2019 começando e as ‘reflexions of my life’ ecoando on my mind mind mind… Sem querer (querendo) provocar ninguém, cada qual com sua miopia e zuzo bem. Mas você já tá caolho de saber que este blogueiro festeiro é da sinistra. Só que ‘o mundo anda tão complicado’, como cantarolou o Russo (não o Lenin, o Renato), que eu tô evitando ‘politicar’ nos meus textos. Nada a ver com ser apolítico, o que alguns conhecidos meus dizem que são (e servem a direita, sem o saber). Mas é que eu preferia falar de sarau, ou da estética caótica da nova ótica poética, ou da música silenciosa, só intuída, que antecede a vibração do som, ou… mas não dá, né?

Por exemplo: como ignorar a Reforma da Previdência ora em curso, que visa aumentar ainda mais nossos anos de trabalho e contribuição obrigatória, sob a alegação de que hoje as pessoas estão ‘vivendo mais’? (essa tirinha do Adão é genial!) Viver mais para trabalhar mais, essa é a lógica deles (só para ‘a nossa’ vida, claro). Lembro que, no começo dos anos 1990, se supunha que, com o avanço da ciência e das tecnologias utilizadas na produção de bens, o homem do futuro teria uma carga horária de trabalho cada vez menor. E seria mais feliz pois teria mais tempo para o amor e o lazer (ouça a canção do grande poeta Arnaldo Antunes, no vídeo abaixo). Como diria aquele humorista: ‘E eu acreditei!’

Velho artista sarauzeiro, este blogueiro palpiteiro mete o dedo no vespeiro e responde à pecha que o encaixa no tal ‘marxismo cultural‘. Você que me lê, pode até ser de direita, preferir teorias econômicas liberais (essas que a guinada direitista mundo afora apregoa no momento, por exemplo). Mas sabe bem que não há mais espaço para a defesa de um mundo caduco (aê, Drummond!), separatista e opressor, que já foi enterrado pelos ofendidos através de suas atitudes e posturas cotidianas. Ninguém mais leva desaforo pra casa nem aceita esse mundo patriarcal, machista, racista, separatista, homofóbico, dos privilegiados de outrora e de agora. E não me venham com censura outra vez. Por trás do papo furado de ‘marxismo cultural’ se esconde o anacronismo mais escravizante. Ouçamos Nina Simone (novamente e sempre): “Como você pode ser um artista e não refletir seu tempo?”

… … …

NOVO SECRETÁRIO >>> Após a turbulenta e desastrada passagem de André Sturm pela secretaria municipal da Cultura (onde confrontou e afrontou artistas e coletivos e de onde sai investigado pelo MP por improbidade administrativa), assume o cargo o empresário e produtor cultural Alê Youssef (conhecido pela casa de shows Studio SP e pelo bloco de carnaval Baixo Augusta). O novo secretário declarou no Instagram: “É hora de aproveitarmos a enorme vitalidade cultural da cidade – uma das capitais mundiais da economia criativa – para furar bolhas, construir pontes, abrir o diálogo, buscar inclusão e celebrar a diversidade: tudo em benefício das cidadãs e cidadãos desta cidade, que é nossa”. O secretário começou bem (e tem crédito por suas boas empreitadas culturais). O coletivo de artistas ligados à Frente Única da Cultura publicou que “torce para que o secretário indicado respeite e avalie as pautas há tempos encaminhadas: Implantação do Sistema e Plano municipal de cultura, 3% de orçamento pra cultura e metade disso pras periferias e implantação do Conselho Municipal de Cultura”. Este blog, defensor ferrenho da diversidade e da inclusão, só espera que as palavras de Youssef não sejam apenas ‘discurso bonito’. À cultura cabe valorizar o humano e resistir aos insetos e ratos que nos rodeiam.

Ê Ô Ê Ô… A CENSURA VOLTOU… Ê Ô Ê Ô… >>> O coletivo artístico ‘És Uma Maluca’ foi censurado pelas ‘otoridades’ do Rio (na foto, de Magalhães Jr, uma simulação da cena). Em 15 dias de janeiro o ‘novo Brasil’ já mostrou a que veio: sua cara velha e carcomida é a já conhecida face fascista que ressurge sob ares ‘legalistas’. A performance dos atores fazia alusão às torturas autorizadas (e ou comandadas) pelos generais durante a ditadura militar que durou de 1964 a 1985. Tinha os discursos policialescos e excludentes de Bolsonaro como assustadora trilha sonora. As ‘otoridades’ alegaram detalhes contratuais (ou seja, ‘legalismos’) e os artistas foram proibidos de representar a cena em que uma atriz nua tinha o corpo coberto por baratas ao som de palavras proferidas por um presidente que defende torturadores, exorta a violência e dissemina preconceitos. Não serei eu o cri-crítico de obras de arte. O que sei, é que artistas bons e ruins, de qualquer época, sempre lutarão por liberdade (por isso, incomodam). E os velhos insetos ditadores, de qualquer época, continuarão eternamente asquerosos (por isso, censuram). Qual Caetano moderno terá que cantar novamente ‘É Proibido Proibir’? Quantos compositores, operários, sociólogos, professores, serão censurados, perseguidos, exilados ou mortos dessa vez? Será que o senhor governador do Rio não sabe que os torturados eram postos nus em paus de araras? Que tinham seus corpos molhados e eletrificados por choques? Que lhes enfiavam objetos no ânus? Será que não sabe que mulheres eram postas nuas e tinham insetos e ratos colocados em suas vaginas? Será que não sabe que eram os militares quem autorizavam e comandavam essas bárbaras desumanidades? Os artistas estão no seu papel de criar e questionar. Estão alertando e acendendo luzinhas na memória da sociedade, comparando a ditadura com o momento atual, para que as ‘otoridades’ nunca se esqueçam dos crimes cometidos ’em nome da Pátria’. Antes de fazer flexão e bater continência a militares e policiais, o senhor Witzel e os senhor Jair deveriam lhes perguntar: como vocês podem, ainda hoje, defender aquelas atrocidades? como tiveram coragem de fazer aquilo? porque vocês continuam impunes até hoje? vocês não têm vergonha de assumir cargos públicos na mesma nação em que militares negaram às famílias de presos, torturados e mortos pelo regime o direito de ao menos receber o corpo do filho desaparecido para tocar seu rosto, abrir seus olhos cerrados e se despedir dele num último olhar, num gélido abraço? Vocês querem repetir nossa trágica e miserável história de censura e opressão? Que ‘novo Brasil’ vergonhoso é esse? Já são dez meses sem resposta sobre quem matou e quem mandou matar Marielle. Aí no seu Estado, governador Witzel. No Estado onde o senhor fez toda sua carreira política, senhor Jair. Comenta-se que foram milicianos, gangues de ex-policiais e ex-militares. Aqueles que os jornais (e os filmes) nos dizem que têm sempre um braço dentro das instituições legais. Os mesmos que, se continuarem impunes, seguirão matando (agora, sob a chancela dos novos governantes). Quem será o próximo? outro vereador? um juiz? um poeta? A impunidade incentiva. O atual governador era um dos que estavam naquela ‘brincadeira’ de rasgar a placa de rua com o nome de Marielle. Espero que ele se redima da patética cena. Não é atitude de um homem público decente. Que dirá de um ser humano que se preze.

ANACRONISMO CULTURAL >>> Não queria desperdiçar tantas teclas comentando essa ridícula e lamentável campanha que os ‘filósofos’ representantes dos setores mais atrasados do atraso mais emburrecido do pensamento (!) mais anacrônico empreendem através das redes sociais e que repercute nas grandes mídias, abastece ignorantes raivosos e interfere maleficamente sobre nossa vidinha besta de cidadãos comuns governados por políticos direitistas que se pautam por sua cartilha vingativa. Essa cartilha, de um ‘caminho (nada) suave’, apregoa vigorar em nosso país um maligno ‘marxismo cultural’ que precisa ser extirpado a todo custo por seus fanáticos seguidores. O que dizer a essa gente intransigentemente cega e surda? Que o big bang cultural ocidental foi nos anos 1960, não em 1917? Adianta dizer que os Beatles e Bob Dylan não eram comunistas? Que a pílula anticoncepcional não foi invenção de um esquerdista destruidor da família? Que Luther King (que faria 90 anos hoje – parabéns!) era um pacifista? Que os negros, mulheres, gays, operários ou qualquer pessoa que lute por seus direitos de cidadão não são necessariamente comunistas terroristas petistas vermelhos assassinos e perigosos? Sem alimentar nenhuma ilusão de ser compreendido, digo apenas o seguinte: senhores, anotem em seus putrefatos e fétidos arquivinhos mentais: não se aprisionam ideias. Se elas são boas, se têm serventia, sempre vão rolar ribanceira abaixo, atravessar fronteiras, voar livres no vento e alimentar as mentes e os corações dos que têm esperança. Essa é a força do humanismo. Não se encarcera a primavera. Ela é nossa e ninguém tasca. Mas, claro, Marx foi um grande filósofo, sim. Só que vocês perderam a continuação da jogada. A bola já não está mais com ele há muito tempo. Está com garotos que escrevem rap contras as injustiças nas periferias do mundo. Com gays que não aceitam mais viver no armário. Com negros que não admitem discriminação. Com mulheres que não aceitam submissão. Com gente que trabalha, produz riqueza e sabe de seus direitos. Aquele fantasma comunista que rondava a Europa no tempo de Marx não passa de um Gasparzinho perto de nós. Ah, mais uma coisa: o Gasparzinho, daquele desenho animado, atendia pela alcunha de ‘fantasminha camarada’. Mas, até onde se tem notícia, não era um comunista bolvechique. “Sei lá… vá saber! Esses malditos comunas… Vamo ver isso daí… Dá pra prender fantasma?”

MAIS PREVIDÊNCIA >>> Nesta quinta-feira (dia 17) a Folha traz em seu portal a manchete: “Militares intensificam lobby para ficar fora da reforma da Previdência“. O comandante do Exército, Edson Pujol afirmou ao jornal: “Você aceitaria a retirada de algum direito?“. Só posso rir, embora seja trágico nosso triste retrato repintado de verde-oliva. Claro que não aceito, general! Mas é tudo o que o ‘novo Brasil’ planeja e já está fazendo (só com os trabalhadores, calro). Porém, nas muitas mordomias, benefícios variados e aposentadorias integrais de políticos, juízes e militares, ninguém mexe, né? Na semana passada circulou um cartaz na net que dizia: “se a Reforma da Previdência é tão boa, por que militares, juízes e políticos não pedem pra ser incluídos nela?” Por que será, general?

 

… … …

METAMORPHOSIS: NOVO
BAR ALTERNATIVO NA ZL

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – das 12h às 22h … Inauguração do Metamorphosis Bar e Lanchonete … Sob a administração de João Ângelo e Di Santos, um novo espaço se abre para os artistas alternativos da ZL. Na inauguração, vai rolar rock, pop, mpb, cantoria de raiz e discotecagens. Até às 18h, vai ter atividades para as crianças: pula-pula, pintura facial e piscina de bolinhas. Depois tem sorteio de cds e os shows com Sebah de Assis, Lindomar Mathias e Bédi Figueiredo, entre outros (ver cartaz). Na rua Simbaldo Lins, 66, no Jardim 9 de Julho (São Mateus)

 

… … …

FESTIVAL EDGAR
ALLAN POE

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – de 13h às 23h … Festival Edgar Allan Poe … Nos 210 anos de nascimento do célebre poeta e contista norteamericano, as editoras Sebo Clepsidra e Draco promovem lançamentos de livros, palestras, sessões de curtas, exposições e produtos temáticos a preços promocionais (camisetas, cervejas artesanais, esculturas e ecobags). Veja aqui a programação completaNa rua Fortunato, 117, em Santa Cecília. Baixo, algumas das atividades do festival e uma peça sobre o escritor, que será apresentada neste findi, na Galeria Olido:

14h30 >>> Palestra “A vida de Edgar, o maior personagem de Allan Poe”, de Oscar Nestarez
15h30 >>> Seção de curtas: “Clássicos de Poe em preto e branco – pesadelos monocromáticos”, selecionados por Carlos Primati
17h10 >>> “O Corvo”: declamação pelo ator Tamayo Nazarian
17h30 >>> Palestra “Pesadelos fílmicos: os vultos de Edgar Allan Poe no cinema”, de Carlos Primati
18h40 >>> Sessão de curtas: “Boston-Baltimore-Curitiba: Paulo Biscaia Filho reimaginando Poe” (com apresentação do cineasta)
20h30 >>> “O Gato Preto”: leitura dramática pelo ator Tamayo Nazarian

SEXTA, SÁBADO E DOMINGO – 18, 19 e 20 de janeiro … A Cripta de Poe … Premiado espetáculo multimídia concebido em formato de “palco-instalação”, tem intervenções videográficas e ressalta elementos de suspense e fantasmagoria. É baseado nos contos “O Espectro”, “O Corvo”, “O Retrato Oval”, “Berenice”, “Ligéia”, “William Wilson” e o “Coração Denunciador” e tem direção de Lenerson Polonini. Com a Companhia Nova de Teatro. Sexta e sábado, às 20h; domingo, às 19h. No Centro Cultural Olido, à av. São João, 473. Entrada franca

 

… … …

MAIS UM ESPAÇO PARA
OS 
INDEPENDENTES

… … …

DOMINGO – 20 de janeiro – 20h … Bolero Freak & Macaco Fantasma … Primeira edição do festival de música independente que reúne bandas com repertório autoral. O objetivo do festival é divulgar as bandas,  promover a interação entre elas e valorizar sua criação musical e poética. Sempre aos domingos (em janeiro) no Teatro dos Parlapatões, à praça Franklin Roosevelt, 158. Entrada R$40 e R$20

 

… … …

QUINTA E SEXTA – 17 e 18 de janeiro >>> Somos Rosa! – Últimos dias da semana  Rosa Luxemburgo, série de encontros que refletem a participação da mulher na sociedade, seu lugar de fala, direito a voz e ferramentas de participação política. Conheça a história da intelectual, ativista e feminista Rosa Luxemburgo, que em fins do século XIX, participou ativamente das questões políticas, escrevendo textos e atuando de diferentes maneiras na sociedade num período em que as mulheres sequer tinham direito a voto. Na Rua do Carmo, 147, ao lado da praça da Sé. Veja a programação:

17/jan – quinta – 17h … Mulheres, Territórios e Subjetividades. Com Jerá Guarani e Raquel Rolnik. Entrada franca

18/jan – sexta – 19h30 … Show de encerramento com Preta-Rara: participação de Bia Ferreira. Ingressos de R$6 a R$20

 

… … …

UMA FORÇA PARA O
POETA 
CLAUDIO WILLER

… … …

Artistas e amigos de Claudio Willer estão divulgando nas redes sociais um texto em que pedem ajuda ao poeta. Gente acima de qualquer suspeita, como Celso de Alencar, Ademir Assunção, Marcelino Freire, Luiz Roberto Guedes, Jotabê Medeiros, Eduardo Lacerda e muitos outros escritores, jornalistas e intelectuais. Leia e colabore:

O poeta e crítico literário, tradutor dos beats e dos surrealistas, está sentindo na carne as penúrias de ser artista septuagenário no nosso país. Encontra-se em sérias dificuldades econômicas. Teve de sair do apartamento onde vivia. Está instalado provisoriamente num hotel. Precisa com urgência de uma rede de apoio. Precisa de dinheiro. Você pode ajudar? Compre seus livros, convide-o a palestras, fale com ele mas, sobretudo e com urgência: deposite valores generosos na conta pessoal de Claudio Willer. Banco do Brasil. Ag. 712-9. CC. 1890-2. CPF: 516.745.138-87. E compartilhe esta postagem com seus contatos. O momento é delicado. Obrigado.

 

… … …

DEZ MESES REPETINDO:
QUEM MATOU MARIELLE?

… … …

QUE VERGONHA, BRASIL! >>> Já estamos em 2019 e esse crime continua impune. Uma representante do povo foi assassinada, os assassinos estão soltos e não ouço panelas: vários ‘suspeitos’ presos, muito blablablá e… nada! Vocês acreditam que a polícia (num Rio de Janeiro que estava sob intervenção militar) ainda não ‘descobriu’ quem são os assassinos de Marielle Franco? E ainda temos que ouvir o presidente eleito e suas balelas sobre armamentos e ‘militarização’. Já são dez meses de impunidade. No dia 14 de março a vereadora, de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção militar no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e voltava de um evento com jovens negras quando foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Protestos e manifestações contra o bárbaro crime se repetem diariamente em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos. As balas que a mataram também atingem a todos nós. Não podemos nos calar. Até quando vou ficar semanalmente repetindo esse texto aqui? Será que vai ficar por isso mesmo? Por que a resposta não vem? Quem matou (e quem mandou matar) Marielle?

VERGONHA 2 >>> Se o atual presidente fosse mesmo ‘bom de segurança’, uma vereadora não teria sido assassinada (ao que tudo indica, por milicianos – leia matéria do jornalista Marcelo Godoy com o secretário da Segurança Pública do Rio entrevista de Fernanda Chaves, assessora de Marielle, à Mônica Bergamo) no Estado onde ele fez toda sua carreira política (e que se encontrava sob intervenção militar). Será que seus eleitores refletiram sobre isso? Apoiadores do ‘coiso’ posaram para fotografias sorrindo ao quebrar ao meio uma ‘placa de rua’ com o nome de Marielle (junto a eles, o atual governador do Rio. Pode?). Será que os eleitores do ‘coiso’ concordaram com essa ‘brincadeira’? Não posso crer nisso. Como também não consigo compreender o porquê do ‘coiso’, ou do governador fluminense, jamais terem exigido publicamente o esclarecimento do caso Marielle. Por que será?

VERGONHA 3 >>> O delegado responsável pela investigação do assassinato de Marielle, Giniton Lages, foi mantido (pelo novo chefe de polícia, delegado Marcus Vinicius Braga) no cargo até o final do inquérito. Braga foi nomeado secretário pelo governador Wilson Witzel. A justificativa da nova cúpula é não interromper o trabalho da equipe atual, que vai ser ampliada para que a investigação ‘seja finalizada ainda no início do ano’. Também serão mantidos os responsáveis pelas unidades da Baixada Fluminense e de Niterói e São Gonçalo, Daniel Rosa e Bárbara Lomba. Parabéns aos envolvidos, só que não: afinal, já são 10 meses de impunidade. É uma vergonha! 

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Aqui as sugestões de programação para esta semana. Acompanhe também as opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 15h … Oficina de Poesia Falada … Slam do 13 desenvolve diversas oficinas de escrita, performance e oralidade, a fim de possibilitar o surgimento de novos artistas por meio do poetryslam. Até 14 de fevereiro, em cinco encontros, nas próximas quintas-feiras. No Sesc Santo Amaro, à rua Amador Bueno, 505

… … …

QUINTAS-FEIRAS – 17, 24 e 31 de janeiro – 18h30 … Bia Doxum & Banda … Cantora e compositora da ZL apresenta trabalho autoral. Nas quintas-feiras de janeiro, no Mirante, atrás do Masp

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 19h … Toca Raul! … Ensaio aberto da banda Luizito e os Malucos Beleza. No Dragster Bar, à rua Curuçá, 439, na Vila Maria (e no sábado tem cover do Iron Maiden)

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 19h … Lançamento Coleção Töpffer … André Caramuru Aubert e Luli Penna falam sobre R. Töpffer, o pai dos quadrinhos. Na Livraria da Vila, à rua Fradique Coutinho, 915

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 19h30 … Jordana – Sabor da Vida … Pocket-show da cantora e compositora que se apresenta acompanhada pelo violonista Leo Costa. No Piccolo Teatro, à rua Avanhandava, 40. Entrada franca

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 20h … Show de Lu Vitti – na Quinta dos Infernos … Cantora se apresenta acompanhada pelos guitarristas Diego Basa (guitarra) e Fabio Brum. Ingressos a R$15. Rua Coronel José Eusébio, 109

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 20h … Encontro de Expressões … Sarau organizado por Cale Narman tem palco aberto e convidados. Nesta edição, lançamento do livro ‘Incorpóreo’, de Deolinda Nunes, com trabalho poético e performático de Aline Lopes de Souza e Elis Pessotti. No Manjericanto, à rua Voluntários da Pátria, 3558

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 21h … Xaxado Novo – A volta do cangaço! … Show da banda formada por Davi Freitas (violão e voz), Felipe Gomide (rabeca e coro), Marcus Simon (percussão e coro), Bruno Duarte (davul, surdo e coro) e Eliézer Tristão (souzafone). No Mundo Pensante, à rua Treze de Maio, 830. Ingressos a R$15

… … …

QUINTA-FEIRA – 17 de janeiro – 21h … Andhra – no Refúgio … Cantor e guitarrista da banda Rock Insane faz show de rock acústico. Na av. General Edgard Facó, 1279

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 18h … Música Brasileira – com Grazi Medori e os Brazucálias. No Que Tal, à rua Vergueiro, 3393

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 18h30 … Lançamento em Santos do livro Alucinação – de Daniel Perroni Ratto. Na Realejo Livros, à avenida Marechal Deodoro, 2

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 19h … 21ª Edição do Sarau da Vergueiro … Sarau passa a ser realizado sempre na terceira sexta-feira do mês, em novo endereço: à rua Vergueiro, 803 (Restaurante Espaço Vergueiro)

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 19h … Lu Vitti In Jazz … Cantora se apresenta com Fredy Tangary na guitarra e Felipe Alves no baixo. No Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 19h30 … Happy hour com Giba Ribeiro tocando mpb no Carauaribar, à praça Carauari, 8, na Vila Maria

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 20h … Ryane Leão, Lâmia Brito e Jéssica Balbino no Sesc Pinheiros … Na oficina intitulada “Margens: Entre Cicatrizes e Poesia”, poetas falam sobre como a escrita e a literatura podem ser cura. Mediação a jornalista Jéssica Balbino. Entrada franca. À rua Paes Leme, 195

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 20h … Releitura de clássicos do blues com Leone da Gaita. No Pub Galpão 05, à rua Santa Auta, 32, na Freguesia do Ó

… … …

SEXTA-FEIRAS E SÁBADOS – 18 e 19 de janeiro – 21h … Homens, Santos e Desertores … Peça de Mário Bortolotto (que também atua, ao lado de Gabriel Pinheiro). Direção de Fernanda D’Umbra. Até 9 de fevereiro, no Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 22h … Trio ‘Pessoas Cinzas Normais’ apresenta o show ‘Voltando Belchior’, interpretando os maiores sucessos e também um pouco do Lado B do artista. No Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269. Ingressos a R$15

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 22h … Motown Songs no St Paul’s Pub … Banda apresenta os grandes sucessos dos principais artistas da gravadora Motown: Stevie Wonder, Jackson 5, Marvin Gaye e The Commodores, entre outros. Na rua dos Pinheiros, 518

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 22h … Turnê OverDoses na Casa Gramo … Show em formato trio (violão, percussão e teclados) com participação de Kio Olivieri (que também faz show na noite) e Tatá Aeroplano (nas pick-ups). Na rua Bento de Abreu, 223

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 23h … XXXbórnia de Verão no Tokyo … Festa tem sets com Sandro, Melted Videos, Daft Funk e D La Veiga (Mel Azul). Até 1h, R$35. Depois, R$45. Na rua Major Sertório, 110. Local oferece happy hour até 19h e tem karaokês e restaurante

… … …

SEXTA-FEIRA – 18 de janeiro – 23h … Suor, a Festa … Com o funk da banda Big Pacha e o som e a mensagem de Élio Camalle. Nos intervalos, djs Ju Mineira e Thago Un (Thiago Campos). No Estúdio Bixiga, à rua Treze de Maio, 825

… … …

SEXTA-FEIRA e SÁBADO – 18 e 19 de janeiro – 20h e 18h … Peça “Nomes para Furacões” … Grupo Pandora de Teatro faz 15 anos e apresenta 4 espetáculos do repertório (até março). Na Ocupação Artística Canhoba, à rua Canhoba, 333

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – das 15h às 20h … Festival Torto no Vale do Anhangabaú … Mostra de bandas roqueiras independentes: O Grande Ogro (rock instrumental), Alcoóliques (punk rock e garagem), Danilovers (punk rock), Toca-fita de Corcel (indie rock) e Inexistentes (hard core)

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – das 15h às 22h … Baco brisa que te beija e que te festeja … Baco do Parangolé dá início aos festejos carnavalescos de 2019. No Circo dos Bichos Doidos, à rua Teodoro Sampaio, 747

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – de 16h às 20h … Espaço Escut’arte – Café, Psicanálise e Arte … Série de encontros e debates sobre a alma humana sob o tema “Relacionamentos e Traumas: Um tratado contemporâneo das vicissitudes relacionais e seus caminhos patológicos.” Na Livraria Nobel, à avenida SalgadoFilho, 1453, em Guarulhos

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – de 16h às 22h … 3º Mini Bazar de Produções Independentes … Shows (Dharma Samu e Inês é Morta), artes gráficas, esculturas, brechó, pães, bolos, doces, salgados e cervejas. No Estúdio Quadrophenia, à rua Clélia, 1469

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 16h … As Árvores e as Histórias … Contação de histórias com Paula Lisboa e Letícia Chiochetta. Ingressos a R$15. No Gansaral, à rua Demóstenes, 885

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – das 16h a 0h … MiniMECA #017 … Evento mensal gratuito mistura música, arte, design, experiências, amigos, comidinhas e drinks. Show com Ekena, sets dos djs David Carneiro (festa “Primavera, Te Amo”), Rafael Telefone (carnaval, pagodão, axé) e Dimas Henkes (MECACrew). Lançamento da revista The Summer Hunter. Na rua Artur de Azevedo, 499

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 19h … Forró com Trio Camaradas … Formado por PC Canuto (sanfona e voz), Danilo Pêra (triângulo e voz) e Fabio Gagliano (zabumba e voz), trio apresenta repertório de Trio Nordestino, Trio Nortista, Luiz Gonzaga e Genival Lacerda, entre outros. No Restaurante Casa do Norte, à rua Barra Funda, 341

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 19h30 … Sarau Boca Selvagem … “Porque a palavra é selvagem” sarau incentiva o ato de poetizar-se e politizar-se. Com palco aberto e convidados: Edna Rosane, Jhoo D’Óliver e Ricardo Mondenezzi. No Instituto São Paulo pela Democracia, à rua Coronel Joaquim Antônio Dias, 275, no Tatuapé

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 20h … Pedro Franco … Show de lançamento do disco do músico-revelação (ao violão de 7) acompanhado por Pablo Arruda (contrabaixo) e Cassius Theperson (bateria), com participações de Victor Angeleas e Marco Pereira. Contribuição sugerida R$20. No Etnohaus com Vida, à rua das Palmeiras, 26, no Rio de Janeiro

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 20h … Bia Ferreira … Cantora de Aracaju apresenta ao violão a sua mistura de jazz, blues, soul, samba e mpb com rap e beat box. Na abertura, o rock da banda Os13. No Covil GastroPUB, à rua Dona Mariquinha Sciascia, 37. Ingressos a R$30

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 21h … Matemalanga … Música latino-americana com o duo formado por Diego Gandolf e Elena Guarner. No Bar do Frango, à avenida São Lucas, 479. Entrada franca

… … …

SÁBADO, DOMINGO E SEGUNDA – 19, 20 e 21 de janeiro … Ledores no Breu … Peça inspirada no texto “Confissão de Caboclo” do poeta Zé da Luz e no pensamento e prática do educador Paulo Freire. Espetáculo trata das relações entre o homem sem leitura e sem escrita com o mundo ao seu redor. Com Dinho Lima Flor. Direção de Rodrigo Mercadante. Ingressos a R$40 e R$20. Aos sábados e segundas (21h) e domingos (20h). No Ágora Teatro, à rua Rui Barbosa, 672. Até 25 de fevereiro

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 21h … Cansei do Mainstream … Festa com as bandas Leza e Aminoácido. Dj set especial com músicas psicodélicas. Ingressos a R$20. Na Casa do Mancha, à rua Felipe de Alcaçova

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 21h … Pink Floyd Tributo no The Wall Café … Espetáculo apresenta os clássicos da banda num show de luzes e efeitos. Ingressos a R$20. Na rua Treze de Maio, 152

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 21h … Roberto Carlos, o Cara … O trio ‘Pessoas Cinzas Normais’ apresenta as músicas do rei de 1963 até os anos 90. Ingressos a R$15. No Cardeal Pub, à rua Cardeal Arcoverde, 1895

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 21h … Especial Chico Buarque … Clássicos de Chico com Moacyr Santos (voz e violão) e Trio da Tica. Na Refinaria Burguer & Petiscos, à rua Fontoura Xavier, 1090. Entrada R$10

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 22h … Festa ElectroAmazonBeats c/ EletricDum … Antonio Novaes, do grupo Clarimbó, apresenta o projeto musical dançante no Centro Cultural Butantã, à av. Corifeu de Azevedo Marques, 1882. Ingressos a R$10

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 22h … Blues Jam Clandestino … Os músicos da casa Alexandre Zequi, Diego Basa e Pedro Leo convidam outros artistas a levarem seus intrumentos e improvisar. No Clandestino Estúdio, à rua Augusta, 2366, casa 1

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 23h … Bloco Filhos de Gil no Estúdio Bixiga … Banda núcleo do bloco + intervenção da bateria Realce e discotecagem. Na rua Treze de Maio, 825 – Bela Vista,

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – das 23h às 4h … Forró na Gruta – Borogodó do Zé … Festa mensal do grupo Baião Lascado recebe o forróck guitarrado do Borogodó de Zé Leônidas. Na Gruta Bar, à rua Major Quedinho, 112a

… … …

SÁBADO – 19 de janeiro – 23h … Noite Mpb Blues com Mou Vidinha (Tábula Rasa). Aniversário do Shennon Boy (fundador do MpbBlues). No Grão Espresso, à rua Voluntários da Pátria, 3558

… … …

DOMINGO – 20 de janeiro – 14h … Déborah Castolline – Cantora interpreta repertório autoral e sucessos acompanhada com os músicos Liw Ferreira (violão e guitarra), Rogério Clementino (baixo elétrico), Matheus Marinho (bateria), Pedro Teixeira e Danilo Moura (percussão).Na av. Paulista, em frente ao número 2073

… … …

DOMINGOS – ATÉ 27 DE JANEIRO – 15h … Fera Neném … Show de rock para crianças com o quarteto formado por Gustavo Cabelo, Lia Biserra, Pedro Gogom e Peri Pane. No Auditório do Sesc Vila Mariana, à rua Pelotas, 141

… … …

DOMINGO – 20 de janeiro – das 15h às 23h … Banho de Espuma: Pilantragi – na Casa das Caldeiras … Um dia de festa e atividades legais. Para entrar, doe 1 livro ou 1 kg de alimento não perecível. Além dos djs, performances de Yndjáh Báh e Maravilhosas Corpo de Baile. Com Feira Alternativa e Comedoria. A festa “não tolera racismo, homofobia, transfobia, machistas e outras energias baixas”. Na Avenida Francisco Matarazzo, 2000. Confira a programação:

No salão
16h – DJ Odara Kadiegi
17h45 – Dj Thiagão (Sexta Básica SP)
19h15 – Dj Lia Macedo
20h45 – DJ Fred Lima
23h – Encerramento

No subsolo
15h – DJ Dom Paulo Oliveira (Alter do Chão/Pará)
17h – Pequi (Brasília)
18h45 – Renata Corr (Desculpa Qualquer Coisa)
20h15 – Lerry (Feira de Santana/Bahia)
22h – Encerramento

No Quintal da Espuma
15h – DJ Tiago Costa (Festa Cafuá)
16h – Ensaio aberto Bloco Pilantragi
17h – DJ Rodrigo Bento
21h – Encerramento

… … …

DOMINGO – 20 de janeiro – 16h … Diáspora Artística – A Decomposição de Idéias … Rodas de conversa e movimentações filosóficas sobre o fazer artístico e seus rumos. Com músicos, poetas e agitadores de arte e cultura (ver cartaz). Na Kas Tattoo, à avenida Papa Pio XII, 432, em Guarulhos

… … …

DOMINGO – 20 de janeiro – 19h … Cinema essencial: Uma Noite De 12 Anos … Tom-K Produções exibe a trajetória de José Mujica e dois de seus companheiros durante a ditadura militar uruguaia, com debate após o filme. Entrada franca. No Bar do Frango, à av. São Lucas, 487 (a 700 metros do metrô São Lucas – linha prata)

… … …

DOMINGO – 20 de janeiro -19h … Baile do Padilha … Baile do cantor e compositor Paulo Padilha, mesclando clássicos do samba, forró, ritmos dançantes e terminando em clima de carnaval. Com participação das cantoras Vange Milliet e Suzana Salles. No Bambu Brasil, à rua Purpurina, 272

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 21 de janeiro – 19h … Puppi – Marinheiro de Terra Firme … Violoncelista italiano radicado no Rio se apresenta no projeto Sesc Instrumental. Na rua Doutor Vila Nova, 245

… … …

SEGUNDA A QUINTA-FEIRA – 21 a 24 de janeiro – 20h … Feminismo e filosofia em Simone de Beauvoir, com Izilda Johanson … Doutora em Filosofia pela USP e professora da Unifesp dá curso de quatro dias abordando temas como liberdade, feminismo, existencialismo, gênero e igualdade. No Espaço Revista Cult, à praça Santo Agostinho, 70. Custo R$350

… … …

TERÇA-FEIRA – 22 de janeiro – 18h30 … Happy hour de lançamento da “Chamada Aberta para a 12ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo”. Com a presença dos curadores Vanessa Grossman, Charlotte Malterre-Barthes e Ciro Miguel. Na rua Bento Freitas, 306,

… … …

TERÇA-FEIRA – 22 de janeiro – 19h … Sarau Encontro de Utopias
– no Al Janiah … Lançamento de ‘In Dubio Papel’, de André Couri, e do cd ‘Cordas e Ventos’ de Chico Pedro e Turcão, com a presença do flautista Chico Pedro. Com palco aberto e entrada franca. Na rua Rui Barbosa, 269

… … …

TERÇA-FEIRA – 22 de janeiro – 19h … Ato-debate “Menos Armas, Mais Vidas” … Debate público com Guilherme Boulos, Valdenia Paulino e Férrez. Intervenção poética de Mana Bella e Gih Trajano. No MASP, à av. Paulista, 1578

… … …

TERÇA E QUARTA-FEIRA – 22 e 23 de janeiro – 21h … Instrumental Poesia – Buena Onda Reggae Club e Ademir Assunção … Projeto une bandas instrumentais e poetas para experimentação. Na terça, ensaio aberto. Na quarta, apresentação. O grupo do ABC paulista mostra ska e reggae instrumental. O poeta, autor de vários livros e vencedor do Prêmio Jabuti, já gravou cds de poesia e música (é parceiro de Itamar Assumpção e Edvaldo Santana, entre outros). No Sesc Avenida Paulista, número 119, 13º andar

… … …

TERÇA-FEIRA – 22 de janeiro – 21h … Ensaio Aberto do Bloco “Arrianu Suassunga” … Melhor nome de bloco e homenagem carnavalesca de todos os tempos (o Suassuna merece!). Maracatu, afoxé, côco e caboclinho sob a regência do mestre e artista Ângelo Madureira. No Mundo Pensante, à rua Treze de Maio, 830. Após o ensaio, a programação segue com a Terça Open: Grooveria

… … …

TERÇAS E QUARTAS – ATÉ 27 DE FEVEREIRO – 20h … ‘Café’ no CCSP … Dois garotos se conhecem em uma cafeteria e vivenciam trajetória amorosa permeada por um único assunto: café. A peça, construída a partir de poema homônimo de Herácliton Caleb, tem direção de Bruna Vilaça. No elenco, Gabriel Galante e Weslley Nascimento. Na rua Vergueiro, 1000

… … …

TERÇA-FEIRA – 22 de janeiro – 21h … Jazz Poetry … Ao estilo beat, escritores leem seus textos ao som de jazz (ver cartaz). Antes, o guitarrista Chico Suman canta clássicos do folk e músicas do seu cd. No Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 18h … Sampa – 465 Tons de Cinza … Os fotógrafos Jorge Araújo e Filipe Araújo, pai e filho, trazem uma visão colorida da metrópole cinza. Na abertura, o som do grupo Wednesday in Jazz. A exposição vai até 17 de fevereiro. No Porão da Cerveja, à rua Gal. Olímpio da Silveira, 39, em Santa Cecília (as imagens estarão à venda)

… … …

QUARTA-FEIRA – 16 de janeiro – 18h30 … Elio Camalle – no Mirante … Cantor e compositor se apresenta com a Banda do Zé da Bronca nas quartas-feiras de janeiro no Mirante 9 de Julho, atrás do Masp.

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 19h … Sarau Alfinete … Palco aberto e lançamento do livro ‘Híbrida’, de Janaína Moitinho. No Kas Tattoo, à avenida Papa Pio XII, 432, em Guarulhos

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 19h30 … Jeanne & Banda Em Canto Amazônico … Cantora paraense radicada em São Paulo apresenta repertório com xotes, cumbias, bregas, guitarradas e carimbó, acompanhada por Bráu Mendonça (violão e guitarra), Ayrton Muganaíni (baixo), Ygor Saunier (bateria) e Jacinto Kahwage (teclado). No Tonton Jazz & Music Bar, à al. dos Pamaris, 55

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 20h … Samba da Gruta no Bar do Alemão … Grupo de resistência cultural organiza festa toda primeira sexta-feira do mês na Gruta Bar, no centro de SP, é formado por Ellen Nicole (voz), Renato Passarinho (voz e percussão), Zulu Reichenbach (cavaco), João Pellegrini (violão 7 cordas), Vitor Enoki (sax), Fernando Miranda (percussão) e Daniel Figueiredo (percussão) . Na av. Antártica, 554

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 21h … Gringa Music apresenta O Trio Venezuelano Vinotinto … Música instrumental popular e folclórica, com elementos de jazz e ritmos do Brasil e Venezuela. No Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 21h30 … Electric Hendrix Ensemble no Bourbon Street … O guitarrista, cantor e compositor, Eder Martins reuniu um octeto para interpretar a obra do maior guitarrista de todos os tempos. Na Rua dos Chanés, 127. Ingressos a R$50

… … …

QUARTA-FEIRA – 23 de janeiro – 23h … Festa Vitamina #7 – Edição Romã … Vai ter o Sarau Erótico Yopará (com Amandy Gonzalez e Beto Kapeta) e Na Hora Da Missa – Stand-up Comedy Show (com Michel Weber e Leandro Divera), além dos djs Brito Andrade (residente) e Irineu Bishop (Reverb Session). No Presidenta, à rua Augusta, 335

… … …

SEXTAS, SÁBADOS E DOMINGOS – ATÉ 20 de janeiro … União e Olho Vivo … Estreia da peça ‘Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba’ (horários variados). Na rua Newton Prado, 766

… … …

ATÉ 30 de janeiro … Panorama da Luteria Experimental em SP … Músicos e artistas do som se apresentam na segunda edição do projeto. Com exposição de objetos acústicos, eletroacústicos, eletrônicos, digitais e mistos utilizados como instrumentos sonoros/musicais. Na Passagem Literária da Consolação

… … …

ATÉ 2 DE FEVEREIRO … Programação de férias no CCPenha … Contação de histórias, teatro, circo, palhaçada, música, cinema, oficina e atividades diversas para as crianças. Veja a programação completa aqui. No Centro Cultural da Penha, no Largo do Rosário, 20

… … …

ATÉ 3 DE FEVEREIRO … Férias no MIS – Na programação: cinema, música, exposições, quadrinhos, fotografia e cursos. De terça a sábado, das 10h às 20h; domingos e feriados, das 9h às 18h. Até 3 de fevereiro. Saiba mais aqui. Na Avenida Europa, 158

… … …

ATÉ 8 DE FEVEREIRO … Centro de Música Sesc Vila Mariana – Especial de Férias … Entre as muitas atividades, vai ter aula-espetáculo com Pepeu Gomes, bate-papo com Derrick Green, do Sepultura, curso com os músicos do Angra, oficina de bateria para garotas (foto), Ricardo Herz, Toninho Ferragutti e Guinga discutindo as conexões entre a música popular e erudita. Na rua Pelotas, 141. Confira a programação completa

… … …

SEXTAS A DOMINGOS – ATÉ 10 DE FEVEREIRO DE 2019 … Roda Viva … Zé Celso e seu grupo remontam, 50 anos depois, a histórica peça de Chico Buarque. No Teatro Oficina, à rua Jaceguai, 520. Sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h.

… … …

SÁBADOS E DOMINGOS – ATÉ 24 DE FEVEREIRO … Grande Sertão: Veredas … No espetáculo, montado na área de convivência do Sesc Pompeia, a diretora Bia Lessa propõe a um só tempo uma peça de teatro e uma instalação em sua adaptação da obra-prima de Guimarães Rosa. Com Caio Blat, Luiza Lemmertz, Leo Miggiorin e elenco. Ingressos de R$12 a R$40. No Sesc Pompeia, à rua Clélia, 93. Aos sábados (20h30) e domingos (18h30)

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. E toda quinta-feira tem um post novo.

… … …