam faixas do Spotify com o próprio Júpiter contando as histórias do livro. À venda no site da editora

>>> MAIS JULI MANZI >>> No início da pandemia, saiu o videoclipe de ‘Ela Gosta de Brincar com Meu Coração‘, parceria do poeta Daniel Perroni Ratto com o cantor e compositor Juli Manzi (ouça também seu sexto álbum, ‘Sambas, Pagodes & Uá-Uás’, com sambas autorais e guitarras com pedal wah-wah no lugar de cavaquinho)

INSTITUTO SARATH >>> Num belo e amplo casarão situado à rua Eça de Queiroz, 346, no Paraíso, se situa a sede do Instituto Sarath, administrado pela psicanalista Cassia Sarath. Lá acontecem sessões de terapia, oficinas, cursos, lançamento de livros, eventos e debates sobre feminismo, sustentabilidade e questões comportamentais e ambientais, além de saraus e shows artísticos. Vale a pena conhecer as diversas atividades desse importante espaço cultural que, além de tudo, é super bem decorado e muito agradável de se frequentar. Saiba mais
CHICO LOPES >>> Lavra Editora lançou ‘Coração disperso’, de Chico Lopes. Misto de ensaio, poema em prosa, crônicas e memórias, é o 17º publicado pelo autor, que ganhou o Prêmio Jabuti, em 2012, com o romance ‘Um estranho no corredor’. Adquira o livro no site

PARA BELCHIOR COM AMOR >>> Escritor e produtor cultural Ricardo Kelmer anuncia a terceira edição do livro de contos inspirados em músicas de Belchior, organizado por ele e Alan Mendonça. Parceria do selo Miragem com a Editora Radiadora. Contando agora com 23 autores cearenses – entre eles, Gero Camilo (Na hora do almoço) e Xico Sá (Todo sujo de batom) – a edição ampliada traz ilustrações de Carlus Campos, Marcos Oriá e Léo de Oliveira, uma crônica de Kelmer sobre a enigmática música ‘Ypê’ e uma carta de Vannick Belchior, filha caçula do poeta. Para adquirir o livro físico (R$30), mande mensagem por inbox. O livro eletrônico pode ser encontrado na Amazon (R$9,90)

MANUEL HERZOG >>> Editora Patuá lançou o romance ‘O conto Muçulmano’, volume 1 da trilogia ‘Memorial de Fescênia’. Adquira aqui

ÀS TERÇAS – 21h … A Fim de Poesia, live de bate-papo literário apresentada por Noélia Ribeiro. No Instagram – @noeliaribeiropoeta

BOM DIA POÉTICO >>> O poeta e ator Milton Luna divulga diariamente em grupos do zap o trabalho de poetas de todas as regiões brasileiras. Lá conheci os textos de ótimos escritores, que vou publicando por aqui também

SARAU NA COZINHA >>> Programa mensal ‘Sarau na Cozinha’, produzido pelo Coletivo Marginaliaria, apresenta o quarto da série de 24 episódios. Assista também aos anteriores, que ficam disponíveis no canal do Youtube

ÀS QUARTAS – 19h … Oficina de ‘Criação Musical’, com Jonnata Doll, no Centro Cultural Charada, à rua José Antonio Fontes, 62, na ZL

ÀS SEXTAS – 10h >>> Marco Vasques apresenta o programa JTT-CULTURA, dentro do JTT- A MANHÃ COM DIGNIDADE, do porta Desacato, sempre com três poetas convidados e aberto a participações. Ao vivo, nas mídias sociais do Portal Desacato

ITAÚ CULTURAL >>> Mostra Bispo do Rosário, até 2 de outubro. Na av. Paulista, 149

>>> Estão abertas as inscrições gratuitas para o passeio virtual pela exposição “Bispo do Rosário – eu vim: aparição, impregnação e impacto”. Vagas limitadas. Saiba mais

ÀS SEGUNDAS – das 14h às 16h >>> Loop B ministra a Oficina de Percussão na Sucata   durante as segundas-feiras de agosto. Transmissão em suas redes sociais

ANTÔNIO CUNHA >>> Na série Poesia em 3X4, o ator interpreta ‘Poema Barato‘, de Paula Valéria Andrade

SARAUS EM JACAREÍ >>> A Rede Graúna de Cultura Diversidade e Solidariedade, em Jacareí, que promove diversos eventos culturais, fica a uma hora de ônibus (Pássaro Marrom no Tietê) ou carro de São Paulo. Na rua Conselheiro Antonio Prado, 393. Saiba mais

SUPER-ZÉ >>> Está no Catarse a campanha de financiamento da hq Super-Zé, com 128 páginas coloridas. Criada pelo escritor José Roberto Torero, a hq é uma ‘sátira ao mundo dos super-heróis, mas, ao mesmo tempo, uma confissão de amor a esse gênero’. O argumento foi feito por Torero e Marcus Aurelius Pimenta, os desenhos são de Romi Carlos e André Bernardino, com colorização de Fabi Marques. Entre lá para contribuir e saber mais sobre as recompensas

VLADO LIMA >>> Poeta publicou o vídeo criado por seu filho Lucas para ‘Minha Síndrome de Gwynplaine‘, um dos poemas de seu próximo livro, ‘NOIA’, a ser lançado em breve pela Editora Patuá. Gwynplaine, personagem do filme ‘O Homem Que Ri’ (1928), baseado em romance de Victor Hugo, teria inspirado os autores da editora DC Comics a criarem o famoso personagem Coringa

>>> VLADO LIMA >>> O poeta e agitador cultural em breve fará o lançamento de seus quarto livro de poemas, NOIA, pela Patuá. Ele já publicou ‘Sabe de Nada, Inocente!‘, ‘Como Suportar Jabs no Baço e Encarar Nocautes‘ e ‘Pop Para-Choque‘, além de criar e apresentar o Sarau Sopa de Letrinhas, há duas décadas. Vlado, também cantor e compositor, é um dos fundadores do famoso Clube Caiubi

PAPO ROCK >>> Programa apresentado por Arnaldo Marques vai ao ar às sextas-feiras, às 20h, com reprise aos domingos, às 20h e às segundas-feiras, às 23h. Com transmissão pela web rádio CDR. Participe pelo zap

HORA 13 AGORA >>> Prof. Matias Vieira apresenta programa de entrevistas sobre temas sociais, políticos e culturais, transmitidos ao vivo pelo canal em sua página no Facebook. Fique ligado na programação

ACORDES URBANOS – TERÇAS E QUINTAS >>> Programa passa a ser também às terças, às 16h. na Rádio e Tv Nuar. Com Quinho, Passarinho e Gregório entrevistando artistas alternativos. A edição das quintas, às 18h, continua valendo

ÀS TERÇAS – 20h >>> TV MCA – Moto, Cultura e Afins, programa apresentado por Adilson Aragão e Norberto Cassa, todas as terças-feiras com transmissão pelo YouTube

ÀS SEGUNDAS – 19h >>> Live do programa Geringonça promove interessantes debates semanais sobre questões contemporâneas: cultura, política e saúde. Fique ligado no canal para assistir e participar: Coletivo Resistência/CCD-LL no Youtube e no Facebook

ÚLTIMA SEXTA DO MÊS – a partir das 19h30 >>> Slam da Guilhermina. Batalha poética acontece na saída da estação Guilhermina-Esperança do metrô, na ‘pracinha’ da rua Astorga

ÀS SEGUNDAS – 13h … ‘Diversidade em Ciência’, programa de entrevistas apresentado por Ricardo Alexino Ferreira, é voltado para as ciências das diversidades e direitos humanos. Reprise às terças-feiras, às 2h da manhã e aos sábados, às 14h. Na rádio USP 93,7 MHz/SP ou na net

CCN NOTÍCIAS é um site voltado principalmente para a Zona Norte. O Coletivo de Comunicação Norte Notícias foi lançado em novembro de 2020. Entre lá, dê uma olhada geral e compartilhe. Divulgue mais essa iniciativa em prol de um jornalismo progressista, antifascista e em defesa da democracia

ÀS SEGUNDAS – a partir das 19h >>> Sarau Segunda Negra tem convidados e palco aberto. No Espaço Cultural Libertário Fofão Rock’n Bar, na Estrada das Taipas – 3827

ÀS QUARTAS – 22h15 … Programa Toca do Autor na Rádio Brasil Atual, pelo 98,9 FM ou pela internet. Apresentação de Alexandre Tarica e Regina Cell

ÀS TERÇAS – 20h >>> Programa ‘Contraponto’ entrevista produtores, instrumentistas e compositores para compreender um pouco mais do mercado brasileiro da música. Com Serginho Sagitta, do programa Sons do Brasil, e Mateus Mello, do canal Tropicalismo Selvagem. Se inscreva no canal do YouTube 

ÀS TERÇAS – 19h30 … Tato Fischer promove o seminário ‘Como é que Você Compõe’, série de bate-papos com artistas. Evento privado – via Zoom.  Inscreva-se

POETAS PELA DEMOCRACIA >>> Fundado em Agosto de 2020, o coletivo ‘Poetas Pela Democracia’ reúne hoje uma centena de poetas, de várias partes do Brasil, e computa mais de 70 mil pessoas alcançadas, com mais de 20 mil engajamentos, leitores em todas as capitais brasileiras e ainda França, Portugal, Alemanha, Suíça, Filipinas, Estados Unidos, Bélgica, Moçambique, Índia e Nicarágua, entre outros. Visite sua página e saiba mais

DOUGLAS MALHARO >>> Cantor e compositor, agora radicado em SP, se apresenta em vários eventos na cidade – às quintas no Bar Brahma, às sextas no Cozinha Tupi e aos sábados no Bar do Parque. Saiba mais na página do artista no Facebook Veja o clipe da música ‘Amor Infinito‘ e também ‘Disseram‘, de seu cd ‘Os Maiores Sucessos… do Famoso Quem’, disponível nas plataformas digitais. Visite seu canal no YouTube

DEH OLIVEIRA E CALE NARMAN >>> Os dois talentosos músicos se apresentam em diversos bares pela ZN e adjacências. Acompanhe suas páginas no Facebook

BRANCA PRODUÇÕES >>> Produtora do violeiro Betto Ponciano surge ‘com o objetivo de trabalhar desde a produção, gravação, mixagem, masterização em estúdios de música até o lançamento e impulsionamento de trabalhos artísticos nas mídias sociais’. Eu mesmo já estou acertando de gravar na Branca o meu ep ‘Cinco Canções de Amor e uma Balada Desesperada’ (aguarde mais informações).

>>> No link, gravação realizada lá: um trecho de ‘Deixe o Sol Chegar até Mecê‘ e ‘Viola Avarandada’. Contatos in box

.

.

CASO MARIELLE: QUATRO ANOS DE VERGONHOSA IMPUNIDADE >>> No dia 14 de março de 2018 a vereadora Marielle Franco, aos 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e após voltar de um evento com jovens negras, foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Desde então, protestos contra o bárbaro crime se repetem em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas, coletivos dos saraus e defensores da democracia e dos direitos humanos defendemos. Quatro anos depois, este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos e mandantes. As balas que a mataram atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

.

.

Faz 4 anos que eu repito esse texto. E vou continuar repetindo enquanto o blog existir. É meu compromisso em defesa da democracia e da liberdade, ambas ameaçadas pela impunidade de assassinos e pela omissão das autoridades. Repito o texto que eu já sabia que ia repetir. Se temos dois suspeitos presos (a quem ninguém entrevistou, confrontou, nem perguntou os motivos) ainda falta saber quem mandou matar Marielle. Nós, brasileiros democratas, seguimos de braços dados com ela, esperando que a justiça seja feita. Os assassinos talvez tenham a proteção momentânea de organizações ou de eventuais autoridades fascistas. Que podem mirar nas nossas cabeças. E até nos matar, um a um (‘matar uns 30 mil’, como disse o atual presidente, sem ser punido nem ter sua candidatura impugnada). Só não poderão evitar que Marielle renasça mais forte, todos os dias, no corpo e na mente de cada menina guerreira da cidade do Rio de Janeiro. E nas periferias de todo o Brasil.

Marielle sempre estará presente.

.

.

… … …

MAIS DEZ LIVROS

… … …

Livro falado alado pesado prensado musicado. Livre leve levado achado perdido. Livro livre lindo relido. Livro é bicho vivo. Eis aqui mais uma lista de livros de autores do circuito alternativo. São apenas alguns registros, não necessariamente de lançamentos:

POEMAS RECIFENSES – Valmir Jordão >>> Livro do poeta pernambucano tem prefácio de José Eduardo Martins, ilustrações de Toni Braga e foto de Elimar Caranguejo. Custa R$25, pelo pix 81 98432 1963. Frete incluso (enviar o endereço por mensagem)

VERTIGENS >>> Livro de poemas em prosa, de Wilson Alves Bezerra, premiado com o Jabuti de 2016, está em oferta a R$10 na Amazon. Acesse

NÓS DA POESIA – VOL. VIII >>> Poetas de várias partes do Brasil participam da antologia internacional ‘Nós da Poesia – Vol. VIII’, organizada por Brenda Marques Pena. O projeto celebra a Semana de 22 e conta com 63 poetas de 14 países. Saiba mais

MARAH MENDS >>> Ativista cultural e escritora lançou ‘Sequestraram o governador’, pela Edições É da Hora. Saiba mais

CORAÇÃO PELUDO >>> Versão digital do livro de Plinio Camillo está em oferta. Investimento de R$10.  Adquira aqui 

PARTICÍPIO PRESENTE >>> Novo livro do poeta Elcio Fonseca foi lançado na semana passada em evento artístico e político promovido pelos coletivo Poetas Pela Democracia, que mobiliza artistas em defesa da cidadania e dos Direitos Humanos, ameaçados pela escalada fascista de Bolsonaro e seguidores. O livro, cuja venda será totalmente revertida para o Movimento Nacional de Luta em Defesa da População em Situação de Rua, traz toda uma discussão sobre poesia e participação política, através de poemas, textos e artigos, incluindo o histórico e o manifesto dos ‘Poetas Pela Democracia’, entre outras informações. Mande mensagem para adquirir o livro

CARLOS MOREIRA >>> Poeta e professor formado em letras pela UNIR (Universidade Federal de Rondônia). É autor dos livros ‘O evangelho segundo ninguém’, ‘Duas palavras’ e ‘Literatura e libertinagem’, todos editados pela EDUFRO de Porto Velho. Publicou ainda os livros de poesia ‘Cardume’ pela Editora Valer e ‘Corpo aberto’, pela Editora Patuá. Seu mais recente livro ‘Seol’, pode ser adquirido no site da Lavra Editora

‘TEMPO SEM CRUZ’ >>> Foi lançado o primeiro livro de poemas da jornalista e produtora cultural Flora Miguel, pela Editora Primata. Adquira aqui

ESCOBAR FRANELAS >>> Videomaker, poeta, romancista e ativista cultural, Escobar Franelas lançou o livro ‘hipjazzcoolbopfunksambabensoulblue‘, pela Editora Lavra. Para adquirir, acesse

ERAM OS POETAS ASTRONAUTAS? … Segundo livro do poeta, ator e produtor cultural Ivan Néris, do coletivo Aldeia Satélite. O autor costuma postar vídeos declamando seus textos no Facebook (acompanhe). À venda na lojinha virtual da editora Lavra (adquira aqui)

.

.

… … …

NALDO NEW’S

… … …

Arnaldo Afonso tem canções postadas em dois canais no YouTube (canal um e canal dois), além de vários registros de participações pelos saraus da cidade (é só pesquisar pelo seu nome). O blog também está no YouTube e tem projetos de transmissão de programas e lives. Este blogueiro, poeta e cantor, informa aos interessados que tem quatro espetáculos prontinhos da Silva para apresentações presenciais nas Casas de Cultura, Ceus, Bibliotecas e Sescs e que foram adaptados para o formato de lives durante a pandemia. São eles:

.

1 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Cartola >>> Além das Casas de Cultura, o espetáculo foi apresentado no Festival Satyrianas

.

2 – Rocks, Pops & uns Toques de Poesia >>> Arnaldo Afonso canta repertório autoral. Versão online de shows presenciais realizados no palco dos Parlapatões, no Bar do Frango, no Eclipse, no Centro Cultural Charada e na Tom-K Produções

.

3 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Caetano >>> A série ‘Lives Caetanas’ teve 6 edições (a primeira teve mais de 1.500 visualizações, mais de 700 comments e cerca de 150 compartilhamentos). Aqui uma delas

.

4 – Arnaldo Afonso Canta e Conta Belchior >>> Recentemente, apresentei presencialmente o show em espaços culturais como o Bar do Frango, o Parque Max Feffer, no niver de Suzano, o palco dos Parlapatões e o CarauariBar, além de já ter  realizado três lives interpretando as incríveis canções filosóficas e poéticas do bardo cearense. Veja a primeira e a segunda edição das ‘Lives do Bel-Prazer’.

.

EP >>> Além dos shows sobre a vida e a obra de Belchior, Cartola ou Caetano, e de me apresentar cantando repertório autoral, pretendo realizar ainda este ano a gravação do ep ‘Cinco Canções de Amor e uma Balada Desesperada‘. Aguarde.

.

Quem puder contribuir com as lives e várias outras atividades do artista, segue o PIX: arnaldo.aafonso@gmail.com

.

.

… … …

Fique ligado em minha página no Facebook, onde divulgo as lives e textos deste blog, além de outras inserções. E, anote: toda sexta-feira (às vezes, quinta) tem post novo. Até lá!

… … …

.